Siga-nos nas redes sociais

6ª Temporada

The Walking Dead 6ª Temporada – Comentários do episódio 16: “Last Day on Earth” (COM SPOILERS)

Publicado há

em

Post destinado a comentários do episódio “Last Day on Earth” da sexta temporada de The Walking Dead. Muitos spoilers poderão (e serão) encontrados por aqui. Se você ainda não Pendik Escort assistiu e não gostaria de ter as surpresas do episódio “estragadas”, não prossiga. Você foi alertado!

Este post está destinado à exposição de ideias Kurtköy Escort sobre tudo o que pode estar acontecendo na série. Utilize os comentários abaixo para compartilhar conosco suas teorias.

SINOPSE: Rick e o Maltepe Escort grupo precisam ir fora dos muros para salvar um dos seus. O que eles experienciam na estrada mudará a vida deles para sempre.

Roteiro: Scott M. Gimple & Matt Negrete | Diretor: Greg Nicotero

DISCUSSÃO DE “LAST DAY ON EARTH”:

Quando você usa um tempo de sua vida para se dedicar a seguir alguma coisa, geralmente é porque isso significa muito para você. The Walking Dead sempre foi (e muito provavelmente sempre será) a minha série de TV favorita. Acompanho-a há um longo tempo para viver de alegrias e frustrações… E, como fã, sei como é difícil explicar através de palavras quando a produção chega ao ponto de fazer isso que todos nós presenciamos hoje a noite.

Não vou falar mal de “Last Day On Earth” por todo este texto, porque sei que ele foi extremamente bem escrito e dirigido. Scott Gimple não decepciona quando está a cargo de roteiros, e Nicotero não decepciona quando está sendo o manda chuva da situação. O elenco, muito menos – Andrew Lincoln me impressionou mais do que o normal, Jeffrey Dean Morgan foi muito além do que eu imaginava, e fiquei muito feliz em ver o quanto Chandler Riggs evoluiu como ator (xinguem e discordem o quanto for necessário). Eu sei, você sabe, todos nós sabemos quem é o verdadeiro culpado disso tudo, e chegamos a discutir sobre isso recentemente aqui.

Em termos de trama, um ótimo avanço, é claro. Não tenho medo de dizer que seria o melhor episódio de The Walking Dead em muito tempo, caso a emissora – que vem mantendo personagens que deveriam ter morrido há muito tempo, e criando situações toscas, como o tiro no ombro de Daryl Dixon no final do episódio 15 – não tivesse [muito provavelmente] se intrometido no meio da produção para transformar a entrada do maior vilão da narrativa em um futuro motivo de chacota para a série, com um cliffhanger que não durará até o primeiro relato de gravações do Spoiling Dead Fans, ou mais tardar, no trailer da San Diego Comic Com 2016.

Gana por audiência? Muito provavelmente. São deslizes como este – ou então aqueles em maior nível, como a morte da Andrea, ou o fim do plot do hospital – que mantém a série com uma fama ruim por aí. Qualidade eles já provaram ter… Falta coragem? Não sei. Fico me perguntando se Frank Darabont permitiria uma coisa destas dentro do show. Ele deve rir.

Sinto pelo elenco, equipe, produção, roteiristas, que precisam seguir como zumbis atraídos pelo som tudo que essa rede esfomeada tenta tirar de The Walking Dead. Enfim, vou continuar falando e falando, mas sei que em outubro vou estar na frente da televisão, roendo as unhas na espera da premiere da sétima temporada…

Posso contradizer o que coloquei acima, mas esta foi uma boa temporada de The Walking Dead. No meu ponto de vista, pelo menos. Decepcionante, mas boa.

Enfim, é isso! Nos vemos em breve.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA