Siga-nos nas redes sociais

5ª Temporada

Andrew Lincoln diz que “o terror vem dos seres humanos” na 5ª temporada

Publicado há

em

Então, é isso que se ganha por confiar nas pessoas. Rick Grimes e o seu grupo ouviram um sinal de rádio e viram placas pintadas que prometiam paz e um santuário em um lugar chamado Terminus. Mas tudo o que os esperava era um grupo de possíveis canibais que os aprisionaram em um vagão. Cara, pessoas são péssimas. Primeiro, o Governador e agora isso?!? Andrew Lincoln disse que isso é de se esperar – e algo para ser temido – neste novo ambiente pós-apocalíptico, quando a quinta temporada de The Walking Dead estrear no dia 12 outubro.

Entertainment Weekly conversou com a estrela sobre o que está por vir – incluindo a temporada mais violenta já feita e o retorno para o centro de Atlanta -, bem como seus pensamentos sobre quanto tempo ele gostaria de permanecer na série… supondo que ele não morra prematuramente em algum momento, que é uma suposição terrível de se fazer quando se trata de The Walking Dead.

ENTERTAINMENT WEEKLY: Vamos começar falando de Rick de modo geral. Onde está a sua mente agora? O grupo está neste momento terrível, mas eles tem o cara que eles precisavam para ajudá-los a lidar com isso.

Andrew Lincoln: Esta foi de longe a temporada mais divertida para mim. E a mais difícil também, porque ele é um homem que é muito resoluto, muito determinado, muito no controle de quem ele é e de todos os aspectos de sua vida. Ele passou pela fase de buscar sua alma e saiu do outro lado. Ele está neste novo momento, que é extremamente dinâmico e perigoso. Acho que esta temporada indica que ele está de volta. Você fica ao lado de sua família. Se ficar na sua frente, você é um problema. E isso vale para as pessoas dentro do grupo, e também para o mundo, para as pessoas que encontrar no caminho.

Parece que estamos nos movendo para uma nova área agora. Parece que temos esta incrível jornada, e essa incrível família de pessoas com a gente. Mas fomos para esta sala, e é um quarto muito escuro e muito assustador, e trancaram a porta e não estamos autorizados a sair. Nós estamos indo para o outro lado agora. E acho que vale a pena todo o estresse – estamos realmente fazendo valer o nosso alto índice de audiência nesta temporada. Há famílias que assistem a série; mas só para deixar registrado, pessoal: É uma série para adultos nesta temporada. E parte da violência está se direcionando para o território da violência humana, o aspecto mais assustador da série. Na verdade, alguns dos momentos mais realistas são com os zumbis agora. E acho que isso é uma grande mudança. É uma sensação real pois essas pessoas tem habitado neste mundo há dois anos, sabe? As pessoas que ficaram serão igualmente pragmáticas e brutais, e fortes, e resistentes. Então, o confronto nesta temporada, e o conflito e o medo e o terror vem diretamente dos seres humanos.

The-Walking-Dead-5-Temporada-Imagem-Promocional-018

E, obviamente, nós sabemos que Gareth é o cara que te prendeu em Terminus. Tenho certeza de que Rick vai avaliar seu adversário. O que há no personagem de Gareth que o torna perigoso?

Andrew Lincoln: Acho que percebemos que eles podem não ser os adversários mais fortes, mas eles têm um sistema. O sistema funciona, e é incrivelmente eficiente. Ele tem smarts. Ele é um adversário digno. Ele é jovem, mas é implacável. Você viu no final da última temporada. Mas ele é inteligente, também. Você vai descobrir muito sobre Terminus e Gareth em um curto espaço de tempo.

Eu sei que vocês estarão na cidade muito mais agora, voltando para essa vibe urbana que tínhamos na 1ª temporada. Como é retornar a isso?

Andrew Lincoln: Uma das coisas mais legais nesta temporada é que estamos em locais muito similares aos lugares em que toda a história começou. E, para mim, é uma espécie de assombração. E há algo interessante no ambiente urbano e sensação de decadência. E sei que o departamento de efeitos especiais está se divertindo muito com isso, com o horizonte da cidade e entre outras coisas. E você pode ver o efeito da erosão do mundo, e acho que eles estão ansiosos para criar essa paisagem também. Então, acho que cada aspecto é muito divertido. E também, ver o que ainda resta, se existem pessoas que ficaram na cidade e que não estão mortas. Quero salientar também que os dois últimos episódios da primeira metade contém alguns dos meus zumbis favoritos. Há uma sequência de tirar o fôlego no episódio 7. Nós entramos nesse ambiente, e sabíamos para onde iria, e foi horrível. Foi extraordinário.

Vamos falar sobre o reencontro da maior parte do grupo novamente. Tivemos essas histórias menores no final da temporada passada, mas agora é como se o grupo estivesse reunido. O quão diferente está essa vibe?

Andrew Lincoln: Tem sido ótimo. Todos sentiram falta uns dos outros. Foi estranho, mas necessário que estivéssemos em grupos isolados na última temporada. E acho que ligaram os pontos em relação a vários personagens. Não sei se você viu na Comic-Con, mas havia um banner com o elenco principal, e há 14 de nós. É impressionante! Somos um exército agora, e há algo incrivelmente formidável nisso. Mas dentro desse grupo, acho que há uma hierarquia, há uma hierarquia, e muita gente nova. As pessoas não se conhecem bem, então há muita gente tentando descobrir onde é seu lugar no grupo, se de fato há um lugar. Não é sem problemas, mas pode se dizer que somos um grupo incrivelmente formidável, e bastante assustador também. Eu estava trabalhando com uma atriz, e estávamos ensaiando uma cena e ela disse: ‘Você é realmente assustador.’ E sabe… você esquece. Mas parecemos insanos, e somos loucos. Somos uma família disfuncional que de alguma forma ainda está lá.

The-Walking-Dead-5-Temporada-Imagem-Promocional-022

É engraçado, porque você já fez alusão a novos personagens que não conheci, e talvez algumas tensões dentro do grupo; e eu ia perguntar sobre isso, porque Rick só apareceu naquele vagão de trem e há todos os novos personagens lá. Como ele se sente em relação a eles? Pensei em alguns. Um era Abraham, porque eles tem um começo difícil nos quadrinhos, e vimos talvez um pouco disso no trailer.

Andrew Lincoln: Sim, e acho que há um conflito de opiniões. Não acho que qualquer um desses caras vá baixar a guarda. Então, não quero dizer muito, mas acho que ambos são machos alfa, e há muitos machos alfa no nosso grupo. Rick não irá recuar, e certamente não acho que Abraham realmente entende quem são essas pessoas ainda.

O que esta viagem a Washington – para tentar encontrar a cura – representa para o grupo? É uma chance para esperança? É uma oportunidade para encontrar um lar? Ou é uma perseguição inútil? O que Rick e alguns dos outros pensam sobre isso, de modo geral?

Andrew Lincoln: É uma pergunta muito boa, e acho que todo mundo tem sua própria opinião em relação a isso. Como líder deste grupo, acho que Rick está se apegando a uma ilusão. Todas as evidências até agora tem sido bastante sombrias para Rick. Então, não há muito para se ter esperança. Então ele percebe que, como líder, não importa. O que importa é o horizonte, e acho que isso é o que ele tem em mente agora. Ele é um leitor psicológico inteligente, instintivamente. Ele precisa acreditar. Ele precisa de alguma coisa. Precisamos olhar para a frente e precisamos chegar a algum lugar. Precisamos de algo que pareça um começo, e pelo menos vamos para Washington, vamos chegar lá e ver se há alguma coisa, veja se há esperança. E acho que não está necessariamente decidido se eles estão indo ou não para lá. Então, há algumas situações inesperadas na trilha. Não acho que é uma coisa certa ainda.

The-Walking-Dead-5-Temporada-Promocionais-HQ-014

Você se sente inquieto, fazendo essa série há cinco anos?

Andrew Lincoln: Sim. Quero dizer, é uma pergunta muito boa, e há uma parte de mim que pensa “Eu amo isso.” E não sei se o meu tempo chegará ao fim nesta temporada. Mas, há um lado que está ativamente à procura de preencher o hiato se eu realmente estiver fazendo a série no próximo ano. Mas isso não é como nenhum outro trabalho que já fiz. Parte disso é que percebo que eu me tornei uma espécie de Rick, quero impelir e levar as pessoas comigo. Eu sou como este tipo de rede que diz, “Vamos lá, vamos colocar tudo dentro [da série] e apenas tentar deixar uma história duradoura”, que as pessoas realmente têm uma grande afeição. Posso dizer que algumas coisas que foram ditas são muito interessantes, e durante o desenvolvimento, parece que há talvez mais emoção do que qualquer outra coisa nos últimos quatro anos. Então, vamos ver como isso acontecerá. Mas, por enquanto, você nos conhece, eu vou a Comic-Con e percebo o quão empolgados todos os fãs são, e eles são tão empolgados quanto nós somos. Por isso, se Rick Grimes não estiver em risco de ser eliminado, estou pronto para a longo prazo.

Para uma série que é tão popular e tem uma base de fãs tão apaixonada, parece que sempre que a época de premiações chega, vocês ficam de fora. Essa falta de reconhecimento da indústria é algo que vocês tem em mente? Ou você acha que é o tipo de série em que pessoas levam um tiro na cara e, provavelmente, não é realmente um tipo de programa que ganha prêmios?

Andrew Lincoln: Eu nunca escolhi um papel porque achava que conseguiria reconhecimento crítico. Isso não é a maneira de apreciar o meu trabalho. Jamais farei isso. Em cada nível, vou aproveitar o que temos. Se alguém me desse um Globo de Ouro, é claro que seria bom, não me interprete mal. Mas vou aproveitar isso todos os dias da semana. Isto não é parecido com nada que já tenha vivenciado antes. Esse tipo de reação, ou diversão, ou investimento em uma história é confuso e bonito e original. Sim, é claro que seria muito agradável para Scott Gimple ou alguns escritores obter algum reconhecimento, porque acho que a história é – você sabe… é difícil sustentar uma boa história em 16 horas de televisão por ano ao longo de cinco anos. Acho que é um feito extraordinário. Olha quantas séries não passam da primeira temporada, e são séries ótimas. Recebemos cartas de fãs, e ter o respeito dos meus fãs é o que eu desejo, e as pessoas que querem vir e atuar comigo. Isso é suficiente.

The Walking Dead, a história de drama mais assistida da TV a cabo, irá retornar com a quinta temporada no dia 12 de Outubro de 2014 na AMC e no dia 14 de Outubro de 2014 FOX Brasil. Confira o trailer oficial da temporada e fique por dentro de todas as notícias.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Entertainment Weekly
Tradução: Mydiã Freitas / Staff Walking Dead Brasil

Publicidade
Comentários

EM ALTA