Siga-nos nas redes sociais

2ª Temporada

Reedus, Holden e Hurd Falam Sobre a Segunda Temporada

Publicado há

 

em

Entrevistadores mal conseguiam conter a energia durante a coletiva de The Walking Dead na Comic-Con, ansiosos por informações sobre a série pós-apocalítica zumbi da AMC, que volta para a segunda temporada em 16 de outubro. Parece que há um verdadeiro mercado para o mundo pós apocalíptico na TV, e a AMC colocou a sua marca no gênero com sua habilidade para contar grandes histórias.

O Collider conversou com Laurie Holden (Andrea) e Norman Reedus (Daryl), assim como com a lendária produtora de sci-fi, Gale Anne Hurd, sobre a nova temporada. Eles falaram sobre as filmagens das cenas na estrada, quais os tipos de romance que podem haver na história, e também sobre quais armas cada um escolheria se estivessem no mundo habitado por zumbis. Abaixo, a transcrição completa da entrevista.

Pergunta: Nos contem algo que foi engraçado filmar nessa segunda temporada.

HOLDEN: Oh, tudo está sendo divertido nas gravações.
HURD: Pra mim foi a estrada, que, tipo, era muito grande. Nós tivemos que fechar uma via
expressa de Georgia por vários dias. Fomos parar nos noticiários, pois causamos vários
engarrafamentos. Um verdadeiro Carmageddon.
HURD: Mas, nesse caso, era um Caramgeddon real (risos).
HOLDEN: Era mesmo um Carmageddon e tinha até um helicóptero sobrevoando a estrada.
HURD: E nós ficávamos “Espere! Não há helicópteros no apocalipse zumbi!”
HOLDEN: E pensamos “Hum, talvez devêssemos apontar as armas pra eles. Mas aí pensamos melhor: eles podiam usar armas de verdade.”

Como tem sido as coisas com relação aos novos atores? Eles tinham perguntas sobre a série?

REEDUS: Todos eles falavam “Oh. Meu. Deus, eu amo essa série.” Todos conheciam muito bem os personagens – nossos personagens. Eles nos abraçavam. Todos se encaixaram bem nessa miscelânea de pessoas.

Como foi filmar na estrada, em baixo de todos aqueles carros?

HOLDEN: Estou pensando numa resposta pra isso, uma que eu esteja autorizada a dar!
HURD: Bem, tinham muitos zumbis.
HOLDEN: Eu não estava em baixo do carro. Tiveram muitas cenas aterrorizantes com zumbis.
REEDUS: Estava muito sujo.
HOLDEN: Eu me sujei muito mesmo. Vocês vão adorar assistir. E eu não posso dizer mais nada. Tem algo a dizer sobre isso, Norman? Algo engraçado sobre a cena?
HURD: Você pode pilotar uma motocicleta muito legal.
REEDUS: Eu pilotei uma moto incrível. Uma Triumph. Uma espécie de o batedor-móvel para o resto da caravana.
HURD: É interessante ver o treiler quebrando. E quebrou mesmo, lembram? Funcionou por mais ou menos uma semana, e então tiveram que reconstruir o motor. Então, algumas vezes a arte imita a vida, e a vida imita a arte. Isso acontece muito nessa série, pois o apocalipse zumbi não aconteceu ainda.

Vocês podem nos contar algo sobre a nova temporada?

REEDUS: Bem, pode-se dizer que algumas pessoas assumiram papeis diferentes dos que tinham na primeira temporada. Teve muito ‘em quem posso confiar’ e ‘em quem posso buscar apoio’ que muda de diversas maneiras. E aí, vago o suficiente pra você? (Risos).
HOLDEN: Andrea está com muita raiva nessa temporada. Era de se esperar que ela fosse grata ao Dale por ele ter salvado sua vida, mas… não.

E isso tem a ver com a irmã dela?

HOLDEN: Eu acho que ela se sente manipulada, que não era a decisão que ela queria tomar, mas ela não queria sangue nas mãos dela. Então, sempre que algo dá errado ela age tipo “Está vendo, Dale? Está vendo, Dale?”. O que se torna um grande desafio, pois Jeff DeMunn é o melhor homem do mundo, e ser mal com ele é muito difícil.

REEDUS: Pra mim é como se a personagem esteja procurando uma nova razão pra sobreviver. E, como todos sabem, cada um tem um motivo diferente: alguns tem filhos; alguns estão procurando por algo; alguns estão apenas procurando um lugar no grupo, ou o que quer que seja. Todos estão procurando uma razão pra viver, e alguns fazem isso em grupo, outros sozinhos.
HOLDEN: E tentando descobrir onde eles se encaixam nesse mundo. Como “se eu vou viver nesse mundo agora, como vou fazer isso funcionar pra mim”? Ou “em quem nesse grupo eu posso buscar apoio”? “com quem eu irei me relacionar”? Isso está na raiz do ser humano.
HURD: Algo incrível que aconteceu entre as duas temporadas é que o ator principal entrou na sala dos escritores e interagiu com eles.

Houveram mudanças nas filmagens? Obviamente, na primeira temporada vocês não tinham que se preocupar com a popularidade da série, e com os obstáculos que isso impõe.

HURD: Quando estávamos filmando nos estúdios Raleigh, tínhamos seguranças. Mas aqui, na estrada, tinha até helicópteros circulando. Estávamos em todos os jornais locais. E enquanto filmavamos no meio da noite, tinha cerca de 100 pessoas enroladas em cobertores, apenas assistindo, e nem dava para eles verem muito. Isso era muito legal, e nosso elenco é tão bom que foram tirar fotos com eles.

Vocês viram os zumbis antes de chegarem ao set. Alguma vez vocês tiveram que parar, pois era muito perturbador?

REEDUS: Nós víamos zumbis andando por aí, com certeza. Mas há uma forma que Greg
[Nicotera] faz os zumbis, e ensina a eles a serem zumbis, com rostos que passam uma sensação de sofrimento. E você não vê isso até começarmos. Então, quando as filmagens começam, tudo fica diferente. Ver um zumbi comendo um Twinkie (um bolinho, tipo os da Bauducco) é muito diferente de quando eles estão nos perseguindo.

É sempre muito nojento, cheio de vísceras?

REEDUS: Interessante você dizer isso…! (Risos)
HURD: Não podemos falar sobre isso.
REEDUS: Bela escolha de palavras…

Se vocês estivessem no meio de um apocalipse zumbi, quais armas escolheriam?

REEDUS: Eu estou gostando muito do arco, tenho que admitir. A única coisa ruim do arco é que você tem que ir buscar a flecha de volta, entende? Mas, você sabe que eu tenho algo no bolso de trás.
HOLDEN: Armas, armas e armas (Risos).

O que vocês acham de seus personagens [Daryl e Andrea] tendo “algo mais”? Tem algum romance chegando?

REEDUS: Bem, é interessante. É o fim do mundo…. “sim, tanto faz!” Mas, eu não acho que ninguém vá se casar, entende? É o mundo da pegação! Um mundo de relacionamentos de uma noite só.
HOLDEN: Ele tem me olhado de forma diferente nas cenas.
REEDUS: Olhado todo mundo.
HURD: Vamos, você leu os quadrinhos. Há romance!
HOLDEN: Mas… nós estamos nos desviando dos quadrinhos!
REEDUS: E eu não estou nos quadrinhos pra estar com alguém.

Então, falando em personagens que não estão nos quadrinhos, veremos mais Michael Rooker esse ano do que na primeira temporada?

REEDUS: Quem sabe, quem sabe…

Tem alguma cena dos quadrinhos com a qual vocês estão ansiosos?

HOLDEN: Estou ansiosa por minha arma. Isso eu posso dizer. Pra mim, é só a arma.

Vocês podem dizer a verdade sobre Shaun e o Governador?

HURD: Isso é muito intenso. Muito mesmo.
HOLDEN: Não sei como isso deveria ser mostrado.

Norman, você ja pilotou uma moto antes da série?

REEDUS: Eu tenho duas motocicletas. Já fiz coisas relacionadas a motocicletas. Eu estou no novo vídeo da Lady Gaga, é a minha moto em ‘Judas’. Tenho uma motocicleta em Georgia, e também tenho uma pick up com rodas enormes, e todo mundo acena quando vê!

E como surgiu essa coisa do vídeo da Lady Gaga?

REEDUS: Ela me chamou. Ela me chamou para o primeiro do Alex Skarsgard, mas não aceitei. Temos amigos em comum. Ela é legal, ótima.


Fonte: Collider
Tradução: Marcela / Staff WalkingDeadBr

Publicidade
Comentários

EM ALTA