Siga-nos nas redes sociais

Entrevista

Andrew Lincoln revela como Snow Patrol o ajudou no luto de Lori e explica por que barrar Sarah Wayne Callies no Set

Publicado há

em

Se houvesse uma categoria do Emmy para crueza, Andrew Lincoln não estaria tendo seu nome considerado para a indicação, seria o favorito ao prêmio. O trabalho do ator em The Walking Dead na temporada passada, como o policial Rick Grimes de luto parecia tao real que às vezes era difícil assistir (e nem mesmo ele assiste a si mesmo). Aqui, o ator britânico de 39 anos conversa sobre como ele construiu este personagem viúvo desesperado e se os votantes no Emmy irão superar esse viés de gênero para dar a ele e à sua série de TV a cabo uma chance.

TVLINE | Foi uma temporada intensa para você. Como você se recuperava e saía do personagem após tanta raiva e desolação?

É um lugar brutal e sombrio que você tem que habitar, mas eu sou muito bom em me desvencilhar. E não há maneira melhor de fazer isso do que ter filhos. Trocar fraldas é uma das coisas mais fantásticas que já me aconteceram. Se dar por conta de que minhas crianças são o centro do universo e não eu provavelmente é uma das melhores maneiras de sair do clima.

TVLINE | Sua ex primeira dama, Sarah Wayne Callies [que interpreta Lori], sua esposa na TV, nos contou no último outono, “Quando Andrew entra na toca do coelho ele vai até o fim.” O que ela quis dizer exatamente?

Eu amo atuar. Eu simplesmente amo. Está nos meus ossos. Eu lembro de quando era criança, eu assistia uma entrevista com Dennis hopper falando sobre Jimmy Dean no set de Rebelde Sem Causa. Jimmy disse a ele: “Se você tem que chorar em alguma cena, você tem que chorar. Fazer ser real.” E é nisso que eu acredito.

TVLINE | Sarah também mencionou que você nao queria ela no set no dia que você filmou a grande cena em que Rick fica sabendo da morte de Lori. Por quê?

Por que ela já havia morrido. Muito disso passa por se sentir suficientemente relaxado para errar, ou parecer idiota, ou ousar ir a um lugar que você nao necessariamente precisa ir. Talvez eu me policiasse demais com Sarah estando lá, e não queria tornar aquela cena artificial. Eu a admiro tanto como atriz, eu estava muito chateado por perdê-la (como co-estrela). Eu quis fazer justiça a ela.

TVLINE | Como você se preparou mentalmente para aquela cena?

Eu me afastei por umas duas horas enquanto eles estavam arrumando tudo, ouvi uma música e me coloquei em um lugar não muito feliz.

TVLINE | Que música você estava escutando?

“Set the Fire to the Third Bar”, de Snow Patrol e Martha Wainwright. Não a escute. Você pode entrar em colapso (risos).

TVLINE | Seu filho na TV, Chandler Riggs [Carl], interpretou um grande papel naquela cena. Ele essencialmente telegrafa as noticias a Rick sobre a morte de Lori. Como foi filmar uma cena daquelas com uma, essencialmente, criança?

Chandler Riggs é o mais intuitivo e sábio, e é um ator maravilhoso. E, enquanto pai, enquanto ser humano, você percebe isso, Rick tendo a confirmação por Carl de que Lori morreu, e como isso o quebrou. Eu conversei com o diretor e disse: “eu acho que é vital que esse cara que tem sido tão estoico e o esteio desse grupo baixe a guarda. E você precisa vê-lo desabar no chão. Eu acho que você precisa vê-lo destruído pelas noticias. Este é um homem cujos instintos de sobrevivência tem sido movidos basicamente por duas pessoas – e uma delas morreu. Isso acaba com seu equilíbrio.

TVLINE | Por que você acha que o Emmy demorou tanto para valorizar o show?

Eu realmente nao penso muito nisso, honestamente. Foi (o ex produtor executivo) Frank (Darabont) e todos na AMC que tinham a intenção de elevar esse gênero. Assim que eu falo a palavra “Gênero”, as pessoas presumem: “e não conseguiram?” Nunca pensei que esse seria um show de determinado gênero. Eu acho que é um drama de família ambientado no Inferno. É como o vejo. Acontece que há zumbis lá. Eu entendo completamente que não é do gosto de todos, mas o que eu gostaria é que as pessoas dessem ao menos uma chance. Há histórias incrivelmente envolventes!

TVLINE | Há algum episódio do qual você se orgulha a ponto de ser indicado?

Diga você. Na verdade eu não assisto ao show.

TVLINE | Sério? Não assistiu nem mesmo a cena da sua derrocada?

Não. Eu sei mais ou menos o que aconteceu – eu estava nela (risos). Eu pensei, tipo, quando estava de joelhos, lamentando: “Bem, eu deixei tudo nesse campo, aqui!”.


Fonte: TV Line
Tradução: @BinaPic / Staff Walking Dead Brasil

Publicidade
Comentários

EM ALTA