Siga-nos nas redes sociais

Walking Dead Brasil

Playing Dead: Episódio 1 – Game de The Walking Dead

Publicado há

em

Durante o primeiro episódio do “Playing Dead”, um programa online que pretende discutir sobre o jogo de “The Walking Dead”, que será lançado pela Telltale Games, o apresentador AJ Locascio falou com os principais designers, Jake Roadkin e Sean Vanaman. Além disso, a equipe de desenvolvimento falou sobre seus momentos favoritos da série de quadrinhos de Robert Kirkman, que inspirou tanto a série televisiva da AMC quanto o próprio jogo.

O primeiro episódio girou em torno da questão de como será o jogo. Vanaman afirmou que o primeiro episódio do jogo acontece quando Rick ainda está em coma. Há um grupo de personagens vivenciando o mundo pós-apocalíptico, cada um apresentando sua perspectiva individual a respeito dos eventos. O jogo também mostrará os personagens dos quadrinhos, suas ações enquanto Rick estava em coma e de que maneira elas moldaram suas personalidades.

O jogo será centrado em um personagem chamado Lee Everett, que está sendo levado para a prisão. No trajeto, entretanto, há uma batida de carro, motivo pelo qual Everett se vê livre novamente. Ele encontrará Clementine, uma criança que ficou órfã devido ao desastre e é caracterizada como uma garotinha esperta, quieta e introspectiva que sente muita saudade dos pais. Os dois personagens observam que não possuem mais ninguém no mundo, e isso os une.

 

Segundo os designers, o jogo apresenta novos personagens, mas mantém os temas da série de quadrinhos de Kirkman. Eles afirmam que se trata de um jogo focado nos personagens, ao contrário de vários outros jogos de zumbi, cujo único objetivo é explodir as cabeças dos mortos-vivos, dizendo, inclusive, que os zumbis funcionam como catarses interativas.

Na parte seguinte do programa, Javier Espinoza e Chuck Jose, também envolvidos com o desenvolvimento do jogo, afirmaram que a sobrevivência dos personagens se resume, basicamente, a prolongar a morte.

[Alerta de SPOILER] Posteriormente, o artista cinemático Graham Ross disse que seu momento preferido dos quadrinhos foi quando o Governador arrancou a mão de Rick, pois percebeu, a partir daí, que Robert Kirkman faz o que quer com seus personagens. Já Ryan Weller elegeu, como seu momento preferido, depois que Chris e Julie se matam devido ao pacto de suicídio, quando Rick se dá conta de que eles viraram zumbis, e os momentos que sucedem tais acontecimentos. Bryan Roth, por sua vez, citou a seguinte fala do Governador: “O que você precisa perceber é que eles são exatamente como nós – não são diferentes. Eles querem o que querem, eles conseguem o que querem e depois de conseguirem o que querem – se contentam pelo mais breve espaço de tempo. E depois querem mais.” Roth acrescentou que esse é um comentário social e que Robert Kirkman escreve sobre a verdadeira natureza da humanidade.

Inicio > Extras > Marketing > Imagens do Jogo Oficial da Série

As diferenças do jogo em relação aos diversos jogos sobre o tema já lançados é que as escolhas feitas no início terão conseqüências até o fim e que não existe a noção de que o personagem é uma máquina de sobrevivência indestrutível que atira em uma horda de zumbis sem rosto e sem nome. Pelo contrário: os zumbis diante dele têm, sim, rostos e nomes, tratando-se, aliás, de pessoas conhecidas, como seus amigos ou seu cunhado, por exemplo. Desse modo, o personagem sofre um impacto emocional ao precisar acabar com a vida dessas criaturas. Segundo os criadores, o objetivo do jogo é se aprofundar nos fatores que motivam alguém a sobreviver num mundo pós-apocalíptico. Outra característica forte é a semelhança entre o jogo e as ilustrações da série de quadrinhos de Kirkman.

Os interessados podem jogar através da internet. O jogo será divulgado em capítulos, para deixar o jogador ansioso pelo capítulo seguinte.

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA