Siga-nos nas redes sociais

Série

The Walking Dead 8ª Temporada: Perguntas e Respostas com Steven Ogg (Simon)

Publicado há

em

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do décimo episódio, S08E10 – “The Lost And The Plunderers” (O perdido e os saqueadores), da oitava temporada de The Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido, não continue. Você foi avisado!

Steven Ogg, que interpreta Simon em The Walking Dead, fala sobre ir contra Negan e quem está, realmente, no comando do Santuário.

Simon não é um personagem dos quadrinhos de Robert Kirkman. Isso lhe deu mais liberdade quando o trouxe para a telinha?

Steven Ogg: Não ter um plano é bom e ruim. Você tem um pouco mais de liberdade, porque você não está sujeito a nenhuma estrutura. Você pode ir criando durante o desenvolvimento, se quiser, mas a desvantagem é que você está criando durante o desenvolvimento. [Risos] É excitante e desafiador porque você tem que tomar decisões com base no que existe em sua frente sem saber o que está por vir.

Raramente vemos Simon e Negan juntos. Isso diz muito sobre o quanto ele confia em Simon como ajudante?

Steven Ogg: Isso, certamente, foi como eu enxerguei isso. Jeffrey [Dean Morgan] e eu falamos: “Nós nunca estamos juntos! O que é isso? Quando conseguiremos trabalhar juntos?” Ele é confiável e sua coleira é longa. Se você confia em alguém, não precisa estar ao redor o tempo todo. É como: “Há todos esses postos e coisas para fazer, você é meu ajudante confiável, então se manda.” Ele faz o que quer no mundo dos Salvadores.

Pode haver algumas semelhanças entre Negan e Simon, mas está ficando claro que cada um é seu próprio homem. Como você compararia e contrastaria os dois?

Steven Ogg: Eu acho que ambos estão empenhados em sobreviver. Certamente, alguns métodos são diferentes e tem sido interessante ver isso. O que você espera de Negan, não é necessariamente o que você está recebendo e o mesmo pode ser dito para Simon. Ambos estão comprometidos com a causa – a causa da sobrevivência e acumulação de números – mas eles têm ideias diferentes sobre como chegar a isso. Eles diferem em seus modos de fazer isso, o que vemos no episódio 10. Aqui é onde vemos uma mudança significativa nas táticas.

A tensão está surgindo, particularmente, por causa das diferentes maneiras como Simon e Negan querem lidar com essas comunidades. O que alimenta a abordagem mais violenta de Simon?

Steven Ogg: Este é um momento de mudança pra ele, tipo: “Ok, nós tentamos esses métodos. Esses métodos não estão funcionando.” Ele está ficando farto e quer avançar, e a maneira mais rápida de chegar lá é, literalmente, passar por cima disso. A conversa e a intimidação não estão funcionando, então ele se torna um homem de ação, o que é interessante porque ele parece falar mais e mais. Ele continua a falar muito, mas também está – ao contrário de Negan – agindo muito agora.

Isso levanta a pergunta: quem está realmente no comando aqui?

Steven Ogg: Ele, certamente, reconhece Negan como o líder, mas apenas porque você ser líder não significa que você sempre está no comando do show. É como a política. Independentemente dos líderes que estão falando, há o funcionamento dos bastidores. Simon reconhece que Negan é o líder de tudo, mas isso certamente não o impede de fazer o que quer. Ele sabe que provavelmente haverá repercussões, mas sente que é o caminho certo e que eles compartilham um objetivo comum. Ele pensa: “Se fizermos do meu jeito e ele não, necessariamente, concordar com o seu, mas obtivermos resultados o que há de errado com isso?”

Como é bater de frente com Negan e brincar com essa dinâmica com Jeffrey?

Steven Ogg: É interessante porque, certamente, sinto que houve escolhas que fiz como ator e, honestamente, não seio quanto os influenciou a pensar: “Oh? Ele é um espertalhão, hein?” Houve certos episódios no início, onde acho que Simon possivelmente deveria ter sido um pouco mais subserviente, mas isso não significa necessariamente que você tenha que abaixar a cabeça. E se você se levantar? Eu pensei que seria divertido tentar e depois nos comprometemos com isso. Vamos bater de frente, cara! Eu não vou ter medo de você, mesmo que isso signifique ter sérias consequências. Claro, estou falando do ponto de vista de Simon. Não o meu! [Risos]

Você ficou surpreso com o fato de que Simon acabou matando todas as pessoas do grupo de Jadis no episódio 10? Você achou que ele, realmente, chegaria tão longe?

Steven Ogg: Ah, cara. Estamos, realmente, entrando em uma m*rda bem séria agora. Mais pra frente, não haverá muito como voltar. Esta temporada foi enquadrada como uma guerra total e eu acho que essa foi a missão de Simon. É uma guerra total e ele quer ganhar. De alguma maneira, é como “F*da-se! Aqui vamos nós! Chegou a hora.” Fiquei surpreso e também ansioso para ir a uma comunidade diferente, trabalhar com Pollyanna McIntosh e ser um malvadão. Essa é a melhor parte. Está tão bem escrito e há muita conversa. Ele continua e continua, e ele é uma espécie de tribunal. Foi um desafio divertido e interessante entreter as massas e intimidá-las ao mesmo tempo, e depois mata-las. Foi uma jornada divertida. Eu pude brincar um pouco. Eu gostei de toda a conversa com Jadis lá.

Ele se preocupa com o fato de não ter aliados ou nem está pensando nisso?

Steven Ogg: Eu acho que ele acredita que outros também querem ação. Ele não é o único a querer que as coisas avancem. Ele está fazendo isso pensando que outros irão segui-lo.

Qual você acha pior: Simon desobedecer a Negan ou mentir sobre isso depois?

Steven Ogg: Provavelmente, a mentira. Teria sido melhor se ele dissesse: “Escute, isso é o que eu fiz, pois os resultados serão melhores.” É quando você começa a mentir que as camadas vão aumentando. Você se torna não confiável e se mete em mais problemas. Ele está cavando um buraco mais profundo. Como ele vai sair dessa?!

The Walking Dead vai ao ar todo domingo, legendado, às 23h30 e toda segunda-feira, dublado, às 22h30, na Fox.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: AMC

Publicidade
Comentários

EM ALTA