Siga-nos nas redes sociais

Elenco

Walker Stalker Con – Nossas impressões sobre o maior evento de The Walking Dead no território americano até o momento

Publicado há

 

em

A cidade de Atlanta, capital da Georgia, nos EUA, foi invadida no último final de semana por uma horda de fãs sedenta pelo contato com os ídolos de uma das séries mais populares dos últimos anos e detentora do recorde de maior audiência da história da TV a cabo americana na faixa dos 18-49 anos, The Walking Dead. O drama da AMC (retransmitido no Brasil pela Fox) ambientado em um cenário pós-apocalipse zumbi mobilizou pessoas de vários lugares do mundo entre os dias 1 e 3 de Novembro, que tiveram no Centro de Convenções do America’s Market o seu QG para confraternizar com outros fãs, debater sobre a série e, sobretudo, conhecer e interagir com elenco e produtores.

Embora não tenha sido um evento exclusivo, pode-se dizer, com tranquilidade, que 90% das atividades giraram em torno de The Walking Dead. Com a presença quase maciça do elenco, bem como do produtor executivo e mestre da maquiagem e efeitos especiais, Greg Nicotero, e a responsável pelo guardar- roupa da série, Eulyn Womble, a Walker Stalker Con acabou sendo mais conhecida como “o maior evento de The Walking Dead no território americano até o momento”. Ainda que não tenha o porte de uma SDCC ou de uma NYCC, é inegável que a quase exclusividade de suas atividades acabam classificando-a como uma das maiores reuniões já feitas com fãs da série. – inclusive com as bênçãos da AMC.

Criada por dois fãs – Eric e James, os Walker Stalkers – estima-se que, apenas no sábado, cerca de 10 mil pessoas estiveram circulando pelo local. O Walking Dead Brasil, como não poderia deixar de ser, esteve presente e, abaixo, contamos nossas impressões, enquanto esperamos ansiosamente por uma segunda edição para o próximo ano:

O local: O Centro de Convenções no America’s Market mostrou-se perfeitamente ajustado à Walker Stalker Con. Mesmo no dia mais movimentado a circulação de pessoas entre os corredores e ao longo das atividades não causou maiores transtornos ou complicações, bem como a praticidade para chegar a partir do hotel oficial do evento.

Walker Stalker Con 016

Atividades: Bastante variadas e para todos os públicos, o evento contou não apenas com a venda de toneladas de produtos relacionados à série, como também com painéis com os artistas e produtores, cosplays, “meet and greet” (evento fechado aos portadores de ingresso VIP hospedados no hotel anexo ao local do evento, onde foi possível circular e conversar com alguns dos atores ), festa zumbi (novamente para os portadores de ingresso VIP e que também contou com a presença de parte do elenco), sessões de autógrafos e de fotos. Não havia restrições de faixa etária – de bebês a idosos, todos confraternizavam juntos, com igual entusiasmo e não era raro presenciar debates nos corredores e elevadores entre adolescentes e vovôs, em alto nível, sobre a série. A confraternização também caracterizou-se pela afetuosa acolhida aos fãs de fora do país – tanto por parte dos fãs como por todo o elenco, produtores, escritores e demais participantes. Para deleite dos fãs, também não era raro subir ou descer o elevador em um bate-papo animado com algum dos atores.

Vale também mencionar os cosplayers encarnando personagens da série e até personalidades – havia por lá pelo menos dois clones de Norman Reedus tão perfeitos que as pessoas torciam o pescoço para certificar-se de que realmente não era o ator.

Destaca-se a eficiência com que o cronograma de atividades foi cumprido. Desde o lançamento da Convenção sabia-se o local da mesma e eram oferecidas vantagens na hospedagem no hotel de referência. O cronograma de painéis, das sessões de fotos, da disponibilidade de cada convidado ao longo dos dias de convenção e das festas foi conhecido antecipadamente, possibilitando ao fã programar as atividades que desejava fazer sem correria. À exceção de alguns raros casos de cancelamento (Lauren Cohan precisou cancelar em cima da hora devido a compromissos profissionais e Nick Gomez apareceu apenas no Domingo, em virtude do atentado no aeroporto de Los Angeles e o cancelamento dos voos), tudo transcorreu perfeitamente conforme previsto. Ao longo de toda a fase preparatória e de pré-venda de atividades e ingressos, os organizadores foram incansavelmente presentes, respondendo às dúvidas do público e resolvendo problemas pontuais de maneira eficiente e sempre em favor dos fãs.

Walker Stalker Con 008

A interatividade com os convidados: Decididamente, e sem sombra de dúvidas, realmente estamos diante de um elenco especial. Sem exceção, todos interagiam com o público com carinho e naturalidade. As opiniões sobre o Brasil eram unânimes: “queremos muito estar lá com vocês”. Muitos deles conhece bem a base de fãs brasileira, a partir da interação no Twitter e Facebook. Em alguns momentos, as atividades foram bastante corridas – especialmente em se tratando de Andrew Lincoln e Norman Reedus, os dois atores mais “disputados” pelos fãs – mas jamais com menos carinho. No sábado à noite era possível ver Norman Reedus se desdobrando em dois, tentando estar em todos os lugares ao mesmo tempo – a horda de fãs que não estava em sua fila de autógrafos estava o aguardando na fila de fotos. Com Lincoln não foi diferente: o ator britânico esmerou-se para cobrir todos os eventos, que incluíam autógrafos, fotos e um painel de perguntas e respostas.

Fica extremamente difícil aqui falar individualmente de cada um deles; este texto acabaria se tornando um livro e bastante repetitivo. De risos e brincadeiras a lágrimas de emoção, pausa para beber ou jantar com alguém do elenco, bate-papo no corredor com os produtores, encontros nos arredores do hotel para fotos, aconteceu de tudo. E, sem exceção, o relato dos fãs era um só: o quanto são pessoas simples, acessíveis, divertidas, bem humoradas e que gostam de uma boa conversa.

Infelizmente, por cláusulas contratuais diversas, eles não podiam dar declarações individuais a respeito da série e até mesmo a ausência de um grande painel incluindo todos os atores parece ser reflexo da política anti-spoiler da AMC. As respostas, quando se falava no destino de algum dos personagens, era hermética. Por exemplo, quando abordamos Steven Yeun para gracejar, pedindo para que transmitisse a Glenn nossos votos de melhoras, ele sorriu e apenas disse: “Vamos assistir ao próximo episódio para ver como as coisas ficam.” Outros atores brincavam abertamente com situações em que seus personagens estavam envolvidos: ninguém queria, por exemplo, tossir ao lado de Melissa McBride, por medo de ser queimado (em clara alusão ao terceiro episódio da quarta temporada); a atriz , aliás, protagonizou um momento especial quando IronE Singleton (T-Dog) telefonou para ela no meio do painel de perguntas e respostas para perguntar o que havia acontecido e por que ela estava incendiando pessoas! A resposta? “Assistam ao próximo episódio!”

Walker Stalker Con 035

O reconhecimento: Tivemos a gratíssima surpresa de constatar como o WalkingDeadBR.com é conhecido e respeitado pelo elenco, bem como a gratidão manifestada a todos os fãs brasileiros. Não demorou muito para que a notícia de que nosso querido fansite estava marcando presença por lá se disseminasse entre os atores e até mesmo alguns outros fãs. A alegria como fomos recebidos (e reconhecidos) definitivamente não teve preço, e as 16 horas amassado e trancafiado num avião, comendo mal e sem dormir, para poder estar lá, mais do que valeram a pena. Lamentamos não ter conseguido falar com todos – tivemos o maravilhoso problema de muito pouco tempo para muita gente maravilhosa presente – mas aqueles com quem falamos não disfarçavam sua satisfação em ter notícias dos fãs do Brasil.

A organização: Percebe-se claramente que o evento foi orquestrado nos mínimos detalhes por profissionais experientes e bastante antenados em todo tipo de situação que poderia ocorrer. Não houve tumultos, correrias desenfreadas, confusões; do momento da compra do ingresso, passando pela retirada das credenciais, sessões de fotos e acesso às atrações, tudo transcorreu na mais absoluta tranquilidade. O destaque fica por conta da empresa responsável pelas fotografias com os atores, as chamadas photo ops: todas as sessões foram perfeitamente organizadas e as fotos entregues em, no máximo 1 hora a 1h15 minutos. Os fãs estavam organizados em filas vip e não-vip e, ao menos nesta atividade, a ordem foi rigorosamente respeitada. Mesmo sendo proibida qualquer interação com os atores no momento das sessões de fotos, alguns deles acabavam quebrando a regra e tomando a iniciativa de falar rapidamente com os fãs. Qualquer segundo era aproveitado ao extremo. Os painéis e a entrada nos mesmos também acabou ocorrendo com muita tranquilidade. Era visível o esforço de bastidores e a ação de todos para que realmente os fãs fossem brindados com uma experiência altamente satisfatória e gratificante.

Walker Stalker Con 001

Apenas uma ressalva feita por todos, talvez o único ponto negativo relacionado à organização: a quantidade de ingressos VIP vendidos. Muitos acreditam que o grande volume acabou fazendo com que a vantagem dos mesmos acabasse diluída, pois, onde há muitos VIPS ninguém é VIP. A real vantagem se resumiu apenas à entrada nas dependências da convenção uma hora mais cedo. Porém, uma vez na fila, a espera acabava sendo bastante longa, chegando a durar horas para se conseguir um autógrafo dos atores mais assediados. Foi consenso entre os fãs de que, mesmo sacrificando-se o valor do ingresso com a necessidade de aumenta-lo, os VIPs deveriam realmente ser em menor número para que realmente possa fazer sentido e oferecer vantagem.

Expositores e vendedores: praticamente toda a memorabilia disponível relacionada ao universo The Walking Dead estava disponível ao longo do evento. De HQ’s e livros, passando por action figures, brinquedos, camisetas, revistas, pôsteres, artesanato, acessórios diversos e até mesmo um gigantesco bolo em forma de zumbi e exposição de cobras, aranhas, iguanas e outros animais (esquilos até foram convidados, mas, por motivos óbvios de incompatibilidade de gênios com Daryl Dixon , não compareceram), tudo era passível de ser encontrado. Aqueles que desejavam fazer uma maquiagem zumbi ou até mesmo tatuagens também tiveram seu lugar. Outro destaque ficou por conta de um pequeno estande onde o fã poderia tirar fotos na moto de Daryl Dixon (ops, de Merle Dixon – sorry, Michael Rooker, falha nossa!), vestindo um poncho e empunhando a legendaria besta diante da cerca da prisão.

Os fãs: Sem falsa modéstia, os fãs foram um show à parte. Muito debate sobre os rumos da série enquanto esperavam nas filas das atividades acabou por fazer florescer muitas amizades; até mesmo o mais solitário dos fãs se viu enturmado sem dificuldades. Vários deixaram sua criatividade falar mais alto nos presentes oferecidos aos convidados, nas atividades de cosplay e também na realização de suas fotos com os ídolos. Mas o que dá mais gosto de ver é a disciplina e a educação, não apenas entre si, mas no trato com os atores e demais convidados, bem como nas atitudes, cada um fazendo sua parte para que realmente todas as atividades funcionassem de acordo. Um exemplo de hospitalidade, integração e respeito, de maneira geral. Com um público tão heterogêneo, de todas as idades, vindo de todas as partes, é algo a se comemorar.

Inicio > Extras > Walker Stalker Con > Edição 2013 (Outubro) > Fotos Variadas
(Clique aqui para ver mais fotos)

A conclusão a qual chegamos foi amplamente positiva e não restam dúvidas de que os Walker Stalkers cumpriram a promessa de fazer um evento que fosse inesquecível para todos os fãs. O encantamento estava presente no semblante de todos, nas histórias que contavam e nas experiências que dividiam. Missão cumprida, James e Eric. Que venha a próxima edição, e que seja tão boa ou ainda melhor do que essa – se é que isso é possível.

Brasil, aprenda com os melhores. O sonho de termos algo parecido por aqui não irá morrer tão cedo.

Publicidade
Comentários

EM ALTA