Siga-nos nas redes sociais

5ª Temporada

O dia de Norman Reedus no set de The Walking Dead

Publicado há

em

O Entertainment Weekly acompanhou Norman Reedus (Daryl Dixon) durante as gravações do episódio 15 da quinta temporada de The Walking Dead para descobrir como funciona o dia a dia do ator enquanto ele trabalha na série de sucesso da AMC. Sustos, emoções e brutalidade – e isso apenas entre os takes. Confira:

norman-reedus-the-walking-dead-5-temporada-set-001

“Hoje foi um grande dia”, disse Norman Reedus em 4 de Novembro, o dia que a Entertainment Weekly o seguiu pelo set de The Walking Dead. “Este foi um episódio pesado, havia muitas coisas acontecendo”, e isso significava trabalhar o quanto pudessem enquanto eles ainda tinham luz do dia. “Lutamos muito com a luz”, diz Reedus. “Especialmente agora, com horário de verão e tudo o mais, o sol se põe bem mais cedo. Somos aqui um grupo bem firme, e todos sabem o que tem de fazer. Não tem aquele tipo de sensação que alguns trabalhos têm, onde você vai fazer um filme ou outra coisa e tem horas infinitas para tomar um cappuccino e trabalhar no personagem. Isso quase causa um prejuízo, eu acho, todo esse tempo de ociosidade.”

norman-reedus-the-walking-dead-5-temporada-set-002

De início, Reedus não estava completamente certo sobre o que pensar da agora icônica jaqueta com asas de anjo que o showrunner original, Frank Darabont, criou para o seu personagem. “Eu pensava, tipo, ‘que gangue de motoqueiros é essa?’, mas ela realmente se tornou um símbolo do arco de Daryl em muitos sentidos. É uma daquelas situações em que não se pode julgar o livro pela capa. Você vê a frente e ele parece um motoqueiro sujo, e então você vê as costas e há um coração ali. Ele não quer ver esse seu lado mais emotivo, mas nas costas há uma pequena pista de esperança de que esse cara não é tão mal quanto você pensa que é.”

norman-reedus-the-walking-dead-5-temporada-set-003

Reedus passa o tempo livre que tem no set em seu trailer, e muitas dessas fotografias Polaroide são do colega de série, Andrew Lincoln. “Eu roubei uma câmera do setor de figurino um dia. Eu ia fazer uma série, toda vez que Andy entrasse no meu quarto eu iria tirar uma foto dele. Eu tinha simplesmente 50 fotos de Andy. Ele e eu sempre dividimos um trailer duplo, então ele está sempre na porta ao lado. Se nós batermos na parede, ele virá. Ele está sempre no meu trailer, tipo, o dia inteiro.”

norman-reedus-the-walking-dead-5-temporada-set-004

As coisas ficaram um pouco assustadoras na última gravação do dia, às 17:27, quando Reedus derrapou e caiu poucos minutos dessa foto ter sido tirada. “Eu vim um pouco afobado, e meu pneu dianteiro derrapou cerca de meio metro naquele cascalho”, disse Reedus. “Eu estou feliz por não ter me fod***. Eu também estava indo a cerca de 2km/h então, não foi muito legal.” Após se certificar de que o ator estava bem, o diretor, Michael Satrazemis, não pode resistir a implicar com o ator. “Imprimam isso”, disse ele à equipe de filmagem, “no caso de Norman ficar atrevido”.

norman-reedus-the-walking-dead-5-temporada-set-005

Entre os takes, Norman dividiu um sanduíche de queijo grelhado com seu parceiro no crime, o produtor executivo Greg Nicotero. “Greg é um dos meus melhores amigos”, diz Reedus. “Ele é um cara tão bom, e tão esforçado. Ele completa tarefas realmente difíceis com o que parece ser fácil. Ele usa tantos chapéus na série. Ele está tão imerso, em tantos níveis diferentes, e le se tornou um dos diretores com quem eu me sinto mais confortável para atuar, porque ele conhece o show, ele conhece Daryl muito bem e ele conhece Norman muito bem. As coisas fluem com ele. Você não tem que se explicar. Você começa algo e ele segue dizendo, ‘entendi’.”

norman-reedus-the-walking-dead-5-temporada-set-006

Norman Reedus gosta de lamber o rosto das pessoas. Porque sim. De fato, ele até tem sua própria entrada no dicionário urbano “Reedus (verbo): lamber o rosto de alguém”. A estagiária do departamento de filmagem, Elizabeth Evans, estava tão animada em trabalhar em um set com Reedus que ela disse ao diretor Satrazemis que ela rasparia a cabeça se pudesse estar na recepção da mudança dos atores. “Então Mike me disse, ‘Hey, eu tenho um estagiária vindo. Eu preciso que você lamba o rosto dela, para podermos raspar a cabeça dela’”, se lembra o ator. “Nós temos provas fotográficas, e alguém precisa raspar a cabeça dela agora. É assim que funciona.” Evan diz: Vale a pena.

norman-reedus-the-walking-dead-5-temporada-set-007

“Parece a ‘Casa de Brinquedos de Pee-Wee’ do terror”, diz Reedus sobre a oficina do produtor executivo, Greg Nicotero, onde todos os zumbis deformados e humanos decompostos são criados. “Você vai voltar lá e verá Greg em cima de uma montanha de corpos mortos com uma guitarra nas mãos tocando Jimi Hendrix”. (P.S.: Nicotero está se escondendo atrás de Reedus e segurando os chifres sobre sua cabeça.)

norman-reedus-the-walking-dead-5-temporada-set-008

Norman Reedus tem um problema com cartas de fãs. O problema é que ele recebe muuuuuuuuitas cartas. Na verdade “eles colocaram restrições para nós pegarmos as cartas enviadas a nós porque haviam muitas vindo”, diz ele. “Consumia muito tempo entregar tudo aquilo e lidar como todas elas.” E como se receber todas as suas cartas já não fosse o suficiente, ele ainda tem que lidar com as cartas de Andrew Lincoln. “Andy gosta de trazer as mãos cheias de cartas de fãs para o meu quarto e então ele abre todas as cartas, e fotos e tudo. Então ele as leva de volta para o seu trailer e deixa todo o lixo no meu quarto. Ele faz isso todo dia, quase como um relógio, então eu estou constantemente me livrando da sua bagunça.”

norman-reedus-the-walking-dead-5-temporada-set-009

“Toda a comida é muito boa no nosso set”, diz Reedus sobre a o setor de cozinha. “É basicamente o único lugar onde eu como. Eu como no set e vou para casa e não há nada na minha geladeira. O que eu deveria fazer é levar as sacolas dos cachorros para casa, mas eu ainda não havia pensado nisso”. E assistir os zumbis extras comendo durante as pausas nunca fica chato. “É divertido porque eles têm uma espécie de pedaço protético de boca que eles têm que tirar e você pode meio que ver um pedaço da pessoa real ali dentro. Eu tenho umas ótimas fotos de zumbis almoçando, e que um dia talvez eu transforme em um livro, porque eles são meio que histéricos.”

Em nossa galeria você encontra mais fotos de Norman Reedus durante esse dia de filmagem, clique aqui para conferir todas.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Entertainment Weekly
Tradução: Gabriel Simonassi / Staff Walking Dead Brasil

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA