Siga-nos nas redes sociais

Carl Grimes (HQ)

→ Página de informações sobre o personagem Carl Grimes da HQ de The Walking Dead. Para informações sobre o personagem Carl Grimes da Série de TV, confira Carl Grimes (TV).

ATENÇÃO: Esta página contém SPOILERS.

Carl Grimes é personagem da série de quadrinhos criada por Robert Kirkman, The Walking Dead. Sua primeira aparição ocorreu na edição número 2, lançada em 2003 pela Image Comics. Filho do protagonista, a evolução do personagem mostra a visão a partir dos olhos de uma criança crescendo sob a perspectiva de um mundo em decadência após o apocalipse global.

Carl é um adolescente branco com cabelos pretos e olhos castanhos. Ele compartilha a mesma cor de cabelo com sua mãe; conforme a série avança, ele amadurece fisicamente e deixa seu cabelo crescer. Carl perde o olho direito após ser acidentalmente baleado por Douglas Monroe. Ele usou bandagens por um bom tempo, depois mudou com um par de óculos de sol semicobertos, até ser convencido por Lydia a não esconder o ferimento. Da edição 138 até a edição 192, Carl deixa seu ferimento descoberto, bem como começa a pentear o cabelo para trás.

25 anos após o início do apocalipse, Carl ostenta um grande tapa-olho que cobre grande parte do lado direito do rosto. Ele agora também tem barba e mantém o cabelo curto, parecido com seu falecido pai na época de sua morte.

Em termos de personalidade, Carl é descrito como vingativo, rude, teimoso e habituado. No início da série, Carl era um garoto normal de 9 anos, brincando com sujeira e coisas parecidas. Ele parece ter uma noção melhor do que está acontecendo com o mundo, pois queria aprender a usar uma arma, para desgosto de sua mãe. Carl amadureceu muito rapidamente quando viu Shane tentando matar seu pai, antes de atirar no pescoço de Shane. Ele se lembraria dessa ocasião várias vezes no futuro, mas ainda acha que Shane era um “homem mau”.

Depois de perder sua mãe e irmã na prisão, Carl amadurece muito, cuidando de um Rick inconsciente e se defendendo de zumbis sozinho. Ele se transforma em uma criança-soldado endurecida pela batalha, totalmente ciente dos perigos do novo mundo. Em Alexandria, ele acredita que os residentes são ineptos e estúpidos, pois fingem que tudo está normal e não há nada com que se preocupar. Depois de ser baleado e perder grande parte de sua memória recente, Carl recupera um pouco de seu antigo eu, mas ainda mantém uma personalidade mais fria devido ao apocalipse. Dois anos após o fim da guerra com os Salvadores, Carl mostra-se muito mais estável emocionalmente e aberto às pessoas de quem gosta, mostrado por ser mais aberto com seu pai e Andrea. No entanto, ele ainda está frio e parece ter desenvolvido um temperamento explosivo, mostrado por como ele agrediu e quase matou dois meninos que estavam machucando Sophia. Notavelmente, sempre que Carl expressa sua raiva das pessoas, ele parece imitar o uso pesado de palavrões e comportamento ameaçador geral de Negan. Isso é visto quando Carl confronta agressivamente os pais dos meninos que atacaram Sophia, dizendo-lhes: “Seus putos de merda podem ir se foder.” Além disso, quando Carl confronta Sebastian Milton depois que este último assassinou Rick Grimes, Carl aprecia a ideia de assistir Sebastian apodrecer atrás das grades e ameaça machucá-lo caso ele escape. Ele termina seu confronto com um “Ta-ta” – a mesma frase usada por Negan depois que ele terminou de espancar Glenn até a morte.

A maior fraqueza de Carl, porém, é seu descuido com o que faz. Por exemplo, depois que ele persegue Lydia e é capturado pelos Sussurradores, isso leva Alpha a se infiltrar em Alexandria e matar 12 membros da comunidade, incluindo Ezekiel e Rosita, Carl sendo completamente inconsciente das consequências que suas ações provocariam. Em seguida, ele fica cheio de culpa, pela dor que causou às comunidades, e faz o possível para ajudar no esforço de combater os Sussurradores.

Durante e após a Guerra dos Sussurradores, Carl se tornou mais um líder, arriscando sua própria vida para salvar os residentes de Hilltop da incendiada Barrington House. Maggie também confia nele para cuidar do topo da colina enquanto ela e alguns outros cavalgam para desviar uma horda. Durante sua ausência, Carl reúne o povo de Hilltop para ajudar na luta contra a horda, feito notado por Lydia. Mais tarde, ele oferece conforto emocional para Rick após a morte de sua mãe adotiva. Eventualmente, ele começa a imitar a capacidade de seu pai de fazer palestras estimulantes, resolvendo um mal-entendido com Lydia e convencendo Princesa de que é melhor ficar em um grupo. Rick finalmente começa a mostrar total confiança na maturidade e habilidades de liderança recém-descoberta de Carl, como quando Carl pergunta o que ele deve fazer na revolta da Commonwealth, Rick responde que não precisa consultá-lo e saberá quando chegar a hora.

Carl é finalmente testado a ponto de quase quebrar após a morte de seu pai nas mãos de Sebastian Milton. Aqui, Carl honrou os ideais e a moral de seu pai depois de questioná-los no passado e poupou a vida de Sebastian, optando por mantê-lo preso para o resto de sua vida. Apesar de permanecer forte no passado, a morte de Rick desmoraliza completamente Carl e ele diz que não pode mais continuar.

25 anos depois, é mostrado que Carl conseguiu seguir em frente após a morte de seu pai, mas ele ainda continua a lamentar Rick e sente falta dele com frequência. Tendo sobrevivido aos Julgamentos, Carl credita a Rick a sobrevivência dele e de todos os outros e garantiu que a sociedade reconstruída se lembrasse dele construindo uma estátua e escrevendo um livro para a filha dele e de Sophia, Andrea. Embora antes ele tivesse orgulho de não mais manter o ferimento no olho coberto, ele agora usa um curativo para escondê-lo de Andrea, não querendo que sua filha se lembre de como o mundo era. Carl continua a seguir os passos de Rick; ele faz o que acredita ser certo para manter seus entes queridos seguros, o que fica evidente quando ele mata todos os caminhantes do show de Hershel Greene porque não quer correr o risco de alguém ser mordido depois que um deles escapou anteriormente. Apesar das pessoas ao redor de Carl dizerem a ele que o mundo está seguro, ele ainda está preocupado com o perigo de estar em cada esquina depois de crescer durante as Provas.

PERFIL DO PERSONAGEM:

Nome: Carl Grimes
Status: Vivo
Sexo: Masculino
Idade: 9 anos (Edição 2) | 13 anos (Edição 127) | 14 anos (Edição 187) | 39 anos (Edição 193)
Ocupação: Aluno do Ensino Fundamental (pré-apocalipse) | Ex-soldado da milícia (pós-apocalipse) | Antigo Aprendiz de Ferreiro (pós-apocalipse) | Mensageiro de Commonwealth (pós-apocalipse) | Entalhador (pós-apocalipse)
Família: Lori Grimes (mãe, falecida) | Rick Grimes (pai, falecido) | Judith Grimes (irmã, falecida) | Andrea (madrasta, falecida) | Jeffrey Grimes (tio, falecido) | Sophia (esposa) | Lydia (ex-namorada) | Andrea Grimes (filha) | Carol (sogra, falecida) | Maggie Greene (sogra adotiva) | Glenn (sogro adotivo, falecido) | Hershel Jr (cunhado adotivo)
Primeira Aparição: Edição 1 (fotografia) | Edição 2 (vivo)
Última Aparição: Edição 193
Interpretado na Série de TV por: Chandler Riggs

RESUMO DA JORNADA DE CARL GRIMES:

A VIDA PRÉ-APOCALÍPTICA

Nunca foi muito informado sobre a vida pré-apocalipse de Carl Grimes. Sabe-se que o garoto morava com os pais, Lori e Rick Grimes em Cynthiana, Kentucky, e era estudante primário. Ainda antes do apocalipse iniciar, o pai de Carl fora baleado em uma ação policial, entrando em coma.

A VIDA PÓS-APOCALÍPTICA

Quando o apocalipse zumbi começou, Lori levou Carl para Atlanta, juntamente com o colega de Rick, Shane, onde se instalaram em um acampamento improvisado para sobreviventes.

“Days Gone Bye”

O pai de Carl Grimes ainda estava em coma quando o apocalipse zumbi começou, então o melhor amigo de Rick e colega policial, Shane, levou ele e sua mãe para Atlanta em busca de segurança, já que era isso que Rick queria. A cidade já estava tomada quando eles chegaram, mas, felizmente, conseguiram encontrar um acampamento de sobreviventes em seus arredores. Várias semanas depois, o mensageiro de suprimentos do campo, Glenn, resgatou um homem na cidade que era seu pai, que acordou do coma e viajou para Atlanta para encontrá-los. Ele está além de aliviado ao ver seu pai vivo novamente.

Ele aprende a usar uma arma, junto com o resto do grupo (para desgosto de sua mãe), e até mata seu primeiro zumbi durante a noite do ataque ao acampamento. Mais tarde, ele testemunha Shane tentando matar seu pai, e atira em seu pescoço, salvando Rick.

“Miles Behind Us”

Depois do enterro de Shane, e deixar o acampamento, Carl e seu grupo sofreram algumas perda tentando encontrar um porto seguro, e durante uma busca por suprimentos, pela floresta, Carl acidentalmente sofre um tiro nas costas e foi levado às pressas para a Fazenda Greene, onde recebeu ajuda de um médico veterinário Hershel e foi salvo. Devido a este incidente, o grupo obteve permissão para ficar na fazenda até a criança ficar completamente curada, embora a estadia não durou muito tempo, devido a tensão crescente que começou a surgir entre Rick e Hershel, fazendo o último expulsá-los de suas terras com uma arma mais cedo do que o esperado. Isso os força a pegar a estrada mais uma vez, até que Dale e Andrea tropeçam na prisão enquanto procuram por suprimentos.

“Safety Behind Bars”

Depois de encontrar uma prisão abandonada, que decidiu tornar-se sua nova casa, Carl como as outras crianças permaneceram sob os cuidados de Chris e Julie enquanto os adultos eliminavam os caminhantes que invadiram o local, e enquanto espera para que tudo esteja pronto, Sophia pede ao garoto que seja seu namorado, mas Carl rejeita a ideia com algum desgosto. Depois de se instalar em uma cela com sua família, Carl rapidamente se adapta ao seu novo ambiente, apesar dos inconvenientes começarem a surgir, embora tenha sido terrivelmente assustado quando seu pai golpeou um dos prisioneiros, Lori o acalmou explicando as razões do porquê isso tinha acontecido.

“The Heart’s Desire”

Com o passar do tempo Carl começou a aproveitar a vida na prisão, especialmente o grande espaço aberto que poderia jogar, e, enquanto observava os caminhantes que se aglomeravam nas grades, ele que aceitou ser o namorado de Sophia, pega na mão dela e ambos chegaram à conclusão de que as criaturas já não lhes davam mais medo, e sim pena. Após a luta entre Rick e Tyreese, Carl não revela estar preocupado com a condição de seu pai porque ele era um cara durão.

“The Best Defense”

Carl começou a mostrar interesse em ajudar o grupo e queria se juntar a equipe que iria distrair os caminhantes dos portões para limpá-los, mas ambos Lori e Rick não o autorizaram. Quando seu pai deixou a prisão para investigar um helicóptero que havia caido perto da prisão, Carl tentou acalmar Lori assegurando-lhe dizendo que iria com segurança, como sempre fazia. Ele também foi um grande apoio para ela quando sua amizade com Carol tornara-se tensa, embora essa intriga também significou em ele não poder ver regularmente Sophia.

“This Sorrowful Life”

Depois que seu pai retorna da tentativa de localizar um helicóptero abatido e as experiências de seu pai em Woodbury, Carl é forçado a se acostumar com seu pai sem o uso de sua mão direita (que foi amputada pelo Governador). Quando seu pai Rick persegue Caesar Martinez de Woodbury, que planeja alertar Woodbury onde fica a prisão, Carl pergunta a Tyreese se seu pai o ama, porque ele está sempre o deixando, e Tyreese garante que ele o ama e que sua partida lá fora o tempo todo significa que ele está tentando protegê-lo, junto com todos os outros.

“The Calm Before”

Carl ficou encantado com o nascimento de sua irmã, Judith. Carl chama Judith de ‘fofa’ e ‘sortuda’ por ter nascido nesta família. Lori conta a Rick como ela está satisfeita com a crescente independência de Carl neste novo mundo. Após o suicídio de Carol, Carl tenta consolar Sophia sem sucesso.

“Made to Suffer”

Durante o ataque à prisão conduzida pelo O Governador, Carl Grimes permaneceu escondido no porão junto com aqueles que não lutavam e, quando Dale pede para Lori e seus filhos acompanhá-lo em sua fuga, antes que fosse tarde demais, sua família escolheu não sair e, então, ficou para enfrentar o que estava por vir. Mais tarde, Rick explica o que Carl iria fazer no caso das coisas ficaram feias e, finalmente, quando a situação sai do controle, a criança e seus pais tentaram escapar do presídio, mas ao longo do caminho Lori e Judith foram mortas sem qualquer contemplação. Embora Carl tentou olhar para trás para descobrir o que tinha acontecido, Rick disse-lhe para continuar. Depois de chegar a um lugar seguro chorou amargamente as perdas terríveis que havia sofrido.

“Here We Remain”

Carl e Rick mantiveram refúgio em uma casa abandonada onde o policial sucumbiu a uma ferida na barriga e isso obrigou Carl cuidar de si mesmo por alguns dias. Depois de matar alguns caminhantes, a criança tinha a impressão de que ele ja podia defender-se sozinho, e culpou seu pai por não ser capaz de proteger seus amigos, mas percebeu que tinha medo do mundo exterior e pede para seu pai que não morra. Em seguida, Rick recupera a consciência, e pai e filho percorrem as ruas por algum tempo até que eles se encontram novamente com Michonne e, em seguida, o resto de seus companheiros que tinham escapado da prisão antes do ataque final do Governador. O grupo vai até tal as ruínas da Fazenda Greene e encontram um grupo de exploradores, Abraham Ford, Rosita Espinosa e Eugene Porter. Que chegaram ao local e os informou sobre a existência de um possível refúgio seguro do governo em Washington, D.C. O Trio convidou o grupo para viajar com eles.

“What We Become”

Ao longo da jornada, Rick decide fazer um desvio para sua cidade natal em Kentucky, e traz Carl e Abraham junto. É durante essa viagem que um grupo de bandidos de estrada ataca e tenta estuprar Carl. No entanto, Rick consegue se libertar mordendo um dos bandidos e, com a ajuda de Abraham, liberta Carl. Mais tarde, Carl, Rick e Abraham discutem situações semelhantes em que eles estiveram envolvidos, onde cometeram atos de violência humana para se proteger, o que leva Carl a falar sobre atirar em Shane para salvar a vida de seu pai. Depois de visitar sua cidade natal e se reunir com Morgan Jones e seu filho zumbificado Duane Jones, os quatro vão para a delegacia de polícia a fim de recuperar suprimentos. Durante esse tempo, Morgan constantemente olha para Carl, lembrando-se de como Duane costumava ser, o que deixa Carl assustado. Na viagem de volta ao cruzamento interestadual, os quatro encontram uma gigantesca horda de zumbis. Inicialmente, Rick tenta dirigir o carro para o rebanho para escapar; no entanto, quando o carro fica preso sobre a massa de corpos, os sobreviventes fogem a pé na esperança de escapar. Com Carl atirando atrás deles, Abraham rapidamente o agarra e o carrega nas costas. Depois de uma tentativa fracassada de distrair a horda, eles retornam ao grupo principal e fogem de caminhão para fora da área.

“Fear The Hunters”

Quando Ben assassinou seu irmão gêmeo Billy e se tornou um grande perigo para todos, Carl tomou o assunto em suas próprias mãos e, secretamente, executou a criança, ato que nenhum membro do grupo se atreveu a fazer. Embora ninguém sabia que ele era responsável, este ato logo começou a pesar sobre a consciência do garoto e, finalmente, depois de ouvir o pai falar sobre o remorso que sentia pela forma cruel que havia matado os caçadores canibais, Carl rompeu em lágrimas e confessou que foi ele quem matou Ben.

“Life Among Them”

Desde o assassinato de Ben, Carl tem estado muito relutante em falar sobre o que fez ao pai. Eventualmente, Rick confronta seu filho sobre por que ele matou Ben. Ao que Carl responde em lágrimas que ele fez isso pelo mesmo motivo que Rick matou várias pessoas no passado, porque precisava ser feito e porque nenhum dos outros fariam. Ao ouvir sua resposta, Rick explica por que ele fez muitas coisas ruins em seu passado e tenta lembrá-lo de que até mesmo pessoas boas fazem coisas ruins.

Rick exorta Carl a nunca perder isso de vista e se matar se torna muito fácil, é quando as pessoas boas se tornam más. Carl então chora e chora, dizendo que matar Ben ainda o assombra. Ele chora noite após noite e como ele sentia falta de Ben. Ele sente uma culpa tremenda, mas acreditava fortemente que tinha que fazer isso porque Ben era perigoso. Carl também admite que planejava manter isso em segredo de seu pai, mas, depois de ouvi-lo falar na fogueira, ele simplesmente não conseguiu. Ele então garante a seu pai que o ama, mesmo depois de todas as coisas ruins que ele fez para manter o grupo vivo. Ele ama seu pai porque fez muito por eles. Ambos choram nos braços um do outro, com Rick se desculpando com seu filho.

“Too Far Gone”

Carl, junto com seu pai e o resto do grupo, viaja com sucesso e chega à Zona Segura de Alexandria. Embora Carl inicialmente demonstre estar muito feliz por encontrar outras pessoas e ter comida de verdade, ele está tendo problemas para se ajustar à comunidade. No começo, ele e um garoto chamado Mikey brigam por causa de sua arma. Quando ele se recusa a deixar Mikey ver sua arma, Mikey o empurra para baixo, ao que Carl retorna o gesto. Rick o faz entender que não é bom brigar com as outras crianças, às quais Carl tenta se desculpar. Mas Mikey se recusa e empurra sua mão, deixando Carl ferido. Mais tarde, à noite, Carl acredita que não fará muitos amigos com as crianças que vivem na zona segura.

Durante um pequeno dia de Halloween destinado às crianças, Carl não quer fazer doces ou travessuras. Ele diz a Rick que odeia estar na zona de segurança porque tudo parece uma farsa. E enquanto Rick tenta deixar seu filho saber que ele pode se divertir e ser uma criança, Carl mostra preocupação em ir embora. Ele continua dizendo que não quer baixar a guarda e que tem medo de ficar fraco e morrer.

“No Way Out”

Depois de Rick assumir o comando da Zona de Segurança de Alexandria, Carl recuperou a arma que havia sido confiscada na chegada. Quando uma vasta horda de caminhantes invadiu completamente a comunidade, Carl tenta fugir com Rick passando pelos mortos-vivos, mas ao mesmo tempo caminhou em direção à saída do aterrorizado Douglas Monroe, que começou a atirar aleatoriamente para as criaturas e uma das balas atingiu o crânio da criança, destruindo seu olho direito e parte de seu rosto. Rick rapidamente pegou-o nos braços e levou- para o sanatório da Dr. Cloyd, que o pediu para tentar salvá-lo.

“We Find Ourselves”

Mais tarde, Denise consegue consertar Carl, mas ele não acorda imediatamente. Rick vem falar com ele sobre a ameaça controlável de zumbis e pede que ele acorde. Dias depois, Carl ainda está em coma. De repente, ele começa a tossir, mas não se sabe se ele está acordando ou reanimando.

Denise informa a Rick que a tosse não significa necessariamente nada, e que Carl ainda não está fora de perigo. Ela diz que quando ele acorda, não se sabe em que condição ele estará. Na edição seguinte, ele finalmente acorda e imediatamente pergunta: “Onde está a mamãe?”. Rick então começa a se estressar ao explicar a Carl novamente quais provações aconteceram. Depois de explicar a morte de sua mãe e irmã, Carl mostra pouca tristeza e isso continua a preocupar Rick. Denise explica que não há problema em levar Carl para casa depois de alguns dias de recuperação, e os dois começam a se estabelecer novamente. Não se sabe exatamente o quanto sua memória foi afetada.

“A Larger World”

Carl teve um tempo difícil para se acostumar com a perda de seu olho e começou a mostrar uma atitude muito mais negativa, e passa a chamar sua ferida de buraco. As terríveis memórias começaram a reaparecer em sua mente.

Quando o grupo tomou um prisioneiro desconhecido chamado Paul (Jesus) que alegou vir de outra comunidade buscando estabelecer uma rota comercial para a Zona de Segurança, Carl foi quem convenceu Rick considerar a proposta, e, com isso, Andrea, Glenn e Michonne acompanhou Jesus e visitou pela primeira vez a Colônia Hilltop.

“Something To Fear”

Quando Carl Grimes retorna para a zona segura com seu pai, Andrea, Glenn e Michonne, eles são emboscados por um pequeno grupo de salvadores. Carl observa enquanto Andrea e Michonne massacram os salvadores, deixando apenas um único sobrevivente. Depois que Rick envia o Salvador para entregar uma mensagem a Negan, Carl diz a seu pai que concorda com o fato de que os salvadores mereceram o que receberam e que ele está se lembrando mais do passado a cada dia. Na manhã seguinte, Carl encontra seu pai e Andrea na cama juntos. Rick tenta explicar a Carl a estranheza da situação para a qual Carl afirma já saber sobre sexo. A conversa é interrompida pelo som de tiros. Rick diz a Carl para ficar dentro de casa enquanto ele vai lutar contra os salvadores, que são os responsáveis ​​pelos tiros. Mais tarde, Carl compareceu ao funeral de Abraham após sua morte prematura nas mãos de Dwight, um dos Salvador. Rick mais tarde decide obter ajuda do topo da colina e monta um grupo composto por Glenn, Maggie, Sophia, Michonne, Heath e o próprio Carl para viajar até Hilltop.

O grupo segue o mesmo caminho que Paul mostrou a eles até o Hilltop; no entanto, eles não conseguem chegar lá em uma noite e decidem parar para pernoitar. Durante a noite, Negan e os salvadores aparecem e emboscam o grupo. Negan exige metade de tudo o que a zona de segurança possui e tem que puni-los por terem matado tantos salvadores. Carl assiste com o resto do grupo enquanto Negan quebra a cabeça de Glenn em pedaços usando seu taco de beisebol que ele chama de ‘Lucille’. Negan diz a eles que os salvadores estarão de volta para sua primeira oferta em uma semana e deixa os sobreviventes com o corpo de Glenn. Maggie então soca Rick repetidamente, chamando-o de covarde por não ter feito nada, e Carl puxa sua arma para Maggie e afirma que ele a guardará se Maggie parar de bater em seu pai. No entanto, Sophia ataca Carl por puxar uma arma para Maggie. O grupo então envolve o cadáver de Glenn em um cobertor e eles continuam para Hilltop.

“What Comes After”

Depois de dizer um adeus quase choroso para Sophia, Carl Grimes retorna com Rick e os outros para Alexandria. Depois de ouvir o que aconteceu quando os salvadores atacaram, Carl concorda com Andrea que eles deveriam lutar para mostrar a Negan e os salvadores que eles “não podem ser fodidos”. Ele está visivelmente zangado com a decisão de Rick de deixar Dwight, que foi feito refém, voltar para Negan e os outros salvadores. Quando Negan e os salvadores vêm buscar suprimentos na zona segura, Carl ameaça Negan, dizendo que logo perceberá o quão perigosos eles são. Enquanto Negan e seus salvadores partem, Carl se esconde embaixo de alguns colchões em um de seus caminhões, emboscando os salvadores enquanto eles abrem a porta e matando vários, antes de ser brutalmente espancado por Dwight, e então feito refém por Negan.

No entanto, enquanto Negan é geralmente frio e imparcial, o comportamento severo de Carl deixa uma impressão nele, já que Negan, embora afirme que ainda vai punir Carl, começa a orientá-lo nos caminhos dos Salvador, agindo curioso e preocupado com seu passado e claramente afirmando que, em seus olhos, Carl vai se tornar um assassino em série.

Negan afirma que fez algo a Carl no final da edição 106. Mais tarde, é revelado que Negan realmente não fez nada a Carl para mostrar a Rick que ele pode ser razoável. Mais tarde, ele retorna para Alexandria.

Carl é então visto fora da Zona Segura de Alexandria lutando contra zumbis com Michonne. Depois de matar alguns zumbis com sucesso, ele é atacado por um que estava em seu “ponto cego”. Ele atira, mas não no lugar certo e Michonne o mata com sua katana. Michonne então ajuda Carl a entrar, mas ele reclama que deixou cair o chapéu. Ele então diz que é inútil com o olho, mas, Michonne diz que ele não é inútil e o anima.

Mais tarde, ele ouve Rick contando a Andrea sobre o Reino e seu plano para atacar Negan e os Salvador. Ele diz a seu pai que não pode ser mantido afastado de tal plano, ao qual seu pai responde que ele estava prestes a contar a Carl sobre isso. Ele então abaixa a cabeça e sorri, feliz em saber que ajudará a falar sobre os Salvador.

Rick leva Carl, junto com um pequeno grupo, para o Reino. Enquanto no Reino ele fica muito impressionado, afirmando que é legal. Mais tarde, ao discutir se eles deveriam ou não confiar em Ezequiel, ele afirma que, se Jesus confia nele, ele confia nele.

“March To War”

Quando os Salvadores vieram para Alexandria, Carl tenta atirar em Negan, porém acerta o taco de beisebol dele, “Lucille”, fazendo o bandido ficar irritado. Negan pede para jogarem Carl para fora dos muros se não iria matar Rick, Holly, Nicholas e Heath. Quando tal ato iria ser feito com o garoto, Jesus apareceu e fez os salvadores recuarem com tiroteio.

“All Out War – Part One”

Carl é visto conversando com Rick. Rick afirma que Carl fez bem, mas Carl sente que falhou porque atirou, errou e depois se escondeu atrás da parede. Rick então diz que fez a coisa certa. Eles então discutem se ele deve ou não ser incluído no ataque ao Santuário. Carl então concorda que ele deve ficar, mas diz a seu pai para se certificar de matar Negan. Após o discurso de Rick para a comunidade, Carl questiona por que Andrea está ficando para trás. Ela então diz que Carl está no comando da comunidade enquanto Rick está fora e ele fica um pouco envergonhado.

Quando um pequeno grupo retorna a Alexandria, ele imediatamente pergunta sobre o paradeiro de seu pai, Michonne o acalma dizendo que tudo está indo como planejado. Depois que seu pai chega, Carl (provavelmente de brincadeira) diz que está atrasado, ao que responde que isso é guerra e nem sempre ele conseguirá seguir os horários. Ele faz parte da reunião com Rick e mais alguns sobreviventes sobre o sucesso do ataque inicial, Rick então diz que a zona de segurança precisa ser preparada, já que esse será definitivamente o primeiro lugar a ser atacado. Assim que ele termina, uma bomba explode do lado de fora, quebrando as janelas.

Todos vão para fora, com Rick escalando a parede para ver o que aconteceu, encontrando Negan com um grande grupo de soldados do lado de fora, mantendo Holly como refém. Para a surpresa de todos, Negan libera Holly como uma oferta de paz, ela entra na zona segura com uma bolsa na cabeça, guiada pela voz de Rick.

Denise a leva para dentro, puxando a bolsa de sua cabeça, revelando que Holly agora é uma peregrina. A zombificada Holly se lança contra Denise, mordendo seu braço. Enquanto todos estão distraídos, Negan grita: “ATAQUE!”

Os salvadores então lançam granadas sobre as paredes da zona segura, explodindo e queimando várias casas. Rick, Andrea e Carl correm juntos tentando escapar do caos, mas uma granada explode a poucos metros deles, derrubando-os. Carl desmaia por um instante e é levado para a enfermaria por Rick. Mais tarde é mostrado que Carl acabou de nocautear, mas afirma que está bem. Ele deixa a zona segura com seu pai logo depois, junto com todos os outros.

“All Out War – Part Two”

Durante o ataque à Colônia Hilltop, Carl Grimes ajuda Andrea e os outros dentro da casa para atirar em Salvador. Mais tarde, ele resgata Rick e Nicholas do lado de fora, e está presente quando o Dr. Carson avisa o grupo que todos os feridos pelas armas do Salvador provavelmente morrerão, não importa o quão pequeno seja o ferimento. Mais tarde, após a morte de Nicholas, Carl conforta Mikey dizendo que ele deve valorizar as memórias que tem de seu pai. Quando Rick confronta Negan fora de Hilltop, Carl tenta chegar até Rick, mas é impedido por Maggie.

Quando Negan é levado para dentro de Hilltop, Carl concorda com Andrea sobre querer matar Negan por assassinar Glenn e todos os seus outros crimes. Rick discorda, dizendo que eles não são mais. Sentindo-se traído, Carl decide resolver o problema com as próprias mãos e foge para o quarto de Negan para matá-lo. Quando ele estava prestes a puxar o gatilho, ele é pego por Rick, Andrea e Michonne. Ele diz a Rick que está errado sobre manter Negan vivo; “Eu tenho que fazer isso.” Rick diz a Carl que matar Negan os tornaria piores do que ele, já que “ele nos deixou viver quando teve a chance de nos matar”. Carl pergunta se isso significa que Negan escapará impune matando inúmeras pessoas; Rick insiste que Negan será punido, mas o fará de maneira civilizada.

“A New Beginning”

Dois anos após os eventos de “All Out War”, Rick se casou com Andrea e Carl começa a chamá-la de “mãe”. Carl é visto pela primeira vez tentando convencer seu pai a ter uma “conversa”, mais tarde revelado como uma permissão para se mudar para Hilltop e ser o aprendiz de ferreiro de Earl Sutton. Depois de algum convencimento, Rick concorda em “pensar sobre isso”. Mais tarde naquela noite, Carl vai ao porão de uma casa desconhecida e fala com uma figura nas sombras. Dizendo como ele, Mikey e alguns outros meninos foram à casa de uma menina depois da aula e que ela mostrou seus seios. Ele diz que foi legal e tudo, mas ele meio que tinha uma queda por ela, mas depois disso ele não tem certeza. Observando como ele não tem quem faça esse tipo de coisa. A figura diz que não há nada de errado e a garota provavelmente só quer um pouco de atenção. Ele então diz a Carl que gosta das conversas, que é bom para ele controlar o tempo e os dias. Carl diz que está indo embora, antes de ir embora, a figura lhe pergunta se, depois de todo esse tempo, todas as coisas que compartilharam e as conversas que tiveram, Carl ainda quer matá-lo. Ele se vira e encara a pessoa atrás das grades, simplesmente dizendo: “Sim, Negan. Você sabe que sim.”

Negan fica chocado ao saber que depois de todo o tempo que passaram juntos e todas as coisas que compartilharam um com o outro, Carl ainda o quer morto. Em resposta, Carl simplesmente diz que está arrependido e vai embora, deixando Negan bastante desanimado para trás. No dia seguinte, ele é visto levando Josh para seu quarto, na esperança de vender alguns itens esculpidos em troca de um moletom com capuz. Mais tarde, ele é visto sentado na varanda esperando Rick chegar em casa. Queixa-se de não ter feito nada o dia todo, reafirmando o desejo de participar de um comércio. Antes de continuar, Rick declara que deve economizar forças para o dia seguinte, pois eles estarão viajando para Hilltop para que Carl possa começar seu aprendizado de ferreiro com Earl Sutton, pelo qual Carl é imensamente grato.

No dia seguinte, ele arruma seus pertences para a viagem, pensando em como colocar tudo o que tem em apenas duas mochilas. Antes de partir, ele vai visitar Josh, entregando-lhe o unicórnio do outro dia e dizendo adeus. Antes de ele sair, Anna lhe entrega uma carta, pedindo-lhe que a leia quando chegar.

Durante a viagem, seu pai tenta continuamente fazer com que ele abra a carta, brincando que é uma carta de amor. Ao parar para almoçar, eles são emboscados por um grupo de errantes. Carl fica para trás a pedido de Rick, que passa a despachá-los com seu machado, mas não o faz, levando Carl a atirar no resto. O guarda que deveria manter a estrada desimpedida aparece e recebe um sermão agressivo de Rick. Depois que a questão for resolvida, a dupla continua sua jornada.

A dupla chega ao topo da colina, onde Carl cumprimenta entusiasticamente Earl Sutton, entregando uma figura de javali esculpida, que Earl observa “parece mais um porco”. Ele fica visivelmente desapontado ao saber que outro menino já está aprendendo com Earl e que ele não será o único.

“Whispers Into Screams”

Enquanto passam um tempo juntos, Carl Grimes e Sophia são atacados por dois meninos em retaliação por Sophia ter protegido Brian antes. Carl aparentemente foge, mas depois retorna com uma pá e ataca os meninos, espancando-os quase até a morte. Depois de ter seus ferimentos da breve luta enfaixados, ele se defende dos pais dos meninos, afirmando que suas ações eram necessárias, mas em vão, pois os pais exigem uma punição que Carl responde dizendo que fez a coisa certa ao defender Sophia. contra seus filhos e diz a eles para irem se foder irritando muito o pai, Morton jogando Carl contra a parede. Para evitar mais problemas, Maggie coloca Carl em uma cela ao lado de um prisioneiro.

Lydia, a prisioneira, pergunta a Carl por que ele foi colocado nas celas. Carl conta a ela sobre sua luta com os valentões do topo da colina e ela fica surpresa que ele seria punido por proteger a filha do líder. Carl continua contando a ela sobre a filosofia de sua comunidade em relação ao assassinato e seu desejo de retornar à civilização, deixando-a aliviada por saber que ela não será executada. Lydia explica que estava em seu primeiro “passeio” quando seu grupo encontrou o grupo de Jesus. Seu povo havia encontrado pessoas perigosas antes e fez um ataque preventivo. Logo depois, Carl é libertado das celas e convence Maggie a desamarrar Lydia. Mais tarde, ele visita Lydia e a encontra chorando em sua cela. Ela confessa que está com medo e se sente sozinha. Ela sente falta dos mortos, dizendo que tê-los por perto a fazia se sentir segura. Para fazê-la se sentir melhor, Carl dá a ela seu chapéu de cowboy, dizendo a ela que isso o fez se sentir seguro durante tudo o que havia passado.

Ela então diz que o chapéu não está exatamente ajudando-a a se sentir melhor e, na verdade, é o próprio Carl que está fazendo com que ela se sinta melhor, e que ela gosta de conversar com ele. Ela é interrogada por Maggie e Paul depois, mas se recusa a dizer qualquer coisa. Mais tarde, Carl atende por ela e ela é liberada e deixada sob vigilância escondida. Durante o passeio, eles se sentam sozinhos em uma colina com vista para a cidade, onde ela diz a ele que está frio, e eles se abraçam.

Depois de um tempo, ela pede para ver seu olho e, após alguma resistência, ele concorda em deixá-la tirar os óculos. Para sua surpresa, ela diz a ele que “é sexy” e de repente sobe em cima dele, perguntando se ele já fez sexo. Sem palavras, ele não sabe como reagir e ela apenas pergunta se pode mostrar a ele, ao que ele responde “Ok” enquanto os dois dão as mãos em cima do chapéu de Carl.

Depois que eles terminam, Lydia comenta como foi bom, comparando com suas experiências anteriores. Carl fica um tanto alarmado ao saber que em certas ocasiões ela foi forçada a fazer isso, dizendo que o que seu povo a forçou a fazer é errado, quer eles vejam isso como um estupro ou não. Ela diz a ele que não quer voltar.

Depois que Alpha, a mãe de Lydia e o resto dos Whisperers chegam, Carl discute com Maggie sobre se deve ou não devolver Lydia para seu povo, mas é fechado, sendo forçado a deixar Lydia ir, mas não antes de beijá-la.

Depois que ela sai, ele tem outra breve discussão com Maggie, mas é imediatamente repreendido e mandado embora. Mais tarde, Sophia verifica como ele está, apenas para descobrir que seu quarto está vazio: ele deixou Hilltop para ir atrás de Lydia.

“Life And Death”

Quando ele para para descansar na floresta, Alpha se aproxima dele, perguntando por que ele os seguiu. Carl responde que queria ter certeza de que Lydia está segura e deixa claro que foi sua decisão fazê-lo, e o topo da colina não tem nada a ver com isso. Após uma breve conversa, ele pode viajar com eles para o acampamento.

Carl, Lydia e os Whisperers continuam sua jornada. Ele é informado que eles não têm um local fixo, em vez disso, eles “vivem da terra” da maneira que deveriam, sem abrigo, em vez disso se aconchegando para se aquecer. Eles finalmente chegam ao acampamento.

Algum tempo depois, Carl confronta Alfa agressivamente, que o lembra de que ele ainda é seu prisioneiro, e a única razão pela qual ele está lá é porque ela precisa aprender mais sobre seu povo. Alpha então sai do acampamento.

Horas se passam até que ela volte, agora com Rick. Os dois se reencontram, e Carl se desculpa por assustá-lo. Os dois conversam, com Rick dizendo a ele que ele deve ir embora, pois os Whisperers são perigosos. Carl se recusa a ir sem Lydia. Quando Rick tenta pegá-lo à força, ele empurra a mão de seu pai, dizendo-lhe que desde que seu olho foi tirado e ele foi desfigurado, ninguém olharia para ele sem vacilar, nem mesmo ele e Andrea. Ele diz a ele que Lydia é a única pessoa que o aceita do jeito que ele é, e ela é a única que olha para ele como se ele fosse normal.

Ele reafirma que ela é especial para ele e que eles se preocupam um com o outro. Ele afirma que finalmente encontrou algo bom neste mundo e que deseja mantê-lo. Rick, derrotado, suspira e diz que entende. Rick é levado por Alpha para falar.

Mais tarde, Lydia diz a Carl que ele deve ir embora, pois Alpha não é amigável com estranhos. Quando Rick e Alpha retornam, ele anuncia que estão indo embora. Carl se recusa a sair sem Lydia, gritando que os Whisperers estupram Lydia e sua mãe age como se fosse normal, para horror de Rick. Lydia finalmente admite que é verdade e que ela odeia.

Alfa a ataca, chamando-a de fraca demais para viver entre eles. Ela bane Lydia dos Whisperers, renegando-a. Alfa anuncia que ela marcou sua fronteira, e que se o povo de Rick cruzar a fronteira em seu território, seu rebanho cruzará para o deles. Secretamente, ela diz a Rick que não tem condições de dar a Lydia a vida de que ela precisa, mas ele tem. Rick, Carl e Lydia saem do acampamento ilesos. Eles se encontram com Andrea, Michonne e Dante e chegam à “fronteira”: uma série de cabeças decapitadas em estacas, sobreviventes de todas as comunidades, massacrados. Uma das cabeças decepadas é Josh. Ao ver a cabeça de Josh, Carl começa a chorar.

“No Turning Back”

O grupo está em choque ao ver as cabeças decepadas. Carl, Andrea e Lydia começam a abaixar as cabeças decapitadas. De repente, Michonne joga Lydia no chão e exige saber se ela sabia que Alfa faria isso, e se os Sussurradores já fizeram isso antes.

Carl Grimes saca sua arma e Dante diz a Michonne para não fazer isso. Michonne percebe que não está sendo razoável e desiste, ajudando Lydia a se levantar. Lydia diz ao grupo que ela acha que Alfa tem medo deles. Michonne diz a Carl para colocar sua arma no coldre e ele o faz. pergunta o que aconteceu com seus corpos e Lydia diz que eles provavelmente foram esfolados. No final da fila, Lydia vê Carl chorando ao encontrar a cabeça de Josh. Ele explica que era um bom amigo e já faz um tempo que perdeu um desses. Lydia o abraça e pede desculpas.

Depois que Rick e Andrea informaram as comunidades sobre o recente massacre, os membros ficam zangados com Lydia e querem ir à guerra com os sussurros. Rick diz que Lydia não está segura aqui enquanto todos estão zangados com os acontecimentos recentes. Andrea concorda em escoltar Carl e Lydia até o topo da colina até que a hostilidade passe e eles possam formar um plano mais concreto.

Em algum momento da noite, Andrea acorda Carl e o faz se preparar para a viagem ao topo da colina, explicando a situação e que Lydia está lá embaixo e pronta. Carl pergunta a seu pai se eles estarão seguros no topo da colina, visto que Alfa matou alguns de seus residentes, mas Rick garante que terá uma palavra com Maggie sobre o assunto. Andrea, Carl e Lydia começam sua jornada à noite.

Bem a caminho do topo da colina, Andrea, Carl e Lydia encontram Gus, um patrulheiro. Ele pergunta se as coisas estão bem e Andrea gentilmente pede a ele para não deixar ninguém saber que ele a viu. Ele obriga. Lydia começou a questionar Andrea por pedir a Gus que mentisse por ela. Com suas suspeitas crescentes, ela começa a perguntar por que alguém quer machucá-la. Andrea e Carl Grimes tentam fazer com que ela perceba que as pessoas vão querer desabafar da maneira que puderem, sem pensar com clareza.

Lydia, ainda se recusando a acreditar nisso, começou a ficar irritada, explicando que sua mãe não se importava com ela e que os planos de Eugene não funcionariam. Andrea tenta negar isso e responder que sua mãe se preocupa com ela, e Carl até diz a ela que Andrea é confiável. Lydia finalmente fala o que pensa, perguntando se Gus mentiu porque ela estava sendo levada de volta para sua mãe. Puxando uma arma para Andrea, ela exige que eles lhe contem a verdade. Lydia continua apontando sua arma para Andrea. Carl aponta sua arma para Andrea também, e então ele rapidamente aponta para Lydia, e diz a ela que ela não machucará sua mãe.

Todos os três baixam suas armas e resolvem o conflito. Carl, Andrea e Lydia chegam ao topo da colina, e são recebidos por Eduardo. Andrea rapidamente o informa que ninguém pode saber que Lydia está no topo da colina. Lydia pede desculpas a Carl por apontar uma arma para Andrea, e Carl pede desculpas a ela também. Os dois se abraçam e Lydia afirma que Carl é o melhor, ao qual Carl responde que está sendo bom com todos somente por causa de seu pai.

Logo o grupo chega ao topo da colina e se instala. Carl e Lydia dividem um quarto, e depois fazem sexo novamente, algo que é presenciado por Andrea.

“Call To Arms”

Maggie diz a Andrea que agora é seguro para Carl Grimes e Lydia voltarem para Alexandria, mas Andrea observa que Carl provavelmente vai querer ficar em Hilltop.

Enquanto Carl trabalha, ele é informado por Earl, que acabara de chegar de Alexandria, que agora é seguro para Lydia retornar a Alexandria. Quando ele vai informar Lydia, Carl é parado por Maggie, que diz a ele que Rick quer que ele volte para casa, mas Carl diz a ela que pretende ficar no topo da colina. Mais tarde, Carl acorda e encontra Lydia observando-o, e ela diz que não estaria lá sem ele.

“The Whisperer War”

Carl Grimes é visto conversando com Michonne. Ele diz a ela que quer ir para Alexandria para ajudar na guerra, mas Michonne diz que ele precisa ficar no topo da colina e defendê-la, se necessário. Carl e Lydia estão vigiando, mas Lydia insiste que se os Whisperers vierem com força total, não importa se eles os virem chegando. Carl a acusa de tentar assustá-lo e Lydia diz que ele deveria estar com medo. Ela diz que os Sussurradores não têm outro propósito além de existir e que eles não hesitarão em matar ou morrer por Alfa; que não estão vivendo, então não têm nada a perder. Lydia diz que viu o que eles fizeram com outros grupos e que “não será nada bonito”. Carl diz a ela que nenhum grupo é tão grande, organizado ou forte quanto o deles. Ela rebate dizendo que eles têm a mesma fraqueza dos outros grupos: eles se importam. Ela diz a Carl que aprecia tudo o que ele fez, mas que ele é muito jovem para ela e que ela não o ama. Carl diz que ela está apenas dizendo isso para que ele não fique chateado se algo de ruim acontecer com ela, mas ela diz a ele que é a verdade e se desculpa enquanto o deixa sozinho no posto de vigia.

Mais tarde, Carl olha para trás, para Lydia, que dorme na mesma cama que ele, antes de sair. Ele acena para o guarda e percebe as chamas no céu. Ele logo percebe que são flechas em chamas, e o guarda é perfurado no peito. Ele cai do posto de vigia e é devorado por errantes. Carl grita que eles estão sob ataque. o portão está caindo. Dante ordena que todos se posicionem e Maggie os instrui a derrubar os arqueiros. Carl diz a Lydia que eles vão ficar bem. Os residentes de Hilltop lutam contra os Whisperers, e a casa pega fogo. Maggie corre para dentro para encontrar Sophia e Hershel, seguida por Carl. Dentro da casa, Sophia tira Hershel de seu berço assim que Maggie e Carl chegam. Maggie diz a eles para irem embora, mas Carl insiste que eles vão e ele vai se certificar de que a casa esteja limpa, apesar da resistência de Maggie.

Carl Grimes evacua a casa e ajuda Johnny a carregar Brianna inconsciente. Parte da casa explode atrás deles e Carl é jogado no chão. Johnny continua a levar sua mãe para um lugar seguro enquanto Carl cai inconsciente. Aaron vem em ajuda de Carl e joga Carl de uma janela e pula atrás dele. O Dr. Carson chega e começa a tentar ressuscitar Carl enquanto Aaron e o resto dos residentes de The Hilltop continuam a batalha contra os Whisperers. Carl acorda enquanto Maggie declara que eles venceram. Após a batalha, Carl se aproxima de Lydia, que está se sentindo culpada pelo ataque e por fazer parte dos Whisperers anteriormente. Ela diz que Carl a odiaria se soubesse das coisas que ela fez, mas Carl diz que ele e seu povo também fizeram coisas horríveis para chegar onde estão agora. Eles se abraçam.

“A Certain Doom”

Maggie, Carl Grimes e os residentes do topo da colina chegam a Alexandria para encontrá-la invadida. Lydia tranquiliza Carl que não significa que seu pai está morto, e Maggie diz a ele que ela está certa. Michonne e Jesus aparecem e Maggie e Dante se oferecem para ajudá-los a levar o rebanho embora. Carl quer ir, mas Maggie diz a ele que ele não é um cavaleiro bom o suficiente e para dizer a Brianna o que ela está fazendo. Ela pede a ele para vigiar a área e manter Hershel seguro, e ele concorda. No perímetro, Carl diz aos residentes de Hilltop para pegar suas armas porque eles precisam ajudar os outros. Lydia sorri para ele.

Carl instrui os residentes do topo da colina a deixarem os vagabundos irem até eles. Ele pergunta a Lydia se ela está bem e ela diz que se sente viva. Quando Rick vai matar um errante, ele vê Carl. Eles se abraçam e Rick pergunta por que ele está ali. Carl explica que os Whisperers incendiaram o topo da colina. Lydia diz a Rick que Carl reuniu o grupo para ajudar e que ele ficaria tão orgulhoso dele quanto ela. Rick pergunta onde Maggie está e Carl explica que ela e Dante foram ajudar Michonne e Jesus a desviar o rebanho. Depois que Andrea revela que foi mordida, Carl chega e Andrea pergunta se ele ainda está com Lydia. Ele diz que sim, e Andrea diz a ele que um relacionamento é o que ele faz e ser feliz é o mais importante.

Carl e todos os cidadãos de Alexandria – incluindo Negan – se despedem de Andrea. Depois que Andrea morre durante a noite e Rick a coloca no chão, Rick vai para fora, onde todos estão esperando por ele. Carl se desculpa e eles se abraçam enquanto o resto dos cidadãos se consolam. Rick diz a eles para segui-lo – eles ainda têm muito a fazer. Enquanto todos ajudam a reconstruir Alexandria, Maggie e Michonne carregam o corpo de Andrea para fora enquanto Rick e Carl se abraçam. De volta para dentro, Carl tenta confortar um desanimado Rick antes de ir para a cama com Lydia.

“Lines We Cross”

Carl Grimes é visto de luto por Andrea. Lydia logo se aproxima dele e Carl conta a Lydia sobre Ben e como ele deve matá-lo. Ele também revela que ele mesmo contou a Andrea sobre isso, e que ela afirmou que sempre o amará, não importa o que ele fez no passado. Carl afirma que vai voltar para Hilltop e ajudar a reconstruí-lo, mesmo que Rick queira que ele fique. Rick pede a Jesus para ir com a equipe, mas ele afirma que ficará em Alexandria com Aaron. Carl percebe que os residentes de Hilltop estão fazendo as malas e insiste que, apesar do que aconteceu, ele voltará com eles para ajudar na reconstrução. Maggie pergunta sobre seu pai e Carl diz que não precisa dele lá. Maggie pergunta o que ele precisa, e ele diz que precisa viver sua própria vida em algum lugar longe de Alexandria.

Uma vez no topo da colina, Carl se maravilha com o quanto progresso foi feito na reconstrução da colônia, afirmando que ela ficará ainda melhor do que antes. Mais tarde, à noite, Carl sai para dar uma caminhada e encontra Sophia. Ela diz a Carl que o viu amadurecer rapidamente desde que se mudou para o topo da colina e afirma que sente falta de sua melhor amiga; quando questionada sobre isso, Sophia diz que sente falta de estar com ele. Carl concorda que ainda tem alguns sentimentos remanescentes por ela, mas devido a estar com Lydia agora, ele não quer ir pelas costas. Ambos concordam que devem conversar novamente em breve e voltar para suas tendas em bons termos. No dia seguinte, Carl e Lydia são vistos almoçando. Carl quer voltar a trabalhar, mas Lydia diz a ele para não se preocupar com isso, afirmando que ele está trabalhando muito. Perto dali, Sophia perde o controle de parte da carga que carrega; Carl corre para ajudá-la enquanto Lydia olha para os dois com desconfiança.

“New World Order”

Algum tempo depois, em Hilltop, Carl Grimes pergunta a Sophia se os rumores sobre Maggie e Dante eram verdadeiros. Sophia as confirma, em seguida expressa sua opinião sobre como ela acha a coisa toda estranha. Carl percebe que ela não parece aprovar, levando-a a perguntar se ele aprovou quando Rick e Andrea ficaram juntos. Carl admite que estava tudo bem com isso, pois queria que seu pai fosse feliz. Ele também afirma acreditar que, com o tempo, Rick encontrará outra pessoa e ficará feliz por ela novamente quando isso acontecer. Sophia deixa o assunto passar, observando que Carl sempre foi mais maduro do que ela. Carl, brincando, diz que esse assunto nunca foi debatido, levando Sophia a empurrá-lo de brincadeira.

“The Rotten Core”

No topo da colina, Carl Grimes se apresenta a Joshua. Ele pergunta se os pais de Joshua estão lá dentro com Maggie, e Joshua confirma, dizendo que ela está se certificando de que eles não são loucos demais para morar no topo da colina. Joshua garante a Carl que eles nunca gostaram dos Whisperers e estavam simplesmente com medo. Carl fica feliz em saber que Joshua e seus pais não são loucos e se oferece para mostrar a cidade a Joshua. Joshua afirma que gosta do Hilltop e quer ficar. Ele pergunta se é seguro na comunidade, ao que Carl responde que é na maioria das vezes.

Algum tempo depois, Rick traz Pamela e sua comitiva para fazer um tour por Hilltop. Ao apresentar Maggie a Pamela, Carl, que fica muito feliz em ver seu pai, os interrompe. Enquanto pai e filho se abraçam, Rick diz que é bom saber que Carl sentiu sua falta. Carl afirma que também estava preocupado com o pai. Rick está prestes a perguntar por quê, antes de ser dolorosamente lembrado da perda de Andrea. Rick diz que não percebeu que não estava mais pensando na perda até que Carl disse que estava preocupado. Carl diz que estava preocupado por ter cometido um erro ao vir para o topo da colina, pois Rick precisava dele, embora Carl pensasse que as pessoas no topo da colina precisavam mais dele. Rick elogia as ações de seu filho, alegando que não o culpa por partir e que precisava de um tempo sozinho. Carl percebe que Rick não está usando sua bengala, e Rick afirma que não precisa mais dela. Para ele, ou a dor foi embora ou ele se acostumou. Rick com humor acrescenta que ainda não vai ganhar nenhuma corrida, e Carl garante que ele será rápido o suficiente para os dois.

Dias depois, Carl Grimes saiu do quarto de Lydia depois de passar a noite com ela até que ela adormecesse. Quando ele fecha a porta, Sophia o confronta e pergunta o que ele estava fazendo. Carl diz que estava usando o banheiro, mas Sophia o chama e diz que o banheiro é o outro lado. Enquanto eles voltam para seus quartos, Sophia conta a ele sobre como ela quer perder sua virgindade. Ele menciona algumas crianças que conhece, mas Sophia rejeita todas. Assim que eles voltam para seu quarto, eles se olham, sabendo o quão estranha aquela conversa era, e se desejam boa noite. Algum tempo depois, Sophia é vista sentada sozinha, quando Joshua chega e pede para se sentar com ela, Carl percebe e faz um sinal de positivo para Sophia, encorajando-a a falar com ele, ela olha para ele e fala com Josh.

“Rest In Peace”

Carl vê que Sophia e Josh começaram a namorar e os observa da janela, com Lydia por perto. Lydia rapidamente pergunta por que ele está sorrindo, e ele diz que é por causa de Sophia. Ela rapidamente tira conclusões precipitadas e pergunta se ele está apaixonado por Sophia; Carl nega e diz que só ama Sophia como amiga, porque a maioria de suas memórias mais próximas é com ela. Ele diz a Lydia que a ama de uma maneira que nunca poderia amar Sophia, porque tanto ele quanto ela têm uma escuridão interior com a qual se identificam. Lydia então sai furiosa porque ela pensou que ele a estava chamando de monstro. No dia seguinte, quando Jesus, Aaron e Dante estão fazendo as malas para ir para a Comunidade, Carl diz a Maggie que ele está indo, ela diz que não, mas ele ainda insiste em ver seu pai. Ele pergunta se ela vai prendê-lo para impedi-lo de ir, mas ela responde que não, permitindo que ele vá. Vemos então Lydia parada ali, parecendo um pouco desapontada por ele estar indo embora, ele se desculpa por tê-la chamado de monstro, e ela o perdoa, Eles se reconciliam com um abraço.

Carl Grimes viaja para a Comunidade e comenta com Rick como isso é incrível; ele visita a comunidade com Rick e concorda que é especial. No entanto, alguns dias depois de chegar, Carl vai acordar seu pai apenas para descobrir que Rick foi assassinado durante a noite e reanimado. Carl rapidamente atira na cabeça de Rick, mas rapidamente desmaia depois de perder o último membro restante de sua família. Carl se deita na porta e não responde quando vários soldados da Commonwealth chegam. Ele vai falar com Michonne, que lhe dá o consolo tão necessário por ter perdido a pessoa mais importante de suas vidas. Ele logo descobre por Pamela Milton que seu filho Sebastian foi o responsável e mantém a calma ao ouvir que Sebastian vai ser preso para o resto de sua vida. Carl viaja para a cela da prisão e menospreza o quão patético Sebastian é, observando que ninguém gostou dele ou nunca gostará dele. Apesar de desejar a morte de Sebastian, Carl acredita que fazê-lo sofrer e viver com a culpa pelo resto de sua vida é mais apropriado e civilizado: algo que Rick teria preferido. Ele então sai, após ameaçar encontrar e ferir gravemente Sebastian se ele sair de sua cela.

Carl Grimes ouve por acaso que vários membros da Comunidade desejam enterrar seu pai lá, mas decide que Rick gostaria de ser enterrado ao lado de Andrea em Alexandria. Depois que Michonne concorda e ajuda a carregar o corpo de Rick em uma carroça para Alexandria, ela informa Carl que há algumas pessoas que desejam ir para Alexandria com ele; Carl olha para trás para ver uma enorme procissão consistindo de pessoas de Alexandria, Hilltop, The Kingdom, bem como uma boa parte da Comunidade.

Enquanto eles estão viajando, Carl cai repentinamente da carroça, enquanto Michonne corre em seu socorro. Em lágrimas, Carl diz que seu pai se sacrificou muito para criar um mundo onde eles pudessem dizer adeus, mas ele nunca conseguiu. Carl se pergunta para que tudo isso serviu e reconhece que o mundo está muito melhor e mais seguro por causa de Rick, mas agora ele morreu, sem mais nem menos. Carl diz que não pode continuar sem o pai e que não pode mais fazer isso.

Em algum ponto depois que Rick é levado de volta para Alexandria e enterrado, Carl decide desistir de seu emprego como ferreiro para se tornar um mensageiro da Comunidade recém-reformada. Durante esse tempo, ele aprende com Michonne que ela está se dedicando totalmente à prática da lei e concorda em se apropriar de sua espada. Ele se instala em uma casa próxima às comunidades, termina com Lydia e reacende seu relacionamento com Sophia. Aproximadamente vinte anos se passaram e ele continua sendo um membro bem conhecido da comunidade; ele também se casa com Sophia e tem uma filha chamada Andrea. Um dia, ele percebe que um caminhante apareceu em sua propriedade e o mata rapidamente. Aprendendo com Sophia que seu irmão adotivo Hershel está na cidade, ele percebe que provavelmente veio de sua coleção de andadores e o confronta com raiva. Depois que o xerife Kapoor chega em sua casa, Carl fica chocado ao saber que, apesar de representar uma ameaça, o andador foi classificado como propriedade e haverá uma possível multa que ele deverá pagar. Naquela noite, Carl e Sophia visitam um velho Earl Sutton e relembram o evento, bem como o passado.

Enquanto os Grimes voltam para casa, Carl Grimes diz a Sophia que ele nunca gostou de apenas olhar para as estrelas. Ele continua a mencionar o quanto sente falta de Rick e se pergunta se Rick morrer antes de Carl vê-lo definhar como Earl e tantos outros foi uma bênção disfarçada. No dia seguinte, Carl Grimes é acompanhado à audiência por Sophia e fica surpreso ao ver Maggie chegar durante o processo; devido às ações dela, Carl é poupado da pena de prisão, mas recebe a ordem de trazer um walker de volta para Hershel para substituir o que ele havia matado. Indignado com isso, Carl confronta Maggie e continua a expressar sua crença de que o que Hershel está fazendo é perigoso e alguém acabará sendo descuidado e morto por causa disso. Naquela noite, Carl decide sair para tomar ar e avisa a Sophia que voltará mais tarde; ele secretamente vai para o vagão onde o resto dos caminhantes de Hershel são mantidos e os mata antes de voltar para casa.

Naquela manhã, Carl Grimes acena para Sophia e Andrea, cavalgando para carregar rapidamente seu carrinho antes de sair antes que Hershel possa encontrá-lo. Saindo da cidade, ele encontra e conta a Lydia seus motivos para partir tão rapidamente. Garantindo que ele fez a coisa certa, Lydia decide ajudá-lo no trajeto. Logo depois de sair, Carl faz uma parada em Springhaven para tentar ver Negan, mas falha quando Carl não obtém resposta. Depois de fazer várias paradas, Carl e Lydia olham para cima e veem um enorme bando de pássaros voando acima e param para se maravilhar com a visão. Depois de parar para pernoitar, Carl menciona como Lydia ainda está usando seu chapéu velho depois de todos esses anos, mas se recusa a retirá-lo por ele ter dado a ela. Enquanto ele tenta adormecer, Lydia expressa alguma surpresa por ele continuar a usar o tapa-olho; Carl tenta ignorar, mas ouve Lydia se lembrar de como ele costumava mantê-lo exposto. Carl diz a ela para parar e se ofende quando Lydia sugere que ele quer esconder a verdade de sua filha. Tirando-o, ele diz que é uma lembrança do mundo de onde vieram e não quer expor Andrea a isso e lembrá-la de uma época que era mais violenta e cruel.

Chegando ao trem, eles viajam até o fim da linha e Carl Grimes se reúne com um velho Eugene. Maravilhado com a distância percorrida pelos trilhos desde a última vez em que ele esteve lá, Carl insiste com Eugene que ele é saudável o suficiente para viver o suficiente para ver o leste e o oeste conectados pela primeira vez por ferrovia desde o apocalipse; apesar disso, Carl diz a Lydia que não tem certeza. Percebendo Laura por perto, ele tenta permanecer civilizado, mas se ofende quando Laura continua a guardar rancor contra ele e Rick pelo que aconteceu com Dwight. Carl sai e a repreende por sua atitude egoísta, lembrando-a de que todos perderam pessoas, mas os que ainda estão vivos são por causa das ações de Rick. Depois de voltar para o leste, Carl dá a Lydia seu colete e agradece por ser sua amiga antes de voltar para casa. Pouco depois de chegar em casa, ele cumprimenta Andrea antes de ser confrontado por Sophia por ter matado os outros caminhantes. Logo, Kapoor chega com vários homens para escoltar Carl até a Comunidade para ser julgado. Enquanto aguardam o trem que vai para lá, os guardas simpatizam com Carl e concordam que a prática deve ser proibida. Antes de sair, Sophia chega e as duas se reconciliam, esperando que o juiz seja indulgente.

No tribunal, Michonne preside a audiência e permite que Carl Grimes fale em sua defesa. Carl prossegue defendendo suas ações, reconhecendo que não ignora as leis relativas à propriedade, mas sim em defesa de seu lar e de sua família. Relembrando as vezes em que ele se deparou com caminhantes todos os dias e sempre os colocava no chão sem pensar duas vezes, ele expressa como as pessoas estão começando a esquecer o quanto os caminhantes representam um perigo e uma ameaça. Pensando em Andrea, Carl termina sua declaração mencionando que não queria que sua filha fosse confrontada com isso e estava tentando protegê-la de testemunhar isso. Michonne concorda em proibir a prática em toda a Comunidade e permite que Carl saia com as acusações retiradas. Após o julgamento, Carl se reconecta brevemente com Michonne antes de ser confrontado por seu cunhado. Hershel acusa Carl de fazer as pessoas esquecerem como era ao proibir seu show de andador e o insulta antes de partir.

Na manhã seguinte, ao deixarem a Comunidade Britânica, Carl Grimes para brevemente com Sophia do lado de fora do tribunal e contempla a estátua erguida em homenagem a seu pai. Voltando para casa, Carl reflete como Rick tornou possível o mundo em que eles vivem antes de abraçar Sophia e menciona como ele é grato por estar vivo com sua família todos esses anos. Ele então é convidado por Andrea para ler uma história de ninar; sorrindo para a filha, Carl concorda. Sentado em uma cadeira de balanço, Carl lê uma história que abrange todas as provações enfrentadas durante o apocalipse; ele enxuga uma lágrima antes de dizer à filha que o avô dela era o responsável por tudo isso e como ela teria gostado dele. Andrea pede para que seja lido novamente e, abraçando sua filha, Carl obedece alegremente.

VÍTIMAS MORTAS POR CARL GRIMES:

Esta lista mostra as vítimas que Carl Grimes matou:

• Shane (vivo)
• Ben
• Jud (causado indiretamente)
• Oscar (zumbificado)
• Josh (zumbificado)
• Olivia (zumbificada, ao lado de Andrea, Dante e Lydia)
• Carson (Zombified, Alongside Andrea, Dante e Lydia)
• Luke (zumbificado, ao lado de Andrea, Dante e Lydia)
• Tammy Rose (zumbificada, ao lado de Andrea, Dante e Lydia)
• Rick Grimes (zumbificado)
• Pelo menos 8 Salvadores desconhecidos
• 1 cavalo sem nome (causado)
• Inúmeros zumbis

CURIOSIDADES:

• O pai de Robert Kirkman (criador da HQ de The Walking Dead) se chama Carl.
• Carl Grimes foi a primeira pessoa a matar uma pessoa viva (Shane) nos quadrinhos.
• Carl Grimes é um dos dois únicos membros sobreviventes do grupo original de Atlanta, o outro sendo Sophia.
• Com a morte de Rick, Carl Grimes está empatado com Sophia para o personagem de vida mais longa.
• Todos os membros da família Grimes (exceto Judith e Jeffrey) foram baleados em algum momento.
– Rick foi baleado antes do apocalipse por um criminoso não identificado, o que o fez entrar em coma. Mais tarde, ele foi baleado no torso durante o primeiro ataque à prisão por Woodbury e foi perfurado por uma flecha em “All Out War” por Dwight. Anos depois, ele foi baleado por Sebastian.
– Carl foi baleado no ombro por Otis e mais tarde no olho por Douglas Monroe. Ambas as vezes são acidentais.
– Lori levou um tiro nas costas e no coração por Lilly Caul.
• Carl Grimes, Andrea e Brian Blake são as únicas pessoas que sobreviveram a um tiro na cabeça nos quadrinhos. Dos três, Carl é o único que ainda está vivo.
• Carl Grimes é um dos seis personagens a receber uma lesão ocular permanente no Universo The Walking Dead, os outros sendo seu homólogo na série de TV, Brian Blake (junto com seu homólogo na série de TV) e Kenny e Violet (Determinante) do videogame.
• O mês de nascimento de Carl é abril.
• Tanto nos quadrinhos quanto na série de TV, Carl Grimes é o primeiro menor a ser mostrado dirigindo um veículo.
• Carl Grimes é o que tem o segundo maior número de aparições na série de quadrinhos, sendo a primeira seu pai.
• Um fã perguntou via Reddit quais personagens são os mais difíceis e fáceis de escrever, e Kirkman respondeu que Carl é “divertido de escrever”.
• Há alguma ambigüidade em relação à idade de Carl depois que Robert Kirkman afirmou durante o NYCC de 2014 que Carl tem “13 anos ou mais”, o que contradiz a linha do tempo, na qual ele deveria ter 11 neste ponto da história.
– Mais tarde, ele tentou retificar isso afirmando que o intervalo de tempo era superior a dois anos, embora edições recentes contradigam essa afirmação, com personagens como Eugene explicitamente dando números que correspondem ao número de dois anos.
• Carl é um dos dois únicos personagens que aparecem em todos os volumes da série de quadrinhos, sendo o outro Rick.
• Com a morte de Rick na edição 192 até seu casamento com Sophia e nascimento de sua filha Andrea, Carl foi o último membro sobrevivente da família Grimes.
• A aparência de Carl após o enorme salto no tempo na edição 193 lembra muito a de seu pai.
• Carl Grimes é a última pessoa a matar um walker mostrado na HQ.

Comentários