Siga-nos nas redes sociais

4ª Temporada

REVIEW S04E14 – The Grove: Aquilo que não é dito

Publicado há

em

Há algum tempo atrás eu vi uma lista das coisas dos quadrinhos que nunca passariam em The Walking Dead. Hoje eu fico feliz de dizer que risquei um item da lista. Feliz porque Scott Gimple e sua equipe conseguiram trazer para as telas um dos acontecimentos mais controversos de TWD, seja na série, seja nos quadrinhos, sem apelar ou transformar a situação num circo dos horrores.

Há algo de tenebroso quando violência envolve crianças. Mais tenebroso ainda quando a violência é praticada pelas próprias crianças. Mas, ao invés de Lizzie ser pintada como “A Órfã”, vemos como ela realmente era:  uma criança muita confusa, crescendo num mundo hiper confuso. O assustador deste episódio, The Grove, reside no que não é mostrado, naquilo que os personagens afirmam mentindo ou omitindo, naquela expectativa de que as coisas vão dar errado.

Vale lembrar que a audiência americana é muito, MUITO conservadora e traduzir The Walking Dead para a televisão não é uma das tarefas mais fáceis. A tal lista das coisas que nunca passariam na televisão é extensa e na maioria das vezes envolve atos violentos que o bicho homem comete contra o próprio bicho homem.

Quem lê os quadrinhos tinha uma ideia do que estava para acontecer. Lizzie e Mika não existem por lá, mas foram inspiradas em dois personagens infantis com um enredo similar. Inesperado mesmo foi o perdão de Tyreese. Inesperado, mas necessário, em parte por que seria quase impossível Tyreese levar Judith até Terminus sozinho, em parte porque este seria um dos fins de episódio mais desoladores até agora. E olha que eu estou incluindo aqui a morte de Andrea, Lori, Shane e Hershel tudo junto!

Tyreese e Carol partindo lado a lado em direção a Terminus, carregando Judith nos braços, serviu como um consolo, um bálsamo depois do que vimos.

Ainda assim, Carol não está a salvo. Faltam menos de quinze dias para a season finale e se eu tivesse que apostar na morte de algum personagem, seria a dela. Ela já cumpriu seu papel, encontrou o caminho para a redenção e fez às pazes com Tyreese, além de que dificilmente vai haver espaço para ela dentro do grupo.

É esperar para ver.

the-walking-dead-s04e14-the-grove-003

Pontos altos:

– A abertura do episódio foi de uma maestria ímpar! Este trecho e o sonho/delírio de Michonne foram os pontos altos da temporada no sentido da técnica audiovisual. Para mostrar que até com zumbis dá para fazer poesia.

– Os walkers queimados saindo da floresta passando por lá só para não deixar que Carol se esquecesse de Karen e David.

– O fim do episódio relembrando as falas de Carol e as meninas, fechando um ciclo que começou lá no início desta temporada.

Pontos baixos:

– Tyreese contou para Carol como ainda sonhava com Karen, mas ele não mencionou Sasha uma vez sequer! Ele parece bem despreocupado em relação a sua irmã, como se ela nem existisse.

Gente, por que tem pessoas dizendo que Judith foi morta também? De onde as pessoas tiraram isso? oO

E aí. Vocês acham que Carol agiu certo? E Tyreese? O que você teria feito no lugar dele? Responda abaixo e se prepare: faltam apenas dois episódios para a season finale!

Publicidade
Comentários

EM ALTA