Siga-nos nas redes sociais

5ª Temporada

Danai Gurira fala sobre a grande escolha de Michonne

Publicado há

em

[ATENÇÃO!! ESTE CONTEÚDO CONTÉM SPOILERS DO EPISÓDIO S05E11 – “THE DISTANCE“!]

Será que a Ricktatorship finalmente acabou em The Walking Dead?

No episódio de domingo, Rick (Andrew Lincoln) teve pouca paciência com o intruso Aaron (Ross Marquand), que convidou nosso grupo de sobreviventes para se juntar a seu acampamento em Alexandria. Embora ele tenha prometido um novo porto seguro para Rick & Cia., Rick esteve compreensivelmente hesitante em confiar em Aaron, devido aos seus encontros recentes com tipos como Gareth e o Governador.

Contudo, Michonne (Danai Gurira) se recusou a ficar sentada e deixar que Rick dispensasse a oferta de Aaron e, em vez de fazer isso, organizou o grupo para investigar as alegações de Aaron. Quando o grupo exploratório encontrou os carros e os alimentos que Aaron havia mencionado nas proximidades, Rick relutantemente concordou em ir ao acampamento de Aaron – embora tenha advertido Michonne de que não decidiria entrar lá até decidir como se sentia do lado de fora dos portões.

Apesar de alguns contratempos no caminho – incluindo um ataque zumbi e a introdução de Eric (Jordan Woods-Robinson), o namorado ferido de Aaron – Rick e Michonne chegaram aos portões de Alexandria. E, depois que Rick escuta a risada das crianças brincando lá dentro, ele concorda que seu grupo entre. Mas a batalha pode não ter terminado ainda.

“Será uma batalha diária com Rick e o resto do grupo para ver como eles vão se aclimatar numa nova comunidade e, francamente, ver se eles são as pessoas certas para ela.”, Marquand afirma. “As personalidades são testadas, todos estão no limite. A sobrevivência é o objetivo final, mas, no fim das contas, é preciso fazer certas concessões. Todos teremos que ser mais pacientes e trabalhar juntos, e, se algumas pessoas não conseguirem fazer isso, elas podem não durar muito tempo naquela comunidade.”

michonne-glenn-the-walking-dead-5-temporada

Então, será que Rick e o grupo vão se aclimatar? O TVGuide.com conversou com a atriz Danai Gurira sobre por que Michonne decidiu desafiar as escolhas de Rick e o quanto ela realmente confia em Aaron. Além disso: Rick e Michonne estão se tornando mais do que amigos?

Michonne quase instantaneamente decide confiar em Aaron, mesmo que Rick claramente não confie. Por que?

Danai Gurira: O grupo está em circunstâncias críticas e ela consegue perceber isso. É crítico em termos das condições literais, mas os aspectos de humanidade do grupo também estavam começando a preocupá-la. Ela esteve no estado mais sombrio em que é possível estar e voltou de lá. Ela compreende como esse mundo possui o risco de levar as pessoas aos estados mais sombrios no que se refere à humanidade delas, e ela não está interessada em ver isso acontecer com esse grupo que ela agora considera ser sua família.

Ela também tem pressionado Rick para encontrar um lugar seguro em que possam viver desde antes mesmo da chegada de Aaron.

Danai Gurira: Sim, existe também o componente de ver algo viável diante dela. Quando ela escolheu não ficar sozinha no mundo novamente, durante a quarta temporada, essa decisão estava ligada à sua decisão de viver. Agora a pergunta para ela é: Como seria isso [viver em um mundo assim]? Às vezes, [viver] significa ver o melhor lado da situação em vez de olhar para as coisas e lembrar de todos os acontecimentos ruins do passado. Os instintos dela estão muito aguçados nesse momento. Ela é completamente a Michonne – aquela pessoa cuidadosa, cautelosa – mas também está mais esperançosa. Eu acho que as duas coisas combinadas permitem que ela veja esse cara mais objetivamente do que todos os outros do grupo.

Você mencionou a humanidade do grupo. Nós vimos Rick, em particular, fazer algumas coisas questionáveis. Ela se sente cautelosa com a liderança de Rick? Isso influencia na atitude dela de desafiar a decisão de Rick sobre Aaron?

Danai Gurira: Ela já viu Rick chegar a estados sombrios. Ela entende que esse mundo faz isso com as pessoas, mas sabe que Rick, em sua essência, é um líder forte, bondoso e maravilhoso em quem ela confia e a quem ela é leal. Quando uma amizade verdadeira existe, as pessoas têm que estar dispostas a discordar. E o que ela está vendo é o medo dele. Ela está vendo ele ser cauteloso, baseado nas coisas que aconteceram antes, e está vendo que ele não está dando um tratamento justo a Aaron. Quando você realmente é amiga de alguém e tem alguma intimidade, o que Rick e Michonne definitivamente têm, aquela pessoa poderá se levantar naquele momento e mudar construtivamente as coisas para uma direção diferente. Ela sempre foi leal a Rick, então isso é algo que também tem um efeito sobre ele e o faz pensar, “Certo, talvez isso seja algo que eu tenho que fazer a vontade dela, pois ela não faz isso frequentemente.”

michonne-the-walking-dead-5-temporada

A Michonne sequer se preocupa que ela possa estar errada sobre Aaron?

Danai Gurira: Sim, absolutamente. Não há nenhum momento em que ela não sinta que o que eles estão fazendo é arriscado, e esse é o motivo de ela ser cautelosa. Ela também sabe que o grupo… sabe como regular as redondezas rapidamente se precisar, mas existe essa preocupação. Existe uma responsabilidade que ela sente um pouco sobre seus ombros, e é por isso que, quando ela está no carro [com Aaron] olhando as fotos, há um instante em que ela sente pela primeira vez que Aaron não está contando toda a verdade. Por isso ela começa a interrogá-lo. De repente, seus instintos ficam um pouco abalados. Mas ela está realmente conferindo, porque é tipo, “Se eu estiver errada, a culpa será minha.”

Obviamente, no final do episódio, parece que Aaron estava contando a verdade, mas aquele momento único em que ele estava mentindo fará com que Michonne não consiga confiar nele posteriormente?

Danai Gurira: Ela é cuidadosa; está consciente. Mas há um componente de como esse homem se comportou. Ele é um bom orador, investigou o grupo, observou eles à distância – essas são coisas que ela respeita. Pessoas como o Governador e como as pessoas do Terminus não investigaram o grupo antes de convidá-los para entrar porque estavam tramando algo. Então, nunca haverá um momento em que a Michonne perderá a consciência e dirá, “Vamos sentar numa cadeira de praia e relaxar”. [Risos] Mas, [ela está se perguntando] “Nós temos espaço o suficiente para aceitar algo novo e possivelmente bom para nós?” Michonne se tornou uma guardiã disso: de criar algum espaço para termos um pouco de esperança. Precisamos ter um pouco de esperança, pois essa é a única maneira de sobrevivermos.

Por outro lado, Michonne se preocupa que alguns membros do grupo tenham se tornado obscuros demais e possam ser rejeitados de Alexandria?

Danai Gurira: Ela tem esperança por eles. Ela sabe que todos ainda têm sua humanidade, mas eu acho que essa é uma questão. Não acho que ela imagina que eles serão campistas-felizes-até-Deus-sabe-quando. Existe sempre uma consciência de que tudo será um processo passo a passo, e nós não temos certeza do que estará por trás daqueles portões. Mas a batalha que foi vencida nesse episódio é que eles encontraram um espaço suficiente dentre deles mesmos para a esperança. A próxima batalha é, “Certo, quem são essas pessoas e nós conseguiremos nos adaptar?”

michonne-rick-carl-the-walking-dead-5-temporada

Nós entendemos o ponto de vista de Rick quando ele escuta as crianças brincando dentro dos portões de Alexandria. O que a Michonne sente nesse momento?

Danai Gurira: Em um certo sentido, ela está muito feliz por seu amigo. O que Rick disse a ela também foi muito chocante porque ele estava certo. O que nós sentiremos quando passarmos por aquelas paredes? Então ela dá muito amor e muito encorajamento a ele naquele instante porque ela vê que isso faz ele mudar. E que ele tenha essa mudança é uma das coisas mais importantes. Aquele momento é algo maravilhoso para ela, porque permite que ele chegue ao ponto de dar o próximo passo. O amor que ela mostra a ele naquele momento é porque ela sabe que ele está com medo. Mas realmente é o momento de fazê-lo saber, “Eu estou bem aqui… e a batalha do medo nos dominar e nos impedir de dar o próximo passo foi vencida.”

Você acha que a amizade de Rick e de Michonne está se desenvolvendo para se tornar algo mais?

Danai Gurira: Nós teremos que esperar para ver. Eles têm uma amizade íntima e excelente, que cresceu. Eu acho que um teste verdadeiro de uma relação é quando existe um conflito. Como passam por isso? Eles não estavam em um grande conflito nesse episódio, mas, em um momento ou outro, eles discordavam. A beleza da amizade é que eles passaram por essa jornada e saíram dela definitivamente ainda mais fortes. É fantástico que eles tenham um ao outro e que tenham esse nível de… amor e de apoio. O que quer que aconteça, no final das contas, eles têm uma conexão realmente fantástica.

Agora que ela se esforçou tanto para isso e foi provado que ela estava certa, você acha que Michonne terá um papel maior de liderança?

Danai Gurira: Eu não acho que ela pense assim de jeito nenhum. Ela consegue lidar com as coisas e esteve lidando com eles sem ser uma “líder”. Existem muitos líderes nesse grupo de pessoas. O que ela identifica que precisa ser feito, ela faz. Ela está fazendo isso, de qualquer modo. Não se trata de ter uma posição em particular. Trata-se de fazer tudo o que for possível para manter seu grupo vivo. Ela tomou uma decisão na quarta temporada de que essa é a pessoa que ela seria. Agora, estamos vendo a representação disso. Estamos vendo o que realmente significa escolher viver. E isso também envolve escolher ajudar as outras pessoas a viverem.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: TV Guide
Tradução: Lalah / Staff Walking Dead Brasil

Publicidade
Comentários

EM ALTA