Siga-nos nas redes sociais

Série

The Walking Dead 9ª Temporada – Comentários do episódio 4: “The Obliged” (COM SPOILERS)

Publicado há

 

em

Post destinado a comentários do episódio “The Obliged” da nona temporada de The Walking Dead. Muitos spoilers poderão (e serão) encontrados por aqui. Se você ainda não assistiu e não gostaria de ter as surpresas do episódio “estragadas”, não prossiga. Você foi alertado!

Este post está destinado à exposição de ideias sobre tudo o que pode estar acontecendo na série. Utilize os comentários abaixo para compartilhar conosco suas teorias.

SINOPSE: Disputas de sangue não vingadas ameaçam destruir a civilização que Rick lutou para construir.

Escrito por: Geraldine Inoa
Dirigido por: Rosemary Rodriguez

DISCUSSÃO DE “THE OBLIGED”:

É isso, concluímos 25% da nona temporada e a qualidade apresentada pela escrita sob tutela da nova showrunner vem sendo espetacular. Em “The Obliged”, quarto episódio deste nono ano, tivemos continuidade a trama principal, além de um bom desenvolvimento dos personagens e a preparação para o terreno daquele que deve ser o capítulo mais cruel da história da série.

Após o choque de realidade dado por Oceanside no episódio anterior, Maggie finalmente começou a trilhar seu caminho até Alexandria – onde Michonne encontra-se com Judith – para dar um fim em Negan. Rick, graças a Jesus, soube do plano antes da hora e tentou partir com Daryl para impedi-la, sem saber que seu “irmão” estava ao lado da líder de Hilltop na missão. Ah, e Jadis tenta matar o Gabriel mas desiste. É praticamente a partir disto que o episódio se desenrola, em uma sucessão de eventos e diálogos extremamente bem orquestrados pela novata roteirista Geraldine Inoa e pela já amada diretora Rosemary Rodriguez.

O equilíbrio encontrado para manter tramas paralelas sem que se tornem cansativas ou desnecessárias é o que tem feito este começo de temporada tão bom e prazeroso de se assistir. Como dito na semana passada, nada mais é por acaso e tudo aqui tem uma consequência que é resolvida a curto prazo (e de forma satisfatória).

Embora apto a ser para sempre lembrado apenas pelo cliffhanger envolvendo o início do fim de Rick Grimes, “The Obliged” é muito mais que isso. As novas tentativas de Negan (ou crises) em manipular Michonne, ou então a indecisão desta em carregar o fardo de ser uma líder entre muros ou guerreira fora destes, tornam o material aqui tão rico que seja a ser risível se comparado ao que ambos os personagens receberam nas últimas duas temporadas. O mesmo pode ser dito da relação entre Rick e Daryl, que nesta semana vem carregada do melhor (e mais bem interpretado) diálogo que o bromance nos apresenta desde o episódio “A”, exibido quatro anos atrás, baseado inteiramente na proposta de que o futuro não conseguirá ser feito caso os sobreviventes insistam em continuar olhando para o passado.

Com seu desfecho brutal, o episódio deixa o palco pronto para um espetáculo memorável que deve vir no próximo domingo, dia 04 de novembro de 2018. Agora resta torcer para que o adeus a Rick Grimes esteja a altura do líder que amamos acompanhar por quase uma década.

  1. A série finalmente apresentou seu primeiro “Fuck” não mutado em 9 anos. Parabéns a Norman Reedus pela honra, viu?
  2. Jadis terá mesmo alguma coisa a ver com a saída de Rick da série?
  3. É muito triste ver Rick naquela situação sabendo que nem Glenn, nem Morgan estarão ali para salvá-lo desta vez.
  4. Andrew Lincoln, Norman Reedus, Jeffrey Dean Morgan, Melissa McBride e Danai Gurira DESTRUÍRAM neste episódio.
  5. Ainda acredito que a pequena guerra que se instalou pelo acampamento causará alguma perda maior para o grupo. Talvez alguma sobrevivente de nome em Oceanside?

SUA OPINIÃO SOBRE O EPISÓDIO:

 

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.

Publicidade
Comentários

EM ALTA