Siga-nos nas redes sociais

2ª Temporada

[SPOILER] Robert Kirkman Fala Sobre o Rumo da Série

Publicado há

em

A Hollywood Reporter se encontrou o produtor executivo Robert Kirkman, que criou a série de quadrinhos nos quais a série da AMC é baseada, para discutir sobre o episódio de domingo “Judge, Jury, Executioner”.


Contém SPOILERS do último episódio!

Depois de Rick e Shane finalmente concordarem em algo – o prisioneiro Randall é uma ameaça e deveria ser morto – Dale intervém como a voz da razão para lutar pela humanidade do grupo no episódio de domingo de The Walking Dead. Depois de estudar as medidas do grupo e não alcançar seu objetivo, apesar de ter torcido por Andrea no último minuto, Dale percebe que seus esforços falharam para fazer a diferença em salvar a vida de Randall. Enquanto isso, Carl continua a explorar um caminho sombrio, atraindo um zumbi para fora de uma lama muito profunda.

As duas histórias convergem quando, no final do episódio, o mesmo zumbi ataca Dale, forçando Daryl a acabar com a vida do guia de moralidade do grupo. O que a morte de Dale significa para o grupo e como Carl vai responder por ter envolvimento nela?

The Hollywood Reporter: Você matou Dale! Você ficou desapontado por não poder explorar o romance entre Dale e Andrea, que era uma parte tão grande dos quadrinhos?

Robert Kirkman: Não necessariamente. Eu já falei várias vezes do quanto eu gosto da diferença entre os quadrinhos e a série. Haverá grandes assuntos que nós não vamos necessariamente explorar, como o romance entre Dale e Andrea. Se você quer realmente ler essa parte da história, ela está disponível nos quadrinhos, eu altamente recomendo que você os leia. A série sempre será um animal diferente e a decisão de matar Dale foi muito grande e não foi fácil de tomá-la. Dale se tornou o centro moral do grupo e especialmente nesse episódio, por ele sair dizendo, “Vamos manter nossa humanidade,” ele é o único que está pregando isso nesse ponto, com Rick tomando as decisões que ele tem tomado ultimamente. Perder esse cara nesse momento significa muito para esse grupo. Será uma morte tão monumental que irá afetar, e muito, as coisas mais para frente. Pareceu ser a hora certa e isso para mim, todas as histórias que vão sair disso que as pessoas ainda não viram, compensam perder a relação entre Dale e Andrea.

THR: Como que não ter a voz da razão de Dale irá afetá-los? Andrea poderia potencialmente preencher esse papel por ela ter dado um passo a frente no final do jogo e votado em poupar a vida de Randall?

Kirkman: Perder esse papel é muito importante. Esse é o momento em que eles precisam, mais do que nunca, de alguém que chegue e diga, “Ei, essa não é a decisão mais popular, mas eu ainda estou falando isso porque é algo que precisa ser dito.” Eles não têm isso. Agora nós não sabemos como eles vão lidar com Randall e não sabemos o que vão fazer enquanto Rick e Shane continuam se confrontando. Eles perderam uma peça muito importante do grupo, e então não vão mais poder tomar as mesmas decisões que tomariam antes e isso vai realmente afetar o grupo como um todo. Eles estão meio que em um posiçao ruim e nós vamos ter que lidar com isso.

THR: Com Dale e previamente com Beth, vocês tiveram duas oportunidades diferentes de introduzir a popular teoria de que o que Jenner sussurrou para Rick no CDC é que todos já estão infectados. Isso pode ser algo que vai entrar em jogo em algum momento?

Kirkman: Claro. Talvez. Nós vamos ter que ver (risos).

THR: Por que não introduzir essa teoria agora?

Kirkman: É definitivamente um mistério [como o apocalipse começou]. Tem muita coisa acontecendo – como os comentários feitos sobre os dois policiais mortos que não tinham nenhuma mordida visível. Tem alguma coisa acontecendo ai.
Nós estamos aprendendo no mesmo passo que os personagens estão aprendendo, então conforme nós descobrimos coisas novas e compreendemos coisas diferentes, eles estão começando a conseguir respostas de como os zumbis surgiram e quais são exatamente as regras desse mundo. Até o final dessa temporada teremos algumas revelações muito boas que irão esclarecer muita coisa para eles. E nós estamos apenas a dois episódios desse ponto.

THR: Carl foi rápido em perceber que o zumbi que ele atraiu para for a da lama foi o que atacou Dale. Como ele vai responder a isso?

Kirkman: O divertido desse mundo é lidar com Carl. Uma coisa é crescer até a idade adulta no mundo de antes e não ter que lidar com a civilização indireta e com todas as coisas diferentes que estão acontecendo agora, mas nunca ter chegado à idade adulta e não ter realmente nenhum tipo de base para perceber o quanto as coisas estão arruinadas – esse é o normal de Carl. Então por ele ter causado – de certo modo – a morte de Dale, como ele vai lidar com isso vai ser muito diferente de como alguém que não cresceu nesse mundo lidaria com isso. Nós vamos vê-lo crescer e mudar com o tempo e se transformar em algo que pode não ser reconhecível como o que nós entendemos que uma criança tem que ser, o que é realmente meio que muito legal.

THR: Shane tentando recrutar Andrea para ajudá-lo a derrubar Rick. Isso é apenas a semente para o que nós vamos ver mais para frente?

Kirkman: Ele está definitivamente semeando descontentamento e está um pouco desesperado porque ele sabe que, a esse ponto, o segredo já foi revelado: Rick é um bom líder e todos os outros acreditam nisso. Shane tem mais obstáculos do que ele tinha antes, mas ele ainda acha que ele está no direito. Então sim, ele vai estar lutando e tentando compreender as coisas um pouco mais, e nós vamos ver um pouco disso logo.

THR: Por Hershel dar para Glenn seu relógio valioso pouco antes de cuidar de Beth, ele está começando a se desapegar e perceber que seu tempo é limitado?

Kirkman: Eu acho que todo mundo nessa situação pensaria que seu tempo é limitado. Hershel sabe que ele pode não ser tão rápido ou tão forte como todos os outros. Ele vê o mundo fechando sobre ele – sua fazenda parecia ser muito mais afastada até recentemente – e agora existe a ameaça de o grupo de Randall aparecer no horizonte. Também parece ter mais e mais zumbis rastejando para a fazenda agora que a área com lamas congelou, então é mais perigoso. Ele está com certeza preocupado com sua segurança e com a segurança de todo mundo, mas possivelmente mais com a dele.

THR: O momento final com Daryl parece ser algo que você estava desenvolvendo há um longo tempo. Como que sua nova liderança será explorada mais a frente? Aquele tiro de misericórdia em Dale foi o encerramento dele em relação à Sophia? Esse foi o jeito de processar a morte a dela de um jeito único dele?

Kirkman: Foi um pouco disso. De um modo mais amplo, esse foi ele descobrindo seu papel no grupo. Quando ele estava lá fora procurando por Sophia, ele estava arriscando tudo e se abrindo de uma forma que ele nunca tinha feito antes por causa da sua infância ter sido tão ruim e de sua relação com seu irmão Merle ser tão complicada. Então quando ele descobriu que ela estava morta e dentro do celeiro o tempo todo, é por isso que ele se retirou e se afastou do grupo. Foi porque ele se permitiu se importar, e isso apenas o acertou de volta de uma forma muita grande. Ele não queria fazer parte do grupo, ter essas emoções e se importar com essas pessoas. Então ele tem se distanciado deles até esse momento, e agora ele está vendo que essas pessoas precisam dele e que ele pode preencher um papel, por ser esse cara duro e distante ele pode fazer as coisas que mais ninguém quer fazer. Ele quer intervir e tirar esse fardo de Rick por um momento. Rick foi quem deu um passo a frente e atirou em Sophia. Daryl viu isso e por causa de sua dor pela perda de Sophia ele não foi capaz de fazer isso. Mas quando ele vê Rick hesitando em fazer o mesmo com Dale, ele sabe: esse é o meu momento, aqui é onde eu posso provar meu valor, e ele intervém e faz o que ele tem que fazer.


Fonte: Hollywood Reporter
Tradução: Lilian Woytko / Staff WalkingDeadBr

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA