Siga-nos nas redes sociais

5ª Temporada

The Walking Dead 5ª Temporada: Será a tristeza de Sasha uma desvantagem?

Rafael Façanha

Publicado há

em

[ATENÇÃO!! ESTE CONTEÚDO CONTÉM SPOILERS DO EPISÓDIO S05E10 – “THEM“!]

Às vezes ficar vivo em The Walking Dead não tem nada a ver com evitar hordas de zumbis.

No episódio de domingo, nosso grupo de heróis atormentados pela morte tiveram pouco tempo para ficar de luto pelas recentes perdas de Beth (Emily Kinney) e Tyreese (Chad L. Coleman) porque eles estavam preocupados com a tarefa quase impossível de encontrar comida e água. Mas apesar de Maggie (Lauren Cohan) e Daryl (Norman Reedus) terem encontrado tempo durante a crise para chorar um pouco, Sasha (Sonequa Martin-Green) descontou a dor da morte do irmão nos zumbis, cães selvagens (hey, é comida!) e até mesmo em seus companheiros sobreviventes.

Mas talvez a negatividade de Sasha seja fundada. Afinal de contas, quando os céus finalmente ofereceram uma necessitada chuva, ela veio em forma de uma tempestade que forçou os sobreviventes a entrarem em um celeiro que mais tarde foi atacado por uma horda de zumbis. Então, novamente, a mesma tempestade era tão destrutiva que matou os zumbis enquanto Sasha e companhia foram poupados. E então, do nada, Sasha e Maggie são abordadas por um homem chamado Aaron (Ross Marquand), que diz ter boas notícias.

Então, as coisas estão finalmente melhorando para nossos heróis? A TVGuide.com bateu um papo com Martin-Green sobre os riscos da tristeza de Sasha, por que ela não se permite aceitar a felicidade e o que ela pensa sobre Aaron.

Qual foi sua reação quando você soube que Tyreese seria morto? Quanto você pensou que isso significaria para Sasha?

Sonequa Martin-Green: Fiquei definitivamente chocada. Fiquei devastada. Foi muito difícil ouvir essa novidade. Imediatamente eu pensei sobre o impacto que isso teria em Sasha. É quase inexprimível, na verdade, o impacto de perder o amor da sua vida no apocalipse zumbi e então perder seu irmão, a quem ela sempre teve. Não importa o que, ela sempre o teve.

the-walking-dead-s05e10-them-001

Sasha com certeza parece galvanizada pela morte. Te surpreendeu que ela não demonstrasse a tristeza nem um pouco?

Sonequa Martin-Green: Eu acho que está definitivamente de acordo com quem sabemos que ela é, mas, ao mesmo tempo, ela ainda não aceitou completamente. Nós a vemos no enterro e é quase como se não fosse real. Ela está como em outro plano, e ela simplesmente se recusa a aceitar essa realidade agora. Quando chegamos ao episódio 10, um certo tempo se passou e ela está lidando com a primeira parte de tudo isso, e ela está escolhendo lidar com isso através da violência. Em sua mente, a violência é a única coisa que pode fazer tudo ficar bem. Ela está descontando nas coisas que causaram a ela essa dor, esses zumbis. Agora eles tiraram tudo dela, e ela está pronta para causar estragos neles.

Ela acha que se o Tyreese tivesse liberado um pouco de sua própria raiva interior ele poderia ainda estar vivo?

Sonequa Martin-Green: Eu acho que é assim que ela se sente. Ela diz no episódio “Não somos iguais. Nunca fomos”. Sempre houve essa disparidade entre eles, mas se tornou maior e maior. Então ela está pensando “Por causa do jeito que você era, por causa daquela vontade firme que tinha de manter sua humanidade não importa o preço… agora você está morto”.

Parece que ela está determinada a ir 100% ao contrário disso e aceitar a brutalidade do novo mundo. Ela se preocupa com sua própria humanidade ou sua moral interior?

Sonequa Martin-Green: Ela é uma pessoa bastante determinada. Ela toma decisões e se mantém fiel a elas. Ela é bem obstinada nesse sentido, e eu não acho que ela esteja pensando sobre sua moral interior agora, nem um pouco. Ela aceitou que é isso que ela tem que fazer para seguir em frente… e eu não acho que ela está considerando o que isso fará com ela ou pra onde esse caminho leva. Ela está vivendo o momento porque ela sente que ambos, seu passado e seu futuro, foram apagados – eles foram roubados dela. Todas as suas memórias da vida com seu irmão se foram, e a esperança pelo futuro que ela tinha com Bob se foi também. Então, a única coisa que ela tem nesse momento, e ela irá completamente no sentido oposto ao que o irmão tomou porque é a única coisa que ela acha que pode fazer.

the-walking-dead-s05e10-them-002

Michonne também é uma guerreira, como Sasha, no entanto ela diz a Sasha para parar o que está fazendo. Como Sasha vê esse conflito?

Sonequa Martin-Green: Sasha estragou o plano. Era muito importante, o plano que eles tinham para poupar energia e deixar os zumbis apenas caírem pelo barranco. O grupo está muito próximo da morte – o mais perto que já estiveram – e eles precisam se conservar nesse momento. Sasha decide que ela simplesmente não liga para o plano. Ela não tem interesse algum em pegar leve com esses zumbis porque eles são a causa de seus problemas e de sua dor. Mas Michonne é aquela que segura o espelho para ela e diz “Você está agindo como uma louca, está nos colocando em perigo”. E eu acho que ela vê isso imediatamente, porque ela joga sempre em um time.

Michonne comparou o comportamento de Sasha a Tyreese ter se lançado em um grupo de zumbis quando ele estava mal. Você acha que de alguma forma ela tem vontade de morrer?

Sonequa Martin-Green: O fim desse caminho é provavelmente um lugar onde você não quer mais viver. Mas agora, sobrevivência é de máxima importância. Ela sempre foi muito clara e muito prática nesse sentido. Sobrevivência é sua única família nesse momento, então ela tem que dizer a si mesma “Eu não sou como Tyreese. Não vou me deixar morrer. Não vou ser sensível com esse mundo e deixar que ele me consuma”. Por isso é muito importante pra ela dizer a Michonne “Não somos iguais”.

Mas até mesmo Maggie e Daryl, que não são sensíveis, tiraram um tempo para chorar e ficar tristes nesse episódio. Você acha que Sasha sabe que nunca se voltar para esses sentimentos causa danos?

Sonequa Martin-Green: Com certeza isso causa danos. É muito prejudicial o lugar onde ela se encontra agora. É muito obscuro, e eu acho que causa danos a ela. Mas não acho que ela já está lá. Eu não acho que há espaço em sua mente agora para esse tipo de consideração. Ela não pode dar atenção às consequências disso ainda.

Há um monte de coincidências aparentemente sobrenaturais nesse episódio. Você acha que isso dá a ela alguma esperança ou fé de que ela pode resistir à tempestade metafórica?

Sonequa Martin-Green: Infelizmente, nesses momentos, não. Ela acredita em Deus; é definitivamente uma coisa de sua família. Mas eu acho que Sasha, infelizmente, se separou disso durante o curso desse apocalipse zumbi. Nós vemos ela, Maggie e Daryl não celebrarem quando a chuva chega, porque não há espaço para celebrações em nenhum deles agora. É aquele coisa de você estar machucado e você prefere não sorrir mesmo que seja por uma ótima coisa e eles estejam muito agradecidos pela chuva. Mas você não tem espaço para alegria. Você não vê alegria em nada.

the-walking-dead-s05e10-them-003

Mas há um momento entre Sasha e Maggie após a tempestade milagrosa ter matado todos os zumbis do lado de fora do celeiro. O que esse momento significa pra você?

Sonequa Martin-Green: Eu acho que elas se entendem de uma forma que ninguém mais consegue no momento. Sasha definitivamente vê sua tristeza como maior do que a de qualquer um no momento, mas ela decide, ali, “Maggie me entende. Ela é a única que pode”. Então ela se abre apenas naquele momento e então elas são capazes de ter aquele pedacinho de paz uma com a outra, vendo o sol nascer. Eu acho que foi um lapso momentâneo no tumulto para ambas.

Isso restaura alguma esperança para Sasha?

Sonequa Martin-Green: É bom, ela encontra esperança por um momento e percebe “Uau, devíamos ser muito gratos por sobrevivermos porque a tempestade poderia ter nos destruído”. Mas é, infelizmente, apenas naquele momento. Ela tem aquele momento de revelação e a confissão “Eu não acho que posso fazer isso”. Mas eu acho que há um momento de paz e um momento de alegria. Sasha diz “Eu vejo”, olhando para o nascer do sol, e eu acho que é muito bonito que elas foram capazes de proporcionar isso uma à outra.

E é algo bem curto, porque Aaron aparece. O que Sasha acha do que ele tem a dizer?

Sonequa Martin-Green: Sasha é extremamente desconfiada das pessoas a esse ponto, sabe. O policial no episódio 7 foi realmente a última gota para ela. Ela se abriu para ele e estava tentando viver a vida da maneira que Bob mostrou a ela, e então ele a deixou inconsciente. Então, é claro, a primeira resposta a isso é “Isso é uma ameaça”. Mas ela está definitivamente bastante curiosa. Ele poderia ter aparecido por trás delas e as matado e não o fez, e isso é algo sobre o qual Sasha pensa. Ela reconhece isso.

Então, esses episódios finais serão piores para Sasha antes de ficarem melhores?

Sonequa Martin-Green: Essa é a questão: ela vai continuar a ir mais longe no desespero, mais longe nas trevas, mais longe no isolamento? Ou ela irá se voltar a alguém que nunca vimos antes? Ela irá finalmente se abrir, finalmente enfrentar tudo, e baixar todas as suas defesas? Teremos que ver que caminho ela escolherá.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: TV Guide
Tradução: Lalah / Staff Walking Dead Brasil

Continue lendo
Publicidade
Comentários

5ª Temporada

5ª Temporada de The Walking Dead chega ao Netflix Brasil em Abril

Rafael Façanha

Publicado há

em

Demorou, mas finalmente o grande dia está perto de chegar! A Netflix Brasil – o melhor e mais famoso de todos os serviços de streaming na atualidade – anunciou hoje que a quinta temporada do drama zumbi de sucesso da AMC, The Walking Dead, estará disponível em seu catálogo no próximo dia 15 de Abril.

Sinopse oficial da 5ª temporada de The Walking Dead:

Depois de derrotarem o Governador e sofrerem importantes perdas no caminho, Rick e sua turma enfrentarão o inimaginável ao chegarem no Terminus, lugar que eles pensavam que seria a salvação de todos. Mais uma vez sentirão na pele que os humanos podem ser mais cruéis que os zumbis.

Além de The Walking Dead, o serviço conta com filmes, seriados e desenhos animados de diversos grandes estúdios e canais de televisão, além de inúmeros conteúdos exclusivos. Ele pode ser acessado a partir de dispositivos portáteis com Android ou iOS, além de computador, Smart TVs, consoles e reprodutores de Blu-ray com suporte para aplicativos. Caso você tenha interesse, a Netflix Brasil possui planos a partir de R$ 19,90 ao mês e você pode fazer assinatura diretamente do site, começando com o primeiro mês grátis!

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.

Continue lendo

5ª Temporada

Scott M. Gimple fala sobre as mortes de personagens negros na 5ª temporada de The Walking Dead

Ivy Leça

Publicado há

em

Por:

Talvez a quinta temporada de The Walking Dead tenha sido a mais forte da série até agora. Ela começou cheia de caos e ação em Terminus e terminou com Rick executando Pete em um finale quase igualmente sangrento. Mas no meio disso, a série recebeu algumas críticas por ter matado os três principais personagens negros: Bob (Lawrence Gilliard), Tyreese (Chad L. Coleman) e Noah (Tyler James Williams).

Essa não é a primeira vez que a série é atacada por matar personagens negros. Na terceira temporada, houve murmúrios depois que prisioneiros negros tiveram uma morte rápida, junto com IronE Singleton, que interpretava T-Dog. Mas como foi dito pelo showrunner Scott M. Gimple, muitas vezes os personagens condenados na quinta temporada nem eram negros para começar, mas acabaram sendo depois que os produtores escolheram um ator específico.

Gimple fez referência a isso quando foi perguntado sobre as críticas a respeito do número de personagens negros que morreram na quinta temporada. “Sabe, eu já sabia quem ia morrer no ano passado”, disse Gimple. “No caso de alguns personagens, até mesmo antes disso. E no começo do ano, alguns desses personagens ainda não tinham um ator selecionado. A questão era sempre selecionar a melhor pessoa. É bem difícil.”

Para ilustrar seu ponto, Gimple mencionou um personagem específico que era branco nos quadrinhos, mas não na adaptação para a TV, e outro personagem que poderia ser de qualquer etnia. “Bob não era um personagem negro nos quadrinhos, mas eu não gostaria de perder Lawrence Gillard”, disse Gimple. “E Noah, quando estávamos selecionando, Tyler era o melhor ator. Eu adorei o que ele fez e o que trouxe para a série. Recebemos todo tipo de pessoa, de diferentes origens e etnias. É difícil porque eu também quero ser sensível ao que as pessoas sentem. Dois desses personagens estavam destinados a morrer, e eles poderiam ter sido selecionados em qualquer direção, e eu apenas selecionei as melhores pessoas – ou pelo menos as pessoas que eu senti que eram as melhores, e eu adorei o que eles fizeram com o papel. É estranho imaginar não ter escolhido eles. Mas eu sabia que esses personagens iam morrer, e escolhi aquelas pessoas.”

Mostrar diversidade da vida real sempre foi importante para os produtores. Como Gimple disse, “é sobre representar o mundo que está lá”. E enquanto ele aponta para o fato de que queria dar a oportunidade de interpretar esses personagens para os melhores atores, ele também é sensível para aqueles que se incomodam com a alta contagem de corpos.

“Nesse caso era realmente uma questão do melhor ator para o papel”, disse Gimple. “Eu adoraria que as pessoas tivessem visto o teste de Lawrence – que era para um papel falso – e ele foi incrível. O teste de Tyler foi incrível. É uma questão muito, muito difícil, e eu honro qualquer pessoa que tenha se sentido atingida. É bem complicado. Eu odiaria não ter visto esses atores na série, porque eles eram fantásticos e fazem parte da família agora. É duro.”

Os fãs podem esperar que muitos personagens – de todas as etnias – morram na sexta temporada, que estreia no próximo mês.

The Walking Dead, a história de drama mais assistida da TV a cabo, irá retornar com a sexta temporada no dia 11 de Outubro de 2015 – às 22h no AMC Internacional e às 23h na FOX Brasil. Confira o trailer oficial da temporada e fique por dentro de todas as notícias.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Entertainment Weekly

Continue lendo

5ª Temporada

Edição limitada do Blu-ray da 5ª temporada de The Walking Dead é anunciada oficialmente

Ávila Souza

Publicado há

em

Fundido com o pavimento carbonizado por um tiro de napalm, um zumbi se encaminha para a sua próxima refeição, no caso, para o box da edição limitada do Blu-Ray da quinta temporada de The Walking Dead, produzido pela Anchor Bay Entertainment e com lançamento previsto para o próximo dia 01 de dezembro.

A Anchor Bay Entertainment anunciou oficialmente o lançamento da aguardada edição limitada que traz em sua embalagem o zumbi que Rick Grimes e companhia encontraram no episódio “Crossed”. A edição já está disponível para encomenda no Amazon.com pelo preço de 134,99 dólares (algo em torno de R$ 500,00). Você pode conferir o box a seguir, depois da descrição do produto.

COMUNICADO DE IMPRENSA: BEVERLY HILLS, CA – A Anchor Bay Entertaiment lançará mais uma edição do que se tornou a tradição anual mais aguardada pelos fãs de The Walking Dead ao redor do mundo, o box com edição limitada da quinta temporada de The Walking Dead em Blu-Ray + Edição Limitada Digital HD no dia 01 de dezembro de 2015. Assim como as edições anteriores, a McFarlane Toys criou mais uma vez uma embalagem de colecionador impressionante. A Edição Limitada desse ano apresenta o “zumbi do asfalto”, uma das muitas imagens inesquecíveis da quinta temporada da série que é fenômeno mundial. Perfeitamente produzido e ricamente detalhado, ele é baseado no zumbi original desenhado pelo premiado supervisor de efeitos e maquiagem e Produtor Executivo, Greg Nicotero. O pacote também inclui um digipack colecionável com 5 discos em Blu-Ray com uma arte “zumbi” exclusiva, disponível apenas com o box. O material já pode ser encomendado pela Amazon.com e custa $134,99 dólares.

As edições passadas apresentavam a “máscara de zumbi” (Primeira Temporada), a “cabeça zumbi com a chave de fenda” (Segunda Temporada), o “tanque de cabeças do Governador” (Terceira Temporada) e o “zumbi da árvore” (Quarta Temporada).

Os bônus incluem:

• Comentários em áudio do showrunner/produtor executivo/produtor/roteirista/ Scott M. Gimple, produtora executiva Gale Anne Hurd, produtor executivo Tom Luse, produtor executivo/supervisor de efeitos e maquiagem/diretor Greg Nicotero, diretor Julius Ramsay; atores: Lauren Cohan, Chad L. Coleman, Michael Cudlitz, Sonequa Martin-Green, Danai Gurira, Alanna Masterson, Melissa McBride, Josh McDermitt, Norman Reedus, Christian Serratos e Steven Yeun.
• Cenas Excluídas
• Inside The Walking Dead
• Making of da série
• Construção de Alexandria
• A jornada de Beth
• A jornada de Bob
• A jornada de Noah
• A jornada de Tyreese
• Um dia na vida de Michael Cudlitz
• Um dia na vida de Josh McDermitt
• “Rotters in the Flesh”

O elenco da quinta temporada de The Walking Dead também inclui: Norman Reedus, Steven Yeun, Lauren Cohan, Danai Gurira, Chandler Riggs, Melissa McBride, Chad L. Coleman, Sonequa Martin-Green, Lawrence Gilliard, Jr., Michael Cudlitz, Emily Kinney, Alanna Masterson, Christian Serratos, Josh McDermitt e Andrew J. West.

GALERIA DE IMAGENS:

The Walking Dead, a história de drama mais assistida da TV a cabo, irá retornar com a sexta temporada em 11 de Outubro de 2015 na AMC e em 12 de outubro na FOX Brasil.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Daily Dead

Continue lendo

EM ALTA