Siga-nos nas redes sociais

6ª Temporada

Danai Gurira fala sobre o grande “momento da verdade” que está chegando em The Walking Dead

Publicado há

em

Tudo vai se resumir a bater ou correr. Alexandria foi tomada por zumbis. Normalmente, quando isso acontece a um lugar que os nossos sobreviventes chamam de lar em The Walking Dead, eles fogem à procura de uma nova base de operações. Mas será que as coisas serão diferentes desta vez, quando a série retornar para a midseason première em 14 de fevereiro?

A Entertainment Weekly conversou com a própria Michonne, Danai Gurira, para ter uma ideia do que esperar daqui pra frente e saber se Michonne seguirá o conselho que Deanna deu antes da morte.

Ok, Danai, como você descreveria o arco e o tom do que veremos a seguir nos próximos oito episódios?

Danai Gurira: É tão cheio de muitas coisas diferentes. É uma refeição completa. Tem uma experiência pela qual eles estão começando a passar e que eles nunca viveram antes, e é um território novo para eles, ainda que a resposta deles para isso seja baseada em muito do que eles aprenderam em suas experiências passadas. Mas eles estão pisando em um território mais novo do que imaginam. Também tem alguns desenvolvimentos de personagens bem específicos e experiências e arcos que são surpreendentes – e muito intrigantes, eu acho – que também ocorrem no meio de um arco maior, que é uma experiência de transformação bem macro e ética para o grupo.

Quando você fala de desenvolvimento de personagem, o que isso significa em termos de Michonne? Obviamente Deanna confiou a Michonne seus planos futuros para Alexandria, então qual é a ideia de Michonne para isso? Ela sentirá uma responsabilidade de ver isso realizado?

Danai Gurira: Eu acho que Michonne já sentiu uma profunda responsabilidade para com Alexandria. Ela foi a pessoa que realmente estava do lado de Aaron quando ele chegou e tentou leva-los, e ela foi a pessoa que confiou nele e levou Rick até lá. Rick inicialmente deu um soco em seu rosto e não estava acreditando. E ela foi a pessoa que, quando Rick estava perdendo a cabeça e realmente não confiando nessas pessoas, ela o nocauteou, realmente lhe deu uma pausa, para que ele pudesse repensar a forma como aborda todas as pessoas.

Ela é aquela que pendurou sua arma e realmente tentou se transformar entre as regras deles e colocar o uniforme que eles pediram. Então ela sempre respeitou Deanna e sempre quis que esse lugar funcionasse e sempre quis muito um lar para que eles realmente funcionassem com algum grau de normalidade. Ela disse no episódio em que Tyreese morreu: “Nós passamos muito tempo aqui fora”. E ela estava vendo isso afetar suas pessoas, então eu não acho que essa seja realmente a virada. Eu não acho que isso seja necessariamente uma mudança para ela.

Ela sempre se importou muito com esse lugar e queria que ele fosse um lar para Carl e para Judith e para todos, um lugar onde eles pudessem se estabilizar e se reconectar com sua humanidade no nível da mente. Mas eu sinto que Deanna foi um pouco mais longe com Michonne com aquela pergunta, sobre o que você quer? É algo mais do que ser obediente ao grupo e a essas coisas. É algo mais, e eu acho que a jornada de Michonne é descobrir o que esse algo é.

Normalmente quando um lugar é tomado, como a fazenda de Hershel ou a prisão, o grupo sai de lá e precisa recomeçar. Mas Alexandria é um lar de longo prazo nos quadrinhos. O que torna este lugar diferente e digno de ser salvo? É apenas a infraestrutura e a comunidade? É uma questão de “não podemos continuar lá fora”? Ou são as duas coisas?

Danai Gurira: Eu acho que são definitivamente as duas coisas. É um ponto em que eles precisam tomar uma decisão sobre como este momento será diferente dos momentos anteriores. E é sobre a ideia de, você foge e corre, ou você encontra uma maneira de assumir uma posição? E é realmente aquela coisa que faz a jornada deles contínua e dinâmica. Nós ainda não sabemos qual será exatamente a resposta deles para esse nível de invasão, e se eles aprenderam ou não com suas escolhas do passado e como chegaram lá, mas eu sei que eles são alimentados com movimento constante.

Isso não significa que eles necessariamente podem ficar parados, mas eles precisam disso. Todos eles queriam ser capazes de chamar um lugar de lar novamente, porque estar na estrada é o pior. Quero dizer, era horrível para filmar, imagine viver – vivendo em carros ou andando pelas ruas e torcendo para que algum animal seja pego. Você sabe, vivendo de algumas balas e algumas gotas de água – não tem nada pior. Então sim, eu acho que é um momento de verdade para eles realmente descobrirem o que esse momento vai significar para nós e como a nossa jornada continua? Tudo depende de como respondemos a esse momento.

Uma vez que passarmos por essa invasão zumbi, esta ainda será uma cidade dividida ou os sobreviventes se unirão?
Tudo depende de como todos eles responderem. Tudo dependerá de como eles responderem a essa crise. É um momento decisivo em termos da comunidade e de Alexandria. Eles se unirão? Se tornarão sobreviventes juntos, ou realmente se dividirão? Da perspectiva de Michonne, é isso que ela realmente deseja e espera completamente para o povo de Deanna. Deanna realmente salvou as vidas deles e os trouxe para uma comunidade que ela sustentou e manteve durante um tempo quando ninguém mais estava mantendo comunidades. Isso é algo que Michonne tem no coração e realmente admira. Tem uma possibilidade de que nós possamos criar uma sociedade novamente, que é o que ela espera. Mas veremos o que acontece.

The Walking Dead, a história de drama mais assistida da TV a cabo, irá retornar com a segunda parte da sexta temporada no dia 14 de Fevereiro de 2016 no AMC (EUA) e na FOX Brasil. Confira todas as informações sobre a sexta temporada e fique por dentro das notícias.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Entertainment Weekly

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA