Siga-nos nas redes sociais

Elenco

Emily Kinney fala como saiu de Nebrasca e chegou a ‘The Walking Dead’

Publicado há

em

O caminho de Emily ao estrelato parece um roteiro de Hollywood.

A menina da cidade pequena saiu de casa um dia depois de se formar em Nebraska Wesleyan e voou para Nova York por conta própria em 2006, com uma mala, sem emprego e sem apartamento – mas com o sonho de ser uma estrela.

Kinney, nativa de Wayne, ficou no sofá de um amigo, enquanto ela procurou em Craigslist (um site de classificados) por um apartamento e foi às ruas à procura de trabalho. Eventualmente, Kinney disse, ela conseguiu um emprego em uma loja de café e encontrou um apartamento que ela pudesse “quase pagar.”

Mas sua prioridade sempre foi atuar.

“Eu basicamente comecei apenas a ir para as audições – antes mesmo de eu ter um lugar para morar. Eu ia para audições a cada manhã”, disse Kinney.

Ela estava para ter, eventualmente, várias “pequenas oportunidades”, disse Kinney, em vários shows off-Broadway e papéis na televisão, incluindo um papel recorrente na série da HBO “The Big C” e um em “Law and Order: Special Victims Unit”.

Então Kinney foi escolhida para o elenco do musical da Broadway “Spring Awakening”, no verão de 2008.

“Isso foi provavelmente uma grande oportunidade só por ter me dado a capacidade de não ter que ter um emprego. Era mais estável – Fiz isso por sete ou oito meses, e eu pude economizar muito”, Kinney disse.

Menos de dois anos depois, o agente de Kinney lhe arrumou um teste para um papel recorrente em The Walking Dead. Depois de ler algumas cenas, Kinney recebeu um telefonema de volta: Ela havia sido escalada como Beth Greene em um dos dramas mais populares na TV a cabo.

Kinney disse que ela pode lembrar sua vida crescendo em Wayne para ajudar a trazer à vida o personagem de Beth – uma menina do campo de 17 anos que cresceu em uma família muito religiosa.

“Eu não cresci em uma fazenda, mas muitos dos meus amigos cresceram. (Beth) cresceu em um lar muito religioso, eu fui criada católica. Eu uso muito da minha própria experiência, como até mesmo quando ( Beth) está passando por um momento suicida. Obviamente, eu não estou lidando com um apocalipse zumbi ou nada nem perto disso, mas ainda assim eu tive momentos em que eu não sabia como seria o futuro e me perguntava se alguma coisa valia a pena “, disse Kinney.

Hoje, o futuro está definitivamente parecendo brilhante para Kinney, mesmo que seja difícil para seu personagem da televisão. Kinney já atuou em 24 episódios de The Walking Dead, e seu personagem sobreviveu a última temporada. Beth estará de volta para a quarta temporada, Kinney disse, embora o elenco não tenha recebido nenhum script ainda.

As filmagens começarão novamente em maio, Kinney disse. A série é filmada na Geórgia, o que significa que Kinney passa muito tempo longe de sua casa em Nova York.

“O legal sobre as filmagens na Geórgia é que estamos todos meio que distantes de nossas vidas. A maioria de nós não vive lá; vivemos em Los Angeles ou Nova York ou Londres ou qualquer outro lugar, por isso estamos lá apenas para o show e estamos meio que isolados de certa forma “, disse Kinney.

Ela passa a maior parte de seus fins de semana com os colegas membros do elenco Steven Yeun (Glenn) e Lauren Cohan (Maggie, irmã de Beth na série).

“Eles são as pessoas que são talvez mais próximas de mim na idade, e eu saio muito com eles. Somos todos muito próximos, e é realmente difícil quando alguém vai embora”, disse Kinney.

Trabalhar com os outros atores e os produtores é a melhor parte de estar no show, ela disse.

“Eu estou ficando exposta aos melhores atores – Andrew Lincoln (Rick Grimes) é tão bom, Scott Wilson (Hershel Greene) é como uma lenda, ele é um grande ator. Ele torna o padrão muito alto, e isso me faz uma melhor artista e atriz”, disse Kinney.

Entretanto ela não pode dizer com certeza quanto tempo o seu personagem vai viver – a contagem de corpos em The Walking Dead é notoriamente alta – e Kinney está trabalhando em outros projetos no momento.

“Eu estou trabalhando em um álbum e apenas tentando terminar o quanto for possível antes de voltar para Geórgia. Porque quando estamos filmando, esse é o meu foco, é difícil fazer qualquer outra coisa”, Kinney disse.

Fãs de The Walking Dead devem se lembrar que Kinney teve algumas cenas em que ela canta, o que não é apenas uma parte importante da vida de Beth, mas de Kinney também.

“Eu sou compositora, e isso está se tornando mais e mais uma parte da minha vida. Começou quando eu não tinha qualquer trabalho atuando, você sabe, só por diversão. Agora eu tenho tantas músicas, e eu tenho gravado durante toda a (última) semana “, disse Kinney.

Ela começou a cantar quando criança em feiras no Nebraska, e agora Kinney está para lançar seu primeiro álbum, “Expired Love”, em um futuro próximo. Ela pode ser encontrada frequentemente tocando suas músicas com sua banda no Rockwood Music Hall, em Nova York, assim como em cafés de hotel, ela disse.

“Eu também estive em um filme que foi muito bem em Sundance (Festival de Cinema) chamado “Concussion”. Eu tive um pequeno papel nele, mas eu estou realmente animada pelo fato de as pessoas poderem vê-lo porque é realmente um grande filme “, disse Kinney.

Embora ela tenha muito em seu prato, Kinney disse que ela sente falta de Nebraska, especialmente sua cidade natal, Wayne.

“Sempre que é verão, me faz pensar em ir às feiras, ir ao Demolition Derby e Chicken Days, todos esses tipos de festas que eram muito divertidas quando eu era criança. Não há nada parecido com isso aqui. Pode haver feiras de rua em Nova York, mas há tantas pessoas, e não é o mesmo de quando é a comunidade e você conhece todos. Aqui é diferente “, disse ela.

Fonte: The Norfolk Daily News
Tradução: Nat Price (Staff Walking Dead Brasil)

Publicidade
Comentários

EM ALTA