Siga-nos nas redes sociais

2ª Temporada

Kirkman Fala Sobre a Tensão em 2×09 – “Triggerfinger”

Publicado há

em

O novo episódio de The Walking Dead teve uma coisa para cada gosto – para todos que gostam de tiroteios, feridas no rosto e membros grotescamente empalados. Sim, a segunda temporada do grande sucesso de zumbis da AMC começou com Rick, Hershel e Glenn explodindo tudo saindo do bar, e Lori colocando a cabeça espetada de um zumbi no exame de motorista.

Abaixo, o criador dos quadrinhos e produtor executivo do programa Robert Kirkman fala sobre o episódio, as quebras de recordes e a nojenta gentileza de Andrew Lincoln.

ENTERTAINMENT WEEKLY: Ninguém pode dizer que esse episódio não foi carregado de ação.

ROBERT KIRKMAN: Isso é verdade. Digo, tem toda aquela tensão no bar com aquelas pessoas de fora que nós mal vimos. Foi um passo muito legal (a parte do diretor) Glen Mazzara trabalhando com David Leslie Johnson no script. Eles são uma ameaça de fora e acho que isso faz deles mais assustadores porque tudo é feito fora dos olhares de Scott Wilson, Steven Yeun e Andrew Lincoln. Achei o desempenho deles genial!

O que estamos fazendo nessa metade da segunda temporada é pegando personagens que chegamos a conhecer e colocando-os em situações que você não esperaria que eles passassem e vendo coisas que nunca os vimos fazer antes. Ver Hershel e Glenn mudarem para um tipo de modo “herói de ação”, ainda que brevemente, foi uma coisa legal. Também nesse episódio, Lori sobrevivendo aquele acidente de carro e enfrentando aquele zumbi… É importante reconhecer que Shane foi em busca dela, mas só depois dela ter cuidado da situação. Essa mulher é muito capaz, e é legal vê-la resolver a ocasião sozinha e perceber que ela é uma mulher forte, individual e capaz de existir nesse mundo. A volta da metade dessa temporada será sobre aprender mais sobre esses personagens e ver do que eles são capazes.

E.W.: Logo no final do episódio, Lori vira um tipo de Lady Macbethy, ela estava literalmente sussurando no ouvido de Rick sobre matar Shane.

Kirkman:
É, ela está apavorada e por uma boa razão. Ela pode maliciosamente dirigir Rick para um curso de ação ou ela pode dizer do jeito dela “estou com medo e não sei o que fazer.” Há vários modos de interpretar aquela cena.

E.W.: Alguém da KNB effects house ganhou de aniversário um livro de “como f***** rostos de pessoas”? Aquele zumbi entrando na janela quebrada com a pele se rasgando, e depois outro personagem tendo o rosto mordido.

Kirkman: Tem muito dano no rosto acontecendo. Ver a pele da face de alguém descascando enquanto eles estão forçando-a contra o para-brisa é algo que tinha de montes na sala de roteiristas. Achamos que isso seria muito legal mas nunca pensamos que a equipe da KNB seria capaz de montar isso tão habilmente. Joe Giles é o zumbi, ele estava no primeiro episódio de todos. Acho que as pessoas o chamam de “Nicolas Cage zumbi”. Sempre pensei que ele parece mais com Nick Cave. Mas ele é um zumbi muito reconhecido no piloto e ele interpreta zumbis aqui e ali porque trabalha para a KNB. Ele foi o zumbi que empurrou seu rosto contra o para-brisa e em certo ponto acho que ele realmente se arranhou, mas continuou encenando para ganhar logo o tiro.

E.W.: Quem surgiu com a ideia de empalar a perna de alguém no espinho?

Kirkman: Mais provável que tenha sido os produtores e escritor Scott Grimple e Evan Reilly, mas pode ter sido ideia de Mazzara também. Para segurança, vou dizer que a ideia foi minha.

E.W: Era o perfeito tipo de espinho para você não querer sua perna empalada

Kirkman: Sim! Quando estávamos assistindo jornal e vimos o tipo de espinho que tinham escolhido para aquela cena, nós ficamos tipo “Isso é mil vezes pior do que imaginávamos.”

E.W.: Se eu estivesse alguma vez gravemente ferido, uma das frases que não quero ouvir é “Preparem o galpão para a cirurgia!”

Kirkman:
[risos] Você sabe, eles fazem o que podem fazer. Talvez fosse um galpão legal, quem sabe? Isso é o apocalipse, certo? Você tem sorte de ter um galpão para realizar cirurgias.

E.W.: A estreia da metade da temporada ganhou classificações importantes. Você deve sentir isso como um grande voto de confiança.


Kirkman:
Sou um pouco pessimista e estava convencido que iríamos ter um pouco de baixas. Acho que as pessoas gostam do programa! [risos] Aqui vai um segredo, e outras redes devem anotar isso, porque acho que é o segredo do sucesso de Walking Dead: tenho uma família bem grande.

E.W.: Adoro a ideia de que há pessoas que viram pela primeira vez The Walking Dead na estreia da metade da segunda temporada.

Kirkman: Uau, isso é verdade. E para pessoas que viram somente esse episódio, Rick provavelmente pareceu um pouco maníaco. Você sabe, atirando em uma garotinha e depois atirando em dois caras. Eles provavelmente pensaram “espera um minuto, deviam mudar o nome do programa para O Cowboy que Atira em Pessoas.”

E.W.: Acredito que será o próximo programa da NBC.

Kirkman: Eles deviam me ligar, tenho ideias!


Fonte: EW
Tradução: @LaisYes / Staff WalkingDeadBr

Publicidade
Comentários

EM ALTA