Siga-nos nas redes sociais

2ª Temporada

Kirkman Fala Sobre o Season Finale e a 3ª Temporada

Publicado há

em

[ATENÇÃO: A entrevista a seguir contém spoilers extremos sobre o último episódio da segunda temporada de The Walking Dead e sobre os quadrinhos que inspiraram a série.]

Enquanto a morte de Shane em The Walking Dead no penúltimo episódio da série foi o segredo mais mal guardado na TV do ano, o drama da AMC compensou isso com uma ótima surpresa no final: a favorita dos fãs dos quadrinhos, Michonne, finalmente apareceu.

O episódio mostrou o grupo sendo forçado a sair caoticamente da fazenda por uma horda de zumbis. Dois personagens chegaram ao fim – descansem em paz, Jimmy e Patricia! – mas a maioria dos sobreviventes foi capaz de se reunir na estrada onde o grupo se encontrava antes no começo da temporada quando Sophia desapareceu. Esse grupo não incluiu Andrea (Laurie Holden), que ficou para trás e parecia estar pronta a chegar ao seu final quando um zumbi a atacou. Entra Michonne, a figura encapuzada seguida por dois zumbis sem braços e sem mandíbulas, que rapidamente salva Andrea da morte certa.

Enquanto isso, Rick (Andrew Lincoln) enfrentou o julgamento do grupo após revelar que ele não só matou Shane (Jon Bernthal), mas que também todos estavam infectados com o que quer que seja que transforma pessoas em zumbis. (E assim, ele revelou finalmente a tão esperada resposta sobre o que Jenner (Noah Emmerich) sussurrou no CDC). E mais: o grupo acabou acampando apenas a alguns quilômetros de distância da prisão, outro local favorito dos fãs dos quadrinhos.

Então, o que isso tudo significa? O TVGuide.com conversou com o produtor executivo e criador dos quadrinhos Robert Kirkman para conseguir um pouco mais do que está por vir:

Rick finalmente tomou o controle do grupo, mas agora ele parece não ser melhor do que o Shane. Essa será a jornada que vamos vê-lo seguir?

Kirkman: Exatamente. Essa temporada inteira foi sobre Rick emergindo como líder e assumindo esse papel. No começo ele estava bem relutante, e ele teve que provar que era merecedor desse cargo ao longo da temporada. Mas agora que temos Rick assumindo o comando e dizendo, “Essas vão ser as minhas regras e, a propósito, eu matei o Shane, esse é quem eu sou. Se você não gosta disso pode ir embora.” O fato de que os personagens não vão embora e eles ficam lá aconchegados na fogueira com ele é muito importante. Eu não acho que todos eles estão lá por lealdade. Muitos deles estão lá por medo. Não acho que esse era necessariamente o ponto em que Rick queria que as coisas chegassem, mas é certamente onde nós estamos terminando as coisas.

Lori (Sarah Wayne Callies) se afastou de Rick quando ele contou que tinha matado Shane, mesmo ela tendo essencialmente o desafiado a acabar com Shane algumas semanas atrás. Por que essa grande reviravolta?

Kirkman: Ela estava aterrorizada com a situação que estava por vir para Shane. Ela queria que isso fosse resolvido, mas eu não acho que ela sabia para onde as coisas estavam indo. Acho que ela não sabia que Shane ia se afundar tão profundamente como ele se afundou… ou que ela pôde em algum momento ter concebido Rick lidar com a situação desse jeito. Então, essa é uma mulher americana moderna descobrindo que seu marido é um assassino. Isso é muito assustador para ela. E também, ela vê que seu filho foi jogado no meio disso tudo – que ele testemunhou e atirou na versão zumbi de Shane. Isso é algo que vai pesar para ela em um futuro previsível.

Mas Carl (Chandler Riggs) chorou por ter matado Shane naquela cena final. Talvez ele não tenha perdido toda a sua inocência?

Kirkman: Essa é uma criança que vai crescer em um mundo que nenhum de nós conseguiria imaginar. Então ele definitivamente vai crescer rápido e ser capaz de coisas que nenhum de nós esperaríamos uma criança ser capaz. Isso é algo que vamos explorar muito na terceira temporada. Nós vamos continuar a seguir essa linha. Sim, ele é capaz de matar alguém que seja um amigo ou uma figura paterna se for um zumbi. Mas ele também ainda é capaz de ficar triste por isso. E descobrir que seu pai transformou aquele cara em um zumbi vai ser algo bem deprimente para ele.

A aparição de Michonne no final foi o segredo melhor guardado de todos. Ela vai ser parecida ou diferente do que nós vimos nos quadrinhos?

Kirkman: Eu posso dizer que na personalidade, ela é a Michonne que vocês conhecem e amam dos quadrinhos. Você pode definitivamente ver, apenas naquela única cena, praticamente tudo o que a faz ser tão legal está intacto. Ela está totalmente por conta própria e é com certeza uma lutadora capaz. Nós vamos estar lidando com sua personalidade, sua história passada e todo esse tipo de coisa durante a terceira temporada, mas… esse vai ser o personagem que as pessoas estão exigindo ver na série.

O final insinuou que a terceira temporada aconteceria na prisão.

Kirkman: Quando nós terminamos a primeira temporada, tinham muitas perguntas. Antes da segunda temporada ser lançada teve muita especulação quanto a qual história nós íamos seguir. Era completamente desconhecido o que viria a seguir, e a segunda temporada não terminou desse jeito. Nós vimos a série, sabemos que o Governador está próximo, sabemos que a prisão está lá. Nós temos uma idéia do que está por vir e isso é muito empolgante, especialmente se você leu a série em quadrinhos.

O que você pode dizer sobre o Governador?

Kirkman: O Governador na série vai definitivamente ser o Governador dos quadrinhos. Enquanto eu acho que as pessoas vão gostar desse personagem, não acho que vai ser porque ele faz coisas boas. Não acho que vai ser porque ele parece ser heróico. Acho que ele vai ser o personagem que as pessoas amam odiar e ficam absolutamente entretidas com ele, mas também de alguma forma, aterrorizadas. Ele vai com certeza ser um personagem importante e com muitas nuances. Nós não vamos diminuir sua força.

Agora que o grupo sabe que todo mundo está infectado com o que quer que seja que transforma pessoas em zumbis, como que isso vai mudar a dinâmica do grupo e a perspectiva de vida para eles?

Kirkman: Isso vai fazer as coisas ficarem mais desanimadoras, de alguma forma mais sem esperança. Eu acho que é por isso que Rick, mesmo quando ele começou a temer que o aviso de Jenner era realmente verdade, ele manteve essa informação para si próprio até ele ter que revelá-la. Então, isso vai colocar todo mundo em um tipo de lugar sombrio e isso é definitivamente algo que vamos explorar na terceira temporada.

Shane se tornou um zumbi bem rápido. Você pode comentar sobre a velocidade com que pessoas viram zumbis depois que morrem?

Kirkman: Não é algo exatamente científico, mas varia. Isso varia com a idade e a saúde das pessoas quando elas morrem, e também varia com o quão repentinamente elas morrem. Eu acho que Shane foi esfaqueado no coração, então imagino que ele iria sangrar muito rapidamente. Isso é uma morte bastante repentina, o que faria com que a transformação de certa forma fosse mais rápida do que alguém que morresse de uma morte menos violenta. É variável. Amy (Emma Bell) é outro bom exemplo disso. Seu pescoço inteiro foi rasgado. Nós não estamos marcando o tempo exato que Rick ficou sentado naquele campo.

Você passou a temporada inteira indo em direção a Andrea ter que sobreviver por conta própria?

Kirkman: Essa era sua história. Tirar Andrea daquela pessoa que queria morrer no CDC para essa pessoa que se recusa a morrer e é capaz de sobreviver praticamente em qualquer circunstância. Era realmente para fazê-la ser esse personagem incrível e alguém em quem as pessoas podem realmente se apoiar. Ter ela e Michonne juntas vai ser algo muito legal, e nós vamos estar explorando até que bastante isso na terceira temporada.

Colocar fogo no celeiro foi catártico para você?

Kirkman: Isso realmente me deixou triste porque Greg Melton, que é o nosso designer de produção, que imaginou a construção e o desenho do celeiro. Aquele celeiro tinha uma aparência incrível. Foi construído para a série. Não estava lá antes e ele parecia ter uns 100 anos. Isso meio que partiu meu coração, que nós tivemos que acabar queimando-o. Tem uma cena ampla do celeiro desabando, e o jeito que o diretor Ernest Dickerson fez essa cena com os zumbis se arrastando até você é que eles filmaram de novo e de novo e de novo. Todas as vezes que os zumbis estavam chegando perto ele falava, “De volta às suas marcas!” e os zumbis corriam de volta para as marcas deles. Eles simplesmente continuavam gravando. Ele continuou filmando os zumbis vindo até você e depois correndo de volta… porque nós não tínhamos como saber quando que o celeiro ia realmente desabar. Foi um processo divertido.


Fonte: TV Guide
Tradução: Lily / Staff WalkingDeadBr

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA