Siga-nos nas redes sociais

Universo Zumbi

Os 10 países mais seguros durante um Apocalipse Zumbi

Quando o apocalipse zumbi começar você vai querer estar em um desses países. Confira a lista!

The Walking Dead BR

Publicado há

em

Estar preparado para o Apocalipse Zumbi é um ponto positivo, mas viver nos países listados abaixo são mil pontos na frente de muita gente.

A análise dos países com maior probabilidade de resistir a uma pandemia global de zumbis foi feita pelo site Howcast e levou em consideração dezenas de fatores diferentes, incluindo densidade populacional, clima, topografia, taxa de posse de armas, capacidade militar, recursos naturais e infraestrutura pública. É importante notar que apenas as nações com uma população superior a 5 milhões foram incluídas neste estudo, e a explicação para cada classificação abaixo é apenas um breve destaque do que foi considerado.

Alerta de spoiler: Brasil não está na lista.

10º – SUÉCIA

Uma população favoravelmente pequena e muitas defesas naturais fazem a Suécia ocupar o décimo lugar. Sua força militar é bem treinada, bem equipada e focada em defesa nacional.

9º – ARGENTINA

Oitavo maior país do mundo em área territorial, a Argentina está espremida entre os Andes e o Oceano Atlântico. Só sua urbanização não permite que o país esteja melhor posicionado nessa lista.

8º – FINLÂNDIA

Os finlandeses tiveram a sorte de estarem cercados por outros países considerados mais seguros contra os zumbis e ainda por cima possuem uma baixa densidade populacional, fazendo com que eles conquistem o oitavo lugar nesse ranking.

7º – NORUEGA

Ganhadores de muitas medalhas de ouro nas Olimpíadas de Inverno de 2010, os noruegueses mostraram que sabem prosperar nas condições mais geladas. Terras cobertas de neve e baixa população são uma receita de sobrevivência (já que especialistas acreditam que na neve os zumbis congelam).

LEIA TAMBÉM:
Cientistas americanos fazem descoberta e podem ter criado um zumbi de verdade
Confira mais notícias e curiosidades sobre o Universo Zumbi

6º – BOLÍVIA

Com montanhas para se proteger dos vizinhos e a pior economia da América do Sul, a Bolívia está acostumada a se virar sem conveniências modernas o que pode lhe gerar habilidade de se defender sozinha.

5º – CAZAQUISTÃO

Terreno irregular e uma baixíssima densidade populacional são fatores chave para a sobrevivência.

4º – RÚSSIA

Baixa densidade populacional, enormes barreiras territoriais e uma população eficaz em situações de conflito dão à Rússia o quarto lugar. Se os nazistas não conseguiram conquistar Leningrado, não existe razão para pensar que os zumbis conseguirão.

3º – ESTADOS UNIDOS

Apesar de muito mais populoso que qualquer país no top cinco, os EUA possuem cidadãos armados e mais prontos para a batalha do que muitos outros.

2º – CANADÁ

Também com cidadãos armados, o Canadá possui muito espaço ao norte do país para ser ocupado quando a coisa pegar fogo. E lembrando: quando mais ao norte, mais gelado. Quando mais gelado, melhor.

1º – AUSTRÁLIA

A Austrália ocupa o primeiro lugar devido a sua baixa densidade populacional e por ser um enorme fosso, cercado pelo mar por todos os lados. Como já demonstrou durante a gripe espanhola, em que 25 milhões de pessoas morreram ao redor do mundo, bastou fechar seus portos e tudo ficou bem na Austrália.

Qual desses países você gostaria de estar em caso de um apocalipse zumbi? Comente abaixo!

Continue lendo
Publicidade
Comentários

Universo Zumbi

Tigre zumbi é destaque no eletrizante trailer de Army of the Dead

Army of the Dead, do renomado diretor Zack Snyder (Madrugada dos Mortos), estreia na Netflix em 21 de maio. Confira o trailer legendado.

Rafael Façanha

Publicado há

em

Tigre Zumbi no trailer do filme Army of the Dead

Army of the Dead (Exército dos Mortos, em tradução livre), o novo filme apocalíptico do renomado diretor Zack Snyder (Madrugada dos Mortos, Liga da Justiça) para a Netflix, acaba de ganhar seu primeiro trailer.

Army of the Dead: Invasão em Las Vegas (título nacional oficial) é ambientado em Las Vegas após um surto zumbi deixar a cidade em ruínas. Scott Ward (Dave Bautista), um desabrigado de Vegas e ex-herói da guerra zumbi que agora vende hambúrgueres nos arredores da cidade, é abordado pelo magnata dos cassinos Bly Tanaka (Hiroyuki Sanada) com uma proposta tentadora: invadir a cidade cheia de zumbis para roubar 200 milhões de dólares de um cofre antes de o governo bombardear Vegas em 32 horas.

Motivado pela esperança de que a recompensa possa ajudar na reconciliação com sua filha, Kate (Ella Purnell), Ward assume o desafio e monta uma equipe de especialistas para o grande roubo. Entre eles: Maria Cruz (Ana de la Reguera), uma mecânica de primeira e velha amiga de Ward; Vanderohe (Omari Hardwick), uma máquina de matar zumbis; Marianne Peters (Tig Notaro), uma piloto de helicóptero um tanto quanto cínica; Mikey Guzman (Raúl Castillo), um influenciador do tipo “é tudo ou nada”, e sua amiga inseparável Chambers (Samantha Win); além de Martin (Garret Dillahunt), o chefe de segurança do cassino; uma guerreira durona conhecida como Coyote (Nora Arnezeder), que recruta Burt Cummings (Theo Rossi), um segurança não muito confiável; e por fim um brilhante arrombador de cofres alemão chamado Dieter (Matthias Schweighöfer).

Ward se depara com um obstáculo emocional quando Kate se junta à expedição para procurar Geeta (Huma Qureshi), uma mãe que desapareceu. Com o tempo passando, um cofre notoriamente difícil de abrir e uma horda de zumbis mais inteligente e rápida se aproximando, apenas uma coisa é certa no maior roubo já tentado: os sobreviventes ficam com tudo.

Snyder revelou em recente entrevista que está orgulhoso do seu trabalho no filme e prometeu muita ação, sangue, cores neon e diversão.

Army of the Dead estreia na Netflix em 21 de maio.

Trailer de Army of the Dead

Pôster de Army of the Dead

Continue lendo

Universo Zumbi

Netflix confirma série live-action de Resident Evil

A Netflix confirmou oficialmente que está desenvolvendo uma série live-action de Resident Evil em parceria com a Constantin Film.

Rafael Façanha

Publicado há

em

Depois de muitas especulações, a Netflix anunciou oficialmente hoje (27) o desenvolvimento da série live-action de Resident Evil.

A aclamada franquia de jogos de terror ganhará uma história inédita em 8 episódios de 1 hora cada. O primeiro episódio, intitulado de “Welcome to New Raccoonn City” (Bem-vindos a New Raccoon City), foi escrito por Andrew Dabb (Supernatural) e dirigido por Bronwen Hughes (The Walking Dead, 13 Reasons Why).

A produtora e distribuidora alemã Constantin Film, que está por trás dos filmes de Resident Evil, ficará responsável pela produção.

De acordo com o REVIL, no site oficial da franquia, a Capcom deu mais detalhes sobre o live action e diz que a história correrá em dois arcos temporais. Na primeira delas (um passado), a história gira em torno de duas irmãs, Jade Wesker e Billie Wesker, de 14 anos, que se mudaram recentemente para a Nova Raccoon City. As irmãs Wesker vivem uma vida normal, até que começam a perceber que a realidade da cidade não é bem aquela e acham que o seu pai esconde algo. E esse algo é o que aparentemente levará o mundo à ruína.

O segundo arco temporal se passa no futuro, depois de mais de dez anos desse início. Existem menos de 15 milhões de “humanos” no planeta. Mais de 6 bilhões, entre humanos e animais, vão estar infectados pelo T-vírus. Nesse novo mundo, Jade, já com 30 anos, lutará pela sobrevivência enquanto enfrenta o seu próprio passado com os mistérios dela, da irmã e do pai.

A franquia de filmes Resident Evil, lançada em 2002, consiste em seis filmes produzidos pela Constantin e distribuídos pela Screen Gems. Ao todo a franquia já acumulou cerca de 1,2 bilhão de dólares mundialmente e é classificada como a série de filmes baseadas em um videogame de maior bilheteria.

Informações sobre o elenco e data de lançamento da série ainda estão sendo mantidas em sigilo.

Continue lendo

Universo Zumbi

Resident Evil 8 Village | Novo jogo da franquia é anunciado e ganha trailer eletrizante

Confira o trailer de Resident Evil 8 Village divulgado pela Capcom durante o anúncio do PlayStation 5.

Rafael Façanha

Publicado há

em

lobisomem furioso em Resident Evil 8 Village

Durante o evento de apresentação do PlayStation 5 foi anunciado Resident Evil 8: Village, próximo capítulo da clássica franquia de jogos de zumbis. O game tem previsão de lançamento para 2021, de acordo com a gameplay exibida.

O vídeo reforça uma série de vazamentos que já haviam sido divulgados. O jogo será em primeira pessoa, com a presença de lobisomens e cenário europeu. Outra confirmação é a de que Chris Redfield será possivelmente o vilão do game e voltará a ter seu design antigo. Confira a gameplay:

O próximo capítulo da franquia de terror seguirá os passos de Resident Evil 7 (lançado em 2017 e possui versões de PS4, Xbox One, PC e Nintendo Switch), a perspectiva será em primeira pessoa. Assim, abandona-se o padrão anterior de perspectiva em terceira pessoa.

Resident Evil, se você não conhece, é uma série de horror de sobrevivência que estreou em 1996 e desde então se tornou uma franquia multimídia com filmes, livros e muito mais. Não é apenas a série mais vendida da Capcom de todos os tempos, mas também é uma das séries de videogame mais vendidas. Foi uma das maiores séries da Capcom ao longo dos anos, ao lado de Mega Man, Street Fighter e Monster Hunter.

Resident Evil 8: Village estará disponível para PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series X e PC somente em 2021.

Continue lendo

EM ALTA