Siga-nos nas redes sociais

3ª Temporada

O Governador, Merle e sobrevivência: O elenco de The Walking Dead fala sobre os desafios futuros de seus personagens

Publicado há

em

Quem – ou o quê – é o maior inimigo de cada um na terceira temporada de The Walking Dead? O The Hollywood Reporter questionou o elenco para descobrir.

Enquanto parece que Rick e companhia tenham encontrado um novo abrigo na prisão que os protege dos elementos mortos-vivos, isso não significa que o grupo está a salvo da dura realidade que existe fora de seus muros fechados.

Caso em questão: Hershel, que depois de ter sido mordido na perna por um zumbi quando o grupo se esforçava para limpar um bloco de celas dentro da prisão teve o membro literalmente cortado por um Rick portador-de-machados.

Enquanto isso, fiéis leitores da HQ de Robert Kirkman, sobre a qual o drama da AMC é baseado, sabem que o vilão Governador (David Morrissey) está à espreita logo ao virar a esquina em Woodbury, para onde ele está prestes a trazer Michonne (Danai Gurira) e Andrea (Laurie Holden), que por sua vez têm estado na estrada durante todo o inverno.

O Hollywood Reporter falou com o elenco do drama zumbi, os questionando sobre os desafios – incluindo a gravidez bomba-relógio de Lori – que enfrentam seus respectivos personagens na terceira temporada.

Andrew Lincoln (Rick)

Culpa sobre a morte de seu melhor amigo. Forçado a tomar as decisões difíceis para o grupo. Distante de Lori, que está grávida de um filho que pode ou não ser dele. Mesmo estando sempre na mente do Xerife, estes não são os maiores desafios para Rick nesta temporada. Em vez disso, é a batalha iminente entre o líder de Woodbury. “O Governador. Odeio dizer essa palavra. Parece tão bobo. Vou chamá-lo de Phillip,” Lincoln diz com uma risada.

Sarah Wayne Callies (Lori)

“Uma grande tarefa para Lori é procurar redenção”, diz Callies. “Ela está muito ansiosa para ter certeza de que sua gravidez não acabará colocando ninguém em perigo. Conforme a gravidez avança, ela vai ser cada vez menos capaz de defender o grupo e ela quer ter certeza de que as pessoas boas não vão colocar-se em perigo para protegê-la, porque ela se sente profundamente indigna disso”.

Norman Reedus (Daryl)

Agora sendo o número dois do grupo, logo depois de Rick, o maior desafio de Daryl nesta temporada pode ser resumido em uma palavra: Merle (Michael Rooker). “Seu irmão está de volta e ele é como aquele tio bêbado em uma festa de Natal dizendo para você calar a boca”, diz Reedus sobre seu irmão racista, Merle Dixon. Não se preocupe, o grupo tornou-se uma máquina de combate bem lubrificada – e isso ficou provado na abertura da terceira temporada. “Nosso grupo é bem duro e resistente. A primeira temporada foi uma introdução ao mundo; na segunda temporada nós ficamos com medo dos zumbis e a terceira temporada é uma infestação e nós estamos furiosos. Há um monte de pessoas que são duronas nesta temporada”.

David Morrissey (O Governador – Phillip Blake)

O Governador tem mais coisas em comum com Rick do que podemos imaginar, sendo que ambos os personagens foram empurrados para um papel de liderança indesejada dentro de suas respectivas comunidades. “O Governador precisa liderar Woodbury de uma maneira forte, com um equilíbrio que faça dele um líder credível e não um ogro”, Morrissey diz. “Eu não quero interpretá-lo como um cara completamente mal que só joga as pessoas na prisão e as tortura. O Governador tem um problema e é como ele dirige a cidade e como ele mantém as pessoas de lá a salvo. O equilíbrio é o seu maior desafio.”

Laurie Holden (Andrea)

Deixada por conta própria depois de ser separada do grupo durante a infestação na fazenda de Hershel, Andrea passou bem perto de ser mordida por um zumbi antes da intervenção de Michonne. Este ano, ela vai ter que se ajustar para se virar por si só. “O maior desafio de Andrea nesta temporada é que ela está sozinha pela primeira vez, ela não tem mais um grupo de apoio e é forçada a fazer um monte de escolhas difíceis”, diz ela. “As ramificações de suas decisões não afetam apenas sua vida, mas de muitas pessoas ao seu redor. Ela tem uma quantidade enorme de responsabilidade, mais do que nunca.”

Danai Gurira (Michonne)

Pouco se sabe sobre a nova aliada espadachim de Andrea, além do fato de que a dupla chegou num ponto no qual uma cuida da outra. Gurira diz que sua personagem está começando a evoluir para quem realmente é. “De certa forma, seu maior desafio é ser ela mesma. Ela está se transformando na Michonne, com ela não acho que exista um eu central”. É uma mulher que descobriu como navegar no mundo pós-apocalíptico e que quase de imediato suspeitou do Governador quando eles se encontram cara a cara, o que coloca Michonne e Andrea em conflito direto.

Steven Yeun (Glenn)

“O maior desafio de Glenn nesta temporada é o de se impor e lutar por aquilo em que acredita, por aquilo que é importante para ele e realmente assumir a responsabilidade pelas coisas que ele ama”, diz ele. Isso vai incluir deixar de lado seu antigo papel de “pau para toda obra” que estava sempre disposto a ser colocado dentro de um poço habitado pelo zumbi mais inchado que a série já mostrou. “Maggie (Lauren Cohan) realmente o destrava, você vai ver um Glenn imperfeito. Assistir a transformação de um jovem para um adulto é também ver suas falhas, ver onde ele tropeça e onde ele tem êxito. Ver isso é muito mais gratificante do que ver uma criança que faz todas as coisas certas pelas razões certas e depois quando adulta, acaba fazendo todas as coisas certas pelas razões certas”.

Lauren Cohan (Maggie)

“Na terceira temporada, ela começa a se virar mais sozinha”, diz Cohan. “Ela é um dos membros mais fortes do grupo e, como vemos no primeiro e no segundo episódio, ela está lá com os caras limpando o terreno para todos entrarem na prisão, mas ela ainda está vulnerável. É o que vemos no segundo episódio”. Considerando que Maggie tem mais membros da família com ela na prisão do que qualquer outro – o namorado Glenn, seu pai Hershel, sua irmã mais nova Beth – essa vulnerabilidade significa que ela tem mais a perder.

Irone Singleton (T-Dog)

T-Dog terá um trabalho bem maior e mais importante nesta temporada sendo que Merle, o homem que ele ajudou a trancar em um telhado em Atlanta, está de volta. “Permanecer vivo. Esse é o maior desafio dele, eu acho que esse é o desafio para todos.”

Melissa McBride (Carol)

Carol aparentemente aprendeu muito durante o inverno enquanto buscava redefinir para si mesmo um novo papel no grupo. “O maior desafio de Carol, além de permanecer viva, é ser útil e fazer sua parte, ajudando e cuidando de todos.” Isso vira um círculo completo quando ela põe em prática as instruções médicas de Hershel enquanto ela cuida dele, após sua amputação.

Scott Wilson (Hershel)

Visto pela última vez sangrando muito depois de ter sua perna amputada, Hershel definitivamente já teve dias melhores. “Sobrevivência”, diz Wilson sobre o maior desafio de Hershel. “É bem claro que eles estão em tempos de desespero.”

Emily Kinney (Beth)

“Na fazenda, mesmo que houvesse um pouco de instabilidade, nós tínhamos um sistema com os errantes e com o celeiro. Agora, tudo é uma surpresa”, diz Kinney, cuja personagem tentou suicídio na temporada passada. Este ano, parte do papel de Beth para com o grupo vai ser trazer uma sensação de família para a prisão. “No primeiro episódio, você percebe que eles se reagruparam e tem um novo sistema, tornaram-se uma nova família, assumiram novas funções, preencheram as lacunas das pessoas que perderam. Não há nada que nos faça se sentir em casa, a não ser as pessoas que ainda temos”.

O que você está ansioso para ver? Deixe suas opiniões/teorias nos comentários. The WalkingDead vai ao ar aos domingos às 23:00 (horário de Brasília) na AMC e as terças-feira às 22:15 na FOX Brasil.


Fonte: THR
Tradução: @PotatoThoughts / Staff Walking Dead Brasil

Publicidade
Comentários

EM ALTA