Siga-nos nas redes sociais

2ª Temporada

Kirkman Fala Sobre a Introdução do “Governador” e 2×11

Rafael Façanha

Publicado há

em

O IGN conversou com o criador de The Walking Dead, Robert Kirkman, sobre os acontecimentos do episódio 2×11 – “Judge, Jury, Executioner”, e também sobre a forma como as sementes já estão plantadas para a introdução de “O Governador” na 3ª temporada.

Contém SPOILERS do episódio 2×11 – “Judge, Jury, Executioner” e alguns leves para a série em quadrinho. Você foi avisado.

IGN Comics: Cara, um episódio muito, muito brutal. Então vamos direto ao assunto, já que obviamente todo mundo vai comentar sobre isso. O grupo perdeu Dale nesse episódio, e de uma maneira muito diferente dos quadrinhos. Depois de ser o defensor em manter a humanidade do grupo intacta, como a perda de tal voz vai afetar o resto do grupo em termos de tomada de decisões?

Robert Kirkman: O grupo esta em um grande estado de desordem. De certa forma, eles perderam sua bússola moral. Tenha em mente que toda vez que Rick e Shane se desentendiam, tinham esse aspecto de Dale intervindo e de certa forma ajudando Rick em suas decisões e a mante-las dentro de um limite plausível. Nesse episódio em particular, você viu todos optando pela decisão de matar aquele cara. Apenas no último minuto quando Rick viu como aquilo estava afetando seu filho, ele decidiu se afastar. Mas foi Dale, que dizia o tempo todo “Nós não devemos matar esse cara. Precisamos manter nossa humanidade.” Ele não estará mais lá da próxima vez que o grupo encarar uma decisão dessas.

IGN Comics: Dale parecia ser um homem de meios termos ou a voz da razão para várias pessoas no grupo, particularmente Glenn, Rick e nesse episódio, Andrea. Agora que ele se foi, começaremos a ver mais linhas divisivas sobre as filosofias de liderança entre o grupo?

Robert Kirkman: Nós nem teremos tempo pra isso. Os próximos episódios serão absolutamente insanos, e eu acho que a perda de Dale vai realmente estimulá-los a seguir uma direção que talvez seja ruim para eles. Quando as pessoas perceberem, elas realmente verão que a morte foi de certa forma monumental e irá informar a decisão de todos em seguir em frente. Isso poderia levar o grupo a um colapso. Então, sim, definitivamente terão algumas grandes consequências.

IGN Comics: Eu acho que a perda de Dale, mais do que qualquer outro personagem, especialmente para os fãs do HQ, nesse episódio, prova que realmente ninguém pode permanecer para sempre. Devemos esperar por mais mudanças significativas no grupo antes do fim dessa temporada?

Robert Kirkman: Eu diria que possivelmente. Nós temos alguns episódios “grandes” por vir e isso é The Walking Dead. O interessante desse mundo é o quão perigoso ele é. Não se pode ter um mundo perigoso sem pessoas morrendo. Nós sempre estaremos fazendo nossa parte para lembrar as pessoas de quão perigosas as coisas são e o que acontecerá a partir da morte de algum personagem até certo ponto. Eu acho que seria estranho perder um personagem importante logo após um episódio onde perdemos um outro personagem de maior importância, mas quem sabe. Eu definitivamente estarei a procura de alguns choques e reviravoltas para os próximos dois episódios.

IGN Comics: Legal. Além de Dale, o personagem que mais se destacou pra mim nesse episódio foi Carl. Ele está realmente sendo influenciado por esse mundo de frieza no qual está sendo criado, mas agora que vimos que a culpa de Dale ter morrido é mais ou menos dele, isso vai de alguma forma afetá-lo, ou ao menos mudar o jeito que ele vê as coisas?

Robert Kirkman: Absolutamente. Isso vai afetar a todos. Mas Carl em particular, vai culpar a si mesmo em certo ponto. Ele foi uma grande parte da morte de Dale; aquele zumbi não estaria lá se não fosse por Carl. Mas uma coisa interessante de se levar em conta, é que Carl está crescendo nesse mundo. Ele está tendo experiências diferentes de quem cresce na civilização. Ele definitivamente está aprendendo quais são as regras e como a vida funciona quando não existem regras e quando a vida na verdade não está funcionando. A reação dele a isso é justo o oposto do que algumas pessoas esperam ser, e isso é um dos aspectos mais interessantes de The Walking Dead.

IGN Comics: Nesse episódio, novamente vimos Rick pensar duas vezes frente a uma difícil decisão; com ele e Shane acertando as contas um com o outro recentemente, essa decisão de não matar Randall ira dirigi-los rumo a uma nova contradição em termos de liderança?

Robert kirkman: A situação de Randall ainda está definitivamente na linha de frente, mas eu acho que a morte de Dale é algo que todos terão que lidar. Eu acho que tem tanta chance de isso unir a todos, incluindo Rick e Shane, como tem chance de separá-los. Nós apenas teremos que esperar pra ver. Se eles acertaram ou não suas diferenças é algo que veremos nos próximos episódios; esses dois tem muito o que resolver. Mas são melhores amigos; e isso é algo que devemos reconhecer. Esses caras tem uma grande história. Talvez a morte de Dale inspire eles a unir-se de um modo que beneficie o grupo e os ajude a seguir em frente. Ou, talvez não!

IGN Comics: Semana passada, vocês anunciaram David Morrissey para o papel de Governador na 3ª temporada. Nesse episódio, Randall revela que ele vem de um grupo de cerca de 30 pessoas, que se estou me lembrando corretamente, é mais ou menos o tamanho do grupo de pessoas de Woodbury no HQ. Podemos assumir que o arco com Randall irá de alguma forma nos levar para uma introdução ao Governador?

Robert Kirkman: Essa realmente é uma suposição. E é realmente alguma coisa assim. Se Randall é ou não do grupo do Governador isso é algo ainda a ser visto; eu não posso falar em termos absolutos, então vou ser um pouco insosso com você. Me desculpe por ser evasivo, mas você pode estar em alguma pista aí.

IGN Comics: Incrível! E última pergunta – você pode falar um pouco sobre David Morrissey, o que levou ele a ganhar o papel, e o que ele pode trazer a série?

Robert Kirkman: Logo do começo da seleção do elenco, David Morrissey emergiu como uma escolha clara. Ele é realmente alguém que sabe o que está fazendo e tem um grande talento. O Governador é um personagem muito complicado, e vai ser muito difícil retratar o papel e fazer justiça a ele. Eu acho que realmente pegamos o cara certo para o trabalho, e acho que as pessoas ficarão maravilhadas quando verem o que estamos fazendo na 3ª temporada.


Fonte: IGN
Tradução: @michampz / Staff WalkingDeadBr

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA