Siga-nos nas redes sociais

6ª Temporada

Lauren Cohan fala sobre a chegada de um personagem “irritante” e porque Glenn continua lutando

Publicado há

 

em

Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do décimo primeiro episódio, S06E11 – “Knots Untie” (Desatando Nós), da sexta temporada de The Walking Dead. Caso ainda não tenha assistido, não continue. Você foi avisado!

Bem-vindo ao início do novo mundo.

The Walking Dead apresenta aos espectadores uma primeira olhada no que Rick (Andrew Lincoln) e Maggie (Lauren Cohan) esperam que o futuro seja depois de Jesus (Tom Payne) levar o grupo para Hilltop, uma comunidade muito parecida com Alexandria – só que sem armas e, ao que parece, sem guerreiros.

O episódio – que introduziu o novo romance de Rick e Michonne para o resto do grupo – revelou que o principal trabalho de Jesus é buscar novos assentamentos. Depois de perceber que Alexandria é bem abastecida de munição, mas falta de alimentos; Jesus leva Rick e companhia para Hilltop – onde eles resgatam alguns membros-chave do novo assentamento, incluindo um obstetra.

No topo da colina, Rick é imediatamente desprezado por Gregory (Xander Berkeley) – o líder elitista e machista da comunidade. Adotando as palavras da falecida Deanna (Tovah Feldshuh), Rick instiga Maggie a negociar com Gregory em uma tentativa de trocar munição por alimentação. Apesar dos melhores esforços de Maggie, ela não pode chegar a um acordo comercial com Gregory, que intencionalmente dá em cima dela e a chama pelo nome errado.

No meio das negociações, alguns membros da comunidade chegam após terem ido visitar o acampamento de Negan (Jeffrey Dean Morgan). O drama da AMC se apropria do enredo que vem diretamente dos quadrinhos do criador Robert Kirkman – Rick e seus sobreviventes descobrem que o acampamento de Negan é conhecido como Os Salvadores, e eles levam metade de todos os produtos e serviços de Hilltop em troca de proteção. Os Salvadores entregam uma mensagem através de um dos moradores de Hilltop: a última entrega foi leve. Para compensar isso, eles estão mantendo Craig refém. Seu irmão, Nathan, apunhala Gregory em uma mensagem direta de Negan. Foi quando Rick e companhia entram em ação. Daryl (Norman Reedus) salva Abraham (Michael Cudlitz) – que se tornou obcecado com a ideia de se estabelecer (e com a Sasha de Sonequa Martin-Green). Rick mata Nathan (na frente de todos de Hilltop), enquanto Jesus intervém e para a insanidade. É nesse momento que Rick aprende mais sobre Negan e o acordo com Hilltop.

Em uma tentativa de chegar a um acordo por o alimento com Hilltop, Rick oferece a destruição de Negan e d’Os Salvadores. Como os sobreviventes voltam para a estrada com Freddie (Brett Gentile), um membro da comunidade de Hilltop que está familiarizado com Negan e o grupo dos salvadores, Rick e Maggie oferecem um vislumbre do que provável acontecerá nos seis episódios restantes da temporada. “Não temos o suficiente de qualquer coisa, exceto nós mesmos e o que nós podemos fazer, e isso é comércio”, Rick diz a Maggie. “Vai nos custar alguma coisa”, Maggie responde depois de colocar Gregory em seu lugar e fazer um acordo com o líder impotente.

the-walking-dead-s06e11-knots-untie-fotos-015

Aqui, Lauren Cohan conversa sobre a evolução de Maggie em uma “leoa”, Gregory, Jesus e Hilltop, bem como a batalha pendente com Os Salvadores.

A morte de Deanna está realmente trazendo à tona as qualidades de liderança de Maggie – e ela realmente intimidou Gregory. Como o seu papel com Hilltop irá evoluir?

Lauren Cohan: Temos visto Maggie aprender um monte de lições e agora Rick literalmente diz a ela: “É hora de você assumir essa posição.” Ele acha que ela vai ser melhor nesta situação com Gregory e ao lidar com ele. Rick tem a mesma confiança nela que Deanna teve, mesmo antes de Maggie perceber isso. Isso é o que eu gosto sobre esta história e este episódio – porque no final, quando todos estão em perigo, um fogo desperta em Maggie e não há como voltar atrás daquela mudança nela. E no que diz respeito a Hilltop, há muito fingimento. Há algo que eles precisam do nosso grupo e é tão inegável. Enquanto Maggie fala com Gregory, é frustrante porque ele tenta manipulá-la e usa machismo. Mas, afinal, como vimos com o nosso grupo ao longo destes cinco anos, eles têm essa força inegável e inabalável em sua solidariedade e experiência. Eles têm uma comunidade em funcionamento – com uma máquina de ultrassom e um médico e estes quase luxos – e essas coisas são de tal recompensa para Maggie e o grupo, depois de passaram por tanta coisa. Gregory não é um personagem tão odiável; ele é realmente uma pessoa irritante que ninguém quer ter de lidar, porque ele menospreza tanto… e quando ele interrompe Rick, você quer puxar seus cabelos – eu ia dizer lhe dar um chute naquele lugar, mas me pareceu tão rude! (Risos.) Mas, afinal, Maggie e companhia conhecem as fraquezas de Hilltop. É o lugar perfeito para o nosso grupo tentar fazer parte. Eles precisavam de alguém como Maggie. Gregory escuta porque ela é bonita e ela ganha porque ela é durona.

Os espectadores devem confiar em Gregory?

Lauren Cohan: Eu acho que há algo que é forte e interessante neste personagem. Ao falar com Xander quando estávamos discutindo sobre aquelas cenas, eu pensei que há algo agradável neste personagem porque ele realmente acredita que está fazendo a coisa certa para o seu povo. E ele é – ele criou uma sociedade segura, estável apesar de oferecerem algo para Negan para ficarem seguros. Quando ele oferece Maggie outras regalias, por um momento, ele acredita que ela vai pensar que está fazendo um bom negócio, independente do que ele está oferecendo. (Risos.) Você acabou de me ouviu falar sobre o meu marido! Mas será que pensamos que podemos confiar em Gregory? Uma vez que vemos que há um animal maior em jogo e por que eles atuam muito, acho que podemos confiar nele. Há quase uma inocência para o que eles estavam fingindo ter. Ele não é do tipo Governador. Um pouco do seu comportamento é buffoonish no início, mas há um respeito que Maggie encontra em sua negociação, porque eles estão em pé de igualdade entre si e ela está devolvendo para ele o que ele estava tentando fazer com ela. E eles sabem que precisam trabalhar juntos.

the-walking-dead-s06e11-knots-untie-fotos-029

Maggie sabe que a luta com os Salvadores será algo que, como ela mesmo disse, “vai nos custar alguma coisa.” O fato de quase perder Glenn fará com que Maggie o mantenha perto de casa?

Lauren Cohan: Maggie e Glenn continuam querendo fazer regras para se manterem seguros. Ao assistir a segunda metade da temporada como espectadora até agora, eu amo essa ideia e isso se resume quando Rick e Daryl dizem, “É perigoso demais voltar lá”, e, em seguida, eles voltam e fazem tudo novamente. E é esse o acordo que existe agora: é perigoso demais fazer isso, mas é o que é e é inegociável. É um belo ideal, mas a única coisa sustentável é dizer que vamos ter que fazer coisas realmente perigosas, sabendo os riscos, e tentar se manter tão seguros e tão preparados quanto possível porque eles sabem que vai custar-lhes alguma coisa. A grande virada para Maggie nesta tomada de risco é que ela vai para Hilltop com esperança e com esta imagem de uma vida e de um mundo onde é possível ter comércio com outras comunidades – e saber que existem outras comunidades. Há uma mudança para ela; ao invés de trabalhar com medo e preocupação com proteção, ela poderá trabalhar com inspiração. Ou seja, essa é a última lição que Deanna introduz e isso a desperta. Quando Maggie está naquela sala com Gregory, há emoção quando Maggie diz: “Isto não é ‘por favor me dê alguma coisa’.” Eles estão se direcionando a luz ao invés de apenas tentar manter a escuridão sobre controle. Sim, isso vai custar-lhes alguma coisa – e essa é a apreensão que ela cita. Mas ,uma vez que ela está lá com Gregory, ela diz: “Vai nos custar alguma coisa.” Mas quão importante é essa coisa que nós potencialmente podemos ganhar? É tudo. Você vê isso com o ultrassom. É este potencialmente grande momento e vulnerabilidade de estar grávida e… você pode dizer que Michonne e Abraão estão com medo por Glenn e Maggie terem este bebê. Mas até o final deste episódio, você recebe essa afirmação de que sem essas pequenas coisas que temos de proteger, não temos inspiração que nos impulsione a seguir em frente e lutar. Eu amo a vibe leoa que está acontecendo com a Maggie.

Maggie irá participar na luta contra os salvadores mesmo estando grávida?

Lauren Cohan: Você verá. Há muita coisa que acontece entre agora e depois. (Ri.)

the-walking-dead-s06e11-knots-untie-fotos-044

Maggie se interessou por Enid. Você consideraria que ela é uma versão de Sophia dos quadrinhos? O que Maggie fará para romper o exterior resistente de Enid?

Lauren Cohan: Sim. Eu vejo o crescimento que Maggie e Glenn passaram nos quadrinhos sendo redefinido na história de Enid. Eu amo essa personagem, o enredo dela e como Katelyn capta essa angústia. Isso é uma sensação adolescente – inclusive fora do apocalipse.

Maggie está grávida e Hilltop tem um obstetra. Será que ela vai considerar se mudar para Hilltop em breve?

Lauren Cohan: Nós sabemos como as coisas acontecem nos quadrinhos, mas a série nem sempre segue o original. Podemos manter o potencial de passar um pouco mais de tempo em Hilltop como uma possibilidade, mas eu realmente não sei. Só estou dizendo o que eu gostaria que acontecesse!

Jesus é tão bom quanto parece ser neste episódio ou isso é parte de um plano maior para Hilltop?

Lauren Cohan: Realmente espero que ele seja bom porque ele é muito divertido. Eu amo a sua atitude inquieta e brincalhona; dá uma sensação de diversão para todos. Se acho que ele é um bom rapaz? Eu fingindo que não sei o que acontece (risos)… Acho que podemos confiar no fato de que ele agita as coisas. Ele é um personagem completamente diferente de qualquer coisa que a série já teve.

Enquanto Maggie continua a evoluir para uma posição de liderança, como seu papel com Rick mudará? Será que ele vai apoiá-la mais em Alexandria ou ele está preparando-a para liderar Hilltop?

Lauren Cohan: Todo mundo está tentando descobrir isso à medida que avançamos. Estes momentos nascem por necessidade. Rick está furioso com Gregory e coloca Maggie para intervir e, em seguida, vemos que ela descobre sua própria força aqui. Diferentes desenvolvimentos nascerão da necessidade e não sabemos o que precisamos ainda ou para onde estamos indo. Então, vamos ver.

O que você achou de Hilltop e da nova Maggie? Compartilhe suas opiniões (e teorias) nos comentários abaixo.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Hollywood Reporter
Tradução: Mydiã Freitas / Staff Walking Dead Brasil

Publicidade
Comentários

EM ALTA