Siga-nos nas redes sociais

2ª Temporada

Michael Rooker fala Sobre o Retorno de Merle Dixon

Publicado há

 

em

Na recente convenção Aliens to Zombie em Hollywood, o ator Michael Rooker (Merle) apareceu carregando uma grande caixa com “mãos” de tamanho real, feitas de poliuterano, que planejava distribuí-las como lembrancinhas no evento.

“Trinta anos aprimorando minha habilidade, e chego nisso.” Ele brincou.

As inusitadas lembrancinhas foram feitas como uma homenagem para Merle Dixon, o personagem que Michael atua na série de zumbis da AMC, “The Walking Dead”. Um ex-viciado em drogas, racista e o mais desprezível dos irmãos sulistas, Dixon cortou sua própria mão para escapar dos zumbis durante a primeira temporada da série. Ele está desaparecido desde então, embora a maioria da audiência tenha pedido por sua volta. Agora, parece que o personagem está prestes a voltar no próximo episódio, neste domingo, pelo menos de acordo com a Internet Buzz e os teasers do episodio.

Rooker não confirmou nada sobre estar de volta com Rick (Andrew Lincoln) e os outros sobreviventes do grupo, mas é o primeiro a demonstrar surpresa ao saber como o personagem é apreciado: As garotas que amam “bad boys” criaram fã clubes como o “Dixon’s Vixens, Rookerholics, e Mo’Merle Monday”.

“Ninguém esperava esse nível de adoração por Merle” disse Rooker rindo. “Ele é louco, ele é um tipo de cara que faz qualquer coisa. Há uma incerteza sobre Merle, como se ele fosse voltar quando ao menos você espera. Ele é como um pesadelo, e os telespectadores adoram esse suspense. Mas a principal questão que sempre me perguntam é ‘Quando seu personagem vai voltar?’ Eu não posso dizer quando, mas posso dizer que ele vai voltar.”

“Os fãs de quadrinhos, zumbis e jogos são como uma buzina – e eles realmente estão sempre ligados nas reviravoltas da história.” Ele adicionou. “Eles estão constantemente criando essas teorias secretas sobre Merle estar observando o grupo na floresta, ou estar atraindo zumbis para o acampamento.”

Rooker tem uma longa carreira entre filmes passageiros até filmes Mainstream de Hollywood. De filmes como “Henry- The Portrait of a Serial Killer”, “Cliffhanger” para “Days of Thunder” e “Slither” – ele recentemente teve a oportunidade de participar do The Walking Dead e desfrutar da popularidade do seriado, abrindo novos caminhos profissionais, ele disse. Especialmente que agora o ator foi convidado para participar do jogo da Activision, “Call of the Dead”, que é uma expansão do jogo “Call of Duty – Black Ops”.

“Eu recebi mais atenção na expectativa da volta de Merle no seriado do que qualquer outra coisa que eu já fiz antes.” Disse Rooker. “Por isso, eu encontrei um novo grupo de fãs, e a companhia de jogos nunca teria me chamado se não fosse por isso.”

Como conseqüência, Rooker passa o tempo livre praticando tiro. Ele participa do “Angeles Shooting Range” em Lake View Terrace, e sabe atirar muito bem.

“Toda vez que eu estava atuando, o diretor colocava uma arma na minha mão, então eu descobri que era melhor eu aprender a usar uma. Depois também descobri que eu gostava.” Rooker disse rindo. “Eu tinha 16 anos quando descobri que eu conseguia intimidar as pessoas. Talvez porque eu cresci numa região violenta em Chicago, eu não sei. Mas eu me lembro de ir para a escola um dia, e vi as pessoas trancando os seus carros enquanto eu caminhava. Eu fiquei muito bravo com isso, até que me olhei no espelho e fiquei tipo ‘Woow! Eu realmente pareço assustador. ’”


Fonte: Hero Complex
Tradução: Karina Rodrigues / Staff WalkingDeadBr

Publicidade
Comentários

EM ALTA