Siga-nos nas redes sociais

4ª Temporada

Robert Kirkman fala sobre os novos personagens e solta algumas prévias para o resto da 4ª temporada

Rafael Façanha

Publicado há

em

É lamentável ver pessoas morrerem em The Walking Dead. Mas quando alguns personagens se vão, novos emergem e assumem seus lugares. Enquanto estamos de luto pela recente perda de Hershel, podemos ao menos olhar adiante para três rostos familiares dos quadrinhos no qual a série é baseada. (Rostos como Abraham, interpretado por Michal Cudlitz – na foto abaixo).

A Entertainment Weekly conversou com o produtor executivo de Walking Dead, Robert Kirkman, para conhecer um pouco mais os novatos, bem como tudo o mais que precisamos saber para ficar por dentro dos últimos oito episódios da quarta temporada, que reestreia neste domingo na AMC.

ENTERTAINMENT WEEKLY: Conversei muito com o elenco recentemente e todos me disseram que os últimos oito episódios são completamente diferentes dos oito primeiros. Você pode falar um pouco sobre isso e como eles podem ser diferentes?

ROBERT KIRKMAN: Todos os nossos personagens foram jogados à própria sorte. Todos se separaram e estamos fazendo isso de forma realmente intensa, focando o personagem nos episódios. Justamente por estarem separados, haverá episódios que focarão pessoas distintas. Haverá episódios com foco em grupos diferentes numa hora em que eles ainda estarão na pior situação. Nós vamos mesmo “escavá-los” e conhecê-los muito mais do que já conhecíamos antes. Acho que depois desses oito episódios, vocês terão noção de quem são essas pessoas e acho que serão revelações chocantes sobre o que motiva essas pessoas e quem realmente são lá no fundo.

the-walking-dead-4-temporada-parte-2-personagens

EW: Essa sempre foi uma série sobre um grupo grande. Qual a razão de separá-los?

ROBERT KIRKMAN: Bem, a prisão é um cataclismo. E você não pode mesmo manter o equilíbrio da situação sem corromper seus personagens de uma grande forma. E a série tem sido sobre – em certa parte ao menos nas duas últimas temporadas – precisar de outras pessoas para sobreviver. A melhor coisa a se fazer é montar um grupo de pessoas e tentar trabalhar em conjunto e é assim que você sobrevive, e agora nós estamos trabalhando isso naquelas pessoas. Agora que estão mesmo separados, eles estão sozinhos, e as coisas são muito mais mortais do que já foram e são eles saindo da prisão e vendo o que o Governador fez a eles, colocando-os na linha. Para piorar, esse é o período mais obscuro pelo qual esses personagens passaram.

EW: Falando no período mais obscuro – me fale sobre o abalo da execução do Hershel. O que isso vai provocar em todos?

KIRKMAN: É uma coisa imensa pra eles. Hershel tocou cada um daqueles personagens, é por isso que é uma morte muito importante. Mexeu fundo com esses caras ter que lidar com essa perda e eles não têm tempo de lidar com isso porque as coisas estão lá fora tentando comê-los. É sobre isso que fala The Walking Dead, justamente porque eles não têm um minuto para refletir sobre isso ou lidar com as suas emoções. Veremos esses personagens totalmente arruinados ao verem e experimentarem isso, mas há coisas demais que lhes são impostas ou com que terão que lidar. São justamente esses obstáculos terríveis que vamos ver nossos personagens superarem ou não e essa é a graça.

EW: Certo, onde está a bebê Judith?

KIRKMAN: Tudo o que sei é que tem um carrinho de bebê cheio de sangue, então as coisas não parecem muito boas.

EW: E quanto a Lilly e Tara? Nós as veremos ou alguém da linha de história do Governador, ou este capítulo está completo?

KIRKMAN: Tem algumas pessoas aí que nós não vimos morrer e que poderiam, teoricamente, aparecer do nada mais à frente.

Abraham-Ford-4-Temporada-The-Walking-Dead

EW: Sabemos que vamos ver novos personagens na reestreia, alguns da HQ – Abraham, Rosita e Eugene. O que você pode nos dizer sobre eles e o quão similares ou diferentes eles estarão em relação à HQ?

KIRKMAN: Esses personagens vão ser extremamente parecidos com os da HQ e estou mesmo animado quanto a isso. A aparência e o visual para eles estavam totalmente incríveis. Os atores realmente se parecem com os originais da HQ, é muito assustador. Mas vou falar às pessoas animadas com a introdução desses personagens que elas não vão ter que esperar muito tempo. Não quero revelar exatamente quando eles vão aparecer, mas não será uma espera terrível, então mantenham suas esperanças lá em cima. Eles vão mesmo adicionar uma dinâmica muito interessante e convincente à série. Acho que eles vão trazer elementos à serie que nunca exploramos antes de verdade. Isso é animador e algo que vai elevar o jogo a um certo nível. Estou sempre ansioso sobre como essa série se desenvolve com o tempo e muda de temporada para temporada e esses três personagens são agentes que mudam muito a história e também a direção da série a um certo ponto.

EW: Você decide se as pessoas vão se parecer com as da HQ ou elas são completamente diferentes, como Bob Stookey?

KIRKMAN: Nunca é feito assim. Tudo o que sempre fazemos é o que temos no papel, sabemos o que queremos fazer com o personagem e então o lançamos. Se podemos escalar um ator que se pareça com o personagem da HQ, ótimo. Mas não é algo que sempre tentamos fazer. Simplesmente não é possível encontrar o melhor ator para o papel e de alguma forma, deixá-lo semelhante ao desenho que foi feito há quase uma década. Sempre procuramos o melhor ator para o papel, ponto final. Seria um esforço irreal tentar assemelhar o desenho visualmente todas as vezes.

EW: E quanto ao novo personagem chamado Gareth? O que pode nos dizer sobre ele?

KIRKMAN: Nada.

EW: Certo, bem, tem algum novo personagem chamado Gareth? (risos)

KIRKMAN: …Sim.

EW: Uau, realmente deu com a língua nos dentes, Sr. Kirkman! Ótimo, me deixe te perguntar: e quanto a ver Morgan de novo?

KIRKMAN: Tudo o que vou dizer é: é totalmente possível. Me lembro do episódio “Clear” em que Morgan apareceu por último, seria um final que valeria à pena pelo jeito que ele representou o futuro de Rick e o pôs de volta no caminho que ele estava e isso deu realmente errado e reverteu a relação que foi construída entre eles no primeiro episódio da série. E isso seria – seria – um bom final para aquela história. Mas podemos amar Lennie James de novo, isso pode ou não acontecer num certo ponto. Todos nós queremos ver Morgan de novo tanto quanto os fãs. Nunca se sabe.

EW: Vamos conversar sobre outros finais “soltos”. Vamos saber mais sobre o fraco sinal de rádio que Daryl e os outros captaram no carro?

KIRKMAN: Vamos com certeza, definitivamente, saber muito mais sobre isso. Eu acho que os primeiros oito episódios da temporada provavelmente merecem ser revistos se você quer realmente saber o que vem por aí. E daqui a alguns anos quando você assistir toda a quarta temporada como um todo, haverá diversos pontos e tantos detalhezinhos soltos nessa volta da quarta temporada que as pessoas ficarão chocadas com as coisas que não perceberam. Existem tantas coisinhas que não estão resolvidas e que serão colocadas e adicionadas nestes últimos oito episódios e gravar é absolutamente o principal entre elas, mas tem um monte de coisas com as quais estaremos lidando.

EW: Isso inclui a identidade da pessoa que pôs os ratos na cerca e fez experimento com outros deles?

KIRKMAN: Sim, esse é o fio da meada! Quero saber o que acontece lá! Não deixaríamos isso sem desfecho.

the-walking-dead-4-temporada-parte-2-003

EW: Vai haver mais algum desdobramento do abandono da Carol? Tyreese vai finalmente descobrir? Veremos Carol de novo?

KIRKMAN: Tudo o que digo é que Carol estava exilada da prisão por causa do que fez. E agora todos os nossos personagens foram, em certo sentido, exilados da prisão. Então, você sabe… Eles estão totalmente no mesmo barco agora.

EW: Falando sobre as locações, com quais locações da HQ devemos nos deparar?

KIRKMAN: Tem muita coisa no horizonte. Eu não queria revelar nada assim. Uma das coisas mais importantes pra mim é quando as coisas são adaptadas da HQ. É melhor quando essas coisas emergem inesperadamente, em oposição a “ah, quando chegaremos nesse ponto, quando chegaremos nesse ponto?”. E tem mesmo algo assim chegando na reestreia. Eu não queria revelar isso, eu acabaria com toda a graça!

EW: Sei que vamos dar uma boa e longa observada em Michonne no primeiro episódio da volta. O que você gostaria de dizer sobre como esse episódio talvez conecte um pouco alguns dos pontos?

KIRKMAN: No primeiro episódio da volta, nós definitivamente vamos vislumbrar o passado de Michonne e saber mais sobre ela do que antes, e acho que as pessoas ficarão estarrecidas com o ponto a que chegamos com essas coisas.

The Walking Dead, a história de drama mais assistida da TV a cabo, irá retornar com os oito últimos episódios da quarta temporada no dia 09 de Fevereiro de 2014 na AMC e 11 de Fevereiro de 2014 na FOX Brasil.

Fiquem ligados aqui no Walking Dead Brasil e em nossas redes sociais @TWDBrasil no twitter e Walking Dead Br no facebook para ficar por dentro de tudo que rola no universo de The Walking Dead.


Fonte: Entertainment Weekly
Tradução: Thuany Motta / Staff Walking Dead Brasil

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA