Siga-nos nas redes sociais

7ª Temporada

The Walking Dead 7ª Temporada – Comentários do episódio 13: “Bury Me Here” (COM SPOILERS)

Publicado há

em

Post destinado a comentários do episódio “Bury Me Here” da sétima temporada de The Walking Dead. Muitos spoilers poderão (e serão) encontrados por aqui. Se você ainda não assistiu e não gostaria de ter as surpresas do episódio “estragadas”, não prossiga. Você foi alertado!

Este post está destinado à exposição de ideias sobre tudo o que pode estar acontecendo na série. Utilize os comentários abaixo para compartilhar conosco suas teorias.

SINOPSE: As coisas não ocorrem conforme planejado quando um grupo do Reino leva produtos para os Salvadores durante uma entrega de rotina.

Roteiro: Scott M. Gimple | Diretor: Michael E. Satrazemis

DISCUSSÃO DE “BURY ME HERE”:

Após um período de diversão num parque de diversões com Rick e Michonne, The Walking Dead decidiu mudar seu rumo e voltar ao Reino. Mais um episódio pra enrolar a temporada e manter os personagens iguais do começo ao fim? ERRADO! “Bury me Here”, segundo episódio da temporada a ser escrito pelo showrunner Scott M. Gimple foi simplesmente um divisor de águas para toda a storyline envolvendo Morgan, Carol, Ezekiel e cia.

Em uma entrega de suprimentos aos Salvadores algo dá errado e BOOM! Eis que perdemos Benjamin, o personagem que Logan Miller conseguiu construir com carisma e pegar afeição do público em apenas três episódios. Mais tarde revelado como um plano de Richard para dar o pontapé a guerra contra Negan, o sagaz roteiro de Gimple arquitetou majestosamente o retorno de Morgan a seu ponto de “matar ou morrer” das primeiras temporadas. Mesmo implícito que talvez seja apenas o fator do momento, é justo especular que o personagem não deixe sua filosofia de lado quando for preciso num evento futuro.

Por outro lado, Carol descobriu sobre as mortes em Alexandria e finalmente entrou no seu modo de guerra mais uma vez, chegando a voltar ao Reino para falar com Ezekiel sobre isso. Ah, e Melissa McBride mais uma vez destruiu em toda santa cena que exigiu grande carga dramática.

Quanto aos termos técnicos, a direção ficou por conta do Alrick Riley, que não é lá meu diretor favorito em The Walking Dead. Entretanto, o modo como trabalhou o roteiro – mesmo com alguns deslizes – foi mais do que satisfatório, mostrando exatamente aquilo que o público precisava saber. Em compensação ao cervo maldito da semana passada, hoje temos uma Shiva belamente computadorizada e umas mortes de zumbi extremamente criativas e bem executadas.

E foi isso, The Walking Dead está caminhando para o fim de uma temporada irregular, com um ótimo episódio, segurado principalmente pela sagacidade do roteiro e do incomparável elenco (Lennie James precisa de mais reconhecimento!).

SUA OPINIÃO SOBRE O EPISÓDIO:

 

The Walking Dead, a história de drama mais assistida da TV a cabo, vai ao ar nas noites de domingo no AMC Internacional, às 22h, e no FOX Action (canal do pacote premium FOX+) e FOX Brasil, às 22h30. Confira todas as notícias sobre a sétima temporada.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA