Siga-nos nas redes sociais

Walking Dead Brasil

“Area 51” – AMC Fechou Contrato para Começar a Criação do Roteiro

Publicado há

em

Série sobre os trabalhadores da “Area 51” virá logo depois do último ato de Walter White

Se você acha que o Armagedom ainda está muito longe pra você, agora que “Breaking Bad” e “Mad Men”, da AMC, estão chegando ao fim, deixe de lado o kit de sobrevivência.

Há algo pelo que viver, afinal.

A AMC fechou um contrato essa semana para começar a criação do roteiro para a nova série “Area 51”, baseada no best-seller de mesmo título escrito por Annie Jacobsen.

Já à bordo do projeto “Area 51” estão Gale Anne Hurd (“The Walking Dead”), como produtora executiva, Todd E. Kessler (“The Unit”, “The Good Wife”, “Rome”), como escritor, e Jacobsen, como co-produtora.

Se você não sabe o que é Área 51, então você com certeza não foi abduzido por alienígenas (do tipo espacial, não aqueles que cruzam a fronteira) desde aquele acidente em Roswell há 65 anos atrás.

Área 51 é um pedaço remoto, secreto e com alta segurança da Base da Força Aérea  em Nevada – onde, dizem por aí, os militares mantém criaturas alienígenas vivas/mortas, bem como pedaços de discos voadores recuperados no local do acidente de Roswell em 1947.

Os oficiais do governo defendem que a Área 51 é apenas uma área de testes onde armas e aeronaves são desenvolvidas.

Em 25 de Julho, Joe Stillerman, chefe da programação da AMC, disse que acha que a série “Area 51” vai se manter mais fiel ao livro de não-ficção de Jacobsen do que da ficção científica. Isso significa: menos “ET” e mais CIA.

“A Gale nos trouxe o livro e amamos a maneira como o mesmo apresenta uma história oral do lugar. Ela está nessa onde de coisas futuristas/tecnológicas.”

A série, que se passa na era de 1950/60, vai focar nos trabalhadores da Área 51, que protegem os segredos mais profundos e obscuros da América – incluindo os destroços da nave “alienígena” de Roswell – e como eles se infectaram com a paranóia da Guerra Fria.

Estou pensando em algo como um Don Draper militar.

Jacobsen defende em seu livro que os alienígenas encontrados no local do acidente de Roswell não eram de outro planeta, mas terríveis resultados dos experimentos americanos em seres humanos.

Ela acredita que o acidente não sinalizou uma invasão alienígena, mas o início da Guerra Fria.

Já há pilotos sendo filmados para “Low Winter Sun”, uma série sobre um assassinato misterioso envolvendo policiais e criminosos, estrelando James Ransone e Mark Strong (que estava na versão britânica da série); e para um thriller sobre moral, ética, política e advogados ainda sem título. Falamos sobre paradoxos enfileirados.

Essas series poderão, algum dia, substituir “Mad Men” e “Breaking Bad”?

Os gênios malignos da AMC foram inteligentes o bastante para agarrar “Mad Men” depois que a HBO a recusou, “Breaking Bad” depois da rejeição no FX, e “The Walking Dead” depois do descarte da NBC. Então, acredite.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA