Siga-nos nas redes sociais

2ª Temporada

Review da Série – 2×12 – Better Angels

Átila Rithiery

Publicado há

em

Os episódios pós-hiatus estão mostrando que o nível da série The Walking Dead só tendem a subir, logo após o fatídico capítulo com a morte de Sophia, a série parece ter-se livrado de um grande peso e dado continuidade a sua trama sem mais delongas. Este Better Angels mostrou todo o poder dramático da série e nos deu uma amostra do que será esse Season Finale. Vamos revisar então a penúltima parte desta ótima Segunda Temporada, que foi ao ar ontem pelo AMC e será exibido nesta terça às 22h na FOX!

Muita gente xinga, coloca apelidos e deseja a morte desta que é uma personagem chave na trama de The Walking Dead, sem seus dramas e intervenções esta temporada perderia muito de sua graça. Não, não estou falando de Shane, estou falando de Lori. No nono episódio, Triggerfinger, a esposa de Rick já havia plantado nele a semente da discórdia. Neste Better Angels, Lori teve pouquíssimo tempo de tela, mas foi o suficiente para fazer o mesmo com Shane, em uma rápida conversa se mostrou agradecida por tudo que o policial fez por ela e por seu filho e sem dizer palavra alguma deixou no ar o sentimento que ainda nutre por aquele que sempre a desejou. Foi o suficiente para estourar a tampa da panela de pressão que estava em fogo algo há um bom tempo.

Começamos este penúltimo episódio com alguns dos sobreviventes verificando os limites da fazenda, suas cercas e abatendo os prováveis Walkers que já estavam zanzando pela propriedade, enquanto isso acompanhávamos em off a voz de Rick discursando e fazendo uma bela homenagem a Dale, prometendo inclusive seguir sua vontade em relação ao menino cativo. O restante do grupo organizava seus pertences para finalmente fazer morada na casa de Hershel que já estava sendo fortificada contra um possível ataque de Errantes e enquanto se acomodavam pudemos ver Glenn recusar um convite de dormir de conchinha vindo de Maggie, tenho certeza que teve marmanjo chorando sangue de inveja e tirando do capeta pra botar no coreano.

Clique para ver imagem em tamanho real

Brincadeiras de casinha à parte, este capítulo nos jogou dentro de um curta metragem de zumbis que não deve nada a nenhum grande clássico do gênero. Afinal, se normalmente Shane questionava as ações de Rick, após ouvir tudo o que Lori lhe disse seria lógico que a cabeça do homem entraria em parafuso, e não foi diferente. Cansado de seguir as ordens do ex-parceiro, o policial já estava pensando em alguma maneira de tomar as rédeas do grupo e subjugar seu rival, desta maneira se aproveitando de uma grande ajuda do destino, Shane conseguiu bolar um plano para colocar em prática seu intento. Aqui ainda abro um parênteses para parabenizar os roteiristas  que utilizaram situações realmente presentes durante a trama e  maravilhosamente criaram o texto deste capítulo, o plano de Shane não ficou forçado e tudo o que aconteceu foi resultado do já havia ocorrido. Foi tudo muito fluido sem precisar utilizar soluções de última hora para explicar os que estava se passando diante de nossos olhos. Lindo!Lindo de assistir também foi a entrega dos atores, Jon Bernthal, Andrew Lincoln e Chandler Riggs estavam ÓTIMOS, com letra maiúscula mesmo! E nesta altura do campeonato não há como deixar de notar a incrível evolução de Carl, o menino já deixou para trás boa parte de sua inocência e isso chega a ser visível em seus olhos e a maneira como arremataram o seu destino na conversa entre ele o pai no alto do celeiro foi excepcional.

Clique para ver imagem em tamanho real

Exclamações incrédulas, palavrões e muita boca aberta, foi assim que eu fiquei com o climax deste episódio, que se alguém me dissesse que era o Season Finale eu não duvidaria em momento algum. Rick e Shane discutindo foi incrível, Daryl e Glenn encontrando o Randall “walkeando” foi ejaculante, mas a dupla morte daquele que é o mais controverso personagem da série foi de acabar com a saúde do telespectador! Sou fã da HQ, confesso que algumas coisas na série me incomodam, mas me desculpem os xiitas, o final de Shane na telinha foi infinitamente superior. O drama, o embate dos antigos parceiros e amigos, a dor do líder do grupo ao ver o que foi obrigado a fazer, e por fim Carl salvando pai, deixou os acontecimentos semelhantes da HQ no chinelo. E se não bastasse isso tudo, ainda tivemos um cliffhanger de deixar qualquer um maluco, uma manada se aproxima! UMA FUCKING MANADA.

Clique para ver imagem em tamanho real

Poderia ter sido o final da temporada de tão épico! Mas não foi, e eu estou contando os minutos para domingo que vem!

 

Já chegou?
Átila Rithiery aka @tiul

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA