Siga-nos nas redes sociais

Entrevista

Robert Fala Sobre 2ª Temporada, Aparição de Michonne e Mais

Publicado há

em

O Hollywood Reporter entrevistou o criador dos quadrinhos e também roteirista e produtor executivo Robert Kirkman no Free Comic Day para discutir o impacto que os quadrinhos estão tendo na TV, suas esperanças com a indústria fanboy e o que está por vir na segunda temporada de The Walking Dead.

THR: Com três pilotos — um Wonder Woman reboot na NBC, Locke e Key na fox e Powers no FX — o que você acha do surgimento das séries baseadas em quadrinhos na TV?

Kirkman: Quadrinhos são uma grande fonte de entretenimento. Assim como os filmes, eu acho que quadrinhos se enquadram em nosso dia-a-dia muito bem, pois a maior parte deles são histórias contínuas que são contadas mensalmente, ou em múltiplos anos. É um formato que se traduz muito bem na TV. Eu espero que todas essas pessoas que estão aproveitando todos essas fantásticas séries de TV baseadas em quadrinhos vejam a fonte da matéria original e veja o grande sucesso que tem para oferecer.

THR: The Walking Dead está realmente pegando vantagem nisso, não apenas com as partes em andamento, mas também com a re-edição dos quadrinhos, incluindo The Walking Dead Weekly.

Kirkman: Um monte de pessoas estão procurando os quadrinhos por causa da série de TV. Eu não podia estar mais feliz sobre isso. Qualquer coisa que envolva os quadrinhos é ótimo para mim.

THR: O quanto você acha sobre a ressurgência de quadrinhos como fonte de material para a TV ser atribuída ao sucesso de The Walking Dead?

Kirkman: Eu acho que a equipe de marketing da AMC estava ligada em cada coisinha que eles faziam. Por causa do poder do [criador da série/produtor executivo/diretor] Frank Darabont e de Gale Anne Hurd, um magnífico show sempre está por vir. Tem sempre alguém que fica “Oh, isso é algo que pode ser feito”. Sou realmente grato pelo sucesso que The Walking dead está tendo, e espero que isso esteja influenciando para que mais quadrinhos sejam escolhidos e transformados em séries de TV, ao oposto do que mais séries de zumbis. Eu acho ótimo que os canais não estejam sendo “Oh, vamos fazer uma série de zumbi para fazer sucesso também” mas que na verdade dando uma olhada no material de origem, que de certa forma, é a melhor jogada de sua parte.

THR: Será que tem outros quadrinhos que você acha que os canais devem estar procurando?

Kirkman: Tem uma coisa chamada Chew que já foi escolhida pela Showtime. Eu acho que será um ótimo show. Tem um livro chamado Morning Glories escrito por Nick Spencer, que é tipo “Lost” em um internato e que acho que ficaria bem na TV. Ed Brubaker tem um livro chamado “Criminal” que é sobre o submundo do crime e essa conexão e histórias com diferentes criminosos fazendo diferenciados crimes. Eu acho que seria uma ótima série também. O fato é que você não pode andar em uma loja de quadrinhos sem passar em centenas de diferentes quadrinhos que fariam grandes séries de TV. Então, é realmente muito empolgante.

THR: E sobre o seu mais recente trabalho, Super Dinosaur. Será que Hollywood será amigável?

Kirkman: Se alguém que está lá quiser fazer um desenho animado sobre isso, estarei aberto a isso. Mas agora meu foco principal está apenas começando, com a série de quadrinhos, e ver como ele vai.

THR: Falando sobre a segunda temporada de The Walking Dead, existe uma equipe de escritores ou você está usando freelancers como havia sido especulado?

Kirkman: Temos uma equipe completa de roteiristas, há três escritores funcionários em tempo integral e um freelancer: Evan Reilly (Rescue Me), Scott Gimple (Flash Forward), Angela Kang (terrier) e o freelancer. Darabont [produtor executivo] ,Glen Mazzara e eu estamos trabalhando no programa. Todos os relatórios sobre os roteiristas serem demitidos e entre outros nunca aconteceu.

THR: Alguma novidade sobre o Stephen king escrever um episódio?

Kirkman: Isso está sendo um pouco discutido. Todos que estão envolvidos em ambos os lados disso estão muito ansiosos para fazer isso acontecer; AMC está excitada; até Frank Darabont e eu estamos! Eu sei que Stephen King e Joe Hill estão excitados também. Nós iremos ver se podemos trazer tudo isso junto. Eu não posso nem confirmar ou negar. (risos)

THR: Você escolheu 13 episódios para a segunda temporada que começa em outubro. Será que vai ser direto ou haverá um hiato?

Kirkman: Eu realmente não posso falar sobre isso. Eu penso que provavelmente vai ter alguns anúncios que a AMC gostaria de fazer e eu não quero atrapalhar em todo o seu jogo de marketing.

THR: A produção já começou?

Kirkman: Estamos bem na série; os scripts estão todos concluídos e os toques finais estão sendo feitos, e acho que as câmeras estarão rolando em algumas semanas. Estamos todos animados para voltar a Atlanta e suar.

THR: Onde será feita a segunda temporada? A última vez que vimos Rick (Andrew Lincoln) e companhia estavam deixando o CDC após a explosão.

Kirkman: A última vez que os vimos foi dentro de carros, fugindo do CDC. Definitivamente vamos ver até onde isso vai, e segui-los em sua jornada.

THR: Quanto tempo será até que descobriremos o que Jenner (Noah Emmerich) sussurrou para Rick antes do CDC explodir no final?

Kirkman: Eu acho que foi uma grande mudança na parte de Frank e eu realmente gostei dele estar acrescentando coisas que impede as pessoas de adivinhar. Eu certamente gostava de assistir as pessoas jogar jogos de adivinhação. Esta cena não é como aquelas que todos vão poder adivinhar. E isso será revelado quando na hora certa.

THR: Nós iremos ver Merle (Michael Rooker) na segunda temporada?

Kirkman: Tudo que eu posso realmente dizer é que todos amam Michael Rooker.

THR: Quando nós iremos encontrar Michonne?

Kirkman: Talvez na 3ª temporada. Frank e todos envolvidos na série amam a personagem e todos estamos interessados em introduzi-la na série.


Fonte: Hollywood Reporter
Tradução: Mel / Staff WalkingDeadBr

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA