Siga-nos nas redes sociais

4ª Temporada

Melissa McBride também ficou ‘confusa’ com o que aconteceu com Carol

Rafael Façanha

Publicado há

em

ATENÇÃO: Esta matéria contém spoilers do quarto episódio da quarta temporada, “Indifference” (Indiferença).

Carol tem sido ousada nesta temporada de The Walking Dead. Mas essa ousadia pode ter deixado Rick cansado – reagindo com a notícia de que Carol tinha assassinado Karen, a namorada de Tyreese e outro cara chamado David com a esperança de parar o vírus assassino de espalhar – dizendo a ela que ela não era mais bem-vinda na prisão e abandonou-a na estrada, sozinha com um carro cheio de suprimentos. O Entertainment Weekly conversou com a mulher que faz a Carol, Melissa Mcbride, para chegar à decisão controversa. Como ela reagiu quando ela soube das notícias? O que ela pensa sobre Carol não ser capaz de dizer adeus ao Daryl? E nós iremos ver sua personagem novamente? Leia as respostas!

Entertainment Weekly: Tudo bem, então isso aconteceu.

Melissa McBride: Bem, o que você acha?

EW: O que Eu penso? Vou lhe dizer o que eu penso. Eu sou totalmente Team Carol dessa vez. Ela está tomando decisões difíceis que Rick não mais queria tomar. Então eu realmente não tenho problema com o que ela fez e acho que Rick foi muito cruel em deixa-la sozinha. Mas o que você acha, Melissa? Carol é uma vantagem ou uma desvantagem para o grupo?

McBride: Por um lado eu posso entender o ponto de vista do Rick. E com certeza eu posso entender o ponto de vista de Carol porque eu a conheço. E eu conheço seu coração. É uma linha interessante e é uma interessante linha entre os fãs de The Walking Dead também. É o que eu amo sobre esse programa.

carol-rick-the-walking-dead-4-temporada

EW: Você teria expulsado Carol do grupo?

McBride: Não, eu não acho que teria. Eu teria me mantido calma no caminho de volta e talvez eu pudesse coloca-la em uma cela até que todo mundo voltasse e discutíssemos o que aconteceria aqui.

EW: Nós a vimos na semana passada se arriscando pelo grupo, e agora ela está consertando ombros deslocados? Porque você não iria querer essa pessoa em seu time? Ela está indo bem!

McBride: Há muitas coisas sobre Carol agora que prova que ela é uma vantagem para o grupo, com certeza. Mas por enquanto Rick a considera uma ameaça. Ela é imprevisível, e tomando essas decisões unilaterais, porque ela está fazendo isso? Ele mal pode entender o psicológico lá.

EW: Você disse que a reação de Rick em abandoná-la tinha sido mista. Para mim foi mais um movimento ruim de Rick, mas você está vendo os dois lados.

McBride: Estou sim. Estou vendo varias discordâncias e como eu disse há muita gente que pode entender o ponto de vista de Rick por dizer que ele está protegendo ela. É o Xerife Rick sendo bem sistemático sobre sua decisão. E, de certo modo, talvez protegendo Carol das consequências de suas ações no que diz respeito a Tyreese. Ele não quer criar uma grande separação entre o grupo. E por outro lado, você tem pessoas que pensam que ele exagerou e que abandonar essa mulher idosa na estrada não foi justo.

EW: Especialmente quando você olha por tudo que ela passou.

McBride: E estão criando vários argumentos para cada. Novamente, isso é tão magistral sobre a escrita, é que estamos vendo duas pessoas tomando decisões similares de formas similares: Rick tomando sua própria decisão de deixa-la lá; Carol tendo que tomar a decisão de sacrificar Karen e David por ela mesma. E cada um acha que estão tomando a decisão certa na hora. E de alguma forma, os dois estão certos. E de outra forma, os dois estão errados.

EW: Quando nos falamos na semana passada você falou sobre como o showrunner Scott Gimple forneceu a você uma planilha antes da temporada começar em termos do que o arco de Carol vai estar nesta temporada. Ela sendo abandonada por Rick no meio do nada é parte dessa planilha ou você descobriu isso depois?

McBride: Eu descobri isso enquanto estávamos mais adiante. Eu amo a forma que eles cuidam disso conosco até os scripts e quando eles consentem e o quanto nós sabemos. Eu particularmente gosto da forma que não sabemos abertamente. Mas o manuscrito era tão bom que eles não estão colocando coisas que são completamente fora das personagens para essas pessoas. Faz sentido para como eles são. Faz sentido pelas circunstâncias que eles vão se encontrar enquanto vamos mais e mais além nessa temporada.

EW: Bem, qual foi a sua reação quando você descobriu que isso ia acontecer?

McBride: É uma coisa quando eles dizem a você algo sobre o que vai acontecer. É uma coisa ouvir isso em um senso comum. É outra coisa para mim ler isso quando pego o script atual. E lendo aquela última pagina me deixou confusa assim como deixou Carol confusa. Na verdade, Carol lidou com isso da melhor forma do que eu. Eu pensei que ela era uma heroína. E eu estava tipo, “O que?!?!?!?”

EW: Eu ia perguntar a você sobre isso. Diga-me sobre como você e Andrew Lincoln atuaram aquelas últimas cenas em termos de quanta emoção colocar nesses momentos finais em que estavam juntos. Porque eu, como você, estava surpreso e quão bem ela conseguiu se manter. Ela tentou seu melhor para fazê-lo mudar de ideia, viu que isso não ia acontecer, e veio a aceitar seu destino.

McBride: Sim, ela está aceitando seu destino. E o que é interessante também é que eu lembrei da filmagem de estar lá com Rick e olhando para ele e assistindo ele e absorvendo essas coisas que ele estava dizendo a ela e eu achei isso realmente estranho um pouco de respeito veio rastejando dele. Eu entendo de onde você veio, ok? E para mim, essa foi uma estranha coisa bonita que testemunhei. Eu amei quando essas coisas aconteceram durante a cena.

EW: Ela nem mesmo disse adeus a Daryl! Os fãs não vão gostar nenhum pouco disso.

McBride: Ela não conseguiu dizer adeus para ele. Ela não conseguiu dizer adeus a ninguém. Isso foi uma grande coisa para mim. Isso é uma coisa importante. Uma coisa devastadora. Esse mundo em que estão vivendo é tão cruel.

carol-o-que-vem-a-seguir

EW: Então, é claro a maior questão: Nós veremos Carol de novo?

McBride: Eu não posso dizer com certeza de qualquer forma. Eu espero que vejam. Eu espero que não seja o fim dela, mas você sabe como os programas são. Eu não sei. É imprevisível. O programa é imprevisível. E nós sempre pensamos, bem, se nós não vemos eles morrendo na câmera, há sempre uma possibilidade. E então nós os vemos morrer ao vivo e às vezes eles ainda voltam, então quem sabe?

EW: Vocês tem refeições mortais independente se alguém tenha morrido e o elenco todo leva o ator de quem o personagem acabou de morrer para jantar e beber. Como isso funciona com você sendo abandonada mas não morta? Você pelo menos conseguiu a sobremesa ou uma Shirley Temple como resultado disso?

McBride: [risos] Essas refeições mortais são confidenciais, e eu não vou discutir isso!

EW: Esse foi um grande arco para essa personagem e deve ter sido bom ter esse material suculento com você para atuar e para ser uma forte – em alguns sentidos muito forte, talvez – personagem feminina nesse programa.

McBride: Foi incrível atuar nessa personagem. Ela começou complicada e ficou ainda mais complicada. Mas houve tanta evolução e tanta mudança que ditava pelo mundo em que estão. Sim, ela foi um sonho de ator para mim.

Você acha que Carol vai voltar? Será que ela ainda vai fazer parte do grupo? Conte nos comentários abaixo suas teorias.


Fonte: Entertainment Weekly
Tradução: Kinha / Staff Walking Dead Brasil

Continue lendo
Publicidade
Comentários

EM ALTA