Siga-nos nas redes sociais

2ª Temporada

Chandler Fala Sobre ser um Pequeno Assassino de Zumbis

Publicado há

 

em

Chandler Riggs tinha só 10 anos quando foi testado para o papel do personagem Carl Grimes de The Walking Dead. A primeira ordem do trabalho – ir até a banca de jornal para descobrir no imenso negócio em que estava se metendo.

Contém Spoilers da HQ de The Walking Dead!

Acontece que realmente era um negócio imenso. Muito antes de se tornar o sucesso na AMC, a série de quadrinhos apocalíptica de Robert Kirkman tinha um exército de fãs com suas edições, que já eram um sucesso de vendas. Mas esses não eram os quadrinhos com os quais Riggs estava acostumado – eram sombrios, gráficos, e não eram gentis com muitos personagens, incluindo com as crianças.

“Eu não tinha ideia (sobre os gibis),” afirma Riggs, agora com 12 anos, por telefone, de Atlanta. “Quando fiz o teste, nós descobrimos que havia a série de quadrinhos, e eu fui à loja de quadrinhos locais para conferir… e adorei. Nós descobrimos, então, que provavelmente haverá muitas cenas na série.”

Mesmo enquanto estavão gravando as duas primeiras temporadas, Riggs continuou lendo os quadrinhos. Isso o aproximou dos eventos problemáticos na octagésima terceira edição, na qual o seu personagem leva um tiro no rosto após uma luta contra um zumbi particularmente asqueroso e fica à beira da morte. Carl eventualmente se recupera posteriormente, mas por um angustiante mês, Riggs achou que o personagem seria eliminado da série.

E se a série seguisse os quadrinhos…

“Eu li até a nonagésima edição na qual eu descobri que iria viver após terem atirado no meu rosto,” ele diz. “Provavelmente terei que usar um tapa-olho.”

“Foi muito esquisito para mim porque, conforme a história prosseguia, Carl ficava muito parecido comigo. Acho que isso me ajuda bastante com meu personagem. O Carl da primeira e o Carl da segunda temporada são muito diferentes.”

Com as gravações da terceira temporada em andamento, é seguro dizer que Carl estará por perto por mais tempo. É possível argumentar que The Walking Dead seja verdadeiramente a história do Carl, e é provável que ele seja o último sobrevivente até o eventual fim. Isso torna Riggs um dos personagens mais importantes na 2ª série mais assistida na TV (perdendo apenas para Jersey Shore).

Isso é muita pressão quando você ainda precisa fazer o dever de casa na maioria das noites. Mas Riggs não é nenhum novato no assunto – ele tem atuado desde que tinha quatro anos, participando de filmes como Segredos de um Funeral e Jornada pela Justiça. Ele está agora tão ocupado que estuda virtualmente em casa, o que lhe dá mais tempo para eventos divertidos de TWD, como convenções de quadrinhos. Ele não simplesmente participa delas. É uma de suas maiores atrações.

A próxima é a Niagara Falls Comic Con, no dia 9 de junho, no Scotiabank Convention Centre, onde ele dará autógrafos ao lado de pilares da cultura pop, como Burt Ward, Bret Hart e Robert Picardo.

“Eu já participei de umas 30 comic cons (e) eu realmente adoro,” ele afirma. “Eu posso ver o que os fãs pensam sobre a série, qual a reação deles diante do que está acontecendo, e o que eles imaginam que acontecerá a seguir. É muito legal.”

“Elas são muito divertidas porque às vezes os fãs trazem presentes para mim também. Coisas de videogames que eu adoro.”

Depois de um início lento que testou a paciência de vários fãs, a segunda temporada de The Walking Dead teve um grande final com a morte de dois personagens principais, a maior invasão zumbi do seriado, e a promessa de dois grandes fatores na terceira temporada: o cenário da prisão, e a personagem feminina Michonne, hábil com o uso de espadas.

Ansiosos por qualquer boato, os fãs estão constantemente perguntando a Riggs o que virá a seguir. Ele precisa ser cuidadoso – mesmo durante a entrevista, ele faz uma pausa após revelar um spoiler e diz, “Eu provavelmente não deveria ter contado isso. Mas uma coisa é certa – não há nenhum membro do elenco que esteja a salvo. Isso dificulta as coisas quando você desenvolve amizades no set”, diz Riggs.

“É meio difícil para mim. Quando Amy (Emma Bell) foi mordida, ela era uma boa amiga da gente. E Dale (Jeffrey DeMunn), quando ele foi mordido e teve que sair da série… foi muito difícil para todos nós.”

Uma coisa fácil, no entanto, é que o seriado é gravado na Georgia. Riggs, que nasceu em Atlanta, nunca está longe de casa.
“Andrew Lincoln, o cara que intepreta o Rick, ele é da Inglaterra. Ele precisa pegar um avião e atravessar o oceano para gravar o seriado.”

Para Riggs, isso deixa mais tempo para ficar com seus amigos no shopping e nas máquinas de videogame – algo que ficou mais difícil de fazer quando o seriado se tornou mais popular.

“Durante a segunda temporada, era desse jeito. Mas onde eu moro, todos sabem que estou aqui. Eu estive no jornal local cinco vezes! Então um monte de gente sabe quem eu sou e que eu estou aqui.”


Fonte: Niagara Falls
Tradução: Lalah / Staff WalkingDeadBr

Publicidade
Comentários

EM ALTA