Siga-nos nas redes sociais

Entrevista

[WDBr Entrevista – Elenco] Chandler Riggs (Carl Grimes)

Publicado há

em

EMOÇÃO! Não poderia começar esse post com uma palavra diferente! Gostaria de dizer que estou muito feliz por ver o WalkingDeadBr crescendo, cada dia mais! Nossa conquistas, promoções, parceiros, visitantes! Quero agradecer a todos vocês que fazem o WDBr ser o que ele é! Mas vamos ao que interessa. Vocês sabem que nossa Staff não para, não é? Pois bem! Conseguimos uma entrevista exclusiva com o jovem ator, Chandler Riggs, o Carl! Ele nos revela como foi conseguir um papel na série, como está sua vida hoje e muito mais! Além de uma SUPER, homenagem no final da entrevista! CONFIRAM! *O*

– Inglês –

WalkingDeadBr: You started your acting career in 2009 in the movie “Get Low”, along with two beloved actors in the film, Bill Murray and Robert Duvall. How was acting with these “masters”?

Chandler Riggs: I had an amazing time because they are such great actors. Mr. Duvall autographed a shell casing from the rifle he shot at me.

WDBr: How would you define the determinations of Chandler Riggs? What are your ideal future, since he started working soon. How is the run studies / work?

CR: Basically, I want to act and would like to continue in tv and movies. It was tough when school started back in August and the days off on the set changed. I had a lot of schoolwork to make up. Now I am home schooled so it should be much easier for season 2.

WDBr: Do you enjoy movies with the undead? Was already on the case before
series? If yes, what are your favorites?

CR: I loved zombie movies even before I was in The Walking Dead. My favorites are 28 Days Later, Shaun of the Dead, Zombieland.

WDBr: About the comics, did you know? Following closely the unfolding of history and seeing how it is forming the fate of Carl and his family?

CR: I knew about the comics before the final callback. We went to our local comics store and read them. It is cool to read ahead and predict what may happen on the show.

WDBr: What would be the biggest fear of Carl?

CR: Probably after a while, himself. He could really change in that messed-up world…and not be a nice person.

WDBr: In the scene where the zombies invade the camp, “Vatos” there was lots of action … For you, as that record rush to escape the zombies?

CR: We all could not wait until that night- it was very loud, we had earplugs in, and for some of us, it was the first time seeing the zombies. It was incredibly awesome and fun.

WDBr: Where did the invitation or the desire to join the cast of The Walking Dead and represent a character as important as Carl?

CR: First my agent gave us the script to learn, then my mom worked with me on it, I went on tape a couple of times, then got to meet Frank Darabont and a week later, they called to let us know I had the part.

WDBr: A lot of responsibility, strength and determination are developed at the Carl
comics, however, the series has not shown anything. If this occurs in
future, you think you will be able to convey all this?

CR: Definitely. I hope I get the chance to do more in the second season and I think I will do O.K. Getting to work with such a great cast is amazing. Everyone really feeds off of the energy and it really pulls you into the scenes when everyone is so into their character.

WDBr: How is your life today, after the success that the series is gaining every day?

CR: Not much different, except for autographing stuff, interviewing, and homeschooling. I still go on auditions for movies and other parts. I like playing my XBox, mountain biking, and playing guitar a little.

WDBr: Proposal has already received some great after The Walking Dead? Have a plan for the future with respect to your career?

CR: Hopefully The Walking Dead will last a few years and help me land other roles as I get older. I would like to do more movies during the off-season, but have not gotten any other roles yet.

WDBr: Last but not least, would you please send a “hi” to your brazilian fans, sending a video or a photo, recommending our the best brazilian fansite (www.walkingdeadbr.com)?

CR: Here you go:

Support the Chandler Riggs College Fund.

You bet; Hey you guys! STAY CALM, STAY ALIVE, STAY HUMAN!!! And thanks to all of you for watching!

WDBr: Thank you for care and attention that you’ve givven to Walking Dead fans! We in Brazil wish you very much success!!

– Tradução –

WalkingDeadBr: Você começou sua carreira de ator em 2009 no filme “Get Low”, junto com dois atores muito queridos no cinema, Bill Murray e Robert Duvall. Como foi contracenar com esses “mestres”?

Chandler Riggs: Foi incrível porque eles são atores muito bons. Senhor Duvall autografou uma cápsula de bala do rifle com o qual ele atirou em mim.

WDBr: Como você definiria as determinações de Chandler Riggs? Quais são seus ideais futuros, já que começou a trabalhar tão cedo. Como está a correria estudos/trabalho?

CR: Basicamente, eu quero atuar e gostaria de continuar com televisão e filmes. Foi duro quando voltei à escola em agosto e os dias de folga da gravação mudaram. Eu tinha muitas atividades da escola para compensar. Agora eu sou ensinado em casa então deve ser muito mais fácil na segunda temporada.

WDBr: Você curte filmes de mortos-vivos? Já estava por dentro do assunto antes da série? Se sim, quais são seus favoritos?

CR: Eu amava os filmes de zumbis antes mesmo de estar em The Walking Dead. Meus favoritos são Extermínio, Todo Mundo Quase Morto, Zumbilândia.

WDBr: Sobre as histórias em quadrinhos, você já conhecia? Esta acompanhando o desenrolar da história e vendo como está se formando o destino de Carl e sua família?

CR: Eu sabia dos quadrinhos antes da confirmação final. Nós fomos à nossa loja local de quadrinhos e as lemos. É legal ler adiante e prever o que pode acontecer na série.

WDBr: Qual seria o maior medo de Carl?

CR: Provavelmente depois de algum tempo, ele mesmo. Ele poderia mudar muito naquele mundo bagunçado…e não ser uma boa pessoa.

WDBr: Na cena em que os zumbis invadem o acampamento, em “Vatos”, houve muita ação… Pra você, como foi gravar naquela correria para fugir dos zumbis?

CR: Nós todos mal podíamos esperar por aquela noite – foi muito barulhento, usávamos tampões de ouvido, e para alguns de nós, foi a primeira vez vendo os zumbis. Foi incrivelmente impressionante e divertido.

WDBr: De onde surgiu o convite ou a vontade para entrar no elenco de The Walking Dead e representar um personagem tão importante como o Carl?

CR: Primeiro meu agente nos deu o roteiro para estudar, então minha mãe me ajudou nisso, eu fiz alguns testes, e depois acabei conhecendo Frank Darabont e uma semana depois, eles nos ligaram para nos informar que o papel era meu.

WDBr: Muita responsabilidade, força e determinação desenvolvem-se no Carl dos quadrinhos, porém, a série ainda não mostrou nada disso. Caso isso ocorra no
futuro, você acha que conseguirá transmitir tudo isso?

CR: Certamente. Eu espero conseguir a chance de fazer mais na segunda temporada e eu acho que vou me sair bem. Trabalhar com um elenco tão bom é incrível. Todos realmente alimentam a energia e isso te joga mesmo para dentro das cenas quando todos estão dentro de seus personagens.

WDBr: Como está sua vida hoje, depois do sucesso que a série vem ganhando a cada dia?

CR: Não muito diferente, exceto pela coisa dos autógrafos, entrevistas, e ensino doméstico. Eu ainda faço testes para filmes e outros papéis. Eu gosto de jogar no meu Xbox, andar de bicicleta, e tocar um pouco de violão.

WDBr: Já recebeu alguma proposta grande após The Walking Dead? Tem algum plano para o futuro com relação à sua carreira?

CR: Espera-se que The Walking Dead dure alguns anos e me ajude a conseguir outros papéis conforme eu for crescendo. Eu gostaria de fazer mais filmes durante o intervalo da temporada, mas ainda não consegui nenhum papel.

WDBr: Por último mas não menos importante, você poderia por favor enviar um “oi” para seus fãs brasileiros, por envio de um vídeo ou uma foto e recomendar o melhor fansite brasileiro (www.walkingdeadbr.com)?

CR: Aqui vai:

Apoiem o Chandler Riggs College Fund.

Pode apostar que sim;  Ei, pessoal! FIQUEM CALMOS, FIQUEM VIVOS, PERMANEÇAM HUMANOS! E obrigado a todos vocês por assistirem!

WDBr: Obrigado pelo carinho e atenção que você tem dado aos fãs de The Walking Dead!  Nós do Brasil lhe desejamos muito sucesso!

Créditos: Rafael, Gabriel, Ramone, Thiago e Rodrigo Paim!
Legendas: Rodrigo Paim

Publicidade
Comentários

EM ALTA