Siga-nos nas redes sociais

3ª Temporada

O Governador planeja sua ‘vingança’ contra o grupo do Rick

Publicado há

em

‘Ele tem apenas um objetivo: vingança ‘, a estrela de The Walking Dead conta ao MTV News sobre o futuro de seu personagem.

Aviso: Spoilers do episódio mais recente (3×14 – “Prey”)

Com tanto tempo gasto em Rick Grimes e suas alucinações ultimamente, você pode ser perdoado por esquecer o Governador e suas próprias e únicas formas de psicose. Mas após o episódio mais recente, “Prey”, o estado mental do ditador de um olho só é claramente evidente: este é um indivíduo profundamente perigoso e perturbado.

Mas há outra escola de pensamento que diz que o Governador está mais lúcido agora do que ele esteve durante toda a temporada. Essa escola de pensamento pertence a David Morrissey, o ator que interpreta o Governador em The Walking Dead. Falando com a MTV News sobre os eventos eletrizantes de “Prey”, Morrissey diz que a meta do Governador de vingança é tão afiada e focada que quase nada importa para ele agora – o que significa que a segurança da atiradora de elite Andrea, mantida em cativeiro na câmara de tortura do Governador no final do episódio, está longe de ser garantida.

Leia sobre mais alguns pensamentos de Morrissey sobre onde o Governador está atualmente.

MTV: Como se já não fosse claro, este episódio solidificou que Phillip não é exatamente o homem mais são do pedaço. Não parece que ele está indo tão bem.

David Morrissey: Sim, talvez não tão bem. (Risos) Mas pode depender de onde você está vendo isso. Antes de Penny ser brutalmente tirada dele, antes de ele ser atacado e antes de sua cidade ser atacada, ele estava em um lugar onde ele encontrava a si mesmo. Seus objetivos eram muitos. Ele queria saber a melhor forma de gerenciar esta cidade. Ele tinha muitas maneiras de fazê-lo e muitas cartas para jogar. Mas desde o ataque e a morte de Penny e a tomada de seu olho, houve a libertação do homem que age por motivação. Ele está apenas atrás de vingança agora. É uma situação muito sombria, e muito brutalizada, mas ter um objetivo é algo central para um ser humano. É uma situação muito assustadora para as vítimas disso, mas de uma maneira, ele está em um lugar muito mais claro. Ele tem uma clareza para a vida agora, apenas um objetivo: vingança, e esse é o elevador em que ele está viajando. Ele não tem muitos caminhos a trilhar mais, ele só tem um. Ele está buscando isso com uma eficiência brutal.

MTV: Há até uma fala neste episódio, quando ele está falando com Milton, que está tentando convencê-lo de que a vingança não é necessária. O Governador diz algo como, “a vingança é tudo o que importa.”

Morrissey: Isso mesmo. E eu acho que o que complica as coisas com qualquer tipo de negociação, ou política, ou em nossas vidas, são as múltiplas opiniões. É essa a idéia que a série vem mostrando [segunda temporada]. Será que vivemos em uma democracia, ou vamos viver em um mundo onde tudo passa por mim? Há um sentido quando vivemos em situações desafiadoras, situações muito voláteis, que a voz mais alta e a pessoa mais forte vem à tona, porque isso não é uma democracia. Ele tem essa clareza sobre um objetivo, que é tudo o que importa, esta vingança.

MTV: A fixação do Governador em Michonne é bastante clara – ela matou Penny e destruiu seu olho. Qual é o motivo da fixação dele em Andrea, a partir de sua perspectiva?

Morrissey: Quando você olha para líderes como ele, o que eles exigem é a lealdade absoluta. “Quando eu quiser sua opinião, eu vou perguntar.” Com Andrea, ele pode ver que ela está dividida entre ele e sua antiga vida, a vida que levava com Rick e seu grupo. Eu acho que ele se sente terrivelmente traído por isso. Eu acho que ele exige lealdade total e não apenas de Andrea, mas de Milton e das pessoas ao seu redor. É assim que ele viu Merle e ele se sentiu traído por Merle. Quando olhamos para líderes como esse, eles exigem sim lealdade das pessoas ao seu redor. Sempre que eles cheiram deslealdade e traição, eles pegam pesado. E eu acho que ele a amava. Eu acho que ele absolutamente a amava. Essa lealdade era mais profunda nele; eles compartilhavam algo com profunda intimidade. Eu acho que ele sentiu que ele e Andrea poderiam realmente construir algo juntos.

MTV: E não ajuda que o cara que foi completamente leal a ele o tempo todo, Milton, parece o ter traído também.

Morrissey: Ele pode ver com Milton que Milton fez um ato de traição, mas ele também pode ver que Milton está assustado. Ele vê um medo aí. O Governador sente que ele e Milton têm um sonho juntos, que há algo sobre o futuro que eles iam construir juntos – e este homem renegou um pouco isso, ou começou a questionar a autoridade do meu personagem. Isso é muito preocupante para o Governador. Nós sabemos que ele não é um homem totalmente racional, por isso vai ser interessante ver como isso se desenrola. Obviamente eu não posso entregar muito, mas acho que ele se sente muito diferente sobre a traição de Milton do que a traição de Andrea. Com Milton, eles tinham um plano mundial, um verdadeiro plano para o futuro juntos. Não havia segredos com Milton. Ele deixou Milton entrar completamente em sua visão de mundo, o que ele não fez com Andrea. Eu acho que essa traição o atinge mais forte, também.

Mas você ainda vê o Governador fingindo, com Tyreese, como ele reage a Tyreese é muito interessante. Ele está coberto de sangue, mas ele está ali e ele está trabalhando com essas pessoas, ao lado delas, cortejando-as. Oferecendo a elas um santuário, de certa forma. É muito sedutora a forma como ele joga com essas pessoas. É interessante que ele ainda consegue fazer isso. Enquanto pessoas como Andrea e Milton estão fugindo de controle e o traindo, ele ainda está preparando outras pessoas para se juntarem a bordo e segui-lo. Ele é capaz de fazer essas coisas. Líderes fazem isso o tempo todo. Quando eles vêem uma pessoa se dirigindo para a saída, eles são capazes de pegar as outras pessoas que estão andando pela porta e recrutá-los. O Governador é muito habilidoso nisso.

MTV: Olhando para o futuro, nós sabemos que o Governador ofereceu uma troca para Rick – se Rick entregar Michonne, o Governador irá poupar a prisão. Mas também sabemos que o Governador não pretende cumprir a sua parte nesse negócio, e além disso, ele tem Andrea capturada naquela sala de tortura. Os fãs dos quadrinhos podem ser capazes de adivinhar um pouco do que está por vir. Como a temporada está prestes a terminar, o que podemos esperar do Governador e seus planos?

Morrissey: Eu acho que o que acabamos de ver neste episódio é que o Governador está lidando com a traição interna, dentro de seu próprio grupo, enquanto ele também está planejando atacar o outro grupo. Para fazer isso, a pessoa precisa manter muitos pratos girando ao mesmo tempo. Eu acho que o que vemos daqui para frente é essa ideia de pratos girando. Há uma reunião a seguir, e há um acordo sobre a mesa, até onde o grupo de Rick sabe. E o que ele está apostando é que Rick está tentado a fazer esse acordo. Acho que faz sentido para um homem como Rick: você sacrificaria muitos por um indivíduo? Ele está apelando para a melhor natureza do homem. Mas em seu próprio campo, ele está lidando com a traição. Há uma sensação de que o Governador está olhando para os seus generais e perguntando: “Quem é que vai me apoiar? Quem é que vai me apunhalar pelas costas?” Ele sabe que suas costas estão contra a parede, por isso ele é uma raposa muito, muito perigosa. Na temporada, o que temos visto até agora é que o Governador se contenta em deixar que os outros façam o trabalho sujo por ele. E o que nós estamos começando a ver é que ele vai fazer o trabalho sujo sozinho.

MTV: Uma última pergunta para você. Nós vimos o olho faltando do Governador algumas vezes agora, e é bem nojento de olhar. Quão cansativo é o processo de maquiagem para o olho ferido?

Morrissey: É como fazer um bolo. Às vezes você segue a receita e vai totalmente bem e eu posso usá-lo por horas e horas e horas. Outras vezes, acontece exatamente o mesmo, e ele [o olho] me deixa louco. (Risos) Não há nenhuma razão para isso! Ele pode ser a coisa mais confortável, e pode ser a coisa mais absolutamente torturante de se usar. Eu nunca sei como vai ser. Às vezes, quando não é confortável, eu não conto a ninguém sobre isso, e eu atuo com ele de uma maneira meio masoquista. Mas o que eu amo sobre o mundo em que vivemos em “The Walking Dead”, é que é como um mundo medieval ou velho-oeste selvagem, onde as pessoas usam suas cicatrizes com orgulho. Não é um mundo de vaidade, onde as pessoas estão tentando esconder suas cicatrizes e feridas que eles ganharam ao longo do caminho. Eles não têm escolha, senão mostrá-las. E isso diz muito sobre eles. Eu amo isso. Eu amo o fato de não ser um mundo de vaidade que essas pessoas habitam. O Governador usa a cicatriz com orgulho.

O que você acha dos planos do Governador? Você está preocupado por Andrea? Conte-nos o que você pensa nos comentários abaixo!


Fonte: MTV News
Tradução: Nat Price / Staff Walking Dead Brasil

Publicidade
Comentários

EM ALTA