Siga-nos nas redes sociais

Site

[PROMOÇÃO] O Livro dos Mortos

Publicado há

em

Hey, Walkers! Está entrando no ar mais uma super promoção. E essa é super mesmo! Contando sempre com o nosso parceiro e amigo @FrasesDeSeries_ e agora com apoio das Editoras LeYa e Barba Negra, vamos presentear 4 pessoas com 01 exemplar (cada) do livro “Zumbis: O Livro dos Mortos”. Saiba como participar:

As regras para concorrer a promoção, são as seguintes:

1. O participante deverá estar seguindo os twitter’s @walkingdeadbr_ e @FrasesDeSeries_ !

2. Deverá RT (Retweet) ou Twittar normalmente no seu twitter a seguinte frase: Quero saber tudo sobre “O Livro dos Mortos” que o @walkingdeadbr_ e o @FrasesDeSeries_ estão sorteando! (http://kingo.to/t6u)

3. Pode RT quantas vezes quiser, quando mais RT, mais chances de concorrer!

4. Não será aceito twitters feitos somente para participar da promoção, caso seja sorteado.

5. Serão sorteadas 10 pessoas (twitter’s) para elaborar uma frase em 140 caracteres, respondendo a seguinte pergunta: como você se defenderia de um ataque de zumbis?

6. As pessoas sorteadas irão ser julgadas pela Staff do WalkingDeadBr + Convidados Surpresas e apenas 4 dos 10 ganharão um livro.

O Sorteio dos 10 selecionados será realizado no dia 26/03/11 pela noite! Mais informações sobre os vencedores, logo após esse sorteio. Fiquem ligados! Boa Sorte!


“Zumbis: O Livro dos Mortos”


RICAMENTE ILUSTRADO, LIVRO ANALISA A TRAJETÓRIA DOS ZUMBIS NO CINEMA E INCLUI FILMOGRAFIA BRASILEIRA

A LeYa Cult e a Barba Negra lançaram em janeiro “Zumbi: o livro dos mortos”, do jornalista Jamie Russel. São mais de 400 páginas, fartamente ilustradas, resultado de intensa pesquisa sobre origens e representações desse personagem de pouco prestígio e destaque, mas de presença marcante na cinematografia de terror.

Jamie Russel, especialista em cinema, parte da constatação que na extensa bibliografia sobre o gênero terror, os zumbis mereceram pouca atenção. Enquanto lobisomens, vampiros e mesmo serial killers foram exaustivamente analisados, os zumbis em geral são retratados como meros figurantes. “Zumbis são a massa plebeia do cinema de terror, criaturas sem alma que perambulam sem personalidade nem propósito”, reconhece o autor.

Para Russel, parte desse descaso deve-se à falta de “herança literária”: enquanto as centenas de versões de Drácula descendem do romance de Bram Stocker, outros tantos Frankensteins possuem algum grau de parentesco com a obra de Mary Shelley – e esses enredos encontram inspiração, muitas vezes, no folclore e em antigas lendas populares. Já os zumbis são monstros modernos, nascidos no século XX, cuja aparição no mundo anglo-saxônico o autor situa no ano de 1929.

Apesar da falta de glamour, eles vieram para ficar. Mesmo antes de brilharem no videoclipe mais famoso da história – o “Thriller” de Michael Jackson –, já haviam conquistado um lugar na cultura pop, presentes em uma extensa lista de filmes. Entre eles destacam-se títulos consagrados pelo público e pela crítica especializada, como A Morta-Viva (I Walked With a Zombie, 1943), Vampiros de Almas (Invasion of the Body Snatchers, 1956), A Noite dos Mortos-vivos (Night of the Living Dead, 1968) e Despertar dos Mortos (Dawn of the Dead, 1978), para citar apenas alguns.

“Zumbi, o livro dos mortos” analisa a presença e os significados desse personagem marginal, moderno e ocidental, que personifica o medo da morte, mas que também expressa outros temores e conflitos. Para o autor, zumbi – como qualquer monstro – fornece valiosas informações e interpretações sobre a cultura a que pertence. Assim, trata-se de leitura obrigatória para os amantes do cinema, e enriquecedora para todos aqueles interessados na cultura pop do século XX.

“Nascido em meio a uma grande variedade de tensões culturais – do imperialismo norte-americano aos conflitos raciais no país, dos temores de desemprego na Depressão à paranoia de lavagens cerebrais da Guerra Fria, do ataque aos direitos civis e políticos pós-1960 ao terror corpóreo da era da AIDS – o zumbi tornou-se, como veremos, um potente símbolo do apocalipse. É um monstro cuja aparição sempre ameaça desafiar a fé da humanidade num universo ordenado.”

Ficha Técnica
Título: Zumbi: o livro dos mortos
Autor: Jamie Russel
Formato: 23X20 cm
Brochura
Nº de páginas: 464
Preço: R$ 44,90

Publicidade
Comentários

EM ALTA