Siga-nos nas redes sociais

Curiosidades

Norman Reedus Fala Sobre o Sucesso de The Walking Dead

Publicado há

em

Norman Reedus (Daryl), uma das estrelas da série apocalíptica de zumbis The Walking Dead, é um homem feliz. “Nós estamos matando a pau nesse momento!” ele diz. A série foi renovada para uma terceira temporada e o último episódio quebrou recordes da TV paga nos Estados Unidos na semana passada.

O show tem várias reviravoltas inesperadas enquanto segue um pequeno grupo de sobreviventes que tenta sobreviver em um mundo dominado por “walkers”. “Eu acho que ver esse grupo de pessoas, que não ficariam juntos em uma situação normal, tentar se dar bem nesta situação e tentar encontrar esperanças para continuar é o fator interessante que faz as pessoas assistirem”, Diz Reedus. The Walking Dead é o principal programa do novo canal masculino FX da Foxtel que será lançado domingo.

Outras séries do FX que estrearão na próxima semana incluem o violento faroeste Hell On Wheels, a série policial Justified (baseada nos livros de Elmore Leonard) e Call Me Fitz com Jason Priestly como um vendedor de carros usados cuja consciência aparece em forma humana.

Em The Walking Dead, Reedus, mais conhecido por seu clássico cult “The Boondock Saints”, interpreta Daryl Dixon – um caipira nervoso e determinado a sobreviver que despacha os mortos-vivos com uma besta. O produtor do show, Frank Darabont (Um sonho de liberdade), escreveu este papel especificamente para Reedus.

“Quando nós começamos, Daryl foi escrito como ‘f…-se, eu vou te matar’, diz Reedus. “Eu tentei colocar algumas emoções entre o ‘gritar com as pessoas’. Os escritores… concordaram com isto”. Como resultado Daryl se tornou uma figura central na segunda temporada.
Reedus é tão interessante quanto o personagem que ele interpreta. O ex-artista e empregado de uma loja de motos foi convidado, em uma festa, para estrelar em uma peça de teatro após uma manifestação agressiva com alguns convidados. A peça logo levou ao seu primeiro trabalho em filmes, Mimic, de Guillermo Del Toro e depois a filmes como Ruas Selvagens (Deuces Wild), Blade II, 8mm e O Gângster (American Gangster).

Reedus tem um filho com a supermodelo Helena Christensen. Eles se separaram em 2003. Sua carreira cinematográfica caiu em um impasse em 2005, depois de um terrível acidente de carro que o deixou em um hospital de Berlin por meses. “Eu fiz cirurgia após cirurgia e agora eu tenho uma cavidade ocular de metal e parafusos no meu nariz”, ele diz. “Na época eu estava completamente horrível e eu não sabia o que iria fazer com a minha vida”. Ele começou a dirigir, fez três curta-metragens e, por fim, criou um filme que nunca foi lançado chamado I Was A White Sex Slave in Harlem (Eu era um escravo sexual branco em Harlem). Ele disse que não conseguiu achar ninguém para fazer o papel principal. “É difícil encontrar um ator para interpretar um travesti de quase dois metros de altura, que é um escravo sexual, sabe?” Ri Reedus. “O único ator que falou que faria isso foi Heath Ledger”.

Reedus acabou de filmar um novo filme, Sunlight Jr., com Naomi Watts e Matt Dillon e diz que espera poder fazer outro filme antes do início das filmagens da terceira temporada do show em maio. A única desvantagem de estrelar em uma série de zumbis, diz Reedus, é que você nunca sabe quando escreverão o seu fim. “Ah meu Deus, a cada roteiro, cada um de nós apenas corre os olhos por ele para ter certeza de que viveremos”, ele diz. “Você nunca sabe quando será mordido”.


Fonte: News
Tradução: Lina Deff / Staff WalkingDeadBr

Publicidade
Comentários

EM ALTA