Siga-nos nas redes sociais

Webisodes

Um olhar sobre The Walking Dead Red Machete

The Walking Dead Red Machete é uma websérie que segue a trilha do facão vermelho que Rick usou como uma arma para matar Gareth, o líder de Terminus.

Wesley Rodrigues

Publicado há

em

Lançada entre o intervalo de 22 de outubro de 2017 a abril de 2018, antecedendo a estreia da 8ª temporada de The Walking Dead, a websérie “The Walking Dead Red Machete” apresenta em 6 episódios o curioso aparecimento do facão de cabo vermelho do Rick Grimes, cujo deu fim à vida – entre outros – de Gareth (Andrew J. West), o líder do Terminus.

Escritos por Nick Bernardone e dirigidos por Avi Youabian – que na série principal em sua 6ª temporada foi responsável pela direção do episódio “Now” – a webserie nos apresenta o fatídico local de ruptura de uma mera peça de prateleira, para se tornar um importante objeto na sobrevivência pós-apocalíptica em que o facão Roger se transformaria.

Trata-se de Gerald’s Hardware, uma pequena loja de ferramentas onde no primeiro episódio “Behind Us” somos apresentados aos personagens David (Jose Rosete), Alyssa (Sofia Esmaili) e a Mandy (Anais Lilit), eles que depois de captarem recursos se depararam com a morte de um jovem rapaz na luta contra um walker, tomando posse do então facão utilizado na batalha pela sobrevivência.

LEIA TAMBÉM:
Gravações de The Walking Dead ganham data de retorno

Mesmo aparentando uma aversão inicial, e sustentando-se nesse novo normal, Mandy traz para o pequeno grupo o predicado em aprender a domar o objeto para as lutas com o novo inimigo mortal, e assim David passa a ensina-la algumas técnicas de combate no uso do facão enquanto a pequena Alyssa tenta distrair-se do atual mundo subversivo.

Nota-se que a esperança por soluções faz parte desse pequeno grupo, pois este se resguarda em uma residência mantendo-se até o fim de seus suprimentos, fazendo-os sair de seu espaço de refugio o que acaba findando na morte prematura da pequena Alyssa.

O espaço temporal desse momento em diante sofre brutas alternâncias. Sai-se da crença das soluções vindas, como por exemplo, dos seus governantes para à certeza da vida em uma nova era.

A Carol Peletier (Melissa S.McBride) nos mostra que a sua sobrevivência doméstica parte do ter cabelos curtos devido aos ataques de seu companheiro; aqui vemos a Mandy optar por uma atitude similar em virtude de este ser o meio pelo qual a pequena Alyssa foi capturada, e assim, como um sinal de cuidado e lembrança, o faz.

No percurso natural da vida são os mais velhos que se vão primeiro. Independente da relação sanguínea ou não desse pequeno grupo, a dor é eminente, mas a aceitação da continuidade de viver permanece.

Agora, mais do que nunca, o facão Roger – de nova identidade cravada em sua empunhadura – aumenta a sua intimidade na trajetória dos dois. Ele é arma, faca de cozinha e cinzel de madeira e pedra para as lapides da Alyssa e agora do Papa David, onde no episódio 2 “Sorrowful” por um breve descuido o fez despedir-se de sua outra filha, agora enlutada por perdas humanas e em seguida por objetos de valores sentimentais.

Furtado, longe da presença física de sua dona e mesmo apresentando uma nova roupagem, o falcão da Mandy acompanhado pelo fone da pequena Alyssa – este que a auxiliava em momentos de perturbações – sofreram o processo de ruptura casual visto em “Made to Suffer”. Um ficou com o seu novo dono no local onde fora morto, o outro acompanhou léguas a fio em seu relicário, estando ali como uma nova praga no já falecido corpo humano.

Reivindicado foi o destino colocado naquele facão da então loja de ferramentas nas mãos do grupo de Joe (Jeff Kober), líder dos Reivindicadores (grupo que aparece na 4ª temporada de The Walking Dead) no episódio 4 “What We Become”. Aqui nos deparamos na narrativa categorizada entre heróis ou vilões já discutida na série mãe, ajuizando ao facão ser instrumento de punição aos furtadores em sua agora vasta trajetória, chegando até Alexandria e estabelecendo-se na oficina dos Salvadores.

Agora, companheiro de curto período de um dos desertores do grupo de Negan (Jeffrey Dean Morgan), em “Gone” – episódio 5 da webserie – nos unimos como espectadores ao facão de cabo e de história vermelha, onde diante dos nossos olhos cruzamos por diversas histórias de walkers e sobreviventes, entre essas a da própria Mandy. Passado e presente no mesmo instante.

O que se passou contigo durante todo esse período? Talvez essa fosse a pergunta que o facão faria a sua antiga anfitriã de sobrevivência em “We Find Ourselves”. E assim, como quem descasca uma ferida para que as células novas possam criar uma nova camada, Mandy e o seu Red Machete criam um novo parâmetro de convivência e de incertezas quando suas histórias novamente se entrelaçarão.

The Walking Dead Red Machete nos apresenta três personagens carismáticos em uma trama curta no quesito tempo, porém intensa e cheia de questionamentos capazes de fazer o espectador ver, rever e discutir sobre como objetos estranhos e humanos podem colocar uma união entre ambas as suas vivências. No universo The Walking Dead assim foi com o relógio do Hershel Greene (Scott Wilson), em Red Machete assim foi com a Mandy.

Assista The Walking Dead Red Machete:

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Destaque

[ASSISTA ONLINE] The Walking Dead Red Machete

Rafael Façanha

Publicado há

em

Faltando apenas poucas horas para a estreia da oitava temporada de The Walking Dead, a AMC acaba de divulgar uma nova websérie. “Red Machete” segue a trajetória da arma que Rick Grimes (Andrew Lincoln) utilizou para matar Gareth (Andrew J. West) na quinta temporada.

O primeiro capítulo dessa série digital segue o caminho do facão vermelho, desde seu início inocente em uma prateleira de loja, no princípio do apocalipse, conforme ela chega às mãos dos sobreviventes, bons ou maus, conhecidos oh desconhecidos. Os novos episódios da websérie de cinco partes estarão disponíveis durante a oitava temporada em aplicativos da AMC para celulares e dispositivos. Logo em seguida vocês poderão conferir aqui no Walking Dead Brasil, nesta postagem, que será atualizada conforme eles forem saindo.

The Walking Dead Red Machete

A oitava temporada de The Walking Dead estreia no dia 22 de Outubro. Confira o trailer oficial da temporada e fique por dentro de todas as notícias.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.

Continue lendo

Webisodes

Onde estão os webisodes da 5ª Temporada de The Walking Dead?

Rafael Façanha

Publicado há

em

Com a chegada da quinta temporada de The Walking Dead cada vez mais próxima, muitos fãs tem se perguntado sobre os webisodes desse ano.

Webisodes, para quem não sabe, são episódios feitos exclusivamente para a internet. No caso de The Walking Dead, são websódios feitos antes ou paralelos aos acontecimentos da série televisiva. Nós já tivemos três, sendo eles “Torn Apart” (lançado antes da segunda temporada), “Cold Storage” (lançado antes da terceira temporada) e “The Oath” (lançado antes da quarta temporada).

Devido ao enorme número de pergunta a respeitos dos novos webisodes, resolvemos listar aqui alguns dos pontos que nos leva a crer que NÃO TEREMOS webisodes antes da 5ª temporada de The Walking Dead. Confira:

– Os webisodes anteriores foram lançados sempre nos dias 01 de Outubro de cada ano.
– Greg Nicotero, o responsável pela produção dos webisodes, se comprometeu com a direção de quatro episódios da quinta temporada, conforme revelamos no Guia de Diretores e Roteiristas.
– Spin-off. Devido ao anúncio de início da produção da série paralela de The Walking Dead, a AMC talvez tenha decidido que não havia necessidade de ter gastos/preocupações com outras produções.
– Eles podem ter optado por lançar os webisodes entre a pausa da primeira metade e segunda metade da quinta temporada.

Nada oficial foi dito sobre o lançamento ou o não lançamento de webisodes para essa temporada, estamos apenas especulando e querendo informar aos fãs com base nos fatos acima. O que você acha? Será que não teremos mais webisodes por conta da nova série paralela? Deixe todos os seus pensamentos nos comentários abaixo.

The Walking Dead, a história de drama mais assistida da TV a cabo, irá retornar com a quinta temporada no dia 12 de Outubro de 2014 na AMC e no dia 14 de Outubro de 2014 FOX Brasil. Confira o trailer oficial da temporada e fique por dentro de todas as notícias.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.

Continue lendo

Entrevista

Greg Nicotero, o homem por trás dos webisódios de The Walking Dead

Rafael Façanha

Publicado há

em

Nos últimos anos, Greg Nicotero – O produtor executivo e o Designer de Efeitos Especiais e Maquiagem de The Walking Dead – expandiu a série online de sucesso da AMC com os webisódios de The Walking Dead. Para este spin-off digital, ele não contribuiu apenas com seus talentos consideráveis ​​como diretor e “zumbificador”, mas também como um criador de história. A mais recente série da web, “The Oath”, foi recentemente nomeada para um prêmio Webby de Drama: Curta ou Episódio Individual e Melhor Roteiro. Nicotero fala abaixo sobre seu trabalho no drama e muito mais.

P: Qual foi a inspiração para os webisódios deste ano? Você intencionalmente direciona-os para algo mais sombrio a cada ano?

Greg Nicotero: Eu queria voltar e amarrar a web série um pouco mais a série real. Eu sempre quis usar atores da série, mas isso se revelou um pouco desafiador desde o início, então trabalhei para encontrar momentos/eventos que as pessoas pudessem identificar… “Ah, sim, eu me lembro disso.” Na 1ª temporada foi a história da menina da bicicleta… e eu amei amarrá-la a 1ª temporada da série. A 2ª temporada foi mais uma homenagem a Dawn of the Dead e ao shopping/depósito público de tudo. Eu amo o âmbito e a dimensão dessa série que desenvolvi com John Esposito e acho que as performances são fantásticas… uma visão diferente do universo de The Walking Dead. O último set foi inspirado pela localização do hospital da 1ª temporada e, claro, os mesmos momentos dos quadrinhos. Nós vemos mais do hospital nos quadrinhos, então eu quis explorar isso.

P: Você teve três grandes atores no elenco nesta rodada: Ashley Bell, Wyatt Russell e Ellen Greene. Eles influenciaram o roteiro quando você estava em produção?

Greg Nicotero: Ashley e eu tínhamos trabalhados juntos antes e ela era perfeita para o papel. Eu tenho que dizer que meus produtores da série fizeram um ótimo trabalho de me permitir ter acesso a esses artistas fantásticos. Eu trabalhei com o pai de Wyatt [Kurt Russell], bem, então eu sabia do seu trabalho… novamente uma combinação perfeita… robusto, forte, carismático. Ellen era alguém que já tinha visto em Little Shop of Horrors… uma atriz muito inteligente e talentosa. Seu papel foi um desafio, porque ela realmente tinha que acreditar que o que ela estava fazendo era certo… oferecendo um serviço… uma saída. Essa ideia do “suicídio assistido” deste mundo me atingiu em cheio durante uma ligação com Luke Passmore, meu roteirista. Eu achava que a web série deveria ser mais sombria já que a série também parecia estar se encaminhando mais e mais para o lado negro da condição humana. Ellen estava muito entusiasmada com a personagem e passamos um pouco de tempo com ela, nos certificando de que a médica repercutisse.

greg-nicotero-makeup

P: Você acha que os webisódios são uma oportunidade de contar histórias que simplesmente não se encaixam na série de TV?

Greg Nicotero: Sem dúvida. E tenho explorado isso ao longo dos últimos três anos. Eu ainda tenho alguns cenários que escrevi e com base em locais que não tem na Geórgia e que aparecem nos quadrinhos, e também continuar a me aprofundar na série e buscar enredos, poderíamos, então, explorar o que a série não conseguiu . Eu brinquei com uma versão alternativa da 2ª temporada, em que Carl é quem atira em Shane no confronto Shane-Rick (como ele fez nos quadrinhos), mas isso desrespeitaria a série. Há muitos momentos que ainda não exploramos… Dale, Andrea, mesmo coisas relacionadas ao Shane… Acho que é interessante, talvez analisar personagens que não estão mais na série para dar aos espectadores algo que não vai aparecer na TV. Meus parceiros de produção na Generate tem sido bastante colaborativos e me ajudaram a fazer mais com um orçamento menor do que eu teria imaginado.

P: Você tem feedback sobre os roteiros de Robert Kirkman?

Greg Nicotero: Sim. Mas, ele também está muito contente de eu ter criativamente assumido a liderança neste projeto, desde a história até a produção e direção. Scott Gimple e eu trabalhamos na recente web série que estamos desenvolvendo, porque 1) vou aproveitar qualquer chance de trabalhar com Scott, 2) ele ama a série tanto quanto eu, e 3) ele conhece a série e os quadrinhos de cor e salteado.

P: Todas as séries de web de The Walking Dead ganharam prêmios. Você tem um favorito?

Greg Nicotero: Eu gosto de cada uma por razões diferentes. Todas se parecem com o nosso mundo, mas são diferentes o suficiente para serem originais. Amo os talentos que temos sido capazes de atrair e provavelmente diria que The Oath foi a mais ambiciosa em relação a história e escopo. Estou muito orgulhoso de todas elas e estou muito animado para continuar a tradição.

O que você gostaria que fosse explorado nos webisódios de The Walking Dead? Mais sobre zumbis icônicos ou personagens que já morreram? Deixe todos os seus pensamentos nos comentários abaixo.

The Walking Dead, a história de drama mais assistida da TV a cabo, irá retornar com a quinta temporada em Outubro de 2014 na AMC e na FOX Brasil. O trailer da temporada, bem como a data oficial de lançamento, será divulgada durante a Comic Con de San Diego, em julho.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Sundance
Tradução: Mydiã Freitas / Staff Walking Dead Brasil

Continue lendo

EM ALTA