Siga-nos nas redes sociais

Walking Dead Brasil

Norman Reedus fala sobre vingança, o conflito iminente e sobre encontrar o amor no apocalipse

Publicado há

em

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do sexto episódio, S06E06 – Always Accountable, da sexta temporada de The Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido, não continue. Você foi avisado!

The Walking Dead continuou a seguir diferentes facções dos sobreviventes no episódio do último domingo, colocando os holofotes sobre Daryl (Norman Reedus), Abraham (Michael Cudlitz) e Sasha (Sonequa Martin-Green) nessa semana, em um episódio em que continuamos vendo o nome de Steven Yeun (Glenn) ser omitido dos créditos de abertura da série.

Conforme os personagens continuam levando metade da horda enorme de walkers para longe de Alexandria, um novo grupo de sobreviventes abre fogo contra o trio, dividindo Daryl (em sua amada moto) de Abraham e de Sasha (naquela lata velha).

Para Abraham e para Sasha, a perseguição termina em um acidente. Eles atiram nas pessoas que os haviam atacado, matando-as. Os dois se refugiam em um edifício e deixam uma trilha de pistas para que Daryl, que é um ótimo rastreador, consiga encontrá-los. Enquanto esperam, Abraham encontra um lança-foguetes e, graças a Sasha, se transforma em um homem capaz de ver esperança no novo mundo (e dá em cima dela).

Enquanto isso, Daryl acaba seguindo caminho por dentro da floresta. Depois de guardar sua moto, ele encontra três novos desconhecidos – um homem cujo nome não é revelado (interpretado por Austin Amelio) e duas mulheres que, depois de fingirem estar assustadas, acabam deixando o irmão Dixon que restou inconsciente, depois de dizerem “Nós merecemos o que pegamos” e de confessarem que não sentem mais a necessidade de se “ajoelhar”. Em seguida, Daryl insiste que não é quem o grupo pensa que ele é e tenta fugir – levando a bolsa – depois que eles buscam alguém chamada Patty em uma área cercada que foi tomada pelos mortos-vivos.

Sozinho novamente, Daryl descobre que a bolsa contém insulina e opta por ajudar seus antigos captores. Pouco depois de eles se reunirem, outro grupo – este liderado por um homem chamado Wade e sem o “W” sangrento que é característico dos Lobos na testa – aparece em uma tentativa de levar o trio de volta para o acampamento do qual haviam fugido. Daryl os ajuda a se esconder de Wade – que, sem pensar duas vezes, amputa o braço de Cam (Matt Lowe), um dos homens de seu grupo, depois de ele ser mordido.

the-walking-dead-s06e06-norman-reedus-daryl-negan

Após despistarem Wade (Darin Cooper) & Cia, Tina (Liz E. Morgan), a diabética, posteriormente morre quando eles descobrem uma casa incendiada e quando um dos cadáveres volta à vida e a morde no pescoço. Daryl, então, faz uma tentativa de recrutar a dupla que sobreviveu – cujos nomes dos personagens e dos atores não foram mencionados nos créditos finais, no que pode ou não ser uma pista referente a a Negan e ao grupo dele, os Salvadores.

Daryl pergunta quantos walkers eles mataram e descobre que eles nunca mataram nenhuma pessoa – e que vieram de um acampamento no qual as pessoas negociavam tudo em troca de segurança. Depois que Daryl recupera sua moto e planeja levá-los a Alexandria, o homem aponta a arma em direção a ele e a dupla vai embora levando a moto e a besta.

No fim do episódio, Daryl – que encontra um caminhão escondido na floresta – pega Abraham e Sasha. Eles começam a dirigir de volta a Alexandria e escutam alguém pedindo ajuda no walkie talkie.

O The Hollywood Reporter conversou com Reedus para discutir sobre o episódio e fazer previsões sobre os dois últimos episódios de 2015.

De quem é a voz que gritou “Socorro!” no walkie no final do episódio? Era a voz de Glenn – ou de Nicholas?

Norman Reedus: Não era a voz de Glenn – mas é de alguém de Alexandria.

Muito dessa temporada tem a ver com transformação. Daryl tenta trazer aqueles dois de volta a Alexandria – e eles terminam roubando-o. Como isso vai mudar a abordagem dele para recrutar as pessoas?

Norman Reedus: Ele fica um pouco menos otimista. Essa foi a primeira vez que ele fez isso [recrutar pessoas] sozinho – e ele confiou nessas pessoas que estavam cavando um túmulo para sua amiga loira. Daryl vê que eles também estão “quebrados”. Ele sabe que não são pessoas más, mas que apenas foram levadas ao limite e que as pessoas precisam se cuidar se estiverem sozinhas nesse mundo. Ele toma sua primeira grande decisão e essas pessoas ferram com ele. Isso realmente teve a ver com o personagem – ele pensa que pode confiar nesse cara e nessa menina e Daryl os deixa entrar. O tempo todo em que estivemos gravando essa cena, eu fiquei pensando que Daryl havia decepcionado todos – incluindo Rick – e levou isso para o lado pessoal. Mais tarde, vocês verão em outras storylines que isso terá consequências negativas para ele.

Um dos companheiros de Wade é mordido no braço e, sem sequer hesitar, pede que seu braço seja amputado e tem seu pedido atendido. Wade tira onda com ele antes de voltar para pegar seu relógio e joga seu braço fora como se fosse lixo.

Norman Reedus: Isso é a realidade – eles estiveram por aí tempo o suficiente para saber que é necessário cortar o membro fora rapidamente antes que a infecção se espalhe e, mesmo assim, ela ainda pode se espalhar. Ter amputado a perna de Hershel (Scott Wilson) foi uma daquelas situações em que você torce pelo melhor mas imagina que o pior acontecerá; nós não sabíamos se iria realmente dar certo. A mesma coisa aconteceu com eles: claramente, já fizeram isso antes.

pergunta3

Daryl perdeu sua moto, que é sua marca registrada, e a besta. Até que ponto ele irá para recuperar essas duas coisas? Ele já revelou bastante quando o cara disse, “Eu lamento” e Daryl respondeu, “Você vai lamentar”.

Norman Reedus: Isso teve um duplo sentido. É Daryl dizendo, “Vou pegar vocês e vocês me irritaram até um ponto em que não há retorno.” É Daryl pensando que, se esse é o plano de jogo deles – roubar a moto e continuar fugindo – eles terão de continuar fugindo. Só é possível sobreviver em grupo nesse mundo e se esse for o plano deles, eles serão pegos, ficarão sem combustível e não poderão fortuitamente roubar as coisas de todo mundo; não chegarão muito longe. Teve esse sentido e também o de, “Vou bater muito em vocês quando os encontrar de novo.” Ninguém leva a moto de Daryl e a besta! Fala sério!

Há um vislumbre de esperança no flerte entre Abraham e Sasha; Rick e Jessie se beijaram [assim como Tara e Denise]; Maggie está grávida… Considerando onde Daryl está agora e que ele pode retornar para Alexandria, ele tem alguma esperança em encontrar o amor?

Norman Reedus: Eu não acho que isso é uma prioridade na mente dele; mas, é, eu acho que é possível, que ele pode já ter encontrado e talvez não tenha percebido. Eu acho que talvez ele vá encontrar algo a mais, quem sabe. Poderia ser uma dessas coisas; mas há definitivamente esperança, principalmente considerando quem ele é agora vs. quem ele era antes. Ele está se transformando em alguém que permitiria que isso acontecesse.

Ele se transformou em um grande líder em Alexandria. Daryl ainda vai querer ser um recrutador futuramente ou ele vai ter um papel mais ativo em proteger o acampamento deles?

Norman Reedus: Não acho que Daryl seja o tipo de cara que quer ficar dentro dos muros de qualquer lugar que seja. Houve uma storyline acontecendo no começo da temporada na qual Daryl quis sair e Rick disse, “Não quero que ninguém saia”. Então, Daryl discordou dele e acontece que Rick admitiu que Daryl estava certo, que eles deveriam buscar pessoas. Então isso trará consequências negativas para Daryl. Ele definitivamente não está mais animado para fazer isso. Mas provavelmente chegará a um ponto em que depende de quem você encontra; são decisões totalmente individuais. Eu não sei se ele fez um julgamento ruim ao ter convidado aqueles dois para Alexandria; eles provavelmente estavam por um fio para decidir se mereciam ou não ir e, por causa do medo, tomaram aquela decisão de roubar as coisas dele e tiraram vantagem dele. Não é que sejam pessoas más e tenham feito isso. Eram boas pessoas e fariam o que quer que fosse necessário para sobreviver.

Daryl, Sasha e Abraham estão voltando para Alexandria – mas metade dessa horda enorme de walkers já chegou lá. Como será o retorno deles para a comunidade?

Norman Reedus: Vai parecer o fim do mundo – de novo. Eles não sabem; só ouviram a buzina e um chamado por “Socorro!”. Eles sabem que há um grupo grande de walkers atrás deles e que haverá uma “corrida” para descobrir se as pessoas que amam ainda estão vivas. Eles não sabem; poderia ser um novo ataque dos Lobos ou poderia ser a horda, eles não têm a menor ideia. Então, quando chegam lá, ficam muito surpresos.

the-walking-dead-s06e06-always-accountable-review

Quem é a maior ameaça para Daryl, para Abraham e para Sasha agora: o grupo a que Wade pertence, os Lobos ou os walkers?

Norman Reedus: Todos os três – e todos estão aparecendo ao mesmo tempo.

Essa temporada foi implacável em termos de ameaças para nosso grupo dividido; as ameaças estão em todos os lugares.

Norman Reedus: Vocês ainda não viram nada. Não há nenhum episódio lento restando; todos têm um ritmo muito acelerado de agora em diante.

Estruturalmente, essa temporada está acontecendo durante um ou dois dias, mas tanta coisa já aconteceu com todo mundo. Estamos testemunhando o fim dos episódios em que eles estão isolados e os dois episódios finais de 2015 seguirão em frente cronologicamente?

Norman Reedus: Ainda é uma narrativa em ordem cronológica, mas, daqui em diante, é 100% cronológico. Se você estiver acelerando uma moto, escutar o motor acelerando e chegar a ponto de ouvir o som mais alto que puder fazer, nós não paramos para descansar durante o resto da temporada, a ponto de a moto ficar balançando embaixo de suas pernas e você achar que está prestes a explodir. É insano daqui em diante.

O destino de Glenn ainda não foi revelado. Vários fãs estão tentando provar que um cara do tamanho de Glenn seria fisicamente capaz de se esconder embaixo da lixeira. O que você acha disso?

Norman Reedus: (Rindo) Eu vi o que eu vi [no episódio]! Você pode fazer teorias dessa forma ou de outra, mas o que você conseguir ver está certo. Então, independente do que seu palpite sobre isso, você viu o que viu e está reagindo ao que viu. Eu tive a mesma sensação que todos tiveram e eu estava no episódio – Fiquei irritado! Eu fiquei com raiva da AMC e de todo mundo – mas esse é o ponto. Ele é um personagem tão amado e estou torcendo por ele, também. Mas vi o que vi.

Quão mortais serão os dois episódios finais dessa primeira metade, incluindo a midseason finale?

Norman Reedus: Muita coisa vai acontecer. Estou totalmente impressionado pelo calibre do que estamos fazendo agora. Eu deixei o set [noite passada, após filmar a season finale] às 19h e conversei com Andy no telefone no caminho inteiro. Estamos muito animados; foi muito bom. Quando começamos, as pessoas diziam, “É uma série sobre zumbis”. Agora, não é uma série sobre zumbis. Nós temos zumbis, mas não é uma série sobre zumbis e todos saberão disso. Estou muito animado com esse episódio. É uma série desenvolvida a todo vapor. É velocidade total de agora em diante.

Além de The Walking Dead, a AMC encomendou sua série estilo documentário sobre motos. Nós veremos a participação de alguém do universo de The Walking Dead? Como você descreveria a série?

Norman Reedus: É tipo o que Anthony Bourdain faz com a viagem e com a comida. Essa série tinha mais a ver com comida no início, mas se transformou em uma série sobre conhecer pessoas, ter experiências de vida com elas e ouvir suas histórias – tendo a comida como o denominador comum. E é assim que começaremos nossa série. Teremos convidados legais, iremos a lugares legais e será divertido. Não é só para os entusiastas de moto; é também para pessoas interessadas em viajar e em ver coisas que normalmente não veriam. Nós tentaremos fazer como se eles estivessem nessa jornada conosco. Temos lugares muito legais aos quais estamos planejando ir agora com convidados legais. Estou muito animado com isso; vai ser muito divertido.

O que vocês acharam do episódio? Comentem abaixo. The Walking Dead vai ao ar aos domingos.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: The Hollywood Reporter

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA