Siga-nos nas redes sociais

4ª Temporada

The Walking Dead 4ª Temporada: 5 teorias sobre o Santuário

Publicado há

em

ATENÇÃO: Esta matéria contém spoilers do décimo primeiro episódio da 4ª temporada, “Claimed” (Reivindicado), bem como dos quadrinhos que a serie é baseada. Leia por sua conta e risco.

O episódio do último domingo de The Walking Dead concluiu com Rick, Carl e Michonne na rota para o “Terminus”, um ponto em um mapa laminado que promete “santuário” para todos que vão.

“Santuário – aqueles que chegam, sobrevivem.”, ele avisa.

No episódio de 27 de outubro do Talking Dead, a produtora de The Walking Dead Gale Anne Hurd brincou com os fãs que ele pode ou não ser o que você pensa que é se você leu os quadrinhos. “Aqueles de vocês que leram a hq podem ter uma pista do que isto poderia ou não ser, mas é apresentado um santuário. Como sabemos neste mundo um santuário poderia ser uma coisa muito complicada. Poderia ser um lugar que você quer ir e realmente é o que diz que é, ou talvez não seja bem o que prometeu.”

Bem, nós temos algumas ideias a respeito de exatamente onde ele poderia estar. Confira abaixo cinco teorias:

Fort Benning

001-Fort-Benning

A questão é, The Walking Dead estava gravando algumas cenas em Fort Benning para a quarta temporada. Dado o fato de que Abraham é um soldado, isto poderia facilmente ter sido uma sequência de flashback, afinal tivemos alguns deles nesta temporada.

Ou pode ser que este seja o lugar onde eles estão eventualmente indo. Se você se lembrar todo o caminho de volta para a primeira temporada, este era o local onde Rick e Shane estavam indo, e quando finalmente eles começaram a discordar sobre ir para Fort Benning ou ficar hospedado na fazenda de Hershel, foi um enorme conflito.

A Fortaleza foi mencionada mais algumas vezes, mais recentemente por um sobrevivente na prisão que disse a Rick e ao grupo que Fort Benning tinha sido invadida. No entanto, se alguém fosse capaz de torna-la segura, seria como a prisão, mas com uma maior proteção.

Um local antiquado ou não mais seguro

002-Prisao

Obviamente, existe uma tropa de zumbis fictícios neste momento formando o falso santuário, uma mensagem que foi entregue em algum sinal de rádio à manivela. A história típica é que o seu grupo de sobreviventes vai ouvir sobre isso logo no início e, no momento em que eles seguirem o seu caminho até lá, o lugar já estará devastado.

Esses tipos de tropas invadem pelo mesmo motivo e ninguém sabe imediatamente a intenção que eles seguem pois, ao que parece, no mundo de The Walking Dead, não existiam filmes de zumbis antes do surto e os sobreviventes estão enfrentando tudo pela primeira vez.

Portanto, em outras palavras, não há nada em seu cérebro para dizer: “Ei, espere, eu já vi esse filme antes.” Você pode dirigir-se para uma falsa esperança, porque ela é uma esperança.

Lembre-se, também, que o mapa da Geórgia que mostrou onde Terminus/Santuário está, indica a pequena cidade de Macon. Esse lugar foi apresentado no jogo de Walking Dead e também marcado por Michonne na primeira metade da temporada, como sendo um possível local para visitar e procurar suprimentos.

Zona de Segurança de Alexandria

003-Alexandria

Nós já estabelecemos que o Terminus é em Macon, GA. Então, como ele poderia ser em Alexandria?

Bem, as gravações de The Walking Dead são na Geórgia por razões práticas, por isso faz mais sentido manter os lugares que você pode realmente ser capaz de usar.

Além disso, Alexandria foi uma escolha óbvia, porque ela estava ao longo da estrada para Washington, DC – permitindo que os sobreviventes seguissem de uma missão para a próxima continuamente depois que eles abandonaram a missão criada pelo Eugene. Uma vez que os sobreviventes estão divididos, e os dois grupos que seguem para Terminus não tem ideia de quem Abraham, Eugene e Rosita são, realmente não há necessidade de criar um cenário adicional no caminho para DC.

O Santuário

004-Santuario

No mundo da série The Walking Dead da Image Comics/Skybound , “Santuário” tem um significado particular.

É, de fato, um lugar muito específico e uma localidade que é a chave para eventos que ocorrem nos quadrinhos agora.

O Santuário é a base dos Salvadores – um local visto pela primeira vez em The Walking Dead #104, por este ponto nós já sabíamos que não iriamos gostar particularmente dos salvadores, um grupo liderado por um lunático chamado Negan que encontra outros grupos de sobreviventes e extorque eles para sobreviver.

Durante o arco de “Um mundo maior”, Rick Grimes e companhia foram apresentadas a Jesus, que os ajudou a encontrar uma comunidade a qual eles poderiam se deslocar depois da queda da prisão e de dezenas de acontecimentos passados principalmente na estrada. Jesus trouxe Rick para a colônia de Hilltop, uma comunidade agrícola que sobrevive, negociando com outras comunidades similares. É regularmente aterrorizada pelos homens de Negan, que têm uma instalação protegida, que intimidam outras colônias a dar uma parte de sua agricultura, caça e outros mimos em troca de “proteção”, o que basicamente significa que os salvadores não irão atacar eles.

Em The Walking Dead #100, quando Rick se recusa a colaborar com Negan, os sobreviventes são reunidos com força esmagadora e finalmente são forçados a assistir enquanto Negan brutalmente assassina um do seu grupo. Intimidado em uma retirada estratégica, Rick vive sob o governo de Negan por um tempo, enquanto isso Carl apresentou o primeiro olhar dos leitores para o santuário, quando ele lançou um ataque contra as instalações e matou meia dúzia de membros da comunidade de culto semelhante, da qual Negan é o líder indiscutível e brutal.

Dentro da comunidade, os salvadores são divididos em castas, dependendo de quantas habilidades eles conseguiram demonstrar a Negan, que se apresenta como uma espécie de líder espiritual. A retribuição pelos crimes detectados contra Negan é brutal e ele está livre para fazer com as pessoas o que ele quer, inclusive formar um harém de “esposas”, uma das quais estava realmente casada com um dos seus tenentes mais próximos antes de Negan a tomar.

Os salvadores foram os antagonistas centrais da série desde então, e um número de facções – incluindo sobreviventes de Rick, colônia de Hilltop, O Santuário e muito mais, foram à guerra em The Walking Dead # 115, o início de uma história celebrando a décimo aniversário de The Walking Dead. Essa guerra está em curso e não vai encerrar até por volta da época do final da temporada.

O próprio Santuário é uma grande fábrica, rodeado por uma cerca de arame, com uma parede de walkers (acorrentados ou presos em estacas no lugar de modo a não ameaçar o Santuário, mas a criar uma ameaça para qualquer um que tenta se infiltrar na propriedade) e barricadas de pedra. Em muitos aspectos, é tão semelhante ao cenário da prisão que os sobreviventes já viram, na maioria dos outros lugares destinados a proporcionar condições de vida para grandes grupos de pessoas como apresentado em Woodbury – fechados, comunidades fortificadas onde há pelo menos uma ilusão de conforto, não é diferente do que Rick e companhia estavam cultivando na prisão antes do surto de gripe.

O criador da série Robert Kirkman deu um depoimento dizendo que eles têm um plano para chegar a Negan no show, mas não quando.

Lugar nenhum

005-Lugar-Nenhum

Há um argumento sólido para ser feito a respeito do nome de Terminus – “o fim da linha”, – deve ser considerado cuidadosamente quanto você está ficando envolvido em tudo isso.

Em uma temporada que está seguindo os quadrinhos bem de perto, vimos cenas que variam de The Walking Dead #51 a The Walking Dead #60 nas últimas três semanas. Por que isso é tão significativo?

Bem, The Walking Dead #61 começou o arco “Tema os Caçadores”, que colocou Rick e seu grupo de sobreviventes no caminho para Washington DC, e sem um abrigo permanente, contra um bando de canibais. Durante esse enredo, o arco também lidou com a história de Ben e Billy, os irmãos gêmeos que muitos estão comparando com Lizzie e Mika.

Eles também encontraram Gabriel, um padre que tinha se escondido em sua igreja desde o início do surto e que lhes ofereceu, você adivinhou, santuário na sua construção.

Os caçadores colocaram suas mãos (e começaram a comer) em Dale antes de serem assassinados por Rick e seu grupo nos quadrinhos. Desde que Dale já saiu há algum tempo da série de TV, é possível que exista a necessidade de mais uma morte na família para equilibrar as coisas…

A coisa realmente assustadora é que, pelo olhar das coisas, Carol, Tyreese e as meninas estão um ou dois dias a frente de Rick, Michonne e Carl. Se for uma armadilha, eles poderiam ficar presos lá antes que as grandes armas estejam lá para ajudar – e vamos mais uma vez informar que agora eles estão adaptando os quadrinhos de um forma bem mais próxima…
… As histórias em quadrinhos, onde Lizzie e Mika não existem, e Carol e Tyreese já estavam mortos neste ponto.

O que você acha sobre isso? Qual sua teoria sobre “O Santuário” na série de TV? Deixe todos os seus pensamentos nos comentários abaixo.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Comic Book
Tradução: Diego Rangel / Staff Walking Dead Brasil

Publicidade
Comentários

EM ALTA