Siga-nos nas redes sociais

Walking Dead Brasil

Greg Nicotero transforma pessoas em zumbis na nova atração da Universal Studios Hollywood

Publicado há

em

Imagina como seria aprender a jogar uma bola com Tom Brady ou receber aulas de interpretação de Mery Streep. É como se fosse isso, só que com zumbis. No início desse mês, alguns futuros walkers da Universal Studio Hollywood receberam um curso de como ser zumbi por Greg Nicotero, o homem que ajudou a definir como os zumbis seriam nessa nova geração de The Walking Dead.

Já se passaram 30 anos desde que Nicotero começou sua carreira de maquiador profissional de efeitos especiais no filme “O Dia dos Mortos”, dirigido pelo legendário George A. Romero. A carreira de Nicotero o levou para variedades de filmes, de “Pulp Fiction”, a “Pânico”, a “Prazer sem Limites” (sim, ele criou o pênis protético de Dirk Diggler). Mas a série inspirada nos quadrinhos de Robert Kirkman foi uma reviravolta na vida de Nicotero: a série da AMC é um sucesso, e o trabalho de Nicotero em moldar os walkers tem um papel crucial em manter 15 milhões de espectadores assistindo a cada episódio.

O sucesso da série proveu uma expansão posterior: a série Fear the Walking Dead que vai ao ar na AMC, e nos estúdios da Universal Hollywood, uma primeiramente temporária atração de The Walking Dead se tornou popular o suficiente para ser permanente.

Nicotero se envolveu nas atrações pré-temporada no amusement park, e para atrações permanentes, que começam em 4 de julho, ele ajudou a construir os zumbis animatrônicos para ter certeza que eles têm a mesma aparência icônica da série. Em adição, mais de 1000 pessoas se inscreveram nos testes de elenco mês passado esperando serem os novos walkers. Mais de 100 foram selecionados e mandados para o acampamento de zumbis. O sargento do dia foi: o próprio Nicotero.

the-walking-dead-attraction-greg-nicotero-zumbis-001

Como produtor executivo, diretor e guru da maquiagem na série, Nicotero vem treinando zumbis desde o começo. Antes de cada temporada ele dá aulas na escola de zumbis em Georgia, onde a série é gravada. Enquanto alguns são regulares no set, às vezes Nicotero ensina um extra que talvez esteja lá só por um dia. “Provavelmente é alguém que trabalha no Subway e só queria muito, mas muito mesmo, ser um zumbi” disse Nicotero.

Hoje, sua aula é para um grupo que estão nos negócios de zumbi por um bom tempo. Eles não só filmarão uma cena e depois dar uma pausa; esses walkers ficarão vestidos a caráter por horas, prontos para assustarem em qualquer momento. Como o diretor de atrações, John Murdy, disse: “é uma nova série a cada 10 segundos.”

“A autenticidade é tremendamente importante para mim em termos de como os walkers aparentam e mais especificamente como eles se movimentam,” explica Nicotero. Para ajudá-lo a ensinar essa autenticidade toda, ele chamou Joe Giles, o homem que Nicotero gosta de chamar de “Paciente Zero”. Giles foi um walker na série desde o episódio piloto, e vários dos walkers originais da série foram baseados nele porque Frank Darabont (primeiro showrunner e idealizador da série) amava o jeito que Giles interpretava um zumbi.

the-walking-dead-attraction-greg-nicotero-zumbis-002

É fácil ver o porquê disso quando Giles lentamente surge de trás das cortinas completamente caracterizado como zumbi. Parece que ele ainda está filmando a cena com as estrelas de The Walking Dead, Andrew Lincoln e Norman Reedus. Ele rodeia o lugar procurando comida, nunca sai do personagem, mesmo com flashs de câmeras e pessoas tentando tirar selfies. “Quero que vocês tragam suas próprias personalidades ao personagem, mas há uma linguagem corporal única que Joe trouxe a sua performance que adotamos a série” Nicotero diz ao grupo.

Depois dos novos recrutas darem uma boa olhada no jeito que Giles se move, Nicotero quer ver como eles se movem.
“Não queremos que todos os walkers aparentem ser o mesmo,” ele explica depois do primeiro grupo fazer seu melhor para se tornar um walker.

Com o próximo grupo de walkers pronto para começar a aula, Nicotero diz a eles para serem livres e se divertirem com isso. Ele também quer que eles não andem em linha reta. “você não está necessariamente no controle”, diz ele, comparando os zumbis a pessoas saindo de um bar de madrugada.

“Mantenha o olhar focado; os walkers não olham pros lados procurando uma borboleta” Nicotero brinca. Se mover rapidamente e depois parar é o melhor às vezes, diz ele. “Sempre falamos sobre a ideia de que quando os walkers chegam perto de você, é como um leão caçando sua presa, e eles talvez fiquem um pouco mais animados.”

The Walking Dead, a história de drama mais assistida da TV a cabo, irá retornar com a sétima temporada em Outubro de 2016 na AMC e na FOX Brasil. O trailer da temporada, bem como a data oficial de lançamento, será divulgada durante a Comic Con de San Diego em Julho.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Entertainment Weekly

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA