Siga-nos nas redes sociais

4ª Temporada

Dissecando o episódio S04E05 “Internment”: Steven Yeun sobre Glenn: “Ele é um homem com um propósito agora”

Publicado há

 

em

ATENÇÃO: Esta matéria contém spoilers do quinto episódio da quarta temporada, “Internment” (Internamento).

Depois de uma semana fora da prisão, The Walking Dead voltou para a comunidade cercada de grades, com um episódio envolvendo ameaças dentro das celas e as cercas da prisão.

Antes que o grupo de Daryl (Norman Reedus) retornasse, Hershel (Scott Wilson), Glenn (Steven Yeun) e Sasha (Sonequa Martin – Green) são encarregados de cuidar de um doente, vendo as pessoas do grupo rapidamente diminuir a medida que o vírus se espalha e mata vários outros doentes. Com Glenn e Sasha doentes, o líder do conselho foi forçado a matar seu primeiro zumbi e cuidar do seu genro, enquanto todos estavam virando zumbi.

Enquanto isso, Rick (Andrew Lincoln) se junta ao seu filho Carl (Chandler Riggs) para conter uma horda de walkers que tinham quebrado a cerca enfraquecida, entrando na prisão. É um convite preocupante para Rick, que ensina seu filho a usar uma arma semi-automática e derrubam a horda lado a lado.

Após o grupo de Daryl retornar com os medicamentos para salvar a vida de Glenn e as ameaças internas e externas serem resolvidas, Hershel envia o caipira adorável para conversar com Rick sobre o paradeiro de Carol (Melissa McBride) e logo após a câmera se afasta e revela o Governador (David Morrissey) espreitando a prisão.

The Walking Dead _ Season 4, Episode 5 - Photo Credit: Gene Page/AMC

O Hollywood Reporter foi até Yeun para dissecar o episódio e prever o que vem pela frente. Confira abaixo:

The Hollywood Reporter: Qual foi sua primeira reação ao ler o roteiro desse episodio? Você estava preocupado com seu futuro na série – especialmente depois de ver Carol sendo expulsa?

Steven Yeun: Foi uma loucura! Eu tinha que ter essa conversa – lembro-me de ter visto isso acontecer e quase entrei em pânico, mas todo mundo teria me falado se caso eu tivesse que sair. Eu pensei “Oh, ótimo. É isso!”, mas acabou que me deixaram doente por algum tempo. Nosso maquiador fez todo mundo ficar horrível. Antes de cada take, eu tossia miseravelmente por 30 segundos até que eles começavam a filmar apenas para eu ficar horrível por mais tempo. Foi muito divertido!

The Hollywood Reporter: Como essa experiência de quase morte de Glenn irá muda-lo daqui pra frente? Será que ele vai continuar sendo tão cauteloso?

Steven Yeun: O arco de Glenn é interessante porque há um monte de coisas que aconteceram nas temporadas passadas que podem insinuar que ele aprendeu e cresceu para ser uma espécie de “homem mau”. Mas se você realmente pensar sobre o passado e o que Glenn passou antes do apocalipse, ele era um garoto que fazia o que mandavam – talvez por seus pais ou pela sociedade – ele estava sempre tentando não ir contra a corrente e não se esforçar. Ele apenas concordou com o que a sociedade lhe disse que ele ia ser. Agora, ele nunca teve um propósito verdadeiro, mas ele vai em frente, ele percebeu que pode ser útil. Em seguida, ele encontra Maggie (Lauren Cohan) e encontra um propósito de amor, estar com a família, como um guardião e como amante. Estas são todas as coisas que ele quer manter desesperadamente, e é por isso que em episódios anteriores ele era cauteloso. Ele vê a morte como algo a se correr contra e é esse medo que o impede de morrer. Você vê Glenn desafiando Hershel quando ele diz: “Quanto tempo até que todos estejam mortos? Estamos sendo mortos por uma gripe?” Glenn fala isso porque Hershel tem uma presença tão forte e ele é tão resistente que vai enfrentar esses terríveis pesadelos, independente de saber se ele vai ficar doente ou não, porque ele vai fazer o seu dever que é cuidar das pessoas que ele ama. O que ressoa em Glenn, para seguir em frente, não é uma forma particularmente super cuidadosa de ver as coisas, mas a luta por coisas que são importantes, independente do que acontecer com ele.

The Hollywood Reporter: Para onde Maggie e Glenn irão, agora que ela o viu à beira da morte?

Steven Yeun: Sua viagem a partir de agora é a solidariedade. Eles têm trabalhado tão duro para conseguir essa segurança que eles achavam que tinham, e eles estão trabalhando duro para viver uma vida normal o mais rápido possível. Seu objetivo é continuar a fazer disso uma realidade.

The Hollywood Reporter: Maggie consolou Lizzie no final do ataque e ela foi fundamental para ajudar a salvar Glenn. Na ausência de Carol, poderia Maggie e Glenn cuidarem de Lizzie? Seria um paralelo a sua historia nos quadrinhos, com a adoção de Sophia após a morte de Carol.

Isso é definitivamente uma possibilidade. O cuidado e a espera de Glenn se estendem além de Maggie. Ela é o núcleo e claramente representante dessa missão na vida dele, mas é um grande passo para voltar a ter humanidade e querer construir algo a partir de agora. Ele é um homem com um propósito agora, ele tem um significado em sua vida e é isso que ele está tentando valorizar.

The Walking Dead _ Season 4, Episode 5 - Photo Credit: Gene Page/AMC

The Hollywood Reporter: O Governador está do lado de fora da prisão. Há quanto ele está espiando o grupo?

Steven Yeun: Eu não tenho certeza. Ele sempre teve uma ideia de onde era a prisão porque talvez ele já tenha estado lá antes. Talvez ele precise se reagrupar, ou talvez ele precisasse pensar em algo? Veremos!

The Hollywood Reporter: Será que é errado especular que talvez o Governador tenha colocado os ratos para alimentar os zumbis para chamar atenção do grupo para fora da prisão? Nossa teoria é que ele e Bob (Larry Gillard Jr.) estão trabalhando juntos.

Eu não acho que isso esteja errado, isso seria definitivamente uma possibilidade. Cada ângulo é uma possibilidade nesse show. Você nunca sabe. Nós não sabemos muito sobre Bob e todas as novas pessoas que encontramos. O interessante é que ainda há muito afeto nesse grupo. Continuamos a estender a mão para os outros, mesmo que ela tenha sido queimada várias vezes. Essa é a ressonância da humanidade que ainda existe nessas pessoas, de que não pode existir pessoas fora desse grupo.

The Hollywood Reporter: Há dois episódios focados no Governador chegando. O que podemos esperar? Como o Governador mudou?

Steven Yeun: Os dois episódios do Governador são completamente necessários. Esta é uma temporada de construção de mundos e esses dois episódios vão contribuir para isso.

The Hollywood Reporter: Hershel realmente salvou o dia, mas fazer aquilo teve um preço: ter que matar seu primeiro walker. Como isso irá afeta-lo? Essa cena final é tão dolorosa.

Steven Yeun: Hershel é a personificação da esperança, ele é a esperança em si. Um homem que ainda está aguentando tudo, e ele está constantemente lutando com o fato desses seres humanos que viraram zumbis ainda são seres humanos e que devemos preservar isso? Pudemos vê-lo lutar sobre isso na 2ª temporada, e ele aprendeu um pouco sobre isso, mas ele ainda tem que escolher entre a humanidade e o completo caos. Ele tenta inclinar-se para a humanidade e se tornar líder a frente disso. Ele influencia muita gente. Glenn olha para Hershel como ele sendo a voz da razão e alguém para se inspirar. Dale (Jeff DeMunn) era isso para Glenn, inicialmente. Glenn é interessante porque ele absorve uma grande quantidade de ideias e mantras das pessoas- mas só se for algo a favor de sua essência. Ele não sabe qual é a sua essência, mas como ele encontra nas pessoas, ele atrai coisas especificas para si e isso são coisas que o ajudam a seguir em frente, apesar da vida ser horrível. Glenn passou por bastante coisa, a cada temporada, Glenn comeu um monte de merda (risos). Ele é um cara resistente e vê as pessoas enfrentando a luta, e ele sabe que pode fazer isso também.

The Walking Dead _ Season 4, Episode 5 - Photo Credit: Gene Page/AMC

The Hollywood Reporter: Bob está ajudando a tratar todos que estão sofrendo com a gripe. Será este o fim do enredo da doença – pelo menos dentro dos limites da prisão?

Steven Yeun: Você nunca sabe. A gripe definitivamente ainda desempenha um papel, você não fica curado imediatamente – mesmo se você tiver medicamentos, é preciso um tempo para se recuperar. Um monte de coisas ainda vão acontecer.

The Hollywood Reporter: Maggie e Hershel pareciam apoiar a decisão de Rick sobre Carol. Como Glenn – e Daryl – poderão responder?

Steven Yeun: Neste momento, nenhum deles sabe, e vai ser interessante ver como tudo irá refletir lá fora.

The Hollywood Reporter: Rick alistou Carl para lutar contra os zumbis na cerca ao seu lado, uma experiência decepcionante. Será que a capacidade de Carl para lutar o assusta? Para onde eles irão depois disso?

Steven Yeun: Isso serve para mostrar que tipo de mundo esses personagens vivem. Para muita gente, eles tem que crescer como as pessoas são, mas todas as regras dessa sociedade foram arrancadas. Nós voltamos agora aos nossos instintos e necessidades, e quando isso acontece, você não pode colocar um garoto para fora. Você não pode contar com Carl para tudo. Há crianças-soldados que são provavelmente mais jovens que ele. Eu tenho certeza que ele pode vir a ser uma surpresa, porque as pessoas tendem a segurar uma versão antiga da sociedade, mas não é mais assim. É muito bom ver o crescimento de Carl.

Você está aliviado que Glenn está fora de perigo? Fale nos comentários seus pensamentos sobre isso e sobre a chegada do Governador. O que você espera dos próximos episódios?

The Walking Dead vai ao ar todo domingo às 00h (horário brasileiro de verão) na AMC e às terças-feiras às 22:30 na FOX.


Fonte: Hollywood Reporter
Tradução: @LuanaSieb / Staff Walking Dead Brasil

Publicidade
Comentários

EM ALTA