Siga-nos nas redes sociais

6ª Temporada

Norman Reedus alerta os fãs de The Walking Dead: “Fiquem muito preocupados com Daryl”

Publicado há

em

ATENÇÃO: Esta matéria contém spoilers do décimo quinto episódio da sexta temporada de The Walking Dead, S06E15 – “East” (Leste). Leia por sua conta e risco. Você foi avisado.

Essas palavras de Dwight (Austin Amelio) no último episódio de The Walking Dead são tudo o que o persistente Daryl Dixon (Norman Reedus) teve a ponderar enquanto nos dirigimos para o último episódio da temporada na próxima semana, que deixou o destino do favorito dos fãs no limbo.

O penúltimo episódio da temporada deixou o grupo dividido e fraco. Carol (Melissa McBride), que matou vários (mas não todos) dos membros dos Salvadores que ela encontrou depois de deixar Alexandria, está sozinha pela estrada. Morgan (Lennie James), que deixou Alexandria ao lado de Rick (Andrew Lincoln), está lá fora sozinho e empenhado a encontrá-la. Glenn (Steven Yeun) e Michonne (Danai Gurira) foram mantidos como reféns depois de tentar trazer Daryl para casa quando ele deixou a comunidade com a intenção de matar Dwight. Sentindo-se culpado pela morte da Denise (Merritt Wever), Daryl (acompanhado de Rosita) estava prestes a abrir fogo contra os Salvadores que estavam com Glenn e Michonne. Mas Dwight – o mesmo cara que Daryl deixou viver na primeira metade da temporada e que acabou voltando para matar Denise – aparece sorrateiramente atrás dele. O encontro invisível termina com o som de um tiro e sangue espalhado na tela, e Dwight diz: “Você ficará bem.”

Enquanto Dwight definitivamente atira em Daryl, Norman Reedus revela ao THR que não está claro se Daryl está vivo ou morto e, talvez mais importante, a quem Dwight está se referindo quando ele murmura aquelas três palavras-chave.

Em outro lugar, Rick volta a Alexandria – onde Maggie (Lauren Cohan) parece estar à beira de perder seu bebê – e descobre que Glenn, Michonne, Rosita (Christian Serratos) e Daryl ainda não retornaram. Tudo prepara o palco para o final da temporada na próxima semana, onde o vilão dos quadrinhos Negan (Jeffrey Dean Morgan) está pronto para fazer sua estreia enquanto a vida de cinco personagens principais (incluindo Maggie) estão na balança.

Abaixo, Reedus fala com o Hollywood Reporter sobre o encontro de Daryl e Dwight, por que ele não ficaria satisfeito se este fosse o fim da estrada para o favorito dos fãs e, sim, a chegada de Negan.

THR: Um episódio depois de quase matar Daryl, Dwight realmente atirou em seu ombro?

Norman Reedus: Você não sabe onde ele atirou, mas definitivamente é o seu sangue ali. Dwight sabe se Daryl se virar, ele não estará se virando para dizer alguma coisa; ele se virará para atacar. Dwight sabe se Daryl se virar, Daryl vai acabar com ele. Mas isso é definitivamente o sangue de Daryl.

THR: Então Daryl está morto?

Norman Reedus: Eu não posso te dizer isso. Mas Dwight definitivamente atira nele.

THR: Quanto tempo levará para o destino de Daryl ser decidido na final? Nós saberemos se ele sobrevive?

Norman Reedus: Acho que alguém mencionará isso em algum momento. Mas ele definitivamente leva um tiro. Você está vendo exatamente o que aconteceu.

THR: Se isso realmente for a morte de Daryl – e eu espero que não seja porque ele tem muito mais história a ser contada – você ficaria feliz se esta fosse a forma que ele morre?

Norman Reedus: Acho que nunca ficarei feliz com essa decisão, nunca. (Risos). Assim como cada personagem nesta série, há sempre mais história a se contar. Nos últimos dois anos, talvez três anos, nós realmente prestamos mais atenção a alguns personagens do que outros – e alguns dos personagens não tiveram muitas cenas mesmo. Eu não posso dizer que eu ficaria feliz. Eu não posso dizer que eu não entenderia, mas você viu o que acontece e ele leva um tiro. É seu sangue que está na câmera.

the-walking-dead-s06e15-east-016

THR: Nós vimos a interação entre Glenn e Daryl neste episódio e Glenn menciona que se Daryl ficar fora dos muros poderia acabar morto – e, no final do episódio, o sangue de Daryl está na tela. Quão preocupados os telespectadores devem ficar por Dwight ter capturado Daryl, Glenn, Michonne e Rosita?

Norman Reedus: Fiquem muito preocupados com Daryl. No final do episódio, há um comentário que Dwight faz [“Você ficará bem”] – e nós somos ótimos em enganar. Esse comentário pode até não ser direcionado a Daryl. Poderia ser a Rosita – ou a qualquer um lá. Ou pode ser para algo que acontece logo depois. Você confia naquele cara? Todos estão automaticamente assumindo que podem confiar nas palavras que saem da boca desse cara, e nós estamos atirando vocês num looping. Então… é algo para se refletir.

THR: Muitos fãs obcecados pela série acham que Daryl será o escolhido, o personagem que Negan mata no final da temporada – especialmente porque ele teve o maior número de interações com Dwight e matou um grupo de Salvadores com uma bazuca. O que você acha sobre essa teoria?

Norman Reedus: Ouço falarem que isso acontecerá com quase todo mundo, o tempo todo. Eu ouço, “Rick morrerá!” “Steven morrerá!” “Lauren morrerá!” Eu ouço tanto isso com direções diferentes que todas essas teorias são uma merda! (Risos.) Não há uma boa decisão. Mas não espere que alguém da série não faça algo inesperado. Há tantas pessoas que assistem a essa série, então alguém acertará. Uma dessas teorias estará certa.

THR: Dwight sabe que se Daryl virar, ele o matará. Dito isto, por que Dwight não mata Daryl?

Norman Reedus: Essa é uma pergunta para o [showrunner] Scott Gimple. Nós estamos contando uma história maior e interessante com esses dois personagens – eles não se parecem em nada, mas um deles tem algo de bom nele e é forçado a ser ruim. Quando nos encontramos nos trilhos e Denise leva uma flechada, Daryl é a primeira pessoa que Dwight reconhece e fala. Há quase um tom de desculpas em sua voz por ter de fazer isso. Você vê o que aconteceu com seu rosto e você sabe quem fez isso [Negan, que faz isso como punição para quem tenta escapar de sua comunidade]. Eu não acho que Daryl é aquele cara que você pode quebrar. Talvez haja algo em Dwight que Daryl vê e ele acha que pode o reabilitá-lo de alguma forma ou o tirar de sua miséria. E há algo em Dwight que vê Daryl como alguém que ele teve uma longa conversa no episódio seis: “Isto é o que você quer ser? Você quer ser alguém que fica de joelhos e não se sente seguro?” Eu acho que isso poderia ter tocado Dwight. Por que Daryl não amarrou suas mãos antes de decidir levá-los a Alexandria? Ele cometeu um erro que voltou para mordê-lo na bunda. Neste mundo, você não pode cometer erros como este, porque uma mordida na bunda é a sua morte.

THR: Tematicamente, a sexta temporada foi sobre o que este grupo faz com a sua responsabilidade de sobrevivência: matar ou não matar. A jornada de Daryl com Dwight deu uma volta completa aqui. Se Daryl conseguir escapar desta vivo, ele ainda acreditará que os Salvadores precisam morrer? De qual lado da moeda Daryl fica agora?

Norman Reedus: Daryl definitivamente cai pro lado do seu grupo. Se ele pudesse rebobinar tudo, Daryl acha que ele deveria ter matado todo mundo. Eu não acredito que agora, depois de tudo que aconteceu, Daryl acha que deveria ter seguido outro caminho. Confiar em algumas pessoas, trazê-las para o seu grupo e, em seguida, se ferrar – isso sempre fica em sua cabeça. Você vê as consequências disso – ele está pensando justo; ele está pensando com o coração e funcionando a todo vapor para matar alguém e acaba o encurralando. Quando você abaixa sua guarda e não pensa direito nas coisas e age de forma agressiva indo atrás das coisas pela paixão, essas são as coisas que podem f*der tudo no final.

the-walking-dead-s06e15-east-019

THR: Neste ponto, todos do grupo de Rick mataram membros dos Salvadores. Isso voltará para assombrá-los?

Norman Reedus: Imagino que isso voltará para assombrá-los e terão um preço a pagar.

THR: Se não tivessem matado ninguém, as coisas seriam diferentes na final com a chegada de Negan?

Norman Reedus: Não, eu não acho que Negan se importa. “Você mata meus homens, eu levo isso para o pessoal.” Ele não dá a mínima para eles. Scott definiu bem, Negan é a estrela do seu próprio filme. Eu acho que além de suas mulheres, ele não se importa.

THR: Carol e Morgan – os que não acreditam em matar – estão por aí. Como eles lidariam quando descobrirem que Dwight capturou quatro membros de seu grupo?

Norman Reedus: Eu não sei, os dois são personagens totalmente diferentes. Temos visto muito de Carol nos últimos dois anos e como ela não quer matar mais, e essa é uma batalha que ela ainda está lutando. E então você tem Morgan, que está fazendo isso da maneira oposta. Ele está chegando a um acordo com o fato de que você tem que matar. Esses dois personagens estão lidando com as mesmas questões, mas de formas diferentes.

THR: Rick voltou à Alexandria, onde Maggie parece estar perdendo o bebê. Algum grupo irá até Hilltop para cuidar de Maggie e ao mesmo tempo procurar seus entes queridos que ainda não voltaram?

Norman Reedus: Eu sei que nos quadrinhos, há vários grupos diferentes. Eu não sei quando ou como isso acontecerá. Isso é algo para a sétima temporada; Eu nem sei o que acontecerá na sétima temporada sobre isso ainda.

THR: Negan está chegando no final da sexta temporada. Como você descreveria sua primeira aparição?

Norman Reedus: Esse episódio é o episódio mais pesado que você já viu na série. De todos. E é tão bem dirigido [pelo produtor executivo Greg Nicotero] e é tão bem encenado. E tão terrível. É tão bom. Um grande esforço para fazer o melhor episódio que já tivemos na série.

THR: O último episódio começará logo onde paramos neste último?

Norman Reedus: Todos os episódios foram assim, até terminarmos [esta temporada]. É super chocante e é muito pesado. Andy disse que se atrasou para o trabalho porque passou a noite lendo; Josh disse que jogou o script; Lauren vomitou. É extremo. Eu fiquei instantaneamente curioso. Eu tinha ideias sobre o que aconteceria e me fez sentir doente e foi doloroso.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Hollywood Reporter

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA