Siga-nos nas redes sociais

Curiosidades

Pai de Chandler Riggs critica showrunner após midseason finale da 8ª temporada de The Walking Dead

Publicado há

em

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS dos quadrinhos originais e do oitavo episódio, S08E08 – “How It’s Gotta Be” (Como Deve Ser), da oitava temporada de The Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido ou lido, não continue. Você foi avisado!

Dada a magnitude da reviravolta, não é nenhuma surpresa que muitos fãs de The Walking Dead estão chateados com a iminente partida de Carl Grimes, o jovem sobrevivente interpretado desde a primeira temporada por Chandler Riggs – e essa lista inclui o próprio pai de Riggs, que foi até as mídias sociais para expressar o seu desapontamento com o showrunner de The Walking Dead, Scott M. Gimple, sobre a forma como a saída de seu filho foi tratada.

“Ver Gimple demitir meu filho 2 semanas antes do seu aniversário de 18 anos depois de lhe dizer que o desejava pelos próximos 3 anos foi decepcionante”, escreveu o pai de Riggs no Facebook, depois do midseason finale do drama zumbi da AMC, no qual Carl revela uma mordida fatal de zumbi. “Eu nunca confiei em Gimple ou na AMC, mas Chandler confiou. Eu sei o quanto o machucou. Mas nós sabemos absolutamente quão sortudos fomos de fazer parte de tudo isso e apreciamos todo o amor dos fãs durante todos esses anos”.

Falando com The Hollywood Reporter, Riggs afirmou que a decisão de deixar The Walking Dead não foi sua, apesar das especulações de que ele estava querendo uma saída para se concentrar na faculdade.

“Estou tirando um ano sabático agora para me concentrar em atuar por um tempo. Deixar The Walking Dead não foi minha decisão”, disse Riggs ao The Hollywood Reporter. “Eu estava planejando ir para a faculdade até descobrir. Descobri quando estava ensaiando para o episódio 6 em Junho. Foi muito chocante para mim, Andy e todos, porque não acho que ninguém viu isso chegando. Definitivamente, não é uma coisa ruim, porque tem sido incrível estar no show, mas agora eu posso ir e fazer muitas outras coisas que eu não conseguia fazer antes. Scott queria se encontrar pessoalmente porque foi algo tão grande. Nós terminarmos o ensaio de uma cena no episódio 6 e ele queria se encontrar comigo, com minha mãe e meu pai e falar sobre o que iria acontecer”.

A iminente saída de Riggs de The Walking Dead é um choque por vários motivos, incluindo o fato de que ele é um dos cinco únicos membros do elenco original da primeira temporada que ainda aparece no show. Um dos outros, Lennie James (Morgan), também vai sair de The Walking Dead nessa temporada, juntando-se ao elenco de Fear the Walking Dead para a quarta temporada.

“É muito importante para a história de Carl e toda a história, o que acontece no próximo episódio. Estou focado no fato de que Carl está vivo e ele tem coisas a fazer. Esse é um bilhete só de ida. Mas eu gosto de pensar que as coisas que vemos no próximo episódio são tão importantes para sua vida e a vida dos outros personagens”., contou Scott Gimple no Talking Dead.

Além disso, Carl permanece uma presença ativa nos quadrinhos de The Walking Dead de Robert Kirkman e Charlie Adlard, em que a série é baseada. Muitos fãs acreditavam que Carl um dia iria assumir o papel principal na série, incluindo Andrew Lincoln, que interpreta Rick Grimes, e posteriormente descreveu a morte de Carl como “a maior morte” de toda a série.

“Minha primeira reação foi o silêncio”, disse Lincoln ao The Hollywood Reporter sobre sua primeira reação ao saber da morte de Carl. “Scott Gimple me ligou e disse: ‘Você vai odiar essa’. Ele é muito bom em alertar o elenco quando haverá uma morte [de personagem]. Tentei adivinhar quatro vezes e não estava perto do nome de Chandler Riggs. Scott teve que dizer que era Carl. Eu simplesmente não falei por um minuto. Eu sempre pensei que Carl seria aquele que lideraria o show, a quem Rick entregaria suas botas e revólver quando ele saísse em direção ao pôr-do-sol na 28ª temporada.”

Nos quadrinhos, Carl desempenha um papel central em um dos arcos mais recentes da história, “The Whisperer War” (A Guerra dos Sussurradores), pois seu relacionamento com uma estranha chamada Lydia causa um conflito entre os Alexandrinos e um grupo de sobreviventes chamado Sussurradores, que caminham entre os walkers usando a pele deles como camuflagem.

“Eu estava entusiasmado para fazer muitas dessas histórias dos quadrinhos porque há muitas coisas realmente legais”, disse Riggs à THR. “Mas estou mais animado para fazer outras coisas além de The Walking Dead do que eu estava entusiasmado por fazer essas coisas em The Walking Dead”.

The Walking Dead retorna no dia 25 de Fevereiro de 2018 com a segunda parte da oitava temporada.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: The Hollywood Reporter

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA