Siga-nos nas redes sociais

4ª Temporada

Entrevista com Norman Reedus: “Ninguém é intocável”

Publicado há

em

Após o final chocante do episódio mid-season finale de The Walking DeadHershel! O Governador! – E uma espera penosa, a série de ação No.1 em massacre de zumbis finalmente retornou para um novo lote de episódios.

O Digital Spy falou com o favorito dos fãs Norman Reedus, também conhecido como Daryl Dixon, para conseguir saber tudo sobre o resto da quarta temporada, os fãs mais loucos da série e por que não devemos desafiá-lo para um jogo de snooker.

Norman sobre o mid-season finale ‘Too Far Gone’…
“E horrível quando perdemos qualquer um dos personagens da série, mas com Scott foi um grande problema. Ele tinha acabado de ficar comigo no meu apartamento. Eu o levei ao evento em homenagem a Lou Reed no Harlem, no Apollo. Éramos tão bons amigos.”

“Havia muita coisa acontecendo nesse episódio, e perder Scott e David foi difícil. Com certeza.”

daryl-dixon-serie

Norman sobre o medo de ser morto…
“Eu acho que nós todos estaríamos mentindo se não admitíssemos que folheamos os roteiros rapidamente para ter certeza de que ainda estamos vivos. É definitivamente um trabalho divertido e é um sonho fazer parte disso. Eu não posso vê-lo sendo melhor do que isso. Uma ótima série, um elenco maravilhoso, uma excelente equipe, que estão tão envolvidos em cada detalhe do programa. Então, é um saco quando você recebe aquela ligação, eu tenho certeza. Eu acho que é como na vida real, você nunca sabe quanto tempo te resta para ficar com as pessoas.”

Norman sobre os rumores de que ele é intocável na série…
“Eu não gosto de ouvir isso. Eu não quero afrontar ninguém, você entende o que estou dizendo? Estou feliz que as pessoas realmente amem o meu personagem, mas eles disseram de modo veemente que ninguém é intocável, até mesmo Rick. Vamos bater na madeira e manter nossos dedos cruzados.”

Norman sobre o fenômeno de The Walking Dead…
“Tem a ver com os paralelos com a vida real. Pessoas se relacionam com esses personagens. Eles são colocados nesta situação que é extraordinária e eles tem a oportunidade de se tornar pessoas diferentes, quer gostem ou não. É como na vida real, o que você faz é importante, o que você diz é importante e o que você representa é importante.

“Você vê essas pessoas lutarem pelo que acreditam, serem covardes também por aquilo que acreditam, é muito realista. Lembro de ter lido o roteiro do episódio piloto e realmente não pensar que este era algum tipo de série sobre o apocalipse zumbi, é sentida como uma história real.”

Norman sobre rumores de um episódio solo de Daryl…
“Há um foco maior em Daryl a caminho. Nós realmente introduzimos algumas narrativas personalizadas nos últimos oito episódios. Esses oito episódios são os mais marcantes que já fizemos e eu mal posso esperar para que vocês assistam. Andy [Lincoln] me liga no meio da noite ou invade o meu trailer para dizer ‘você já leu o último episódio?’ Nós amamos isso.”

norman-reedus-fa

Norman sobre a relação entre Daryl e Carol…
“Eu realmente amo trabalhar com Melissa. Eu tive muita sorte nas primeiras duas temporadas, chegando a fazer muitas cenas com ela. Você pode pegar dois atores e fazê-los trabalhar juntos; mas se eles não se dão bem, não acho que você vai ter aquela magia. Ela e eu realmente nos damos muito bem e temos muito respeito para com o outro. É apenas uma grande diversão. Acho que esses dois personagens são semelhantes de muitas maneiras e é um caso de pessoas problemáticas gravitando em direção a pessoas problemáticas. Isso é definitivamente o caso desses dois.”

Norman sobre fãs hardcore da série…
“Eu adoro conversar com as pessoas sobre o programa. Eu realmente sinto que é uma série que pertence a nós. Não é uma série que pertence a uma empresa ou uma pessoa. É das pessoas. Eu realmente amo as pessoas que são apegadas ao programa. Eu ouço o tempo todo que é uma série que une famílias – Que loucura, é uma série sobre apocalipse zumbi.

“Então, vou para convenções e vejo essas criancinhas vestidas como eu e digo algo como, ‘Você não é um pouco jovem para este show?’ Mas, eles são fãs e adoram. Eu acho que é legal, é fantasia. Há massacres e coisas terríveis, mas é um programa de TV. Eu acho que é bom se relacionar com as pessoas e formar uma comunidade em torno de um show como este. É um verdadeiro presente para mim.”

Norman sobre os mais loucos presentes que já ganhou…
“Todo mundo traz à tona o episódio do silicone. Isso foi uma loucura. Mas, é impressionante a quantidade de presentes que recebo. Eu amo as coisas que são pessoais. Desenhos de crianças pequenas, bonecas feitas à mão. Não me refiro a action figures, eu quero dizer que pessoas realmente fazem bonecos de mim. Adoro esses, eles são realmente estranhos. Eles fazem toda a moto e a engrenagem e os meus olhinhos redondos são excepcionalmente menores que o normal. É divertido. Adoro os pequenos toques artísticos que as pessoas tem.”

daryl-dixon-action-figure

Norman sobre as action figures de Daryl…
“Eu tenho um monte, para ser honesto. Tenho todo um carregamento deles. Tenho muitos que ainda estão nas caixas porque eu dou para a caridade e coisas assim. Acho que há cerca de 25 deles, desde figuras pop até mesmo os realmente detalhados. Mas, ainda tenho o molde do primeiro. É realmente uma viagem. Sim, eu tenho uma sala inteira cheia deles.”

Norman em traços britânicos que ele aprendeu com Andrew Lincoln…
“Deixe-me dizer-lhe isto, acabamos de fazer uma coletiva de imprensa e nosso PR pode atestar isso, Andrew Lincoln me ensinou a jogar snooker. E adivinhem? Levei 50 dólares de Andrew Lincoln jogando snooker. Gostaria que você escrevesse isso em todos os lugares. Eu o derrubei e levei 50 dólares! E eu tenho certeza que ele estava inventando as regras à medida que avançávamos.”

Norman sobre aquela brincadeira com o zumbi de Andrew Lincoln…
“Aqueles malditos. Você sabe que, quando eles menos esperarem, vou às forras. A disputa está definitivamente lançada.”

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Digital Spy
Tradução: Mydiã Freitas / Staff Walking Dead Brasil

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA