Siga-nos nas redes sociais

Série

The Walking Dead: 10 teorias inacreditáveis criadas por fãs

Sabrina Picolli

Publicado há

em

Com o advento da internet, qualquer fã televisivo com um teclado e metade de um cérebro pode facilmente opinar ao redor do mundo. Pode ser algo perigoso, mas também pode oferecer a melhor plataforma para uma grande quantidade de fãs de The Walking Dead para debater em fóruns de mensagens e sessões de comentários de artigos. Em relação ao show, em si, não se sabe como as coisas serão concluídas, apenas que tudo tende a piorar, emocional e literalmente. Se as cinco primeiras temporadas de The Walking Dead podem servir de parâmetro, não espere nada menos do que um banho de sangue.

Esta tela em branco proporcionada permitiu à imaginação dos fãs correr solta, com cada um expondo suas teorias de como o show evoluirá. Algumas são baseadas em pensamentos racionais e poderiam se tornar incríveis na tela, enquanto outras são completamente insanas, que jamais acontecerão, e até mesmo ridículas, ainda que façam parte de um debate fascinante. Há algumas pessoas que o conectam com outros shows, tentando adaptá-los ao universo de The Walking Dead, com um tom de profecia. Então prepare-se: aqui estão dez das mais insanas teorias de fãs.

Aviso: tudo começa em um ritmo gentil, mas descamba rapidamente para a loucura…

10. Tudo é uma fantasia durante o coma

the-walking-dead-10-teorias-inacreditaveis-criadas-por-fas-001

Okay, vamos então começar com a teoria mais óbvia e que já foi repelida (aparentemente) por Robert Kirkman, criador da HQ. Ele confirmou em sua conta do Twitter: “Rick não está ainda em coma. Os eventos de The Walking Dead estão definitivamente acontecendo”. Tudo estava bem com o mundo, até que ele larga mais uma bomba, minutos depois: “Mas Carl e todos os demais são imaginados. Ele, na verdade, NUNCA encontrou sua família. Ele está louco desde que matou seu primeiro zumbi. #brincadeirinha?”

A teoria diz que Rick ainda estaria em coma, e que todos os seus encontros em The Walking Dead são alucinações com pessoas do hospital. Hershel, por exemplo, é um médico; Padre Gabriel é um reverendo orando por Rick; Carol, uma paciente. Esta lista poderia seguir adiante. Esta é uma teoria intrigante, que poderia até mesmo funcionar sem deixar pontas soltas, mas também seria uma maneira desapontadora de concluir a história, não importa o quão louca seja.

9. Rick é um walker

the-walking-dead-10-teorias-inacreditaveis-criadas-por-fas-002

Uma das maiores perguntas no show permanece desde os primeiros minutos do primeiro episódio e persiste até agora, entrando na sexta temporada. E ainda não foi respondida. Como Rick Grimes ainda está vivo? Após incontáveis walkers, traidores e grupos assassinos, como ele conseguiu superar tudo para sobreviver? Bem, e se ele não estiver vivo? Alguns fãs tem (corretamente) questionado como Rick foi capaz de sobreviver a um coma, sozinho, sem comida ou água. Pode ter sido apenas um descuido dos criadores, mas os fãs tem sugerido que Rick estava, na verdade, já transformado em um walker, mas as condições em seu quarto estéril, a falta de exposição ao mundo e os remanescentes das drogas em seu corpo fizeram com que o vírus se diluísse e ele fosse capaz de manter sua humanidade, apesar de que, com o evoluir do show, ele lentamente começasse a sentir os efeitos brutais.

8. “A marca da Besta” Illuminati confirmada

the-walking-dead-10-teorias-inacreditaveis-criadas-por-fas-003

Okay, esta não tem tanto a ver com a história do show, mas as teorias da conspiração estão em todos os lugares, e também em The Walking Dead, com suas referências aparentes aos famosos Illuminati. O autor desta teoria diz que os Illuminati “estão nos mostrando como eles querem que as pessoas reajam durante um apocalipse zumbi, e assim eles podem continuar instilando o medo de outras maneiras. Este show é revolucionário em vários níveis; mas as pessoas devem pensar se não é uma armadilha dos Illuminati para nos empurrar imagens e simbolismos que eles possam achar importantes em sua agenda. É uma programação disseminada pela TV.”

O artigo discute em detalhes a marca da Besta (um X), usada em várias oportunidades, bem como o uso de corujas e olhos para subliminarmente entrar em nossas mentes. Ou talvez… apenas talvez… seja apenas um show de zumbis.

7. A raça humana será extinta

the-walking-dead-10-teorias-inacreditaveis-criadas-por-fas-004

Pensando em como o show poderá terminar, a lógica sugere que haverá sempre uma história até que toda a raça humana seja eliminada do planeta, se é que todo o planeta tenha sido afetado… mas esta é uma conversa para mais adiante…

O mundo está se tornando cada vez mais desintegrado, em todos os sentidos. A civilização acabou, e, com isso, a manutenção também fica comprometida. O que significa que abrigos seguros serão destruídos sem chance de reconstrução, a falta de fazendas significará que a comida será realmente escassa e, à medida que as pessoas perdem o contato com a humanidade, os assassinatos irão aumentar muito, já que os remanescentes irão brigar por alguma forma de poder no novo mundo. The Walking Dead é quase um caso de sobrevivência do mais apto. Para ter chegado tão longe, todos devem continuar durões. A inevitável significativa fala de bebês fará a população global despencar, enquanto a mortalidade aumenta. Um dia, todos terão morrido, e estão condenados a vagar.

6. O resto do mundo elimina os EUA

the-walking-dead-10-teorias-inacreditaveis-criadas-por-fas-005

Esta é uma teoria pessoal que, eu gostaria de dizer que é definitivamente (talvez) como todo o show provavelmente (não) terminará. E se os EUA se tornassem uma grande zona de quarentena, enquanto o resto do mundo continua funcionando normalmente, ou, ao menos, aprendendo com os erros que levaram os EUA à queda?

E se eles lutassem com os walkers o suficiente para manter os walkers confinados nos EUA e longe do resto do mundo, com barreiras nas fronteiras canadense e mexicana? Ou talvez toda a América do Norte tenha sido dizimada, enquanto Europa, África e Ásia seguem suas vidas. Não há nenhuma confirmação do que ocorreu fora da bolha onde vivem os personagens, se há uma catástrofe mundial. Anos de conversa poderiam resultar em europeus indo aos EUA através do Atlântico para investigar o país em quarentena, enquanto os líderes dos EUA decidiram que já basta, acabando por detonar todo seu arsenal nuclear no próprio país, numa tentativa de levar todo o planeta à devastação. Seria um final de show fantástico, encerrando uma temporada fenomenal e traria o mundo exterior para um momento de reviravolta para a série.

5. O vírus foi enviado por Aliens

the-walking-dead-10-teorias-inacreditaveis-criadas-por-fas-006

Uma vez que a primeira metade de “ideias incríveis porém factíveis” terminou, sejam bem-vindos ao mundo dos loucos. O vírus walker foi plantado na Terra por aliens, claro. Vivemos em um planeta rico de vida e recursos, independente do que os ambientalistas pudessem tê-lo feito acreditar. Vários fãs teorizaram que os aliens querem os recursos naturais da Terra, e a sua maneira de conseguir seria liberando uma peste que dizimaria a população. Nenhum ser humano descobriu de onde isso veio, o que é, como parar, ou como cada pessoa do planeta estaria aparentemente infectada. Então, a conclusão lógica é… aliens!!!

4. The Walking Dead se desenrola no mesmo mundo de LOST

the-walking-dead-10-teorias-inacreditaveis-criadas-por-fas-007

Eu avisei que isso iria ficar esquisito. E se a Iniciativa Dharma de Lost tivesse sido responsável por acidentalmente criar o vírus letal? Gerald e Karen DeGroot fundaram a Operação antes de tudo estar pronto nos anos 80, ainda que eles tivessem continuado pesquisando durante os anos 90. Um usuário do Reddit veio com a ideia de que eles inventaram o vírus e o liberaram para o mundo.

Kate viaja para uma área próxima do universo de The Walking Dead, próximo à Georgia, no seu trajeto para Talahassee. Em uma cena ela é ajudada por um mecânico local, interpretado por Jeff Kober, o Joe da gang dos Reivindicadores. Esta teoria sugere que o mecânico é, Joe, na verdade, em sua vida original, um talentoso engenheiro apaixonado por motocicletas. Os que escaparam da ilha o fizeram em 2007 e, três anos depois, o apocalipse ocorre. Bem, agora que vocês já sabem, “provem”!

3. É uma versão “da vida real” de Toy Story

the-walking-dead-10-teorias-inacreditaveis-criadas-por-fas-008

The Walking Dead é uma série original da AMC – supostamente. Ou talvez a coisa toda tenha sido inspirada no legendário Toy Story. De novo, o Reddit foi a fonte deste “pensamento fora da caixa”, onde tudo faz sentido.

Para quem não sabe, o herói é um xerife e líder extra-oficial de um bando de desajustados, e seu melhor amigo é um oficial ultra-machão. O herói tem uma criança a quem ama mais do que tudo no mundo, e faria tudo por ele, mas a criança começa a amar seu melhor amigo mais do que ao herói. Isto faz com que o herói tente matar o melhor amigo, para ter o afeto total desta criança. Mas não apenas Rick, Shane, Carl, Woddy, Buzz e Andy que tem paralelos. Que tal a garota sulista que cantava (Beth – Jessie), e o velho de cabelos brancos com uma bengala (Hershel – Pete). O grupo alcança um local seguro (Woodbury – Creche), mas rapidamente descobrem que não era o que eles esperavam, bem como o seu líder (O Governador – Lotso).

Você já está apavorado? Eu estou.

2. Tudo não passa de… um jogo de tabuleiro!!!

the-walking-dead-10-teorias-inacreditaveis-criadas-por-fas-009

Assim como qualquer show de sucesso que tenta contabilizar em cima de sua popularidade, The Walking Dead tem seu próprio jogo de tabuleiro. Mas espere, e se todo o show for EXATAMENTE um RPG? Porque isso é exatamente o que pessoas normais, mentalmente equilibradas, imaginariam…

Outro oráculo de sabedoria do Reddit sugeriu que cada personagem é uma peça de um jogo de tabuleiro controlado por um jogador no mundo real, e The Walking Dead é simplesmente uma dramatização de eventos, ocorrendo em uma sala de jantar escura, na casa de algum garoto. Toda a teoria pode ser encontrada aqui. É uma longa leitura cheia de pensamentos absurdos, com alguns dos grandes envolvendo, por exemplo, o jogador de Sasha matando zumbis ao invés de cumprir as missões, Lori é um personagem que não joga, tendo a única função de fazer Rick parecer instável e Andrea como uma personagem que se entediou no meio da história e que decidiu sair do jogo sem permissão. Enquanto a teoria é atrativa e ridícula em proporções iguais, a única certeza é a que o usuário do Reddit por detrás dela certamente não tem mais o que fazer…

1. Breaking Bad é uma prévia de The Walking Dead

the-walking-dead-10-teorias-inacreditaveis-criadas-por-fas-010

Lá vai… Better Call Saul é uma prévia de Breaking Bad. Breaking Bad é uma prévia de The Walking Dead. E a evidencia está espalhada por lá. Algumas podem simplesmente passar por “easter eggs”, mas é claro que os fãs irão sugerir que elas se passam no mesmo universo.

Merle, irmão de Daryl, teve seu esconderijo de drogas tomado dele, e a embalagem pode ser vista acima. Sim, é a famosa metanfetamina azul de Heisenberg. Volte ao episódio dois da primeira temporada de The Walking Dead e você verá o Dodge Challenger vermelho com as duas listras pretas do modelo esportivo, o carro que pertencia a Walter Jr. em Breaking Bad. Uma cena na quarta temporada sugere que Glenn se encaixa na descrição do homem que “toma conta” do carro, após o surto de Walter. E também há o traficante de Merle, mencionado rapidamente em uma cena entre Daryl e Beth. Daryl descreve o traficante como um “branquelinho ferrado” e que ele dizia “eu vou te matar, bitch.” Onde ouvimos isto antes? Talvez Jesse Pinkman?

Obviamente há todas as chances de um crossover, mas e se os dois mundos fossem combinados? Com o progredir da série, procure por mais pistas e teorias insanas para “viajar”.

O que você achou dessas teorias insanas? Conhece alguma que não colocamos aqui? Compartilhe conosco nos comentários abaixo!

The Walking Dead, a história de drama mais assistida da TV a cabo, irá retornar com a sexta temporada no dia 11 de Outubro de 2015 na AMC e no dia 12 de Outubro de 2015 na FOX Brasil. Confira o trailer oficial da temporada e fique por dentro de todas as notícias.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: What Culture

Continue lendo
Publicidade
Comentários

10ª Temporada

Sobrenome de Negan é revelado no final da 10ª temporada de The Walking Dead

Episódio “Here’s Negan” da 10ª temporada de The Walking Dead revelou com exclusividade o sobrenome de Negan (Jeffrey Dean Morgan).

Gina Machado

Publicado há

em

Negan jogando videogame em flashback mostrado no episódio Here's Negan da 10ª temporada de The Walking Dead

The Walking Dead revelou o sobrenome de Negan (Jeffrey Dean Morgan) no episódio “Here’s Negan” – e é um sobrenome que o criador Robert Kirkman revelou brincando anos antes.

Quando o ex-líder dos Salvadores é exilado para uma cabana longe de Alexandria, onde Maggie Rhee (Lauren Cohan) agora vive com seu filho Hershel (Kien Michael Spiller), ele se lembra de sua falecida esposa Lucille (Hilarie Burton Morgan) enquanto reflete sobre os eventos que o levaram até este ponto. Quando ele tem um flashback de 12 anos antes, ele relembra de sua vida pré-apocalipse como um professor de ginástica escolar desbocado: o treinador Negan Smith.

Em “Here’s Negan“, o sobrenome Smith aparece na caixa de correio do lado de fora da casa de Negan e Lucille. Uma olhada mais de perto na coleção de troféus esportivos mostra um prêmio concedido a Negan Smith. (Exibido atrás do troféu está uma flâmula do Saviors Athletics, um easteregg que dá o nome aos Salvadores de Negan.)

Quando Morgan e Kirkman foram questionados sobre a revelação do nome completo de Negan durante uma aparição conjunta em uma convenção em 2018, Kirkman disse que não havia dado um sobrenome ao personagem. “Ele não tem sobrenome. É como Madonna, Cher e Negan”, acrescentou Morgan, que brincou que o nome completo do personagem é “Negan Babaca”.

Troféus de Negan que revelam o sobrenome do personagem no episódio "Here's Negan" da 10ª temporada de The Walking Dead

LEIA TAMBÉM:
Revelada data de estreia da 11ª temporada de The Walking Dead

“Eu faço coisas para me entreter que, então, quando o quadrinho vira um programa de TV, é super estranho. Mas eu só acho engraçado não dar sobrenomes aos personagens porque, eu não sei, é interessante para mim”, Kirkman disse na época. “Mas quando estou em casa e escrevendo, fico tipo, ‘Não estou fazendo isso’, porque você tem que fazer uma lista de nomes e escolher um e nunca é interessante.”

Kirkman confirmou que Negan é “definitivamente um primeiro nome” antes de sugerir casualmente um sobrenome improvisado: “Seu sobrenome é Smith, vamos lá. Esse é um bom nome?”

O criador de The Walking Dead revelou anteriormente a origem do nome de Negan em um episódio de Talking Dead de 2016, explicando que ele queria que o nome do vilão “soasse negativo”.

“Eu gosto de inventar nomes que não são realmente nomes, e então eu procuro no Google e fico tipo, ‘Ah, sim, alguém tem esse nome’, o que acontece de vez em quando”, disse Kirkman. “Eu só queria que o nome soasse negativo de alguma forma, então eu o chamei de ‘Nagus’ por um longo tempo, o que pensei ser apenas uma palavra que tirei do nada, mas aparentemente é como o líder Ferengi… no Star Trek: Deep Space Nine. Então eu pensei, ‘Bem, eu não posso chamá-lo de Nagus.’ Então eu disse ‘Negan, parece ótimo.'”

Continue lendo

11ª Temporada

Revelada data de estreia da 11ª temporada de The Walking Dead

The Walking Dead retorna em Agosto para a última temporada, que contará com 24 episódios e deve ser dividida em 3 partes.

Rafael Façanha

Publicado há

em

Logo da 11ª temporada de The Walking Dead com algumas cenas chaves dos novos episódios mostrado no teaser.

O início do fim. The Walking Dead se encaminha para sua última temporada e ontem (04/04), logo após a exibição do episódio final dos extras, a AMC revelou a aguardada data de estreia da 11ª temporada.

Diferente dos anos anteriores e para a alegria dos fãs, The Walking Dead retornará mais cedo este ano: 22 de Agosto de 2021. Além disso, a temporada contará com um total de 24 episódios, que muito provavelmente serão divididos em três partes.

Na última temporada, Daryl (Norman Reedus), Carol (Melissa McBride) e Maggie (Lauren Cohan) devem encontrar uma maneira de conviver com Negan (Jeffrey Dean Morgan) após a derrota dos Sussurradores. Enquanto os sobreviventes reconstroem Alexandria, Eugene (Josh McDermitt), Ezekiel (Khary Payton), Yumiko (Eleanor Matsuura) e a Princesa (Paola Lázaro) estão em uma missão para fazer contato com uma nova comunidade que expandirá ainda mais o universo de The Walking Dead.

“As apostas serão altas – veremos mais zumbis, toneladas de ação, novas histórias intrigantes, locais nunca antes vistos e nossos grupos juntos em uma comunidade pela primeira vez, tentando reconstruir o que os Sussurradores tiraram deles.”, disse Angela Kang (showrunner e produtora executiva) sobre a 11ª temporada de The Walking Dead.

Norman Reedus, Melissa McBride, Lauren Cohan, Christian Serratos, Josh McDermitt, Seth Gilliam, Ross Marquand, Khary Payton e Jeffrey Dean Morgan voltam ao lado de Callan McAuliffe, Eleanor Matsuura, Cooper Andrews, Nadia Hilker, Cailey Fleming, Cassady McClincy, Dan Fogler, Angel Theory e Lauren Ridloff.

Os novos membros do elenco incluem Margot Bingham como Stephanie, a voz no rádio de Eugene, e Michael James Shaw como Mercer, um membro do alto escalão dos soldados de Commonwealth (Império). Também teremos o retorno de Okea Eme-Akwari e James Devoti como Elijah e Cole, respectivamente, membros do grupo de Maggie que foram introduzidos nos episódios extras da 10ª temporada.

Quais as suas expectativas para a 11ª temporada? Quais as suas teorias? Deixe todos os seus pensamentos nos comentários abaixo!

Continue lendo

Destaque

CRÍTICA | The Walking Dead S10E22 – “Here’s Negan”: Ele voltou?

Here’s Negan foi o vigésimo segundo episódio da décima temporada de The Walking Dead. Veja a nossa crítica ao episódio e discuta conosco.

Avatar

Publicado há

em

Negan procurando Lucille e um zumbi de fundo em imagem da 10ª temporada de The Walking Dead

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do vigésimo segundo episódio, S10E22 – “Here’s Negan”, da décima temporada de The Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido, não continue. Você foi avisado!

Talvez o mais esperado entre os episódios extras desta décima temporada de The Walking Dead, “Here’s Negan” contou com riqueza de detalhes a origem de Negan, nos mostrou a Lucille original, homenageada no famoso taco de baseball e, de quebra, deixou uma pulga atrás da orelha dos espectadores na cena final: Negan voltou?

Talvez o fato mais simbólico deste episódio tenha sido o nascimento e a morte do vilão estarem relacionados à Lucille: quando ele ganha a arma de madeira e, anos mais tarde, quando ele se despede de vez do taco e, subjetivamente, da esposa. As chamas que queimaram a casa onde ele morava com Lucille – e onde ele deixou o corpo transformado – também representam o início do Negan do mal, que sente raiva e desejo de vingança que, segundo ele, são representados pela cor vermelha – cor que queima como o fogo. Este mesmo fogo bota fim ao taco e representa a despedida definitiva de Lucille (das duas) e o suposto renascimento do implacável líder dos Salvadores.

O que a história de Negan deixa para a 11ª temporada promete: o embate dele com Maggie. A viúva segue cheia de desejo de vingança e vai para cima do inimigo na primeira chance que tiver, agora que ele decidiu voltar para Alexandria. A decisão de Carol e do conselho da comunidade em banir Negan visava apenas protegê-lo e deixar o ambiente confortável para que Maggie pudesse voltar para o local. Agora que os dois serão vizinhos, a coisa tende a estourar.

Flashbacks: o taco e a jaqueta

A forma que The Walking Dead escolheu para contar a história de Negan e Lucille não poderia ser melhor. Um capítulo muito bem produzido e conduzido – talvez o melhor destes seis episódios bônus – e que preenche lacunas que antes deixavam o passado do vilão obscuro. Negan amou a esposa, principalmente nos momentos finais da vida dela, quando fez de tudo para mantê-la viva, buscando tratamento para o câncer da amada mesmo no colapso do mundo. No meio do caminho, ele encontra dois dos objetos que vão marcar sua trajetória como vilão.

Para conhecermos a história completa precisamos passar por três flashbacks. O primeiro quando Negan está rendido pelo que parece ser uma gangue de motociclistas que quer saber aonde ele consegue medicamentos que são tão difíceis de serem encontrados no apocalipse. As primeiras vítimas do Negan sombrio virão deste grupo.

O segundo flashback é o que nos mostra quem tanto queríamos ver. Lucille, interpretada pela esposa de Jeffrey Dean Morgan na vida real (Hilarie Burton), já doente, tem uma relação amorosa com o marido, que faz tudo por ela no momento de maior necessidade, mas ambos sabem que o passado não o favorece. Talvez para compensar o mal que causou à esposa, Negan corre atrás de medicamentos com um grupo liderado por um médico que tem acesso aos remédios que ele precisa e está disposto a ceder o tratamento que Lucille precisa.

A primeira surpresa do episódio aparece quando Negan tenta roubar os remédios e é nocauteado por Laura, que, mais tarde, seria uma da fieis escudeiras do líder dos Salvadores. A arma utilizada? O taco de baseball, dado por ela para que o novo aliado se protegesse da gangue que tomava conta das estradas à noite. A mesma gangue que o renderia para saber a origem dos remédios.

Já a jaqueta é um presente de Lucille, mas que havia sido comprada pelo próprio Negan, o que nos leva para o terceiro flashback do episódio, que ocorre antes do fim do mundo, em um raro gesto da série em mostrar o mundo como era antes do apocalipse. Mesmo desempregado, ele comprou o item por 600 dólares prometendo à esposa ter um plano para ganhar dinheiro. Talvez o gesto seja uma introdução à personalidade do Negan pré-apocalipse: um homem aparentemente irresponsável que, além de tudo, ainda traía a esposa.

A descoberta ocorre justamente no momento em que Lucille, sozinha, descobre que tem câncer. Ela liga para o marido e para a melhor amiga, mas os dois não a atendem e ela tem a primeira pista de que os dois tinham um caso. O fato, no entanto, só é revelado por ela quando os dois estão decidindo se Negan deve sair em busca dos medicamentos necessários para a quimioterapia, já no apocalipse.

É a morte de Lucille, afinal, que faz nascer o Negan do mal. Ao retornar ao acampamento dos motociclistas para salvar Laura e o pai e vingar a morte da esposa, ele já apresenta todos os trejeitos daquele que fundaria, mais tarde, os Salvadores. Lucille, agora representada pelo taco de baseball, começa a fazer suas primeiras vítimas poucas horas após a morte daquela de sua xará, e aqui é interessante notar que a primeira vítima da arma foi um segurança aleatório do acampamento, e não a Lucille original, como ficou perto de acontecer. Negan não teve coragem de matar a esposa com suas próprias mãos, e preferiu botar fogo na casa onde eles moravam. Ele põe fim à Lucille, de fato, já nos dias atuais, quando queima e Lucille de madeira se despedindo e pedindo perdão à esposa.

De volta a Alexandria

A despedida definitiva de Lucille pode representar, sim, um possível retorno do Negan que conhecemos, mas também pode ter outros significados. Sem o taco, o personagem pode ter simplesmente morrido, ficado nas chamas, e agora ele quer se redimir com Maggie e buscar seu espaço dentro da comunidade. Se não conseguir, ele provavelmente vai morrer pelas mãos da viúva. Neste caso, Negan provavelmente julga que não tem mais nada a perder.

Fato é que o embate entre os dois ficará entre os momentos mais esperados da décima primeira temporada. Como ela vai confrontá-lo? Como ele vai tentar mudar a cabeça dela? Vamos ter que esperar para descobrir.

E você, o que achou de “Here’s Negan”, o vigésimo segundo episódio da décima temporada de The Walking Dead? Deixe sua opinião nos comentários e vote na enquete abaixo!

Continue lendo

EM ALTA