Siga-nos nas redes sociais

Entrevista

Robert Kirkman Fala Sobre Zumbis e Quadrinhos

Publicado há

em

O criador de The Walking Dead, Invincible, e todos os novos Thief Of Thieves, Robert Kirkman, é um dos mais ocupados e mais famosos nomes das histórias em quadrinhos, além de ser produtor executivo da série The Walking Dead. Steven Sautter (We Love Cult) teve a oportunidade de falar com Kirkman na Image Con. Durante a entrevista, Kirkman falou sobre a habilidade do programa de combinar com o tom sombrio dos quadrinhos, o seu papel como protetor da mensagem dos quadrinhos, o apelo sobre zumbis e o futuro de Invincible.

O que há nos zumbis que você acha que atrai as pessoas: o aspecto viral, isolamento? O que te assusta neles?

Robert Kirkman: Não me assusto com zumbis. Eles são feios, você sabe, é uma manifestação física do medo que todos têm pela morte. Acho que tem um aspecto primordial para a reação de todos sobre zumbis, em que você sabe que está confrontando o inevitável em uma forma física, acho que é interessante. O legal dos zumbis é que você pode fazer uma história sobre ele, uma história de zumbi é sempre sobre os humanos porque zumbis não tem personalidade, e por causa disso, histórias de zumbis são sempre sobre situações horríveis, e eu acho que enquanto não haverão pessoas nas ruas sendo caçadas por zumbis, todos lidam com situações horríveis todo tempo de sua vida. Acho que podendo ver personagens falsos lidando com o tipo de dor e a perda que todo mundo passa na vida é catártico e há certo apelo.

Outra coisa é, todos estão preocupados com a sociedade e como a civilização está andando por agora. Você tem coisas como o colapso da economia global e mudança de clima – só coisas terríveis e loucas no horizonte, pelo menos parece assim se você vê notícias. Todos estão preocupados com isso, e Walking Dead é uma exploração administrável de como a vida seria depois da queda da civilização, então há vários aspectos dos zumbis que eu acho que apela para muitas pessoas.

Você pretende continuar a fazer tanto o programa quanto os quadrinhos no futuro próximo?

Kirkman: Quadrinhos e TV… TV é meu emprego secundário.

E se você tivesse que escolher, seria com uma arma apontada na sua cabeça?

Kirkman: É uma zona de conforto. Me sinto bem mais a vontade fazendo quadrinhos, é algo que venho fazendo por anos, e é mais fácil para mim, é relaxante. A TV é estressante porque ainda estou aprendendo. Acho que se você encurralasse Glen Mazzara, ele falaria que eu dependo de todo mundo, me ajuda a contornar esse novo mundo.

Eu amo quadrinhos, eu continuo escrevendo, continuarei a escrever quadrinhos, eu sempre escreverei quadrinhos, não posso conceber um tempo que não estou escrevendo quadrinhos, é uma coisa que amo fazer.

Poderíamos ver, dado o sucesso do romance de Walking Dead (THE WALKING DEAD: RISE OF THE GOVERNOR), um novo romance em prosa ambientado no universo de INVINCIBLE ou talvez outro quadrinho?

Kirkman: Esperamos que haverá alguma coisa sobre Invincible. Há sempre interesse ou algo do tipo. Não sei se haverá um quadrinho em movimento, ou uma novela, mas talvez algum dia tenha um filme ou um programa de TV. Meu foco principal está nos quadrinhos, então não me importo em última instancia, mas é um conceito legal, e eu adoraria ver transitar para uma mídia maior.


Fonte: Very Aware
Tradução: @LaisYes / Staff WalkingDeadBr

Publicidade
Comentários

EM ALTA