Siga-nos nas redes sociais

Walking Dead Brasil

[FANFIC] A Caminhada dos Mortos – Capítulo 06

The Walking Dead BR

Publicado há

em

Era tão perfeito que nem parecia real naquelas circunstâncias. Ela se pôs a pensar se algum dia voltariam a viver como antes. Para sairem do condominio Jefferson passou algumas instruções para todos, sendo a mais primordial delas que nunca se afastassem.

Todos se dirigiram até a sala devido ao grito agudo de Maitê. Ela estava pálida, boquiaberta. Apenas pronunciou as palavras “um vulto, eu vi um vulto”.

Jefferson pensou no pior; sabia que a qualquer momento aqueles zumbis malditos poderiam invadir a casa e causar uma catástrofe. Deu um ultimato para que todos terminassem de organizar o mais rápido possível seus pertences: mudas de roupa, mantimentos, água potável e o que mais julgassem necessário.

Enquanto Carolina separava em uma mochila algumas roupas se deparou com uma foto da família, a única do álbum que havia se salvado do acidente. Ela lembrava do dia em que aquela foto foi tirada. Era verão, Jefferson estava pela primeira vez de férias de seu novo emprego, o filho havia passado de ano…Era tão perfeito que nem parecia real naquelas circunstâncias. Ela se pôs a pensar se algum dia voltariam a viver como antes. Sempre julgava que sua vida era mediana, sem muitas emoções e alegrias, mas naquele momento percebeu o quanto valia um jantar em família, um abraço do filho que voltava do colégio, um oi torto do marido…

Ela sentou se na cama e começou a chorar. Algo dentro dela, talvez sua intuição, dizia que as coisas não voltariam a ser como antes. Lamentava cada sorriso não dado, cada palavra agressiva trocada, cada atitude ignorante. Mas chorar pelo leite derramado não resolveria a situação. Enxugou as lágrimas e voltou a arrumar a mochila, guardou alguns mantimentos, colocou algumas roupas e ergueu a cabeça. Precisava ser forte, lutar pela sua sobrevivência e a de sua família. Tinha que mostrar que não eram alguns zumbis trouxas que iriam tirar dela o que mais amava.

As irmãs não se decidiam pelo que levar, muitas coisas na casa tinham um grande valor sentimental. Mas sabiam que não poderiam levar tudo, então escolheram algumas fotografias e jóias, colocaram em uma mala e se dirigiram para a sala.

Jefferson passou algumas instruções para todos, sendo a mais primordial delas que nunca se afastassem. Acontecesse o que acontecesse não deveriam se separar. Pediu a todos que não se assustassem caso deparassem-se com alguma daquelas coisas; ele estaria a frente do grupo devidamente armado e se livraria da criatura. E por último orientou que caso alguma coisa acontecesse deveriam gritar, gritar muito alto.

– Provavelmente deve haver algum carro na garagem do prédio, eu sei fazer ume esquema para dar partida sem a chave, portanto isso não será um problema. Nós vamos dirigindo até nossa casa. certo? – perguntou ele para o grupo

Todos concordaram e saíram cautelosamente do apartamento.

[…]

O trajeto até a garagem foi tenso. Todos estavam assustados, com medo de que um zumbi surgisse da escuridão e atacasse. Cada passo era delicadamente dado para que não imprimisse barulho no corredor.

Maite estava tremendo. O seu pico de nervosismo foi no exato momento em que alguém do grupo pisou em uma lata de alumínio vazia provocando um barulho característico; segundos após um zumbi de aparência retrograda surgiu a frente deles. Ele os observou por um tempo e o grupo retribuiu um  olhar cheio de pavor.

Jefferson empunhou sua faca e a pressionou contra a cabeça do zumbi várias vezes. Ele caiu debilitado no chão, fazendo barulhos estranhos.

Logo após esse contratempo eles chegaram a garagem. Como Jefferson presumia, haviam vários carros. Ele escolheu uma Zafira, pois era o veículo que aparentemente comportava mais pessoas. arrombou a porta com um grampo de cabelo que havia trazido consigo do apartamento e com um alicate começou a fazer o esquema para dar partida no carro sem a chave.

Enquanto corria contra o tempo, Henry avistou seis zumbis na outra extremidade da garagem. Ele segurou um profundo impulso de gritar; apenas cutucou sua mãe e apontou.

Carolina, porém não teve o mesmo auto controle e  deu um grito horrorizado que atraiu a atenção dos zumbis quase que prontamente. Eles começaram a vir em direção a família e Henry pode perceber o que eles faziam agachados naquele canto: eles devoravam um cadáver.

Jefferson neste instante conseguiu dar a partida no carro. O ronco do motor deveria indicar que poderiam fugir dali com vida. Entretanto era tarde demais; os zumbis estavam perto demais, sedentos por aquelas pessoas que ali estavam, em pânico.

Luíza pegou seu machado e degolou dois deles que estavam se aproximando. Outros dois estavam chegando lentamente enquanto os outros ainda continuavam ao redor do cadáver. Jefferson olhou pelo retrovisor e percebendo a situação saiu do carro e introduziu sua faca no crânio de um deles; mas seu tiro saiu pelo culatra: a faca havia ficada presa no zumbi e outro deles se aproximava.

Sem armas para lutar o zumbi o derrubou no chão e Jefferson começou a se debater tentando se livrar daquela criatura nojenta. Foi nesse momento que apenas a cabeça da criatura permaneceu sobre ele. Luíza havia decapitado o maldito que desfaleceu instantaneamente.

Carolina foi até Jefferson para ajudar-lo a se levantar. Todos entraram no carro mas não perceberam que ele havia parado de funcionar. Jefferson fez de tudo para que voltasse a dar contato porém não havia mais jeito: os zumbis que até alguns momentos atrás estavam aglomerados ao redor do cadáver começavam a vir na direção deles. Henry saiu do carro e gritou:

– VAMOS CORRER! NÃO HÁ MAIS O QUE FAZER, VAMOS CORRER!!!

Todos saíram do carro e se entreolharam. Era uma decisão, poucos segundos para tomá-la… Mas Henry estava certo, não havia outra solução. Tentar chavear outro carro demoraria e não tinham tempo hábil para isso.

– Temos que correr!!! – Gritou Henry incentivando todos.

– Amor vamos sair daqui correndo!!! Somos mais rápido que aquelas coisas e estamos perto de nossa casa – falou Carolina

Todos começaram a correr. Chegaram ao portão do prédio e encontraram Carlos. Ele estava totalmente ensangüentado;  Luiza pensou que ele era um zumbi e quase o matou, mas por sorte ele evitou o ato com algumas palavras:

– NÃO ME MATEM, CALMA! Eu irei explicar no caminho, vamos logo embora daqui que aquelas portas não irão segurar eles para sempre. – Advertiu

Havia um PEUGEOT 206 branco 4 portas esperando eles. O carro estava totalmente avariado e não tinha condições de fazer um trajeto muito maior que o até a casa deles. Todos se espremeram lá dentro e Carlos seguiu o trajeto guiado por Jefferson.

Carlos contou que na hora da queda caiu na varanda do sexto andar.

–  Naquele apartamento havia um homem bondoso que me deu comida e me deixou passar a noite lá. Ao amanhecer eu iria até apartamento de vocês porem houve uma controvérsia: os zumbis já haviam entrado no condomínio. Então aquele senhor que acolheu-me disse que havia um carro no estacionamento e que eu poderia o utilizar para fugir. Quando ia avisar vocês fui bloqueado  por uma horda deles no 8º andar e não pude me comunicar.

Quando eu estava descendo em direção ao estacionamento eu vi uma cena… que me chocou. O homem que havia sido tão solidário comigo, estava lá, morto. Daí eu não sabia mais o que fazer. Eu consegui trancar alguns deles no salão de festas mas não foi suficiente, eles apareciam cada vez mais, como se multiplicassem-se a cada minuto.

Todos ficaram em silêncio.

Depois de alguns minutos em um silêncio mórbido e desconfortável, Jefferson avisou que sua casa era na próxima esquina. Mas quando o carro entrou na rua, uma cena impressionante foi vista: todas as casas estavam chamas.

O pai de família entrou em desespero, sua última chance de refúgio seguro não existia mais.

Jeniffer, que estava apenas prestando atenção a tudo que acontecia sem falar nada,  pediu para todos irem para sua casa. Jefferson explicou o caminho a Carlos.

Chegando à casa de Jeniffer, Carolina e ela saem do carro e vão em direção ao portão. Chamaram várias vezes e ninguém as atendeu.

– Minha mãe sempre deixava uma cópia da chave debaixo do tapete. – Falou Jeniffer.

Carolina olhou debaixo do tapete: Havia um bilhete

“Caxias do Sul está um caos e eu irei fugir para um abrigo. Dizem que lá tem comida, roupa segurança todos estão indo para lá. Espero que você tenha lido esse recado e que minha filha querida esteja bem!”

Att. Carla


Autor: Maiki Jean / @maikijean

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Walking Dead Brasil

The Walking Dead revela quem está por trás do vandalismo “Silencie os Sussurradores”

A campanha contra os Sussurradores que acontece em Alexandria também aconteceu nos quadrinhos de The Walking Dead.

Avatar

Publicado há

em

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do quarto episódio, S10E04 – “Silence the Whisperers”, da décima temporada de The Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido, não continue. Você foi avisado!

Alguém em The Walking Dead pretende “Silenciar os Sussurradores”. No episódio desta semana de The Walking Dead, Daryl (Norman Reedus) e Lydia (Cassady McClincy) descobrem que sua casa foi vandalizada por grafites pedindo que Alexandria “Silencie os Sussurradores”. A ex-sussurradora, Lydia, emancipou-se da mãe abusiva, Alpha (Samantha Morton), mas está lutando para se afirmar dentro das paredes de Alexandria. Lydia é intimidada por Alfred (David Shae), Margo (Jerri Tubbs) – que exige justiça para os ladrões de estrada Ozzy (Angus Sampson) e Alek (Jason Kirkpatrick) – e Gage (Jackson Pace), em busca de sangue para vingar os amigos Rodney (Joe Ando Hirsh), Addy (Kelley Mack) e Henry (Matt Lintz).

Em certo momento, Lydia intencionalmente incomoda os três agressores cortando um esquilo. “Foi por isso que Ozzy e Alek morreram? Para que ela pudesse nos fazer de bobo?”, diz Alfred. Margo responde: “Não aqui.” Lydia provoca novamente, segurando o dedo ensanguentado nos lábios: Shh.

Mais tarde, Daryl diz a ela que “não pode fazer coisas assim” se ela espera morar em Alexandria. Ela responde: “Mas eles podem escrever o que quiserem em nossa porta?”

LEIA TAMBÉM:
Quem morreu no 4º Episódio da 10ª Temporada de The Walking Dead?
Alpha acredita no fim das comunidades no trailer do próximo episódio de The Walking Dead

“Um dos grandes momentos da história em quadrinhos que nos entusiasma muito e que há essa ideia de propaganda e paranoia, é essa de ‘silenciar os sussurradores’, que Robert Kirkman usou muito bem”, disse a showrunner Angela Kang anteriormente a EW. “Então, definitivamente, há um sentimento de que nosso grupo está entrando nesse conflito que continua crescendo contra os Sussurradores, muito diferente de como ocorreu a guerra contra os Salvadores, onde não havia apenas elementos de paranoia, mas meio que uma sensação de Guerra Fria.”

O vandalismo dos agressores e seu violento ataque a Lydia ocorrem quando os Sussurradores invadem ainda mais as comunidades: Alpha reivindicou ainda mais território das comunidades e Michonne (Danai Gurira) suspeita que os Sussurradores estejam por trás de ataques coordenados em Alexandria, Hilltop e Oceanside.

“Descobrimos que há pessoas que estão tendo uma resposta mais comedida. Você vê pessoas que são muito mais rigorosas, vê pessoas que estão confusas sobre o que fazer”, disse Kang. “E acho que isso faz parte do interessante cenário humano que está rolando quando tudo começa a acontecer, a paranoia começa a dominar essas comunidades, e há movimentos de guerra sendo feitos de ambos os lados”.

Nos quadrinhos, foi o líder de Alexandria, Rick Grimes, que se uniu a Alexandria dizendo a seus sobreviventes que eles precisavam “silenciar os sussurros”. Na edição 152 de The Walking Dead, Rick lançou uma campanha de propaganda completa, admitindo que Michonne precisava direcionar a raiva dos alexandrinos para longe deles e em direção ao inimigo.

Essa campanha foi lançada quando alguém tentava “silenciar os sussurros” à sua maneira. Resultado: Negan que escapou.

Na série, apesar de não ter sido revelado, presumimos que os responsáveis pelo vandalismo sejam Alfred, Margo e Gage. Vamos ter que aguardar os próximos episódios para descobrir se teremos ou não a revelação oficial do(s) envolvido(s) nessa campanha.

O que você achou do episódio desta semana de The Walking Dead? Acredita que Lydia está certa e que os culpados pela frase/campanha são Alfred, Margo e Gage? Deixe sua opinião nos comentários abaixo!

Continue lendo

Walking Dead Brasil

Produtora de The Walking Dead revela o voto de Gabriel sobre o destino de Negan

Angela Kang, a showrunner de The Walking Dead, comentou sobre a decisão que Gabriel estava pensando em tomar no episódio desta semana.

Marcela Aquino

Publicado há

em

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do quarto episódio, S10E04 – “Silence the Whisperers”, da décima temporada de The Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido, não continue. Você foi avisado!

Negan (Jeffrey Dean Morgan) é um homem procurado. No episódio desta semana de The Walking Dead, “Silence the Whisperers”, Margo (Jerri Tubbs) foi morta quando Negan salvou Lydia (Cassady McClincy) de uma surra violenta cometida por Margo e pelos cúmplices Alfred (David Shae) e Gage (Jackson Pace). O conselho de Alexandria se reuniu para determinar o destino de Negan, com Aaron (Ross Marquand) argumentando que Negan não merece viver em sua civilização, apesar de uma sentença de oito anos de prisão. Negan foi defendido por Siddiq (Avi Nash) e relutantemente por Daryl (Norman Reedus), deixando o padre Gabriel (Seth Gilliam) como o desempate. Depois de tomar a noite para considerar sua resposta, Gabriel visitou a cela de Negan, apenas para encontrá-la vazia. Com uma vida em jogo, Gabriel teria votado a favor ou contra Negan?

“Eu acho que Gabriel teria votado para não matá-lo”, disse a showrunner Angela Kang à EW. Apesar da formação de uma multidão sedenta de sangue exigindo que Negan seja levado à justiça, Kang diz que Gabriel teria sido influenciado por suas sessões de terapia com Negan. O padre atua como guardião de Negan há anos, desempenhando um papel fundamental em sua reforma.

LEIA TAMBÉM:
The Walking Dead S10E04: Para onde Negan foi?
Quem morreu no 4º Episódio da 10ª Temporada de The Walking Dead?

“Acho que porque ele conheceu Negan ao longo do tempo e que, no final das contas, ele acreditava no fato de Lydia estar dizendo: ‘Ele me salvou e foi um acidente’, e o fato de Daryl acreditar nela, e o fato de que ele sabe que Negan está tentando”, explicou Kang. “Acho que ele teria pensado sobre isso e orado por ele, e acordado na manhã seguinte, e as pessoas com suas forquilhas foram para a cama ou sei lá, e acho que ele teria pensado: ‘Sabe do que mais? Isso tudo é demais. As pessoas são muito paranoicas.’ É o que acho que ele pensaria no momento.”

Questionada se Gabriel visitou a cela de Negan para ajudar a solidificar sua decisão, Kang disse: “Acho que sim. E então ele vê que Negan se foi, e então eu acho que ele pensa: ‘Ah, foda-se. Tipo, eu estava errado em pensar que iria cair nessa e ter essa conversa com ele?’ Ele está duvidando quando descobre que ele se foi.”

O cúmplice de Negan foi revelado no vídeo promocional do próximo episódio, “What It Always Is”, e para responder sobre aonde Negan está indo… “Vamos descobrir muito em breve onde ele foi”, brincou Kang.

Você acha que Negan merece viver depois de tudo que ele fez? Você conseguiu perdoá-lo? Deixe todos os seus pensamentos nos comentários abaixo!

Continue lendo

Walking Dead Brasil

The Walking Dead lidera as indicações ao Saturn Awards 2018

Vinícius Castro

Publicado há

em

Seguindo o padrão dos anos anteriores, The Walking Dead está liderando a lista de indicados ao Saturn Awards, a maior premiação para cinema e TV de gênero do mundo. Revelados no mês passado, os indicados, que serão escolhidos a dedo pela Academia de Ficção Científica, Fantasia e Horror, receberão o resultado final em junho de 2018.

O drama zumbi está liderando os competidores da televisão, com 7 indicações ao total, fazendo jus ao material apresentado durante a oitava temporada. Entre as novidades em relação aos últimos anos, o único novato é Khary Payton, o Rei Ezekiel. Confira abaixo:

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE TV

  • JON BERNTHAL (THE PUNISHER)
  • BRUCE CAMPBELL (ASH VS EVIL DEAD)
  • SAM HEUGHAN (OUTLANDER)
  • JASON ISAACS (STAR TREK: DISCOVERY)
  • ANDREW LINCOLN (THE WALKING DEAD)
  • SETH MACFARLANE (THE ORVILLE)
  • KYLE MACLACHLAN (TWIN PEAKS: THE RETURN)
  • RICKY WHITTLE (AMERICAN GODS)

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM SÉRIE DE TV

  • NIKOLAJ COSTER-WALDAU (GAME OF THRONES)
  • MIGUEL FERRER (TWIN PEAKS: THE RETURN)
  • KIT HARINGTON (GAME OF THRONES)
  • DOUG JONES (STAR TREK: DISCOVERY)
  • CHRISTIAN KANE (THE LIBRARIANS)
  • MICHAEL MCKEAN (BETTER CALL SAUL)
  • KHARY PAYTON (THE WALKING DEAD) 
  • EVAN PETERS (AMERICAN HORROR STORY: CULT)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM SÉRIE DE TV

  • ODETTE ANNABLE (SUPERGIRL)
  • DAKOTA FANNING (THE ALIENIST)
  • DANAI GURIRA (THE WALKING DEAD)
  • MELISSA MCBRIDE (THE WALKING DEAD)
  • CANDICE PATTON (THE FLASH)
  • ADINA PORTER (AMERICAN HORROR STORY: CULT)
  • KRYSTEN RITTER (MARVEL’S THE DEFENDERS)
  • RHEA SEEHORN (BETTER CALL SAUL)

MELHOR PERFORMANCE DE UM ATOR JUVENIL EM SÉRIE DE TV

  • KJ APA (RIVERDALE)
  • MILLIE BOBBY BROWN (STRANGER THINGS)
  • MAX CHARLES (THE STRAIN)
  • ALYCIA DEBNAM-CAREY (FEAR THE WALKING DEAD)
  • DAVID MAZOUZ (GOTHAM)
  • LILI REINHART (RIVERDALE)
  • CHANDLER RIGGS (THE WALKING DEAD)
  • COLE SPROUSE (RIVERDALE)

MELHOR ATOR CONVIDADO EM SÉRIE DE TV

  • BRYAN CRANSTON (PHILIP K. DICK’S ELECTRIC DREAMS)
  • MICHAEL GREYEYES (FEAR THE WALKING DEAD)
  • DAVID LYNCH (TWIN PEAKS: THE RETURN)
  • JEFFREY DEAN MORGAN (THE WALKING DEAD)
  • RACHEL NICHOLS (THE LIBRARIANS)
  • JESSE PLEMONS (BLACK MIRROR)
  • HARTLEY SAWYER (THE FLASH)
  • MICHELLE YEOH (STAR TREK: DISCOVERY)

MELHOR SÉRIE DE HORROR 

  • AMERICAN HORROR STORY: CULT
  • ASH VS EVIL DEAD
  • FEAR THE WALKING DEAD
  • PREACHER
  • THE STRAIN
  • TEEN WOLF
  • THE WALKING DEAD

Vale lembrar, The Walking Dead vem sendo o maior campeão da premiação desde 2013. Entre os já campeões dos últimos anos estão Andrew Lincoln, Melissa McBride, Chandler Riggs, Danai Gurira e a própria série.

A boa recepção da série na premiação pode trazer uma nova luz a série, que andou sofrendo alguns boicotes da crítica especializada na última temporada e meia.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.

Continue lendo

EM ALTA