Siga-nos nas redes sociais

Destaque

[SPOILERS] The Walking Dead 186 – Discussão

Publicado há

em

Post destinado aos comentários da centésima octogésima sexta edição (The Walking Dead 186) dos quadrinhos de The Walking Dead. Aqui, SPOILERS SÃO LIBERADOS, então se você ainda não leu, ou não está em dia com os mesmos (e não quer saber o que vai acontecer), pare de ler imediatamente. Você foi avisado.

ANTERIORMENTE: A proposta de Dwight de tomar o Império na força é rejeitada por Rick, que não quer outra guerra. No entanto, Dwight não consegue esquecer essas ideia, e começa a provocar os guardas, na intenção de gerar mais uma grande revolta popular, o que faz com que ele termine preso. Mas Dwight não é o único que pressiona Rick para se tornar o novo líder do Império, já que Mercer também apoia essa ideia…

Decisão de Rick pode acabar levando a uma outra guerra, onde ele estaria do lado errado.

Intitulada como “O barril de pólvora” a edição 186 traz uma gama de encontros explosivos e diversos reajustes drásticos nos relacionamentos amistosos das comunidades. Além do mais, cada vez se torna mais evidente a chegada de uma nova guerra, o que obriga os personagens a tomarem partido.

Enquanto uma trama bastante acelerada toma conta do Império de Pamela, Eugene descobre que Stephanie lhe esconde um segredo: seus cabelos lisos são na verdade uma peruca, utilizada para encobrir as raízes afros da amada. Eugene tenta encorajá-la no que tange a auto aceitação, mas Stephanie não cede.

Noutra margem, Magna está no comando de Alexandria e discute com as pessoas influentes da comunidade a necessidade de estarem preparados para o levantar de uma nova guerra e, que tal decisão precisa ser tomada sem Rick, já que ele estaria nas mãos do inimigo se o embate se fizesse necessário. Heath não parece concordar com a linha de pensamento de Magna, mas admite ser ameaçador pensar numa guerra contra o Império, devido a sua força bélica e enorme preparo.

Dwight é solto da prisão e Laura conversa com ele sobre a necessidade deles organizarem suas ideias quanto a possibilidade de readequar o sistema político do local. Entretanto, o antigo Salvador parece ser irredutível quanto a urgência em que se é necessário agir.

Michonne e Rick desenvolvem uma conversa amistosa sobre seus posicionamentos quanto as pessoas e aquela comunidade e ambos parecem compreender que de fato, há uma mudança necessária a ser feita, ao mesmo passo que tais medidas não poderiam desencadear em uma guerra. Enquanto isso, Elodie se reúne com antigas amigas que acabam a pressionando sobre seu relacionamento com a mãe, que se tornou uma figura detestada por muitos em consequência de sua defesa aos guardas envolvidos no incidente com civis.

Michonne reúne Rick e Dwight para reorganizarem as ideias, quando o outrora capanga de Negan se exalta afirmando a necessidade de derrubar Pamela do poder. Nesse momento, a Governadora invade a sala junto aos seus guardas determinado que Dwight se retire de sua comunidade, já que estava escutando a conversa no corredor.

Michonne assume que havia convidado a Governadora para a reunião em segredo, quando um estresse se desenvolve entre Dwight e a líder do Império. Apontando uma arma para ela, o responsável pela guarda de Alexandria discursa sobre a liderança falha de Pamela e como seria libertador para todo o povo do Império se ela fosse destituída. Quando o tom dele se torna mais ameaçador, Rick se vê obrigado a disparar contra o amigo, que cai morto na sala de Michonne.

No final, o líder de Alexandria conversa com a melhor amiga sobre a sua irresponsabilidade em organizar uma conversa entre Dwight e Pamela, sabendo que provavelmente tal ato resultaria em um péssimo resultado. Michonne diz que apenas tentava evitar uma nova guerra, mas Rick a interrompe lhe afirmando que provavelmente a questão agora não era o inicio de uma guerra e sim em qual lado eles estavam no confronto.

Aparentemente, teremos a abertura de uma grande disputa política. Com Rick e Michonne nas mãos de Pamela, talvez Magna finalmente mostrará seu valor como líder e agirá para defender as comunidades de Grimes, enquanto ele e a amiga lutam internamente para se posicionarem da melhor forma, sem se expor a riscos pitorescos a medida que defendem o que acham correto.

Novamente o tom de Guerra Fria entre Estados Unidos e União Soviética fica evidente na trama desenvolvida por Kirkman nos quadrinhos e esclarece que o autor tem buscado elementos históricos para adequar em seus impressos.

É necessário também notar que a própria comunidade de Pamela está dividida entre pessoas que clamam por algo novo e oposto à Governadora e pessoas que a apoiam inteiramente. Ou seja, talvez a própria Pamela seja surpreendida por sua pequena influência e seja renegada por grande maioria.

Ao passo que, noutra linha, não podemos esquecer que a Fábrica dos Salvadores, liderada por John, já declarou total referência à Governadora e total oposição à Rick. Então numa guerra entre as comunidades de Grimes contra Pamela, muitos talvez se surpreendam com as posições que antigos amigos e aliados tomem. Um grande enredo de decisões difíceis e de traições se prepara para ser alavancado.

E você, o que achou da edição? Notou algo que não foi mencionado aqui? Qual seria o melhor jeito de se resolver os problemas de uma guerra iminente? Deixe nos comentários abaixo.

edição 187 será lançada no dia 02 de Janeiro de 2019 nos Estados Unidos, mas sem data no Brasil. Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil para ficar por dentro de tudo!

>> EDIÇÃO ANTERIOR: [SPOILERS] The Walking Dead 185 – Discussão

Publicidade
Comentários

EM ALTA