Siga-nos nas redes sociais

7ª Temporada

The Walking Dead 7ª Temporada – Comentários do episódio 1: “The Day Will Come When You Won’t Be” (COM SPOILERS)

Publicado há

em

Post destinado a comentários do episódio “The Day Will Come When You Won’t Be” da sétima temporada de The Walking Dead. Muitos spoilers poderão (e serão) encontrados por aqui. Se você ainda não assistiu e não gostaria de ter as surpresas do episódio “estragadas”, não prossiga. Você foi alertado!

Este post está destinado à exposição de ideias sobre tudo o que pode estar acontecendo na série. Utilize os comentários abaixo para compartilhar conosco suas teorias.

SINOPSE: A temporada passada terminou com Rick e seu grupo ajoelhados, indefesos, diante de Negan e companhia. O que Negan faz irá assombrar quem sobreviver para sempre.

Roteiro: Scott M. Gimple | Diretor: Greg Nicotero

DISCUSSÃO DE “THE DAY WILL COME WHEN YOU WON’T BE”:

Sendo um dos momentos mais icônicos da HQ, a entrada de Negan em The Walking Dead é conhecida pela brutalidade com a qual o personagem esmaga a cabeça de um favorito dos fãs. No começo do ano, quando a season finale da sexta temporada da série de televisão foi ao ar, a felicidade acabou em frustração graças a um terrível cliffhanger.

Quem Negan matou? Esta foi a pergunta que rondou a internet (e a vida dos telespectadores, é claro) durante os últimos 7 meses de hiatus, sem perder o fôlego em nenhum instante. A resposta, por sua vez, chegou esta noite, quando “The Day Will Come When You Won’t Be”, primeiro episódio da sétima temporada, foi ao ar.

Com uma escrita direta de Scott M. Gimple e uma condução filosófica e emblemática por Greg Nicotero, a premiere do sétimo ano acabou sendo muito mais do que eu (e imagino que muitos outros também) esperava. Através de um passeio com o trailer, Negan fez com que Rick repensasse sobre a promessa de algum dia matá-lo, esperando que o líder do grupo se rendesse a ditadura imposta pelos Salvadores.

Com um tom de melancolia – e muitas referências – até mesmo maior do que aquela vista em “The Grove” e “What Happened and What’s Going on” nas temporadas passadas, The Walking Dead entregou uma incontestável obra prima durante uma hora inteira. As vítimas? Abraham Ford e Glenn Rhee! Vale o comentário, a cena é cruel, e as ações que levam ao segundo encontro de Lucille com o personagem de Steven Yeun ainda causarão muitas brigas no futuro… É só aguardar!

Por mais que a noite das mortes ocupe uma boa dose do episódio, a maioria dos outros eventos ocorre logo ao amanhecer, mostrando o estado de cada um de forma sutil mas bem escrita: Eugene, por exemplo, sentindo o sentimento de angústia e culpa foi um show a parte! As interpretações, como sempre, foram um espetáculo, com Andrew Lincoln, Jeffrey Dean Morgan, Lauren Cohan e Christian Serratos sendo os grandes destaques da vez.

E é isso, The Walking Dead finalmente retornou com, arrisco dizer, seu melhor episódio desde o piloto. Particularmente, creio que a espera tenha valido a pena. A sétima temporada possui base em uma das melhores partes dos quadrinhos, e basta apenas uma boa condução para que tenhamos a melhor temporada da série até hoje. Como muitos comentaram, esse episódio já entrou para a história da televisão.

SUA OPINIÃO SOBRE O EPISÓDIO:

 

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA