Siga-nos nas redes sociais

2ª Temporada

Noticias do Set – Greg Melton Fala Sobre Terror do Celeiro

Publicado há

 

em

O produtor de design de The Walking Dead, Greg Melton, explica como devastar um trecho da rodovia de Geórgia, fala o que rola na construção de um celeiro e explica o que tudo isso o ensinou sobre sobreviver ao apocalipse.

P: Na primeira temporada você criou um centro deserto em Atlanta. Para a segunda temporada você devastou um trecho de uma rodovia. Qual a relação entre esses dois cenários?

R: Eles eram bem parecidos, o modo como organizamos também foi parecido, o bloqueio e o posicionamento das coisas tem que acontecer juntamente com o seguimento da cena. O departamento de transporte de Geórgia cooperou bastante com a gente para trancar uma rodovia com quatro pistas grande, isso foi o mais importante, precisávamos de algo mais. Uma vez que já tínhamos aquilo, a partir daí foi apenas tentar imaginar quantos carros entrariam na estória. Acredito que no dia mais importante que tivemos colocamos quase 200 veículos naquele set o que deu a extensão de um quarto de milha.

P: E então você teve que “vestir” os veículos…

R: Exatamente, enchemos os carros com bolsas e um monte de coisas, então ficaram lá por varias semanas, para dar o aspecto de envelhecido, então sujamos a rodovia, literalmente, espalhamos sacos e sacos cheios de lixo por todo o lugar. Adoro criar sets assim, porque é só você ficar lá e ir espalhando as coisas, há muitos planos que da para fazer, você fica naquele espaço e deixa tudo acontecer.

P: Qual tem sido o maior desafio nessa segunda temporada?

R: O maior desafio foi encontrar a fazenda ideal. Desde o termino da primeira temporada todos estavam se questionando sobre a fazenda. Eu nem mesmo conseguia pensar nisso: Iremos construí-la? Iremos procurar por uma? Vamos pegar uma deixar metade como está e construir a outra metade? Essas foram as freqüentes perguntas. Uma vez que a tínhamos, ainda havia muito que fazer, como: construir um celeiro, depois colocar uma posição no acampamento para todos possam se reunir. Então entre a casa, o acampamento e o celeiro nós criamos essa espécie de triangulo de ação e estória.

P: Vocês tiveram que “vestir” a casa ou gravaram como já estava mesmo?

R: A maior parte do exterior da casa ficou como estava, acabamos esvaziando o interior da casa e reconstruindo de acordo com as nossas necessidades como fazenda Hershel, o exterior da casa estava perfeito do jeito que encontramos.

P: O diretor de fotografia David Boyd nos contou que você planejou o celeiro para parecer vivo. Qual foi a inspiração para fazer isso?

R: Inicialmente havia idéias de talvez queimar o celeiro, então eu fiquei bem interessado em dar ao celeiro uma espécie de identidade. O celeiro meio que tinha uma personalidade e se fossemos queima-lo seria muito dramático de vê-lo gritar. Mas a primeira vista ele se parece mais com a casa. A casa a primeira vista é um belo cenário e uma bela “Farmhouse”, algumas vezes dependendo do angulo em que é gravada ela pode parecer perturbadora e amedrontadora. Eu quero que o celeiro tenha este mesmo sentimento tipo “Oh, não é um celeiro tão adorável assim no meio do pasto” e então inseri-lo dentro do horror. É um lugar terrível e sinistro.

P: O celeiro parece estar ali há 100 anos, mas é novo. Como você fez para alcançar aquele aspecto?

R: Na verdade nós compramos telhado velho de um celeiro aqui em Georgia, conseguimos esse belo telhado de zinco enferrujado com idade entre 80 e 90 anos. Tirando o telhado, todo o restante do celeiro é novo, incluindo a madeira, então começamos um processo para envelhecer aquilo. Eu não queria que ficasse tão escuro, pois teríamos que trabalhar a noite ao redor dele, então fizemos ficar com um aspecto mais cinzento para que reagisse bem a luz da lua.

P: Organizar todos aqueles sets, o que você faria caso acontecesse um apocalipse?

R: Isso é interessante porque quando esta envolvido nesta serie, você percebe que não há para onde correr. Esta foi uma das coisas que eu aprendi sobre esse apocalipse. Acredito que provavelmente eu ficaria em minha própria casa e tentaria fortifica-la. Não é como se houvesse uma tempestade se aproximando e que destruiria a sua casa, teria que defende-la também, você talvez também ficava e protegia a si mesmo, assim como Morgan fez. Ele fortificou a casa e ele foi capaz de viver lá e permanecer em silencio. Há uma coisa que tem que ser dita, em caso de um apocalipse zumbi, (hehe). Fique calado!


Fonte: AMC
Tradução: Gustavo Luçoli / Staff WalkingDeadBr

Publicidade
Comentários

EM ALTA