Siga-nos nas redes sociais

3ª Temporada

Glen Mazzara em “A Mulher de Branco” de Edgar Allan Poe

Publicado há

em

The Walking Dead retornou domingo para a segunda parte de sua terceira temporada, com um embalo de ação intitulado “The Suicide King” que mostra Woodbury virar um caos e Rick Grimes que continua a lutar com sua sanidade. Suas alucinações, ao que parecem, estão se tornando mais problemáticas.

( Quem perdeu o episódio de domingo pode querer parar de ler agora.)

Havia uma pequena dúvida de que a figura espectral vestida de branco que apareceu perto do final do episódio fosse o fantasma de Lori, esposa de Rick, que voltou para assombrá-lo. O extrovertido showrunner Glen Mazzara disse em uma entrevista com a Hero Complex semana passada que ele deliberadamente procurou evocar uma imagem de horror clássica com a cena; quando Rick percebe a figura, ele fica tão perturbado que a sua discussão com Tyreese e seu grupo toma um rumo que poderia ter sido diferente.

Mazzara disse que a aparição pálida desencadeou um momento de incerteza para o ator Andrew Lincoln, que interpreta o homem da lei na série. O personagem parece estar se acabando sob o peso de uma dor imensa, sem falar das pressões de liderar outros em segurança num mundo tomado pelos mortos vivos. Oh, e tem aquele companheiro Governador para lidar também.

Mas Mazzara apontou que essa não é a primeira vez que Rick viu ou ouviu algo que na verdade não estava lá; anteriormente foi seu melhor amigo que se tornou mortal inimigo, Shane, quem apareceu chamando.

“Quando aquele script veio, ele me ligou e questionou,” relata Mazzara. ” Ele se perguntou se aquilo estava dentro do tipo de narrativa que estávamos fazendo. Eu pensei que estava completamente bem estabelecido porque sua alucinação original foi ao telefone, tendo a ver com a sua mulher. [Na finale de midseason] tivemos a alucinação visual com Shane, então agora seguir para a visão clássica do horror de uma figura fantasmagórica em um vestido de casamento, estou mergulhando no Edgar Allan Poe. Essa é uma alegoria clássica do horror.

“Eu não acredito que Andy seja um fã do horror; eu meio que conversei isso com ele e disse, ‘Você tem que confiar em mim.’ Foi diferente para nós fazer a cena, mas o que funcionou foi a sua performance. Ele estava tão pertubado, ela o leva a tomar a decisão errada e colocar Tyrese pra fora, então aquela visão não estava lá apenas como um momento chocante; ela afeta o personagem.”

O que você achou do nono episódio da terceira temporada de The Walking Dead e o retorno fantasmagórico de Lori Grimes? Deixe suas opiniões nos comentários.


Fonte: Hero Complex
Tradução: @neverburnme / Staff Walking Dead Brasil

Publicidade
Comentários

EM ALTA