Siga-nos nas redes sociais

2ª Temporada

O Episódio 2×10 – “18 Miles Out” Será Brutal

Publicado há

em

O episódio de domingo de The Walking Dead, “Triggerfinger”, começou direto de onde o première “Nebraska” parou, com o carro de Lori capotado e Rick matando a tiros dois estranhos misteriosos em um bar.

Recentemente o IGN conversou com o produtor executivo da série e o criador do das histórias em quadrinhos Robert Kirkman sobre o episódio, a confissão de Shane para Lori e novo produtor Glen Mazzara (que assumiu a série quando Frank Darabont saiu) e suas ideias para a trama daqui para frente. Sim, mesmo que os sobreviventes ainda estejam vivendo na fazenda de Hershel, a segunda metade desta temporada será mais um testemunho do que Mazzara pode trazer para o seriado, ao contrário do primeiro semestre de Darabont.

Contém SPOILERS do episódio “Triggerfinger” e alguns leves para a série em quadrinhos. Você foi avisado.

IGN: Com todo o perigo que Rick, Glenn e Hershel enfrentaram no episódio anterior, nunca chegaremos a conhecer os seus agressores em “Nebraska”. Qual foi a ideia por trás disso?

Kirkman: Sim, isso era algo que Glen Mazzara me trouxe e eu pensei que seria muito legal. E essa é a idéia de que eles seriam os “caras misteriosos do outro lado do muro”. E para ter toda a cena jogamos fora os rostos de Rick, Hershel e Glenn. E eu acho que ficou muito bom. Ele veio junto. E os atores fizeram um ótimo trabalho com esse material e ao contar a história. Ele fez a cena parecer perigosa, porque quando a platéia não pode ver a ameaça ou então coloca você na pele dos personagens principais faz tudo parecer mais visceral para os espectadores.

IGN: Nos quadrinhos, sabemos que existem outros grupos perigosos de pessoas lá fora. Quem serão essas pessoas na série?

Kirkman: O que esse grupo representa é o “grande desconhecido”. Nós não sabemos nada sobre eles. Os dois caras do bar foram definitivamente uma ameaça. Os caras fora do bar, porém, mesmo à primeira vista, não parecem ser muito perigosos. Mas rapidamente se revelam como igualmente perigosos como os que estavam no bar. Nós ainda não temos cem por cento de certeza de que eles são parte de um grupo maior… Mas é provavelmente seguro assumir que eles são. Eu não quero revelar muito. Mas é este fator desconhecido de quem são essas pessoas, o que eles fizeram ou o que estão tentando fazer que é aterrorizante. O que estamos realmente tentando fazer neste episódio é mostrar que os seres humanos que os nossos heróis encontrão representam uma ameaçaequivalente, se não maior, do que os zumbis. Os seres humanos são capazes de muito mais do que um zumbi.

IGN: As coisas têm, é claro, sido muito diferente com Shane na série do que nos quadrinhos, e nesse episódio você tem Shane confessando todos os seus sentimentos para Lori. Todas as frustrações em relação Rick, como nos quadrinhos, já caíram sobre Lori. O que público deve sentir sobre Shane agora?

Kirkman: Eu acho que ele é um personagem extremamente simpático. Quer dizer, talvez eu seja uma pessoa louca, mas eu me sinto mal porque tudo que ele fez até agora na série tem sido muito mais para beneficiar os outros do que em benefício próprio. Nós mostramos que ele claramente queria, e tentou salvar Rick do hospital, mas não conseguiu. Sua decisão de deixar Rick para trás quando ele estava em coma não foi fácil de fazer. Sua afeição crescente por Lori e o fato de que ele pressupõe que os protegia durante todo esse tempo, depois isso é uma coisa tremenda para um amigo para fazer. E tudo o que aconteceu não é necessariamente culpa dele. Ele está lidando com uma quantidade enorme de dor e perda de si mesmo, então quando ele está fazendo algo como matar Otis, ameaçando Dale ou matando zumbis no celeiro, na superfície ele parece um vilão. Mas quando está com Lori e explica a ela porque está fazendo as coisas que está fazendo e por que ele deveria ser o cara que iria protegê-la, você percebe que ele não está fazendo todas estas coisas porque é mau. E isso o torna muito mais interessante.

Mas, você sabe, essa cena é realmente um subproduto da liderança Glen Mazzara sobre a trama. Ele é definitivamente um cara que diz “vamos colocar estas cartas na mesa” e “vamos lidar com esta história e seguir em frente. Nós não precisamos provocar o público”. Ele realmente quer ditar regras e colocar fogo na história de uma maneira interessante, para que possamos avançar mais. Estamos tentando não ter mais “vacas sagradas”. Nós não estamos tentando manter as coisas muito próximas ao colete, histórias-inteligentes. Desde que ele veio tem sido tudo a ver com esta história de triângulo amoroso, estamos fazendo coisas legais com ele. Em oposição a ordenhá-lo para o efeito dramático. Então é um pouco mais de um ‘take’ diferente.

IGN: Na cena final do episódio, Lori parecia estar realmente plantando a semente para Rick matar Shane. Quero dizer, sim, ela tem todo o direito de estar preocupada, mas também parecia que estava manipulando, um pouco, Rick.

Kirkman:
Há maneiras diferentes de interpretar definitivamente aquela cena. Novamente, eu gosto de pensar o melhor de todos os personagens e acho que ela está apenas vindo de uma posição de medo e realmente não sabe como lidar com a situação. Então, está tentando agora colocar isto para o Rick e fazê-lo lidar com a situação. E é assim que Lori está lidando com as coisas. Mas há uma parte dela, onde se podia ver exatamente o que ela está fazendo e sabe como apertar botões certos, a fim de obter o seu objetivo. Mas se ela quis dizer isto ou não, ela está definitivamente fora em um caminho que agora vai ter Rick e Shane conflitantes em grande forma. Eles podem até ter um grande conflito no episódio seguinte. O próximo episódio vai ser brutal.

IGN: Eu queria te fazer uma pergunta sobre T-Dog. Todos nós pensamos que ele está maduro para ser cortado, simplesmente porque ele não faz parte de qualquer uma das histórias que estão acontecendo agora. Ele parece subutilizado. Existe algo planejado para ele mais a frente?

Kirkman: Bem, eu digo que eu amo esse personagem e o ator que o interpreta, Irone Singleton, é honestamente um dos caras mais legais que eu já conheci. Cara muito legal e que faz um ótimo trabalho. A sala dos roteiristas está cheio de grandes fãs de T-Dog e estavam tentando trabalhar com ele dentro. Infelizmente, agora há um monte de coisas acontecendo com Shane e Rick, um monte de coisas acontecendo com Daryl, um monte de coisas acontecendo com Glenn, e os outros. E então você meio que tem de se concentrar sobre onde as histórias estão. Mas T-Dog vai ficar definitivamente com o seu dia, ele tem algumas coisas bem legais chegando e acho que um monte de gente vai ficar animada. Mas eu concordo que ele é um pouco subutilizado agora. Mas é tudo cíclico. Temos que passar por esses personagens de uma forma natural e nem todos podem ser o centro das atenções em todos os momentos.

IGN: Pergunta do apocalipse zumbi para você agora. Você teria ficado e salvado aquela criança que empalou-se no portão de ferro?

Kirkman: Eu não sei como teria conseguido tirar a perna do cara fora daquela coisa. Apenas a dor envolvida com o ferimento na perna… Eu não sei se eu teria sido capaz de lidar com isso. Então eu teria saído do local há muito tempo. Esse cara teria se dado mal.


Fonte: IGN
Tradução: @nonsensethii / Staff WalkingDeadBr

Publicidade
Comentários

EM ALTA